Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

09/02/2017

Broken Frame: Capítulo 14 • Break the Rules


obrigada por tudo anjinhos, espero que gostem do capítulo! 💕


DIA SEGUINTE
SÃO FRANCISCO 06:00 P.M

          Denise havia acabado de tirar um bolo de cenoura do forno quando ouviu batidas na porta. Ela retirou as luvas que usava, colocou-as de lado e caminhou até a porta. Assim que abriu, o sorriso brotou em seus lábios!  Nicholas.  Nick sorriu também e abraçou a mãe por alguns instantes.  Quanto tempo, menino.  Ela olhou para os lados  Não trouxe Selena com você?  Denise ficou um pouco desapontada. 
 Selly não acordou disposta essa manhã.  Ele fez uma careta e adentrou. 

 Você está cuidando bem da sua mulher?
 É claro que estou!  Nicholas riu e Denise olhou para ele.  O que foi? 
 Eu queria muito vê-la, só de olhar saberia se ela está ou não grávida.  Os olhos dele brilharam. 

 E como poderia saber?
 Intuição, filho.  Ela apontou em direção a cozinha e eles caminharam juntos até lá.  Selena deveria ir ao médico, você sabe. Não sabe?
 Eu sei, mas a senhora sabe como ela é com hospitais e tudo mais.  Ele suspirou  Não quero força-la e fazer com que ela se sinta desconfortável com isso. 
 Entendo.  Denise colocou suas luvas novamente e decidiu desenformar o bolo.  Dê qualquer forma fique de olho nela e se isso passar dos limites, leve ela ao médico. O.k?
 O.k.  Nick concordou com a mãe.

 Algo que diz que não veio aqui para falar de Selena, certo?
 Sim.
 E sobre quem seria?
 Joseph.  Denise deu algumas batidinhas no fundo da forma e olhou para Nicholas.  Achei que poderia encontra-lo aqui. Sabe onde ele está?
 Joseph está na Suíça.

 Na Suíça?!  Ele arregalou levemente os olhos. 
 Sim, foi um pedido de Samanta e ele não pode recusar.  Ela deu de ombros  Achei que soubesse. 

 Eu queria falar com ele.
 É sobre aquela briga entre você e Demi?
 As noticias correm.  Nick riu baixinho. 
 Uma briga assim não é o tipo de coisa que você deve esconder, o.k? Em algumas situações é melhor ser honesto. Viu o que aconteceu? Você se esforçou para esconder e no final, Joseph ficou sabendo de tudo por outra pessoa!  Denise deu ombros, retirou a forma e sorriu ao ver seu bolo perfeitamente desenformado. 
 Eu sei, isso não acontecera outra vez.
 É assim mesmo que se diz.  Ela sorriu e Nick retribuiu da mesma forma. 

 Como acha que ele está?
 Honestamente?
 Sim.
 Ele deve estar chateado com essa história toda, Demi estava indo bem e de repente ela ficou estranha! De qualquer forma, acho que devemos deixar eles resolverem os próprios problemas.
 Desde quando pensa assim?
 Estou errado em não querer problemas? Mamãe nem sempre se meter na vida dos outros é ajudar, pode acabar piorando e causando ainda mais conflito.  Nicholas disse o mais calmo possível, não queria que sua mãe interpretasse suas palavras de forma ruim. 

 Nós sempre resolvemos nossos problemas como uma família.
 Era bem ai que eu queria chegar, nem sempre são os "nossos problemas". O caso de Joseph e Demetria é algo deles, se houve algo entre eles ou não, eles devem resolver isso sozinhos! Não estou dizendo que não vou ajudar meu irmão caso ele precise, mas por favor... diga que está entendendo meu lado.
 Você tem medo, Nicholas.  Denise colocou o bolo para esfriar em cima da pia e sentou-se ao lado do filho.  Tem medo de que coisas piores aconteçam, entendo perfeitamente seu ponto de vista. 
 Medo? Ah, mamãe eu não...
 Não minta pra mim, sou sua mãe e te conheço muito bem.  Denise riu e Nick suspirou. 

 Eu me casei faz pouco tempo, tenho uma esposa maravilhosa e não tenho o que reclamar do meu trabalho. A senhora sabe o quanto esperei para ser feliz assim e agora que finalmente consegui isso, não quero perder... perder tudo por algo tão estúpido, uma briga que nem é minha!
 Você tem razão, filho.
 Mesmo? Por um breve momento parecia até que estava me achando um completo egoísta.
 De jeito nenhum, só estava tentando entende-lo e agora consegui. Não se preocupe, o.k? Só vamos intervir caso seja necessário, eu ainda me preocupo muito com seu irmão.

