Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

12/06/2016

Broken Frame: Capítulo 37 • Desire + Leiam as notas finais


olha só o milagre de são valentim acontecendo


DIA SEGUINTE
SÃO FRANCISCO, 11:00 A.M

          Demetria abriu os olhos devagar e piscou um pouco até conseguir focalizar o rosto de Sabrina. Ela havia chorado tanto na noite anterior e confessou estar com medo do futuro da família. Onde vamos parar, mamãe? Demi demorou um tempo, mas conseguiu acalma-la. Samuel foi de grande ajuda e dormia entre elas agora. Sabrina moveu uma das mãos até o rosto, esfregou levemente os olhos e piscou um pouco. — Bom dia, anjo. — Ela olhou para Demi e sorriu. 
— Bom dia. — Elas deram as mãos — Dormiu bem?
— Foi uma das minhas noites de sono mais tranquila.

          De repente o falatório no andar debaixo ficou alto demais! 

          Demi levantou-se, ajeitou o pijama que vestia e abriu a porta. Assustou-se ao ver Eddie ali parado. — Está tudo bem, pai? — Ela o cumprimentou em seguida. 
— Matthew está aqui e parece desesperado atrás de você.
— Atrás de mim, mas...
— É sobre uma entrevista, não sei ao certo.
— Mas eu não tenho nenhuma entrevista agendada, nenhuma!
— Diga isso para ele, por favor.
— Eu vou trocar de roupa e já estou descendo. — Demi sorriu gentilmente, ele assentiu e ela encostou a porta. 

— O que está acontecendo, mamãe? — Sabrina perguntou.
— Não sei ainda, mas algo me diz que não vou gostar. — Ela suspirou e foi em direção ao banheiro fazer sua higiene matinal. Saiu do banheiro sem a blusa do pijama, Sabrina já estava de pé e estava separando algumas roupas para ela. 
— Gosta dessas? — Demi assentiu — Ótimo! Eu vou acordar o Samuel e encontro você lá em baixo. 
— O.k. — Ela concordou, vestiu-se rapidamente e desceu. 

          Matthew levantou-se imediatamente do sofá, Demi aproximou-se e o abraçou brevemente. Ele estava com uma expressão de quem não gostaria de estar ali e suspirou. — O que está acontecendo?
— Você precisa vir comigo, Demi.
— Eu não tenho nenhuma entrevista agendada.
— Nikki agendou uma.

— Como?!
— Eu realmente não gostaria de estar nessa situação e você sabe bem disso, mas é o meu trabalho. Muitas coisas aconteceram, aquele maldito telefone não para de tocar e os fãs estão enlouquecendo sobre essas fotos que saíram!
— Eu mal tive tempo para descansar entre minhas duas turnês, tive que encontrar o Joseph e quando finalmente acho que posso ter um tempinho comigo mesma... O que Nikki está pensando?!
— Não sei, Demi.
— Onde ela marcou isso?
— Será no programa da Katie Couric.
— Eu vou, mas é por consideração aos meus fãs. Depois disso vou ter uma conversa séria com ela!
— Não gostei do seu tom. 
— Não é para gostar mesmo! Para tudo existe um limite, o.k? Eu sou um ser humano, tenho uma vida fora dos palcos e se Nikki pensa que pode interferir nela, ela está redondamente enganada. — Demi direcionou o olhar para Eddie e suspirou. — Eu volto, o.k? — Ele apenas assentiu. 

           Demi subiu os degraus da escada apressadamente. Ela respirava fundo tentando manter-se calma, mas estava difícil e sua vontade era de estapear aquela mulher! — Mamãe. — Samuel segurou em sua mão.
— Bom dia, Sam. — Ela forçou um sorriso. 
— Onde vai com tanta pressa?
— Eu preciso resolver alguns assuntos, mas prometo que volto logo. — Sabrina apareceu, colocou uma das mãos no ombro do irmão e trocou olhares com ele.
— O.k. — O garotinho fez uma careta. 
— Cuide dele. — Demi disse, depositou um beijo rápido da bochecha da filha e adentrou no quarto.

— Vamos ter problemas, Bi?
— Eu espero que não. — Ela segurou uma das mãos dele e juntos eles desceram para tomar café. 

