Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

01/02/2016

Broken Frame: Capítulo 11 • Confession

não deixem de conferir: - wonderland fanfics 


          Depois do almoço, Joseph saiu com os filhos e Selena para uma caminhada. Demi ficou em casa com seus ex-sogros para ajudar em alguns afazeres domésticos. As palavras de Joe ainda rondavam sua cabeça uma conversa séria. Sobre o que poderia ser? De tarde todos se reuniram para jogar jogos de tabuleiro na sala, Demi não teve como fugir e acabou por se divertir com as crianças. Quando a noite chegou e todos se preparavam para dormir, Joseph ficou na sala e esperou por Demi. Ela colocou os filhos para dormir, esperou que todos se deitassem e desceu com cautela, tentando não fazer barulho. — Você demorou. 
— Era só para garantir que ninguém desceria para interromper. — Joe assentiu — Sobre o que precisamos conversar? — Ela se sentou, ajeitou o robe da camisola e cruzou suas pernas. 
— Sabrina e o namoro dela. — Demi revirou os olhos. 
— Não acredito que aceitou isso na maior naturalidade do mundo.

— Quais são os seus motivos para não aceitar? — Joe cruzou os braços e Demi respirou fundo.
— Ela é nova demais para isso.
— Demetria você tinha a mesma idade que ela quando assumimos nosso relacionamento, o que tanto você teme que aconteça?
— Eu não quero que ela se machuque.
— Nenhum pai quer ver o filho com o coração partido, mas é a vida. Coisas ruins acontecem para aprendermos a nos levantar de uma grande queda, crescer, amadurecer e ser forte o suficiente para aguentar qualquer coisa! Sabe quem me disse isso um dia?
— Quem?
— Você! — Demi arregalou levemente os olhos — Você me disse isso quando meus pais não aprovaram, por algum motivo, nosso namoro. 
— Eu não me lembrava. — Demi disse pensativa.

— Sabrina me contou sobre uma briga que vocês tiveram e se ainda te conheço, acho que acabou passando dos limites.
— Eu estava muito nervosa! Ela te disse que saiu da casa da minha mãe sem dar qualquer tipo de satisfação? — Joe negou — Ela só disse para minha irmã que encontraria com uma pessoa, mas não disse que era esse tal namoradinho. 
— Devo concordar que nisso ela estava errada.
— Sabrina chegou e tentou esconder tudo de mim, mas acabou falando. Eu explodi! Disse coisas erradas, admito, mas o meu instinto protetor estava em alerta máximo.
— O que ela te disse ao ponto de você explodir?
— Ela me chamou de patética e disse que você não era um atorzinho teen aproveitador de meninas ingênuas.
— Você disse que eu era? — Ele arqueou uma das sobrancelhas. 
— Não, mas estava falando do namoradinho dela. Ela disse que você não era um aproveitador pois se casou comigo. Em outras palavras, ela quis dizer que seria cautelosa o suficiente para não deixar o relacionamento dela ir pelo ralo como o nosso se foi! — Demi fez um gesto com as mãos. 

— Parece que sim, mas acho que você errou em julgar o garoto. — Joe disse após alguns segundos em silêncio. 
— Eu pedi desculpas.
— Pediu, mas não conversou com ela sobre isso depois.
— Eu estava ocupada demais te caçando, como você mesmo disse, então não pode me julgar por isso.
— Talvez. — Demi bufou — Enfim, eu disse para ela trazer o garoto aqui.
— Você enlouqueceu?
— Eu confio na minha filha, sei que ela não aceitaria traze-lo aqui se não fosse alguém de confiança.
— Tudo isso sem me consultar?
— O que estou fazendo agora, Demi? — Ele perguntou com ironia. 
— Você tomou a decisão e esta apenas me informando!

— Você está cega, Demetria. Seu medo de perder está te cegando e eu estou tentando abrir o seus olhos!
— Eu tenho todos os motivos do mundo pra ter medo de perder minha filha! — Ela alterou de voz se levantando. 
— Então me diga... me diga seu motivo plausível, Demetria Lovato! — Ele também alterou o tom de voz.
— Eu já perdi você, caramba! — Era isso, não tinha como voltar atrás, o coração havia gritado alto demais. Demi ainda tentava assimilar suas palavras, o que ela havia dito mesmo? Não podia ser verdade, ela o odiava! Seus olhos nos olhos dele, a respiração descompassada e o coração batendo tão forte ao ponto dela ouvir. Ela conseguia sentir suas mãos tremendo e os olhos querendo liberar lágrimas de ressentimento. — Não... diga... nada! — Demi disse entre algumas pausas para retomar seu fôlego — Estou nervosa e não sei o que estou dizendo. O ódio continua sendo algo recíproco entre nós!
— Eu não tenho dúvidas disso. — Ele parecia estar se divertindo com aquilo — Qual é sua palavra final sobre o namorado de Sabrina?
— Faça o que achar melhor! — Demi saiu da sala e subiu as escadas rapidamente, ela não queria correr o risco de Joe ir atrás dela.