 Ele é forte, mamãe.
 Hoje eu recebi uma ligação do médico dele, aquele que o acompanhou desde o acidente.
 E o que ele disse?
 Disse que Joseph teve um ataque no avião e que já marcou uma consulta. Assim que ele voltar, vai ter acompanhamento médico outra vez! Meu coração ficou na mão, filho.
 Foi só um ataque, não é para tanto. O.k? A senhora deveria ficar aliviada, não deve ter sido nada sério.

 Você acha?
 Eles teriam voltado se fosse algo sério, Demi não seria tão irresponsável ao ponto de prosseguir com ele naquele estado.
 Isso me deixa um pouco mais aliviada.  Nick beijou-lhe a testa.
 Está tudo bem.

 Quer saber de uma coisa? -Denise afastou-se devagar e sorriu.
 Sim.
 Eu acho que você será um bom pai.
 Mamãe!  Ele gargalhou e balançou a cabeça. 
 O filho que cuida bem de seus pais é abençoado grandemente.
 Obrigado.  Nick abraçou a mãe carinhosamente. 

 Chegou sua vez, Nicholas.  Ela sussurrou para ele. Nicholas sentiu o coração saltar de alegria no peito, como se aquelas palavras de sua mãe o fizessem ter certeza de que em breve seria pai!

SUÍÇA, 09:00 A.M

          O despertador do jovem casal foram os gritos de euforia dos filhos! Lá fora nevava moderadamente e isso significava que eles podiam sair para se divertir. Joseph fez uma careta quando os gritos atingiram em cheio seus ouvidos, ele abriu os olhos e viu que estava sozinho com Demetria no quarto. Aquela gritaria toda vinha do lado de fora! Ele sentou-se na cama e pensou em repreender os filhos, mas não fez isso. Sentiu seu corpo reclamar de dor, não havia dormido muito bem e suspirou torcendo para que seu humor melhorasse ao longo do dia.  Que horas são?  Ele ouviu a voz preguiçosa dela e virou-se. Ela estava tão linda com os cabelos levemente bagunçados e olhos pequenos ainda sonolentos!
 São 09:00 horas, querida.  Joe jogou-se na cama outra vez, seu rosto estava próximo ao dela e ele lhe deu um beijo na testa.
 Eu queria muito ficar na cama, aqui está quentinho!  Disse manhosa.

 Desse jeito vão acabar trazendo a neve para dentro de casa.  Ele riu.
 Você tem razão, Joseph.  Demi sentou-se na cama e esticou os braços.
 Dormiu bem?
 Sim, maravilhosamente bem e você?
 Nem tanto.  Ele murmurou e Demi suspirou.  Eu fiquei acordado durante um tempo e depois consegui dormir outra vez.

 Sinto muito.
 Está tudo bem, isso não é culpa sua.  Joe esticou o braço, pegou sua prótese e encaixou na perna. Demi o abraçou por trás, desculpou-se novamente com palavras doces e deu-lhe alguns beijos no pescoço! Os cabelinhos de sua nuca se arrepiaram quando a respiração dela bateu quente por ali.
 Não me provoque.  Ele disse baixinho, sua voz rouca e sexy! Demi sorriu com certa satisfação e mordeu levemente o lódulo da orelha dele.
 E o que você vai fazer?

 BOM DIA, DORMINHOCOS!  Joe sentiu suas bochechas esquentarem quando Sabrina entrou no quarto sem aviso prévio.
 Achei que poderíamos dormir até mais tarde.  Demi fez uma careta divertida e a garota riu.  Bom dia, filha.
 Promessa é promessa, levantem-se logo!  Ela puxou Joe pelas mãos.
 Não faça isso, sou muito pesado pra você!  Ele riu e puxou Sabrina para um abraço.  Bom dia. Dormiu bem?
 Perfeitamente bem.  Ela sorriu  Estou animada para nossa diversão hoje!
 Eu também.  Joe beijou-lhe a bochecha e partiu o abraço para que pudesse se levantar.

 Nós vamos descer logo, prometo.  Demi piscou para ela e Sabrina saiu sorridente do quarto.  Onde nós estávamos?
 Terminamos nossa conversa depois.  Ele lhe deu um selinho e Demi foi atrás dele no banheiro.
 Faz tempo que não conversamos assim, acho que deveríamos aproveitar.  Ela lhe deu um tapa no bumbum.
 Você adora me testar, não é mesmo?  Joe disse enquanto escovava os dentes e riu.

