Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

01/06/2015

Capítulo 7

não tive tempo de revisar, sorry


New York
Três Dias Depois
Julliard, 08h00 da manhã

          Demi desceu do carro, observou a escola e sorriu. Julliard tinha um ar tão familiar que era como estar em casa! Joe parou ao seu lado com uma expressão difícil de decifrar, era como uma criança observando o tão sonhado brinquedo.  Joseph, está tudo bem?
 Eu passo aqui de frente quase todo dia e ainda não me acostumei com essa sensação de "curiosidade" de ver o que tem lá dentro.
 Mas você já viu tudo.  Ela enlaçou seu braço no dele e eles começaram a caminhar para dentro da escola. 
 Tecnicamente não, estava escuro. Não se lembra disso?
 É mesmo, mas hoje você vai ver parte de algo grandioso.
 Meu Deus!  Disse ansioso e Demi balançou a cabeça. 
 Controle-se, o.k? Precisamos passar uma boa imagem aos tios de Camila.
 Demi nós somos boas pessoas e não será necessário forçar algo. Relaxe, seja você mesma e tudo dará certo, o.k?
 O.k, eu vou tentar.  Ela respirou fundo. 

 Para onde vamos aqui, hein?
 Minha sala, tive permissão para recebe-los aqui e meus alunos arrumaram tudo para um perfeito café da manhã lá.  Demi sorriu fraco  Eles são uns amores!
 Isso eu vou descobrir lá, sabe? Estou cheio de fome e não como pãozinho integral!  Eles riram. 
 Como pode pensar no seu estomago num momento sério como este?
 Estou tentando te relaxar um pouco, sei que está nervosa.
 Está tão na cara assim?  Demi apertou o botão do elevador. 
 Não, mas você está apertando meu braço com força.
 Desculpe-me.  Ela disse sem graça  Acho que é algo inevitável, sofro muito por antecipação e hoje não poderia ser diferente! Odeio isso.  O elevador parou, eles entraram e as portas se fecharam assim que Demi apertou o botão do andar. 

 Dependendo do horário que terminarmos aqui podemos fazer um tour pela escola, o que acha?
 Com direito a show particular?
 Infelizmente o show vai ter que esperar. O auditório principal está ocupado, hoje vai ter um concerto e todos estão focados nisso! Isso também explica o motivo de não termos esbarrado em quase ninguém lá em baixo.
 Tudo bem, eu espero.  As portas se abriram revelando o corredor. Eles saíram e caminharam pelo corredor até Demi parar de forma repentina e apontar para uma das portar, nela seu nome estava escrito em letras prateadas. Joe ficou boquiaberto!  Você adora se aparecer, não é mesmo?  Demi riu, balançou a cabeça e abriu a porta. Joseph entrou todo curioso e foi logo em direção aos violoncelos. 

 Não toque neles! Eu tenho um ciume mortal, então não se atreva.  Ela apontou o dedo para ele.
 Sério? Tudo bem, foi mal.  Joe fez careta e olhou em volta  É seus alunos são mesmo uns amores, esse lugar está incrível!  Ele desviou dos instrumentos e foi em direção a mesa de café da manhã.  Oh, bem abastecida!  Demi riu. 
 Já são 08h00, será que eles estão chegando?
 Eles saíram de Jersey ontem, não é mesmo?  Ela assentiu  Então provavelmente eles se hospedaram em algum lugar e já estão chegando. 
 Esse tempo que não passa é uma tortura!  Demi suspirou. 
 Bem, você podia tocar algo pra mim.
 Sem condições com essa saia. Vamos aguardar aqui mesmo, em silêncio, o.k?  Joe apenas assentiu compreendendo que ela precisava daquele silêncio.