***

          Joseph permaneceu sentado, olhando para o sofá onde ela estava sentada e suspirou pesadamente. O que havia acabado de acontecer? Aquilo não podia ser real, não podia estar acontecendo! Podia? Suas mãos estavam suando e ele se sentia afetado pelas palavras de Demi. — Afetado por mentiras! — Ele sussurrou para si mesmo e se levantou, também precisava dormir. Joe subiu as escadas, caminhou pelo corredor e decidiu dar uma última olhada nas crianças. Elas dormiam tranquilamente, ele sorriu e decidiu seguir em frente. Passando em frente ao quarto que costumava dividir com Demi, ele espiou pela porta entre aberta, sua ex-mulher caminhava de um lado para o outro com seus braços cruzados. Ela também estaria afetada? Joseph suspirou e foi de uma vez por todas para seu quarto, antes que ela o visse. Demi olhou para aquela abertura da porta, aproximou-se colocando sua cabeça para fora, observou o corredor e escutou a porta de Joe bater no final do corredor. Ele caminhou até o criado mudo, pegou alguns calmantes e tomou os comprimidos com água. Sabia que não teria paz naquela noite, não depois do que ela havia dito. 

Eu já perdi você, eu já perdi você, eu já perdi você! 

          Joe balançou sua cabeça, sentou-se na cama, retirou sua prótese e se deitou. Ele ficou olhando para o teto, seus olhos brilhavam por lágrimas de pura frustração e sua cabeça estava cheia de recordações!

O corpo tão pequeno e frágil de Demi encaixava-se perfeitamente no seu. Fazia frio lá fora, ela havia acabado de voltar para casa depois de passar alguns meses na clínica, pela segunda vez. Joe estava feliz por finalmente tê-la em seus braço! Demetria por sua vez estava calada, desconfiada e um pouco inquieta. — O que está te assombrando?
— Não é nada importante, durma. — Ela disse com a voz baixinha. 
— Eu não vou dormir sabendo que você está perturbada.
— Estou com medo, isso é estranho. — Demi suspirou. 
— Conte pra mim. — Joe depositou um beijo no pescoço da esposa. 
— Estou com medo de você um dia se cansar de mim.
— Eu nunca me cansaria de você.
— Não tem nada haver com minha aparência, eu juro. O que tanto me incomoda são as minhas fraquezas, Joseph. Elas me mandam para uma clínica, longe de você e da nossa filha! Tenho medo que um dia você aprenda a viver sem mim.
— Você é como o ar que eu respiro, Demi. Não seria capaz de viver sem você e é por isso que eu te carrego no meu coração sempre. — Ele abraçou Demi fortemente e ela sentiu o calor do corpo dele envolver-lhe confortavelmente — Eu te amo e prometo que você nunca vai me perder. 

***
Pessoas mudam e promessas são quebradas - ele disse sério. - Eu realmente não esperava que nosso casamento fosse acabar assim, mas devemos cair na real. Estamos atrasando nossas vidas, presos numa relação que já não está caminhando para lugar nenhum! Você foi uma das melhores coisas que me aconteceu, quero que tenha consciência disso. Não me arrependo de nada, muito menos dos nossos filhos, eles são minha vida! Eu só sinto que essa crise não será passageira e acho melhor que nos separemos agora, antes que o desastre seja eminente. 

          Demi rolou na cama, seu sono havia indo embora, deixando assim lugar de sobra para as lembranças. Depois de tantos anos, ela não entendia o motivo de continuarem doendo tanto! Ele havia dito aquelas palavras num tão frio que havia sido assustador, o modo como ele olhou para ela foi horrível, como se ela fosse uma qualquer! O que havia acontecido com eles mesmo? Uma crise os atingiu logo no início da gravidez de Samuel e desde então nada foi como antes. — Chega! — Demi levantou-se nervosa caminhando até o banheiro. Deveria ter algum remédio para dormir ali em algum lugar, ela procurou, mas não encontrou nada. No corredor, Demi olhou em ambas as direções e pensou onde deveria ter algum remédio. A resposta imediata fez com que Demi engolisse em seco, mas ela não tinha escolha. Demetria caminhou apressadamente e abriu a porta, Joseph estava dormindo tranquilamente enrolado em um cobertor. Ela adentrou, logo avistou os fracos de remédio e resolveu dar uma fuçadinha. Arregalou os olhos vendo tantos medicamentos ali, remédios para quase tudo! Os calmantes dele eram fortes e havia contra indicações como: tomar mais de três comprimidos. — Céus. — Ela exclamou e em seguida olhou para Joe — O que houve com você? — Ela perguntou involuntariamente vendo-o mudar de posição na cama. Demi pegou apenas um dos comprimidos e saiu do quarto. Ela fechou a porta e virou-se para seguir em frente, mas assustou-se ao ver Denise ali parada olhando para ela. — Denise.
— O que você estava fazendo no quarto do meu filho?
— Eu só estava procurando um remédio para dormir. — Demi mostrou o comprimido que estava na palma de sua mão. 
— Você leu as contra-indicações?
— Sim, eu li.