 ARGH, JOSEPH!  Ela lhe deu um tapinha no braço dele e começou a escovar os dentes também. Quando os dois terminaram, Joe virou-se para ela e perguntou:
 O que eu te fiz para merecer um tapa?  Ele perguntou ainda rindo do pequeno ataque de nervos dela!
 Você... ah, eu te odeio!  Joe arqueou uma das sobrancelhas  Como você pode fazer graça sobre tudo? Absolutamente tudo!  Demi estava se controlando para não rir, mas ele estava com uma expressão tão engraçada que ela acabou não aguentando.

 Já te falei que você fica linda quando esta brava comigo?  Brincou novamente.
 Nem vem! Não quis antes, pois não vai ter agora.  Ela virou-se de costas para ele.
 Em momento algum disse que não queria, apenas que queria continuar depois.  Joe passou por ela caminhando de volta ao quarto  Sabe como detesto apressar as coisas.  Ele abriu uma das gavetas da comoda para pegar suas roupas.
 Tanto que não deu meu beijo de bom dia.  Ela disse o abraçando por trás.

 Estou te achando muito carente, amor.  Demetria sorriu e assentiu concordando, mesmo se tratando de uma brincadeira... ela realmente não sabia o que estava acontecendo consigo mesma! Joe lhe deu um beijo de bom dia. Demi não deixou que ele se afastasse rapidamente, apenas o puxou para si e o beijou de forma fervorosa!  Nós... nós precisamos nos trocar.  Joe afastou-se ofegante e ela novamente concordou.

          Depois de se vestirem com roupas quentes e agasalhos de frio, eles desceram juntos para tomar café. Sabrina havia feito algo simples para os pais comerem, mas ainda sim conseguiu deixa-los satisfeitos e orgulhosos! Ela sabia se virar bem na cozinha. Ao saírem, foram recebidos por três bolas de neve que acertaram unicamente Demetria. Joseph havia se abaixado e agora ria dela enquanto corria! Imediatamente ela abaixou-se para fazer uma bola de neve para acertar nele, arremessou, mas acabou errando.  Parece que alguém está enferrujada.  Joe arqueou uma das sobrancelhas e riu novamente.
 Se me ajudarem, poderão comer o que quiserem no almoço. Combinado?  Demi propôs aos filhos com um lindo sorriso nos lábios.

 Isso não vale!
 Nós fazemos nossas próprias regras.  Imediatamente Joe foi atingido por uma bola feita por Samuel e viu quando ele se escondeu atrás de Demi.
 Combinado, mamãe.  Ele e Demi fizeram um toque de mãos.

 Pois quem me ajudar, poderá escolher um restaurante para irmos jantar hoje!   Samuel e Demi correram para não serem atingidos por Sabrina e Samanta, elas ficaram do lado de Joseph.  Já ganhamos por ser a maioria!  Ele disse alto.
 Isso é o que vamos ver!  Demetria respondeu no mesmo tom brincalhão que ele.

***

          Eles passaram cerca de uma hora brincando, correndo e atirando bolinhas de neve. Demetria riu tanto que sua barriga estava doendo! As crianças não pareciam nem um pouco cansadas e decidiram fazer um boneco de neve. Joseph estava ajudando no processo de montagem, Demi estava sentada num dos degraus da varanda e sorria sempre que um deles olhava para ela.  Como está ficando, mamãe?  Samanta perguntou animada.
 Está lindo!

 Ei, acho que vamos precisar de uma cenoura para fazer o nariz.  Joe disse olhando para Demi.
 Eu vou pegar.  Ela levantou-se imediatamente e saiu.

 Ela está bem?  Samanta perguntou.
 Foi uma noite difícil, mas ela está bem.  Joe tranquilizou-a.

          Toda aquela disputa do inicio foi esquecida, mas mesmo assim Demi deixou as crianças escolherem o que queriam comer no almoço. Novamente eles se divertiram bastante! Joseph até tirou algumas fotos e postou em uma rede social, aquele momento merecia ser compartilhado. Depois do almoço, eles acabaram se dividindo pela casa e cada um foi fazer alguma atividade. Joe e Sabrina ficaram na sala tocando algumas musicas, escrevendo e trocando algumas ideias sobre composição. Demi acabou cochilando no quarto, enquanto Samanta e Samuel conversavam com Dianna pelo face time do celular.  Como vocês estão?  Ela perguntou sorridente.
 Estamos bem.  Sam respondeu e sorriu.  Hoje foi muito divertido!
 Queria que estivesse aqui.  Samanta apoiou sua cabeça no ombro do irmão e piscou os olhinhos para ela.

 Oh meu amor, faz anos que não viajo pra Suíça!  Ela riu e olhou para baixo.  Sinto saudade de vocês, mas tem alguém aqui que está inquieto... sabem de quem estou falando?
 BUDDY!  Samanta disse alto e Dianna pegou o pequeno filhotinho no colo.
 Ele é um amorzinho.  Ela apontou o celular, o cachorrinho olhou para as crianças e latiu algumas vezes colocando em seguida sua lingua para fora da boca.