***

          Matthew estava sentindo-se mal com aquela situação e não conseguia parar de pedir desculpas! Demi apenas ignorava já que estava sendo maquiada pela equipe do programa e não queria parecer rude. Entre maquiagem e troca de roupa, não sobrou tempo para pensar no que deveria responder. Essa seria uma entrevista e tanto! Foi recebida de forma calorosa pelos fãs que ali estavam e pela apresentadora do programa. Sentou-se em uma das cadeiras, agiu normalmente e conversou brevemente com Katie antes dela começar com as perguntas:

  • Você terminou recentemente uma turnê, certo? — Demi assentiu — O que espera fazer antes de voltar aos holofotes novamente?

— Eu quero descansar e curtir meus filhos, apenas isso.
  • Já pensa em seu próximo álbum de estúdio?
— Com certeza! — Os fãs foram ao delírio e Demi sorriu com sinceridade para eles. — É importante sempre ter algo em mente e trabalhar nisso, sabe? Estou tendo uma boa impressão sobre este novo trabalho, não desmerecendo meus antigos álbuns, mas será um novo som.

  • Não tenho duvidas de que será um álbum incrível! Ainda falando sobre musica, você participou da nova música da Selena Gomez. Pode nos contar como surgiu essa parceria? 
— Foi algo natural, sabe? Ela me mostrou a composição e no exato momento... me apaixonei por ela! Selena me disse que ainda faltava algo, então juntas completamos essa linda música e gravamos.
  • Originalmente The Heart Wants What It Wants foi composta por Joseph, certo? — Ela assentiu — O que pode nos dizer sobre isso?
— Eu nunca duvidei do potencial dele e posso até dizer que o admiro muito. — Katie ficou surpresa, os fãs foram ao delírio mais uma vez e Demi riu.
  • Desculpe-me, mas devo confessar que estou muito surpresa com isso. 
— Eu sei que sim, mas está tudo bem.
  • Qual é a relação de vocês hoje?
— Nós estamos convivendo melhor e isso é tudo o que posso dizer. Realmente brigamos muito no passado, mas não é o tipo de relação saudável, entende? Graças aos nossos filhos, hoje temos uma boa convivência e nos respeitamos bastante.
  • Isso é incrível! 
— Eu sei. — Demi sorriu novamente.
  • Vocês dois viraram a internet de cabeça para baixo nos últimos dias e muitas pessoas especularam sobre uma possível reconciliação. O que pode nos dizer sobre isso?
— Sinceramente, não posso dizer que uma reconciliação é impossível de acontecer. — Demi assustou-se ao dizer aquilo, mas não podia pegar suas palavras de volta. Ela deveria pega-las? Endireitou-se na cadeira, bebeu água e sentiu-se um pouco desconfortável. O que deveria fazer agora? A reação das pessoas era algo assustador! — Nada do que aconteceu mudou o que eu sinto por ele.

REPUBLIC RECORDS, 02:35 P.M

          Joseph estava perdido na reunião com os produtores, mas não entedia exatamente o motivo. Algo estava errado, mas o que seria?! — Joseph, você está ouvindo? — Ele balançou rapidamente a cabeça e olhou para Nicholas. 
— Peço desculpas, mas não me sinto bem. Podemos continuar mais tarde? Eu realmente preciso ir. — Levantou-se. 
— Eu vou com você. — Nick disse imediatamente. 
— Não, você fica. — Ele disse educadamente e olhou para o irmão mais novo. — Por favor. — Nick apenas assentiu e ele saiu. 

          O elevador não demorou muito, Joe adentrou e apertou um dos botões. As portas estavam se fechando quando Matthew jogou-se para dentro e esbarrou em Joseph. — Meu Deus, Matt! — Ele riu e colocou uma das mãos no peito. — Você quase me matou de susto. 
— Você viu ela? — Matt perguntou aflito. 
— Ela?
— Demi.
— Ela está aqui?!
— Eu achei que ela estava calma, mas...

— O que aconteceu?
— Nikki marcou uma entrevista para ela e não avisou nada. Eu fui leva-la hoje cedo e foi um pouco tenso!
— Um pouco?!
— Eu disse que ela não deveria fazer isso, mas Nikki é muito teimosa. — Joe bateu o dedo impacientemente no andar onde Nikki ficava. 