— Não entre assim no quarto dele novamente, ele não gostaria de saber que você esteve lá dentro.
— Eu não vou mais entrar, não se preocupe. — Denise assentiu — Não sabia que ele tomava tantos remédios. Tudo aquilo é realmente necessário?
— Desconfio que ele não está tomando todos eles. — Denise desabafou — Mas respondendo sua pergunta: sim, eles são necessários. Joseph ficou muito fragilizado com tudo o que aconteceu, ele ainda está, mas existe um pouco de orgulho ali e não seria algo que ele admitiria na sua frente. 
— Imagino que sim. — Ela suspirou — Foi por isso que ele atacou Nick daquela forma?
— Em partes sim, Demi. Não se preocupe, chamaremos Kevin em breve para avaliá-lo e tudo vai ficar bem. — Demi apenas assentiu — Agora vá dormir, sim?
— O.k, eu vou. Desculpe-me por qualquer coisa. Tenha uma boa noite.
— Você também, querida. — Ambas voltaram para seus respectivos quartos. Demi tomou o calmante com água e deitou-se em seguida abraçada com um dos travesseiros. Ela ainda pensava em todos aqueles remédios e se sentia mal com tudo aquilo! Parecia estar realmente tornando a vida de Joseph um inferno com suas atitudes e principalmente suas palavras. Agora, ela se perguntava se seria capaz de manter o autocontrole para vê-lo bem.

--

pega a metralhadora... no comando vamos no tra-tra-tra 
cheguei, amores. boa noite pra todo mundo! tudo bem com vcs? estou bem, bem mal depois desse capítulo! 
demi se confessou ali e desmentiu tudo, gente. puta sacanagem, mas isso estava nos planos. muahaha devo parar de reclamar, certo? tá bom, parei.  respostas aqui | espero que tenham gostado
até o próximo, beijos

 

sofrência bônus

23 comentários:

  1. Não consigo falar mais nada,que capítulo foi esse, destruidor mesmo, pelo amor de Deus quando tu vai postar uma maratona, nem que seja uma mini,
    Amando essa fic
    Posta o mais rápido possível
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado do capítulo, eu ainda tô me tremendo com ele! haha <3
      preciso adiantar capítulos, se eu conseguir fazer isso postarei bastante
      vou postar hoje mesmo, yep

      Excluir
  2. Não sei nem o que falar, quero muito mais,por favor postaaaaaaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. só sabe sentir, não é mesmo? haha
      hoje mesmo tem capítulo

      Excluir
  3. E quando é o próximo? Kkkkkk to ansiosa jaa *-* muito boom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. chama a ludmilla, pq é hoje! <3

      Excluir
  4. Você pegou a metralhadora e tra tra tra no meu coração
    EU SOU MUITO NOVA PRA MORRER ENTÃO VOCÊ TRATE DE POSTAR LOGO E ME LIVRE DE UMA MORTE DOLOROSA E ESCREVA MAIS MOMENTOS JEMI ~aguardando a ppka entrar em cena~
    Agora vamos falar do LACRE QUE FOI ESSE CAPÍTULO eu sinto que você zerou a vida com esse capítulo maaaaas BORA POSTAR MAIS, BORA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tento sair dessa música, mas essa música não sai de mim! haha
      vai ter mais momentos jemi em breve... tem tantas coisas para acontecer, mulher...
      "aguardando a ppk" rachei aqui, socorro!
      quando eu terminei de escrever tive essa sensação, mas ainda vou realmente zerar a vida com os demais capítulos... sério *u*
      hoje mesmo tem capítulo, aguarde

      Excluir
  5. cada vez está torturando mais!!!!! Posta logo tá ferindo meus sentimentos esses dois

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vou postar hoje mesmo <3
      fico feliz que esteja gostando