 Ele parece estar gostando de ficar ai.  Samuel comentou.
 Sim, mas ele andou aprontando algumas por aqui.  Dianna riu  Ele quase comeu um dos sapatos de seu avô, Eddie ficou uma fera!
 Sentimos muito.  Samanta lamentou  Prometo ensinar direitinho que isso ele não pode fazer, vovó.
 Eu sei que sim.  O sinal da ligação ficou ruim e Dianna despediu-se das crianças.  Aqui está chovendo e o sinal fica horrível, prometo que ligo assim que puder. O.k?
 O.k, vovó.  As crianças assentiram.

 Amo vocês!
 Também te amamos.  Responderam em uníssono e Dianna desligou.

          Samuel jogou o celular de lado, deitou-se na cama e ficou encarrando o teto pensativo. Samanta deitou-de ao lado dele, observou o teto por alguns instantes, mas não encontrou nada ali que prendesse sua atenção.  No que está pensando?
 Sobre minha conversa com o papai.
 Sobre o que conversaram?
 Como se você não soubesse.  Sam riu baixinho.

 E não sei, você nunca me conta nada!  Samanta revirou os olhos.
 Lembro que uma vez conversamos sobre isso e você entendeu meus motivos de não dizer nada, Sammy.
 Eu me preocupo com esse tanto de coisa que você aguarda, Sam.  Ela suspirou  Até ontem você estava com medo e não sabia o que fazer!

 Se eu te contar você promete que vai...
 Eu prometo, isso não vai sair daqui.  Samanta segurou uma das mãos dele e sorriu.
 Houve uma época que papai sumiu! Ficamos cinco meses sem noticias dele, até que viemos para cá e o reencontramos. Nesse dia descobrimos sobre o acidente e tudo mais, foi muito difícil.  Sam suspirou  Mas isso nem se compara ao drama que vivemos nessa casa. Papai e mamãe estavam separados, viviam brigando e soltando farpas. Ele tinha uma namorada na época, mamãe não gostava dela e... mais brigas! O que mais doía era o fato de não entender o que estava acontecendo, eu era pequeno demais quando eles se separaram e até hoje muitas coisas são um mistério para mim.  Ele fez uma pausa, olhou Samanta e viu que ela estava prestando bastante atenção no que ele falava.  Durante o tempo que ficamos aqui, houve um dia que mamãe foi embora e ficou um bom tempo longe de nós também. Ela estava sofrendo, papai estava sofrendo... todos nós estávamos sofrendo! Com o tempo eles acabaram se ajeitando, foi quando você nós conheceu na premiação e logo depois te adotaram.
 Acho que entendi.

 Lembrei de muita coisa quando chegamos aqui e fiquei com medo de que acontecesse outra vez. Eu não sei o que faria!
 Está tudo bem, eles não vão se separar.  Eles ficaram por um tempinho em silêncio  Você me disse que papai teve uma namorada, certo?  Samuel assentiu  A mamãe por acaso teve algum namorado?
 Não, ela não se envolveu em nenhum relacionamento.  Ele deu de ombros  Mas não significa que ela não ficou com outros, sei que ela ficou.
 Como soube?
 Foi no meu colo que ela chorou de arrependimento.

 Agora entendi tudo, sinto muito por insistir tanto nisso.  Samanta sentiu ele apertar sua mão.
 Está tudo bem, Sammy. Nunca falo sobre isso e foi bom tirar um pouco do peso dos ombros!  Samuel sorriu para ela  Eu tive medo de algo acontecer, sabe? Medo de estarmos separados outra vez.
 Não vai acontecer.
 Sabrina me disse isso também.  Sam sorriu.
 Está na hora de acreditar nisso, o.k? Vamos ficar bem. Eles se amam!

08:45 P.M

          Como prometido, Joseph fez uma reserva num ótimo restaurante e eles foram jantar lá. Demi finalmente pode usar um de seus casacos de inverno favorito e Joe ficou feliz por vê-la sorrir com isso. Eles estavam sentados de frente um para o outro, ao redor deles as crianças. Elas comiam com muito gosto uma comida da culinária suíça e pareciam muito satisfeitas!  Esse lugar é muito lindo.  Sabrina bateu uma foto do local e mandou para Bradley.  Já esteve aqui antes?  Ela voltou-se para o pai e o viu ficar pensativo.
 Uma vez ou outra, mas está bem diferente.  Joe sorriu, mas poupou Sabrina dos detalhes. Ele estivera ali algumas vezes com Gigi e não seria adequado comentar isso na mesa.
 Eu gostei bastante desse lugar.  Demi bebericou uma bebida quente e não alcoólica que havia pedido, era simplesmente maravilhosa!