— Droga!
— Fique calmo, Joe.
— Calmo? Como eu posso ficar calmo com uma situação dessas?! Nikki só pode ter ficado louca! Se algo acontecer com Demi, ela me paga.
***

          Demetria adentrou na sala sem bater na porta, ela jogou a bolsa em um canto qualquer e sorriu de forma irônica. Nikki assustou-se ao vê-la! Demi estava vermelha de raiva, os punhos estavam cerrados e ela só estava esperando um sinal para explodir de vez. — Não esperava que viesse, Demi. O que faz aqui?
— Vim me acertar com você, vagabunda! — Nikki levantou-se imediatamente — O que você pensa que está fazendo?! 
— Demi, você precisava prestar alguns esclarecimentos.
— Como se eu fosse culpada de alguma coisa, patético! — Demi riu — Eu não devo me esclarecer com ninguém, o.k? Muito menos com você! 

— Eu cuido da sua carreira e é meu dever...
— Você ouviu o que acabou de dizer? "Cuido da sua carreira" certo, mas é apenas da carreira. Minha vida pessoal não é da conta de ninguém!
— Estou ciente disso, mas você precisa entender...
— NÃO PRECISO ENTENDER NADA, MAS VOCÊ SIM PRECISA! 

          Os gritos de Demetria eram altos e logo que Joseph desceu do elevador com Matt pode ouvi-la. Caminhou rapidamente na direção dos gritos temendo uma desgraça! Ele adentrou sem aviso prévio e segurou o punho de Demi antes que ela pudesse acertar o rosto da empresaria. — Essa não é você. — Sentiu ela tremer e soltou-a devagar. Demi deu três passos para trás, olhou para ele com os olhos marejados e chorou sem controle algum! Joe aproximou-se com cuidado, passou seus braços em volta dela e foi abraçado de volta.
— Ela não podia ter feito isso comigo, não podia. — Sussurrou contra o peito dele. 
— Eu sei, mas você precisa se acalmar. — Ele afagou os cabelos dela — Vá com Matthew, o.k? Beba um pouco d' água, tome um ar e daqui a pouco conversamos. — Demi o encarrou por alguns segundos e saiu em seguida com seu amigo. 

— Isso explica muita coisa. — Nikki sentou-se e passou uma das mãos pelos cabelos. — Desde quando estão juntos?
— Nós ainda não estamos juntos. — Joe sentou-se em uma das cadeiras — O que estava pensando fazendo aquilo?
— Eu estava fazendo o meu trabalho, Joseph. Você sabe que ela é uma figura publica e não pode simplesmente sumir por ai! Ela desobedeceu as próprias regras, sabia? Desde que aquela cena no aeroporto da Suíça, não tivemos paz por aqui. Com muita insistência Demi aceitou dar uma entrevista, mas isso era só no mês que vem! Os acontecimentos recentes estava exigindo algo imediato e tive de fazer isso. 
— Estou ciente disso, mas você deveria ao menos ter avisado antes. Ela está cheia de problemas, sabia? Nem mesmo eu estou conseguindo me aproximar direito e então, você faz uma coisa dessas! Demi está no limite. 

— Ela veio aqui uma vez e se recusou a me contar por altos o que estava errado! Como eu poderia saber disso?!
— Matthew não lhe disse nada?
— Ele até disse, mas...
— Chega! — Joseph levantou-se — Espere até que Demi se acalme e fale com ela. — Ele fez uma pausa — Peço que não faça isso novamente, o.k? Posso não chegar a tempo de impedir que ela deforme sua cara. — Joe saiu e fechou a porta atrás de si. 

          Joseph desceu alguns andares no elevador e acabou encontrando Matthew em um deles. — Onde ela está?
— No seu carro. — Joe arqueou uma das sobrancelhas — Ela não me disse uma única palavra!
— O.k, já estou de saída. — Ele bateu de leve no ombro de Matt e saiu. 

          Nicholas estava atrás do irmão mais velho e acabou por encontra-lo no estacionamento. Joseph parecia perdido, mas dessa vez era por causa do carro! — Ei, onde está indo? — Joe balançou a cabeça ao vê-lo
— Eu realmente preciso ir, Nick.
— Está uma loucura lá dentro, você tem algo haver com isso?
— Não, mas Demi tem.

— Demi?
— Ela pegou minhas chaves e está me esperando no carro, mas não me lembro aonde estacionei.
— Está tudo bem?
— Tenho certeza de que ela está bem, o.k? Não se preocupe. — Nick assentiu e indicou uma fileira de carros. 