      Excluir
  6. SENHOR JESUUUUUUS. A CADA CAPÍTULO EU VOU MORRENDO UM POUCO MAIS. COMO ASSIM A DEMETRIA FALOU AQUILO PRO JOE E MANDOU ELE NÃO FALAR NADA. MULHEEEEER ASSUME LOGO DE UMA FEZ QUE VOCÊ AMA ESSE HOMEM OU EU ROUBO ELE DE VOCÊ FALA SÉRIO. ESTOU FICANDO COM UM POUCO DE RAIVA DE VOCÊ QUERIDA DEMI.
    MOMENTO TRETA ENTRE ELES, ADOROOOOOO. QUERO MAIS TRETAS EM, MUITAAAAS TRETAS KKKK
    ESTÁ TUDO PERFEITO JÉSSICA ( E ME IMAGINA GRITANDO ESCREVENDO TUDO ISSO KKKKK)
    LACROU MAIS UMA VEZ NO CAPÍTULO, NÃO ME FACA TOMAR MUITOS CALMANTES COMO JOE ESPERANDO UM PRÓXIMO CAPÍTULO E POSTA LOGO ANTES QUE EU MORRA E NÃO CONSIGA TERMINAR DE LER ESSA FIC MARAVILHOSAAAAAA.
    BEIJOS MULHER LACRADORA s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o que seria das fanfics jemi sem um bom drama? eu adoro! haha
      vai ser um pouco frustrante pq esses dois não querem dar o braço a torcer e isso dificulta um pouco as coisas, mas tem bomba vindo ai! ~suspense~
      no próximo vai ter uma treta ~spoiler~ na minha opinião, foi uma das mais engraçadas... ah, eu imaginei sim e ri bastante.
      obrigada pelo carinho, hoje mesmo tem capítulo! <3

      Excluir
  7. Meeeeu Deeeeeeuuussss!!! ELA CONFESSOU!!!!!!!!!! TÁ INCRÍVEL e vc sabe disso! Continua logo amor, ngm mais consegue viver sem sua fic hahaha ♡♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. foi uma das melhores partes, na minha opinião! <3
      fico feliz que tenha gostado do capítulo :) acho que sei sim, estou me sentindo confiante com essa fanfic ~momento confident aqui, haha~
      hoje mesmo tem capítulo, vamos levantar as mãos e dar glória ao senhor o/

      Excluir
  8. MDDSS LER TRÊS CAPITULOS UM ATRAS DO OUTRO ME TOMBOU! Continua plmdds TO AMANDO MUITO! (Vou parar de gritar)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vou mandar os remédios por sedex, não se preocupa! haha
      hoje tem capítulo, amore <3
      guarde sua voz pro próximo capítulo

      Excluir
  9. NINGUÉM SAI
    Eu to bem morta aqui depois desses flashbacks
    Eu a.m.o flashbacks então faça muito mais
    Eu não sei mais nem o que dizer dessa fic
    Ela é a minha preferida no momento kk
    Então não demore não pra postar
    Posta logooo
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu vou fazer mais, com certeza! <3
      acredito que os próximos serão chocantes, sério ~aguarde~
      tornou-se minha preferida tbm, estou amando escreve-la :)
      hoje tem mais, chama a ludmilla! haha
      beijos

      Excluir
  10. Obrigada por divulgar, amor. <3
    achei que ia ter beijo, fui otaria sakjfaskf mas eu amei.
    Os flashbacks acabaram com meu coração, não aguento isso não muié. Enfim, não sei o que falar eu só sei sentir, posta logo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não precisa me agradecer, amore <3 no meu tempo livre vou dar uma passadinha por lá e ler sua fanfic
      estou planejando esse beijo, vendo qual será o melhor momento para ele acontecer...
      vai ter mais, segura a marimba haha
      hoje mesmo tem capítulo, beijos **

      Excluir
  11. gente do céu....que maravilhoso !!
    esses dois com certeza se amam...
    poxa...o Joe está sendo muito cruel kkk a Demi não se lembra de nada...palhaçada isso U.u
    tá maravilhoso...já estou agoniada,Demi tem que se lembrar e correr atrás do macho dela kkkk.. perfeito ❤️
    posta logooo amora ❤️
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. yeeeeep, fico feliz que tenha gostado! <3
      quando você apoiando um personagem especifico, ele vai lá fica mal e logo apoia outro, mas esse outro também fica do mal... é eu acho que não estou facilitando! haha ~brincadeira~ eles estão meio exaltados com a toda essa situação, mas as coisas vão melhorar em breve #prometo
      vou postar hoje mesmo, beijos :-*

      Excluir
  12. Você definitivamente quebrou o meu coração 💔 menina eu estou sem palavras, que capitulo, amei ❤

    ResponderExcluir