 Papai eles tem sobremesa aqui?  Samanta perguntou e ele riu.
 Tem sim, amor. O que você quer?
 Hm... chocolate!  Joe sorriu.
 Que tal torta suíça de chocolate?

 Eu quero!  Samuel disse eufórico.
 Sabrina?
 Eu também.  Sabrina guardou o celular e sorriu.
 Não ouse perguntar pra mim.  Demi disse séria  Você sabe que eu não nego um docinho!  Ela riu inclinando-se para beijar-lhe no rosto, Joe virou no exato momento e eles acabaram selando seus lábios brevemente.

 Eu vou chamar o garçom e fazer o pedido.  Joe disse sem tirar os olhos dela.
 Com licença, vou ao banheiro.  Sabrina levantou-se, colocou sua cadeira no lugar e saiu.

          O banheiro aparentemente estava vazio, Sabrina olhou para os lados um pouco desconfiada e usou o mesmo rapidamente. Ela caminhou até o lavatório, lavou suas mãos e apos seca-las decidiu dar uma arrumadinha em seu cabelo. O susto que ela tomou foi grande! A figura de Rowan atrás dela surgiu como se fosse fruto de sua imaginação, mas não era.  Rowan?  Já fazia tanto tempo que não se viam ou se falavam, nem pareciam ser melhores amigas!
 Sabrina.  A garota de longos cabelos castanhos disse friamente, não havia nenhuma emoção em sua voz!
 Quanto tempo, não? É tão bom te ver!  Rowan impediu que Sabrina lhe abraçasse e encarrou a garota.

 Como pode me dizer isso? Sabe quanto tempo faz que você não dá sinal de vida?! Me poupe disso, por favor.  Rowan andou de um lado para o outro devagar e parou de repente.  Nunca pensei que fosse fazer isso comigo, Sabrina.
 Fazer? O que eu fiz?
 Esqueceu completamente da minha existência!
 Isso não é verdade, Rowan.  Sabrina cruzou os braços.

 Depois que você começou a namorar, esqueceu-se completamente de mim e dos outros!
 Isso tudo é ciumes?
 CIUMES?!  A garota gritou, estava muito magoada e faria Sabrina escutar tudo o que merecia.  Você era a única pessoa pra quem eu corria quando as coisas ficavam difíceis e adivinha, quando eu precisei... VOCÊ NÃO ESTAVA LÁ! Como isso pode ser ciumes? Eu mais do que qualquer outra pessoa apoiou esse seu namoro, te ajudei e menti por você, Sabrina.  Rowan fez uma pausa e Sabrina não conseguiu responder.  Isso me doeu profundamente, nunca me passou pela cabeça que minha melhor amiga se esqueceria de mim.

 Eu não me esqueci.  A voz de Sabrina saiu baixa, mas Rowan ouviu.
 Como não? Até minhas ligações você ignorou! Eu te conheço, você deve ter pensado em retornar depois, mas esse depois nunca chegou e... cansei de esperar.
 Rowan, tente entender...  Sabrina tentou argumentar.
 Eu sei que sua vida estava corrida, mas não use isso como desculpa! Nós sempre tivemos vidas corridas, sempre.

 Rowan, eu e Bradley...
 SEMPRE VOCÊ E ELE, ELE E VOCÊ... juro que daria tudo para ter minha amiga de volta, tudo!
 Eu estou aqui, Rowan.  Sabrina foi ao encontro dela e novamente a garota desviou dela.
 O que te impediu de ir atrás dos seus amigos todo esse tempo?

 Rowan...  Ela já chorava.
 DIZ SABRINA!  Rowan cobrou uma resposta dela.
 EU NÃO SEI, DROGA!  Sabrina soluçou e tentou secar suas próprias lágrimas.

 Eu sabia!  Rowan caminhou em direção a porta, mas, Sabrina conseguiu impedi-la.
 Por favor, me desculpa.  A voz dela novamente soou baixa, mas Rowan permaneceu firme e seus olhos não tinham sinal algum de lágrimas.
 Assim tão rápido? Eu tive que esperar um ano por um sinal de vida seu e nem foi você quem deu!  Rowan puxou o braço  Se eu não tivesse visto você, se eu não tivesse saído do meu lugar... você me deixaria passar despercebida, Sabrina.