— Você estacionou em algum lugar por ali.
— Obrigado.
— Disponha. — Ele forçou um sorriso — Qualquer coisa é só me ligar, o.k? Vou almoçar aqui perto e continuar meu trabalho. 
— Eu prometo que voltarei para continuarmos aquela reunião. — Joe disse enquanto caminhava — Até mais tarde! — Ele virou-se, acenou e Nick retribuiu da mesma forma. Com mais alguns passos Joseph conseguiu avistar seu carro e logo adentrou no veiculo. Demi estava no banco do passageiro e parecia surpresa por algum motivo. 

— O que foi? — Joe perguntou enquanto colocava seu cinto de segurança. 
— Não sabia que ele estava aqui.
— Eu pedi que ele me ajudasse com meu novo álbum.
— Vocês estão bem?
— Sim, nós estamos bem. Por isso essa expressão? — Ele deu partida no carro e Demi apenas assentiu. — Já tivemos o suficiente e isso é tudo. — O silêncio instalou-se ali e Joe sentiu-se um pouco desconfortável. 

— Como você está?
— Péssima! Eu não sei o que teria feito caso você... muito obrigada.
— Eu senti que algo estava errado, mas não imaginava que seria aquela situação. Como foi aquela tal entrevista?
— Só fui em consideração aos meus fãs, mas acho que teremos o pessoal no nosso pé.
— Nosso?
— Eles me perguntaram sobre você.
— E o que disse sobre mim? — Joe desviou o olhar da estrada rapidamente e olhou para ela. — Foi tão ruim assim?!
— Eu disse que o admiro como compositor e depois...
— Você admira? — Ele perguntou com um sorriso encantador em seus lábios e Demi evitou olha-lo.
— Não seja tão convencido.
— Eu não estou sendo convencido, apenas fiquei surpreso. — Joe deu de ombros — Mais alguma coisa? 
— Não.
— Tem certeza?
— Absoluta! — Ele riu — O que foi agora?
— Você é uma péssima mentirosa, mas não precisa me dizer nada que não queira.
— Esse caminho não...
— Eu sei que estava na casa dos seus pais, então vou leva-la de volta.
— Como sabe?
— Sabrina me ligou. — Joe suspirou — Como ela está? 
— Ela não estava lidando muito bem com isso, mas já conversamos e está tudo bem.
— E Samuel?
— Ele está estranhamente tranquilo.
— Estranhamente?
— Eu nunca vou me acostumar com o jeito maduro dele, entende? Samuel é observador, ouvinte e paciente. Ele tem uma intuição muito forte sobre qualquer coisa que seja!
— Sei o que está tentando dizer, Demi. Eu o vi tranquilizando Sabrina uma vez e ele disse que tudo ficaria bem, entre tantas outras coisas e foi realmente impressionante!

— Ele é capaz de passar uma confiança que... — Demi parou de falar ao sentir uma das mãos de Joe em seu joelho. Ele esperava que ela segurasse, mas isso não aconteceu. 
— Que na maioria das vezes não temo. — Ela apenas assentiu e o silêncio prevaleceu. Joe recolheu sua mão novamente, apertou discretamente o volante e começou a cantarolar baixinho para relaxar. 

— Desculpe-me por ser tão indelicada.
— Não estou entendendo, o que disse?
— Depois de ontem, você está bem?
— Estou melhor. — Ele deu de ombros — Estive com meus pais também e foi bom, sabe? Fazia um tempo que não nos víamos. 

— O que eles disseram sobre nossas fotos?
— Nada demais.
— Outro péssimo mentiroso.
— Me parece justo. — Joe riu baixinho — Nenhum deles está te odiando, se é isso o que quer saber. — Demi suspirou — Ainda temos um longo caminho, então se quiser descansar um pouco....
— O.k, obrigada novamente. — Ela fechou os olhos e fingiu estar dormindo. O clima estava pesado, Joe realmente parecia cansado e mal conseguia manter uma conversa com ela! Sua mãe estava certa, ele estava insistindo demais, lutando sozinho. Deveria levantar-se do chão e reagir também, mas como? Tinha tanto para dizer, perguntar e discutir, mas faltava coragem. Precisava se redimir de alguma forma, agradecer por ele continuar fazendo tanto por ela, mas como? Muitas duvidas. Talvez devesse conversar um pouco com Kevin ou quem sabe, Iggy. 