**

          Camila acordou assustada com uma discussão do lado de fora do carro, ela piscou um pouco e olhou pelo retrovisor do carro o que estava acontecendo. Em questão de segundos ela já havia arrancado com o carro deixando um guarda furioso gritando sozinho para trás! Santo Deus, a última coisa que ela queria era que seus tios soubessem que ela pegou o carro sem permissão e ainda por cima foi multada... num lugar que ela não deveria estar.  Foi por pouco, muito pouco.  Ela murmurou sozinha, ligou o GPS e colocou o endereço "60 Lincoln Center Plaza, New York". De onde ela estava chegaria em menos de 25 minutos, isso dependeria do transito. Durante os três dias que passaram, ela tentou arrumar motivos para não ir atrás, mas não encontrou nenhum e decidiu seguir seu coração. Ela esperava ver sua mãe, mesmo que fosse de longe, apenas para ter certeza de que ela estava ali! Desviando os olhos rapidamente para o banco do passageiro ela sorriu para a foto do pai e voltou a olhar a estrada.  Estamos perto papai.  Karla engoliu o choro  Não vou decepciona-lo, você vai ver! O celular tocou, ela aproveitou que o sinal fechou para ver quem era e logo atendeu. 

 Bom dia, Michelle. 
 Me admiro de estar acordada tão cedo.  Riu  Bom dia, Camz. Tudo bem?
 Eu estou bem e você?
 Bem, eu acho. 
 Aconteceu alguma coisa, você parece estar confusa? 
 Meu pai saiu e só me deixou um bilhete, acho que tem algo a ver com a melhor amiga dele. 
 Vai ver eles estão saindo.  Ela colocou o celular no banco e colocou no modo viva voz para dirigir com segurança.  Sei que parece muito cedo para um encontro, mas você sabe como pais podem ser imprevisíveis, né? 
 Sei, mas acho que pode ser algo mais sério. 

 O que por exemplo? 
 Ela estava com alguns problemas, pelo que eu entendi ela descobriu que tem uma filha e entre outras coisas, sabe? Eu me lembrei de você, isso parece estar se tornando muito comum. 
 É o que parece.  Riu  Mas não se preocupe, vai ficar tudo bem. 
 Obrigado. 
 Amigas são para essas coisas, não é mesmo?  Camila sorriu. 
 É incrível o que temos, sabe? Essa amizade! Eu nunca conheci alguém assim que tenha se tornado tão especial de repente. 
 Eu sei, sinto a mesma coisa. 

 Então, o que você está fazendo?
 Dirigindo. 
 Como assim dirigindo? 
 Meu pai me ensinou desde muito cedo, sabe? Ele tinha alguns problemas de saúde, então caso ele precisasse ser levado ao hospital eu o levava. Era uma questão de segurando e tals. Você ainda não sabe dirigir?
 Não, meu pai diz que eu sou nova demais. Suspeito que ele tenha medo de que eu vá embora de casa!  Elas riram  Ele disse que quando eu fizer 18 anos vai me ensinar.
 Você deveria ter feito ele prometer, mas vamos confiar na palavra dele.  Elas riram.

**

          Spenser & Lily haviam chegado por volta das 08h35, eles haviam ficado perdidos na escola e Demi deve de ir busca-los. Mesmo nervosa ela conseguiu recebe-los de forma animada e eles subiram com ela de elevador conversando de forma animada com ela. Agora, eles conversavam sobre Camila.  Karla é uma garota incrível, mas depois que Sterling morreu... ela mudou um pouco o comportamento dela.  Spenser disse. 
 Como assim ela mudou?
 Ela ficou um pouco "explosiva".  Lily disse após escolher bem as palavras. 
 É uma fase e vai passar logo.  Joe segurou a mão de Demi e sorriu de forma gentil para eles.  Minha filha passou por isso quando minha esposa morreu, procurei apoio na igreja e fui aconselhado pela pastora a chorar tudo o que tinha direito e depois viajar um pouco com ela. Fez muito bem, tanto para mim quanto para ela. 
 Então, vai ser bom ela vir morar com você Demi.  Spenser sorriu  Eu peço desculpas se fui grosseiro ao telefone, mas é uma questão de segurança. Me preocupo com ela como se fosse minha própria filha, sabe?   
— Eu entendo, mas... quero saber mais.
— Ela gosta de Ed Sheeran, mas adorou vê-la tocando Coldplay numa das apresentações. O estilo dela é algo que pode variar bastante, Karla consegue vestir-se como um menino quando quer, mas ainda sim é uma garota muito fofa quando quer! — Eles riram — Deixe-me ver... Ela não gosta muito de ser chamada de "Karla", mas como Sterling lhe chamava assim... ela passou a não se importar muito, mas ainda acho que ela prefere Camila. O senso de humor dela vai variar bastante de acordo com a convivência, mas acredito que vocês se darão muito bem! Karla prefere ir a um bom parque do que shopping, ela odeia fazer compras e só vai ao shopping para ir ao cinema. 
— Ela é bem organizada com o quarto, mas gosta de dar seu toque pessoal quando o assunto é decoração. Então, caso você resolva pintar as paredes do quarto... espere até ela decidir se que ou não pintura. Adolescentes são bem imprevisíveis!