 Rowan, você é...
 NÃO SOU NADA, ABSOLUTAMENTE NADA PRA VOCÊ! O que você acha que é amor, Sabrina? Talvez você e Bradley realmente se amem, mas estão fazendo isso errado. O amor UNE as pessoas, mas no caso de vocês SEPAROU... separou todos nós! Pergunte para ele por onde andam os amigos dele, você vai ver que eu não estava exagerando.  Rowan abriu a porta  Quando você sair dessa maldita bolha, me ligue e estarei pronta para seu verdadeiro pedido de desculpas.  Ela saiu tão rápido quando entrou e Sabrina não conseguiu mover um músculo se quer.

          Demetria viu quando Rowan saiu apressadamente do banheiro, ela passou por eles e apenas acenou. Os pais dela já esperavam na porta e eles foram embora assim que ela se aproximou deles. Como Sabrina não retornou depois disso, ela supos que algo havia acontecido entre elas e foi atrás da filha. A garota estava em uma das cabines, ela chorava como uma criança e soluçava alto!  Sabrina?  Demi ficou surpresa quando a porta se abriu e ela simplesmente se atirou em seus braços!  O que aconteceu?  Ela tentou levantar o rosto da garota, mas foi em vão.
 Eu sou uma pessoa horrível!  Foi tudo o que Sabrina disse e chorou por mais algum tempinho. Demi afagou-lhe as costas em silêncio e beijou-lhe carinhosamente o topo da cabeça. Assim que ela finalmente encarrou a mãe, encontrou alguma força para falar!  Como pude deixar minha melhor amiga de lado, mãe? Rowan me disse um monte de coisas e o pior é que ela estava certa! Em nenhum momento ela foi exagerada, tudo... absolutamente tudo era verdade.

 Quando amamos muito uma pessoa, queremos estar com ela todos os dias. Isso não enjoa, cada segundo é precioso e você sente aquela necessidade de guardar... guardar os momentos! Nós temos vidas agitadas, agitadas o suficiente para não nós dar ao luxo de estarmos com quem amamos. Quando estamos longe, aquelas lembranças são tudo o que temos e relembrar delas faz com que você aguente ficar longe.  Sabrina assentiu para que ela continuasse  O que quero dizer com tudo isso é que você se apaixonou e sua necessidade de estar com Bradley acabou causando isso.
 Eu nem percebi que isso estava acontecendo, só... estava levando minha vida e nada parecia estar errado, até agora.

 Quando estava namorando com seu pai, isso aconteceu comigo. Nosso namoro não era bem aceito por Denise, então todo tempo que ele tinha... estávamos juntos! Eu não via nada além dele, nada mesmo e isso me causou alguns problemas.  Demi suspirou  Foi egoísta da minha parte fazer isso, sorte que alguns dos meus amigos acabaram me perdoando.
 Alguns?
 Outros nem tanto.  Ela deu ombros  Não é errado amar alguém, amar forte e querer estar perto dessa pessoa. O errado é achar que só ela precisa de você, entende? Seus amigos estiveram ali antes dele, eles também merecem o devido amor e carinho. Rowan está magoada com você, vi quando ela saiu daqui e foi embora. O.k? Só dê um tempo para ela e depois peça desculpas, até lá sei que vai pensar exatamente no que dizer.
 Eu vou fazer isso, prometo.  Demi sorriu  Obrigada!  Sabrina abraçou a mãe e ganhou um beijo em sua testa.

 Você sabe que pode contar comigo, não sabe?  Ela assentiu e sorriu.  Veja só esse sorriso lindo, isso é muito bom! Pronta pada voltarmos?
 Sim.  Sabrina lavou o rosto antes de saírem, seus olhos ainda estavam um pouco inchados, mas toda aquela vermelhidão havia sumido.

          Ao retornarem, Joseph olhou para Sabrina e em seguida para Demetria, ambas ficaram em silêncio e ninguém ousou dizer nada. Joe e os pequenos já haviam comido, então Demi serviu-se um pedaço da torta e fez o mesmo para a filha.  Está uma delicia!  Sabrina disse quebrando o gelo.
 Essa é provavelmente a melhor torta de chocolate que já comi!  Demi sorriu  Não contem pra avó de vocês.  Ela advertiu os filhos e riu logo depois.

 Eu não quero ver chocolate na minha frente tão cedo!  Samuel desabafou e bocejou.
 Quantos pedaços ele comeu?
 Três.  Samanta respondeu.

 Joseph!  Demi repreendeu o marido  Como deixou que ele comesse tanto doce?
 Já olhou o tamanho dessa torta? Nem é tão grande e três pedaços, não chega nem perto de quantos eu comi.  Joseph gargalhou alto, ele acabou atraindo bastante atenção das demais mesas! Demi tentou permanecer séria, mas não conseguiu e riu de toda aquela situação.

 Eu... eu... ah, você vai se ver comigo!