***

          Demetria acordou sentindo Joseph acariciar-lhe uma das bochechas, sonolenta ela correspondeu sorrindo e Joe riu baixinho. — Ei, nós já chegamos. — Ele chamou e sorriu. Demi abriu os olhos devagar, o sol estava forte e ela acabou fazendo uma careta. 
— Eu realmente dormi? — Ela olhou para Joe. O rosto dele estava iluminado, os olhos brilhavam e os lábios pareciam ainda mais rosados. Demi não o admirava de perto desde... muito tempo! Estava encantada, ele era tão bonito.
— Sim e parece estar revigorada.
— O que disse? — Perdeu-se no sorriso dele. 
— Que você parece estar revigorada. — Ela assentiu — Aparentemente, não fomos seguidos. É melhor que você vá, nunca se sabe quando esses...

— Você quer entrar e ver as crianças? — Demi perguntou enquanto desabotoava seu cinto. 
— Eu adoraria, mas...
— Ótimo! Elas ficaram felizes em vê-lo. — Ela sorriu.
— Não posso ficar muito tempo, então...
— Elas precisam de alguma segurança, Joseph.
— Nós temos algum tipo de segurança para oferecermos juntos? — Ela respirou fundo e o olhou nos olhos. 

— Talvez. — Demi desceu do carro antes mesmo dele falar alguma coisa. 

          Joseph desceu, trancou o carro e seguiu Demetria. Ela esperou que ele adentrasse para fechar o portão e juntos eles caminharam até a porta da casa. — Cheguei! — Demi anunciou ao abrir-la. Dianna apareceu imediatamente, ela parou ao ver Joe e sorriu para ele. 
— Meu Deus, Demi! Eu estava louca de preocupação e você nem para me avisar que estava com ele.

— Não é o que parece. — Demi sussurrou ao abraça-la — Na verdade, Joe impediu uma desgraça. — Ela suspirou e afastou-se da mãe. — Onde está Eddie?
— Ele foi ao supermercado comprar algumas coisas que pedi.
— E as crianças?
— Samuel está brincando nos fundos da casa e Sabrina está no telefone. — Dianna olhou para Joseph e sorriu novamente. — É tão bom vê-lo novamente, como você está? — Eles se abraçaram brevemente. 
— Eu estou melhor do que ontem. — Joe riu baixinho — E você, como está?
— Pouco mudou desde a ultima vez que conversamos, mas estou bem.

— Vou chamar as crianças, com licença. — Demi saiu. 

— O que ela aprontou?
— Nikki passou dos limites e Demi explodiu, nada demais. Eu só impedi que ela estapeasse aquela mulher!
— Estapeasse? — Joe assentiu. 
— Demi tremia de raiva e chorava de nervoso. Conversamos um pouquinho e ela se acalmou.

— Veja só quem eu encontrei fazendo bagunça. — Demi anunciou rindo. Ela estava suja de tinta verde, Samuel estava rindo ao lado dela e logo correu para abraçar o pai. 
— Fazendo bagunça? Que coisa feia, Sam! — Joe brincou fazendo cocegas no filho e beijou-lhe o rosto. 
— Eu nem precisei ligar, você veio! — Samuel sorriu enquanto o abraçava forte — Sinto sua falta todos os dias, sabia? — Ele sussurrou — Vocês ainda não parecem bem. 
— Eu sei, eu sei... também sinto sua falta.
— Meu Deus, o que tanto estão... — Sabrina parou de falar assim que viu Joseph — Você... você veio! — Ela sorriu e correu para abraça-lo. 
— Ei, não faz muito tempo que estive aqui! — Joe riu e afagou os cabelos da filha. — Você está bem?
— Melhor agora. — Ela sorriu — Você veio para ficar? — Joseph procurou por Demi com seus olhos, mas ela não estava mais ali. 
— Ainda não. — Foi tudo o que ele disse e suspirou. Dianna lhe ofereceu um café e ele aceitou prontamente seguindo-a junto com os filhos. 

          No andar de cima, Demi retirava suas roupas e entrava no banho. A água morna ajudou-lhe a relaxar e livrar-se da tinta verde, mas ainda estava inquieta com seu próprio comportamento. Havia insistido para que ele entrasse, mas agora estava fugindo dele! O que deveria fazer agora? Um simples pedido de desculpas não seria o suficiente, não para ela. Demi passou as mãos pelos cabelos molhados e suspirou, realmente precisava de uma orientação. 