— Isso é bastante coisa. — Demi sorriu.
— Ah e ela é bastante ciumenta, espero que seu namorado não se importe. — Joe riu baixinho e balançou a cabeça. 
— Eu sou apenas o melhor amigo, mas obrigado pelo toque.
— Sério? Eu... realmente achei que fossem um casal, desculpe-me.
— Está tudo bem, acontece. — Demi espremeu os lábios — Agora, eu realmente gostaria de saber como vai funcionar o pedido de guarda provisória. 

**
          Camila estacionou o carro em frente a escola com certa dificuldade por causa do trânsito, essa cidade era realmente agitada! Encostando a cabeça no banco, ela olhou para a escola e observou atentamente seus detalhes. Sua observação foi interrompida pelas pessoas vestidas de social andando de um lado para o outro, entrando e saindo do prédio, tão apressadas! — Será que eu consiguirei vê-la? — Murmurou para si mesma e começou a procurar suas barrinhas de cereais para enganar o estomago. De onde havia surgido tanta fome? — Droga, onde estão minhas barrinhas? Não é possível que eu tenha comido tudo ontem. — No porta luvas só havia papéis e embalagens! 

          O fluxo de pessoas diminuiu do lado de fora e ela pode avistar não muito longe dali um comércio, rapidamente ela vasculhou os bolsos e encontrou uns 10 dólares. Ela respirou fundo antes de descer do carro e ao descer foi bem rápida. Já pensou se seus tios saíssem e a vi-se ali? Ela nem queria pensar no que poderia acontecer! Camila entrou no mercadinho, pegou um pacote de salgadinho, uma garrafinha de refrigerante, pagou e rapidamente voltou ao carro. Depois de travar a porta ela sentiu-se segura e suspirou: — Tudo certo, tudo certo. — Ela abriu o pacote e comeu um pouco do salgadinho. Por um breve momento Camila fechou os olhos deliciando-se com o sabor de seu salgadinho favorito, quando abriu os olhos e olhou para a entrada da escola... o salgadinho quase não desceu por sua garganta! Seus tios estavam lá, com um homem bonito por sinal e uma mulher que estava de costas. Ela abriu o vidro, colocou sua cabeça para fora numa tentativa de ver melhor e conseguiu... era Demi! Ela estava deslumbrante com uma blusa salmão, saia cintura alta preta e saltos na mesma cor. O cabelo curto estava solto e moldurava perfeitamente seu belo rosto, o sorriso então... era o mais bonito de todos! 
— Papai, nós conseguimos. — Camila sussurrou enquanto lágrimas de pura emoção e alegria brotaram de seus olhos. Foram breves segundos difíceis de ser descritos até Spenser entrar em seu campo de visão e ela entrar em pânico! Ele parecia não estar vendo direito, tanto que até deu alguns passos na direção do carro para ver melhor e foi nesse exato momento que ela saiu cantando pneus do local, chamando bastante atenção!

— O que foi aquilo? — Lily perguntou ao marido. 
— Nada, não foi... nada. — Ela o olhou nos olhos e apenas assentiu. 
— Está tudo bem? — Joe perguntou. 
— Está sim, eu só achei ter visto alguém conhecido... apenas isso.
— Tudo bem, Demi? — Joe passou um dos braços em volta de sua cintura e ela apenas balançou a cabeça. 