          Após elas comerem, Joe levantou-se para pagar a conta e logo depois eles foram embora. O caminho de volta para casa só não foi silencioso por causa do rádio, Demi ligou numa estação qualquer e aproveitou para relaxar um pouco. Acabou cochilando e quando acordou, estava sendo carregada para dentro de casa por Joseph!  Ei, o que está fazendo?  Ela perguntou com a voz arrastada.
 O que parece que estou fazendo, bela adormecida?  Demi arqueou uma das sobrancelhas e Joseph colocou-a no chão.
 Você não é nada romântica, sabia?  Ele caminhou pelo corredor rindo baixo e balançando sua cabeça, enquanto Demi ia atrás dele.

 Onde estão as crianças?
 Dormindo.  Joe respondeu assim que adentraram no quarto e virou-se para ela sentando-se na cama.  O que aconteceu com Sabrina?
 Rowan brigou com ela.

 Sério?  Ele perguntou preocupado  Pensei que estivessem se falando normalmente.
 Parece que Sabrina acabou deixando-a de lado por causa do namorado.  Demi encostou a porta e sentou-se ao lado dele.
 Isso soa tão familiar.

 Eu sei, já fiz isso.
 Nós fizemos.  Joe lhe corrigiu  Foi uma época e tanto!

 Já conversei com ela, não se preocupe.
 Eu pensei em falar com ela, mas ela estava tão cansada... acabei desistindo e deixando para fazer isso amanhã.  Ele deu de ombros  Sinceramente, não sei como isso aconteceu. Eu conversei tanto com os dois, dei tantos concelhos...
 Joseph nós também não ouvíamos nossos pais.  Demi riu  Lembra quando nossos celulares tocavam ao mesmo tempo e era eles ligando?  Ele assentiu  Nós ignorávamos e saiamos para namorar.

 Eu sei, mas... não quero vê-la sofrendo assim.
 É normal que isso aconteça, nós vamos dar um jeito.  Ela beijou-lhe a bochecha.
 Espero que esteja certa.  Joe murmurou pensativo.
 E estou, você vai ver.  Demi sorriu levantando-se para tirar suas roupas.

 Você gostou do jantar?  Ele perguntou de repente.
 Eu sinceramente não esperava sair de casa, mas ainda bem que você foi insistente... foi maravilhoso!  O casaco pesado de pele sintética escorregou pelos ombros dela e Joseph o apanhou sorrindo.
 Já fazia tempo que não saiamos para comer em um bom restaurante, fico feliz que tenha sido do seu agrado.  Joe colocou o casaco da esposa no cabide e quando virou-se deu de cara com ela! Ele sorriu sentindo suas bochechas esquentarem um pouco, ela o olhava com malicia e tinha um sorriso sapeca nos lábios. Demi ainda tinha o mesmo efeito sobre ele, causava nele todas aquelas sensações e Joe sentia-se como um jovem rapaz apaixonado!

 O que tanto pensa?  Ela perguntou passando seus braços ao redor do pescoço dele.
 Você faz com que eu me sinta jovem.  Demi riu.
 Jovem?
 Ainda fico envergonhado quando você me encarra desse jeito, perco o folego quando você se aproxima e meu coração acelera quando nos beijamos.  Joe acariciou-lhe a bochecha e Demi fechou os olhos brevemente correspondendo ao carinho.
 Droga, assim você acaba comigo!  Ela aproximou-se mais colando seu corpo ao dele e eles logo se beijaram. Sem separarem suas bocas, Joe deu alguns passos para trás levando Demi consigo e juntos chegaram até a cama.

***

          Corpos cansados, corações acelerados e um silencio nada incomodo. Demi estava deitada de bruços, os cobertores lhe cobriam um pouco abaixo da cintura deixando suas costas de fora. Os dedos de Joe passeavam ali em pequenos desenhos, círculos e linhas que pareciam não ter fim!  Eu também me sinto da mesma forma.  Ela disse. Joseph parou o que estava fazendo e deitou-se de uma forma que fosse melhor para encara-la, ele sorriu.  Seu jeito é tão adorável! Você sempre diz aquilo que sente em seu coração, sem pensar duas vezes e isso é uma das coisas que mais admiro em você.
 O que exatamente sente? Agora fiquei curioso.  Os olhos dele brilharam de uma forma divertida e ela riu baixinho.
 Sinto aquele aperto reconfortante no coração quanto te vejo, aqueles arrepios quando você me toca e... perco facilmente minhas palavras diante das suas declarações.  Joe beijou-lhe a testa  Nunca serei capaz de transparecer meus sentimentos da mesma forma que você, mas eu te amo!  O coração de Joseph bateu de forma acelerada, mas o aperto que ele sentiu não foi reconfortante... foi algo que o angustiou de forma imediata e sem explicação!