           De volta ao andar debaixo, Joe recebeu um telefonema. Nicholas ligou para que ele voltasse, os produtores tinham feito algo e queria que ele voltasse para gravar. — Eu sinto muito, mas preciso ir. 
— Mas você acabou de chegar, pai. — Sabrina fez uma careta. 
— É uma reunião muito importante.
— Promete voltar mais vezes?
— Prometo que vamos nos ver de novo. — Joe sorriu — Obrigado pelo café, Dianna. 
— Oh meu filho, não precisa agradecer. — Eles se abraçaram brevemente. 

— Samuel, Sabrina... meu beijo de despedida. — Ele aproximou-se das crianças e ganhou um beijo de cada um em sua bochecha. — Não fiquem com essas carinhas tristes, o.k? Eu vou voltar. — Eles assentiram — Posso subir? Vou me despedir de Demi. 
— Claro que pode, Joe. — Dianna sorriu e ele saiu do comodo. 

          O andar de cima estava silencioso, Joe conseguia ouvir os próprios passos contra o piso de madeira e seu coração batia forte. Ele parou diante de duas portas, ouviu a voz dela vindo de uma delas e endireitou-se na direção do som. Com a porta entre aberta, Joe contemplou Demetria nua! Ele piscou duas ou três vezes, aquilo era mesmo real e seus olhos não desviavam. O ritmo da sua respiração mudou, o coração batia de forma dobrada e o desejo ardente surgiu em seu interior. Ela tão continuava linda! Demi estava vestindo sua lingerie, virou-se rapidamente e conseguiu ver um vulto desviar na porta. Franziu o cenho, ouviu o barulho da queda no corredor e saiu para ver quem era. — Você está bem? — Joe estava vermelho! Ela lhe estendeu uma das mãos e o ajudou. 
— Eu preciso voltar, então...
— Veio se despedir? — Ele apenas assentiu — Obrigada novamente por hoje, você foi incrível. — O sorriso dela foi a melhor das recompensas. Joe puxou-a para um abraço apertado e ficou com ela daquele modo por alguns segundos. 

— Não precisa me agradecer, apenas mantenha o controle. O.k?
— O.k, eu vou me controlar. — Joe afastou-se devagar.

— Mais uma coisa.
— E o que seria?
— Pense em nós— Ela olhou fixamente nos olhos dele, mas Joe afastou-se. — Não precisa me dizer nada agora, apenas pense. — Ele virou-se de costas e saiu.


--

eu estou quase que aos prantos, mas consegui postar algo. 
boa noite amores, tudo bem com vocês? eu estou bem agora, mas tantas coisas aconteceram. ainda não resolvi o problema do meu notebook, mas já estou correndo atrás disso. como você está postando aqui, jéssica? usando o pc da minha prima sdjsdj esse tempo que estou longe daqui está sendo total e completamente dedicado a escrever os outros capítulos. o rumo que tudo está tomando e realmente maravilhoso e... isso me deixa feliz. espero de coração que me desculpem e que estejam gostando de tudo, afinal... é por vocês.  respostas aqui & aqui |  vou ver se consigo deixar o outro capítulo editado e pronto para ser postado. pelo celular eu só consigo enviar ou seja, posta-lo. então é isso, até breve. 
beijos 

 

26 comentários:

  1. Aii... A cada capítulo as coisas parecem se resolver e ficarem um pouco melhor a Demi admitiu seus sentimentos na entrevista imagina quando o Joe souber,eles ficaram no mesmo lugar sem briga e clima tenso certo que ela convidou ele pra entrar e fugiu pro quarto mais é um progresso,a despedida deles foi digamos intensa mas tô amando.Queria conversar com vc pelo twitter ou White, face qualquer rede social você parece ter uma história inspiradora e você é incrivelmente forte e extremamente incrível e talentosa escrevendo já pensou em ser escritora ou jornalista você seria incrível nessa área acho que ainda vou ouvir falar MT de você garota ... Mil beijos da sua fã Babii

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essa fanfic está me surpreendendo, pq eu estou gostando tanto dela... isso é algo muito raro de se acontecer. sempre estrago alguma parte e espero que isso não aconteça, realmente espero! hahaha
      eu sou um pouquinho antissocial, acho, mas uso bastante o twitter :) no momento ele é ddlikeadiva, mas estou querendo mudar de user. vou colocar ele aqui no blog, o.k? assim você vai me achar com mais facilidade.
      obrigada pelo carinho, eu faço o melhor que posso e fico feliz que goste tanto das minhas fics <3 estou pensando seriamente em fazer algo assim, pq gosto bastante.
      beijos pra vc tbm, amore ***