— O que vamos fazer agora? — Ela perguntou após alguns segundos em silêncio. 
— Nada, agora eu só preciso falar com um amigo meu e ver o que ele consegue em relação a guarda.
— O.k, sendo assim acho que é hora de dizer "adeus".
— Prefiro um "até logo". — Spenser sorriu — Você é uma pessoa incrível, Demi! Espero ter outra oportunidade de conversar mais com você, sabe? 
— É algo mutuo, foi um prazer. — Eles trocaram um breve abraço — Qualquer coisa não exitem em me ligar, viu? — Demi despediu-se de Lily, enquanto Joe se despedia de Spenser. Após o "até logo" Joe e Demi ficaram sozinhos na calçada da escola observando os tios de Camila pegarem o carro e irem embora. 

— Tá bom, agora você pode dizer o que viu.
— O que eu... vi?
— Você ficou meio perdida depois que aquele carro saiu daqui cantando pneus, sabe? Aquele carro preto. — Joe fez um gesto com as mãos. 
— Se eu contar... você não vai acreditar! — Ele lhe abraçou de lado e eles começaram a caminhar de volta para casa. 
— Conte-me, quem sabe eu acredite. — Ele sorriu. 
— Eu vi ela, Joseph. — Demi sussurrou — Camila, ela estava dirigindo aquele carro. 
— Tem certeza? 
— Eu... eu não sei. — Ela deu de ombros.
— Tudo bem, não precisa dizer mais nada. Vou te levar pra casa, o.k? Vai dar tudo certo e tudo vai passar tão rápido que quando você menos esperar... Camila estará aqui com você. 

--

acho que ficou grande, então... YES!
por pouco, hein... mas o spenser vai ficar bravo com a camila :( 
o reencontro delas está perto de acontecer, igualmente com a michelle O/ 
espero que tenham gostado e se ficou algo confuso eu arrumo dps, o.k? tenho mta coisa pra fazer
até o próximo chuchus, amo vcs! 

 

essa rainha fez 19 anos ontem, orgulho define normani kordei! 

10 comentários:

  1. Jessieeeeee!!!! Eu vou te matar eu não aguento mais!!!! Preciso delas juntas )))): jabjsbskjs bjao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sei que estou um verdadeiro saco, mas peço piedade! kkkkkkk
      eu vou fazer o possível para postar o mais rápido possível, o.k?

      Excluir
  2. Aiiiin eu quero que elas se vejam logo,Deus como to ansiosa kkkk mas ta muito bom Jessie,de verdade,continua logo please

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. elas vão se ver, está muito próximo de acontecer e quando acontecer... prepare os lenços! </3

      Excluir
  3. ❤️❤️❤️❤️
    Estou ansiosa para o encontro de bff's e de mãe e filha kkkkkkk....super ❤️❤️❤️
    Posta logo amora
    Esta lindo
    Jemi casal kkkk essa parte foi boa !!!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o encontro de mãe e filha vai ser emocionante
      para dar um quebra... o encontro dela com a michelle vai ser engraçado pelo fato do joe estar presente #spoiler rsrsrsrs
      sim, a melhor! kkkk

      Excluir
  4. Ameiiiiiiiii!!! A demi ter visto a camila foi perfeito! E ja estou esperando a bronca que ela vai ter que escutar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ela viu e ao mesmo tempo vai achar que não viu... ela meio que vai remoer isso tudo! estou cuidando dessa parte...

      Excluir
  5. Eu não sei o que comentar,porque eu estou sem criatividade.. Minha vida esta caindo aos pedaços, mais já me acostumei..
    Então to aqui só pra não perder o costume e sumir de novo..
    Adorei o capítulo.. Como sempre..
    Eu segui você no twitter.. .
    Então é isso..
    Flws

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. migs, estamos no mesmo barco no quesito criatividade... me dá sua mão? rsrsrsrs não se acostume, sacuda a poeira e siga em frente! O/
      não suma, please?
      fico feliz que tenha gostado, postarei o próximo logo <3
      qual é o seu user? preciso saber para ver se estou seguindo de volta...

      Excluir