 Eu também te amo.  Ele puxou Demi para seus braços e eles se abraçaram.  E nada mudara isso.  Joe sussurrou bem baixinho. Demi afastou-se para olha-lo nos olhos, ela sorria enquanto inclinava-se para beija-lo e isso foi um alivio para ele, assim soube que ela não havia escutado suas últimas palavras.

--

boa noite meninas, tudo bem com vocês?
estou bem e feliz por finalmente estar postando esse capítulo. aos pouquinhos fui escrevendo e acabou que ficou grandão assim, ai que orgulho! espero de coração que tenham gostado, os comentários de vocês me fazem muito feliz.
respostas aqui, aqui e aqui tbm. 
vou começar a trabalhar no próximo e assim que estiver pronto, volto para postar.
beijos, amo vocês!

Resultado de imagem para sabrina carpenter gifs Resultado de imagem para sabrina carpenter gifs

10 comentários:

  1. Jéssica isso é demais para meu pobre coração leitor,o que mais amo na sua escrita é a paixão que você coloca os sentimentos que fluem quando estamos lendo, eu sempre consigo visualizar a cena, espero um dia ser como você é e olha que você é mais nova você tem um dom usufrua dele o máximo que puder, acredito que um dia ainda vou ler um livro seu e quem sabe você não leia um meu tantas ideias que eu não sei como começar a desenvolver sabe, cada dia mais apaixonada pelo seu blog, suas histórias, sua escrita espero ter a sua coragem um dia porque tenho vergonha dá minha escrita e poucas pessoas leram meus textos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moça, tenha piedade do meu pobre coração sdjsdj
      Quase que choro aqui, sério. Obrigada! <3
      Ah, eu sei que você consegue... vai colocando suas ideias no papel que aos poucos você chega lá, acredite.

      Excluir
  2. Scrr cara
    Quanto mais eu leio essa fic mais eu amo, sério
    Eu não queria que tivesse treta entre eles, porém a vida não é um mar de rosas e ela ta sendo cuzona
    Entretanto eles são lindos juntos, pêra to confusa kk
    Posta logooo bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado <3
      Desde o início era isso mesmo que eu planejava, uma verdadeira divisão de opiniões sobre quem está certo ou errado, mas confesso que... isso está dando um nó na minha cabeça! ~rindo~
      As tretas de verdade nem começaram ainda, aguarde....
      Postarei assim que puder. Beijos *

      Excluir
  3. Eu senti falta da participação de Sabrina e acho que você foi maravilhosa em descrever essa situação que ela ta passando. Eu senti como se fosse real porque isso é o mais acontece hj em dia... hahahaha
    Além disso, Denise é meio implicante com Demi e isso acaba atrapalhando, mas sei q vc sabe conduzir a historia com isso...
    Joe é bem prepcupado, mas sinto que ainda vem coisa pior :(
    De qualquer forma, fiu incrivel, o jantar, a brincadeira na neve e os momentos entre os dois. Continua ta? Tá perfeita e parabens!! ❤
    (Espero que já esteja melhor :) )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já vi de perto essa situação e achei que seria uma boa encaixar aqui. Acontece muito mesmo! Inclusive já fui deixada de lado algumas vezes pelas "migas" que namoravam na época. (x.x)
      Joe é um reflexo meu na vida, pq sou uma pessoa super preocupada com tudo... é uma droga! rsrsrs
      Fico feliz que tenha gostado. <3
      Postarei assim que puder. Estou bem melhor, obrigada!

      Excluir
  4. Socorro essa capítulo ta perfeito
    Posta mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado!
      Postarei assim que puder. <3

      Excluir
  5. Olá, quanto tempo.
    Eu não sei se você lembra de mim, enfim, eu sumi da plataforma mas voltei.
    Eu parei no final da temporada de BF, mas já li e me atualizei e estou no capitulo três da segunda e não posso falar muito já que estou atrasada. Mas estou amando (não precisa ter presa de postar logo, quero te alcançar kkkkk).
    Beijos, Mirela (http://gyllenswift.blogspot.com.br/)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OLÁ. Eu me lembro sim, nossa... que bom que está de volta!
      Fico feliz que tenha gostado. <3
      Lembro que li seu comentário e pensei: "Não postarei logo." MAS ACABEI POSTANDO, me desculpe sdjsdj É que eu não costumava demorar, mas sempre acontece algo, fico sem escrever e demorar me incomoda. Se não me engano tem um comentário seu no próximo, então acho que serei perdoada! :)
      Beijos *

      Excluir