      Excluir
  2. Menina, amei demais esse cap, ela falando dos sentimentos na entrevista foi tão lindo. Foi cheio de momentos fofos, e como a romântica incorrigível que sou me iludir achando que ia ter uma pegação. Eu me contentei com as palavras e abraços. Aguardando anciosamente pela continuação. Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado <3
      as coisas daqui para sempre serão intensas e estou ansiosa para isso...
      teremos pegação em breve, prometo sdjsdj
      beijos ***

      Excluir
  3. Aaaaaaah maravilhoso. Quero mais ♡

    ResponderExcluir
  4. Meu Deus, não quero nem ver quando finalmente rolar Jemi, vou vomitar arco íris, kkkkkkkk
    Amei demais o capitulo.
    Por favor, não fique muito tempo sem postar, nossos corações não aguentam.
    Louca pelo próximo. Beeijao! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estou quase escrevendo essa parte e posso garantir que será maravilhoso! <3
      todo mundo vai tombar, inclusive eu sdjsdj
      agora eu estou de volta e vou compensar todo o tempo que passei longe daqui; prometo.
      beijos ***

      Excluir
  5. Nossa preciso de mais. Por favorzinho
    Quero muito Jemi juntos. Não vejo a hora da Demi levantar e ir atrás dele.
    Ansiosa aqui, bj bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. teremos mais ainda hoje, yep! o/
      vai ser destruidor sdjsdj
      beijos ***

      Excluir
  6. Nossa, meu coracao. Por favor não demora muito não, a ansiedade é muita.
    Parabéns pela fic, pelo capítulo. Tudo uma maravilha.
    Bj Gabi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. meu pc estava quebrado, mas agora ele está inteirinho novamente e vou postar bastante! uhul o/
      obrigada, anjo. fico feliz que esteja gostando <3
      beijos ***

      Excluir
  7. Mais mais mais mais mais mais!

    ResponderExcluir
  8. Respostas
    1. VEM MONSTRO! sdjsdj
      lembrei do pessoal do twitter...
      socorro!

      Excluir
  9. Mais um capítulo maravilhoso. Ansiedade a mil pra saber o desenrolar da história.
    Amo o Gabriel sendo um elo pra eles, e eles vendo que Sabrina precisa de uma segurança.
    Quero ver a Demi se resolvendo com o Nick tbm, agora que ela vai que Joe e ele estão bem, os pensamentos dela devem mudar um pouco.
    Bom até o próximo, espero que não demore!
    Bjos Kiki

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. yep, fico feliz que esteja gostando <3
      eu amo crianças nas fanfics e aqui não poderia ser diferente.
      elas tem algo de especial, não sei explicar exatamente, mas é algo que tbm amo!
      nemi vai se resolver em breve ~não me lembro se já postei sobre eles, mas acho que sim~ a amizade deles é linda! tanto nas fanfics, quanto na vida real.
      ainda tem algumas coisas para acontecer, mas tudo será uma verdadeira prova de fogo e isso testará ainda mais o limite deles.
      agora estou OFICIALMENTE de volta! postarei mais e mais sdjsdj
      beijos ***

      Excluir
  10. Samuel*
    Corretor maldito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu entendo perfeitamente...
      meu corretor tbm faz essas pegadinhas comigo! sdjsdj

      Excluir
  11. Continua por favor, nunca te pedi nada! ♡

    ResponderExcluir
  12. Nuss tô ansiosa demais pelo capítulo. Posta por favor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. postarei mais ainda hoje, amore <3

      Excluir
  13. Ual, cada vez mais me apaixono por essa fic. Preciso de um capítulo Jemi, pelo amor se deus demi, vai logo agarrar esse homem.
    Acho que tbm falta ela e o Nick conversarem. Louca pelo próximo
    Até, Beijos Mila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. yeaah, fico feliz que tenha gostado <3
      teremos jemi em breve, muito breve; prometo.
      quando ela agarrar... não irá soltar mais! sdjsdj iremos glorificar de pé.
      o capítulos sobre nemi eu já postei, eu acho ~tô perdida~
      beijos, amore ***

      Excluir