Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

08/03/2017

Broken Frame: Capítulo 16 • Distressing


sem tempo para revisar, arrumarei qualquer erro assim que possível


          O medo e a preocupação de que algo pior pudesse acontecer, impediram Joseph de dormir! Ele simplesmente não conseguia. Toda vez que fechava seus olhos, via sua vida passar como um filme e foi algo muito angustiante. Sem ter muito o que fazer, ele pegou o celular e resolveu postar um texto em suas redes sociais.

          Eu provavelmente deveria estar dormindo, mas não consigo. Pouco mais de uma hora, passamos por uma turbulência terrível no avião e podia jurar que fossemos todos morrer! Foi um baita susto, eu e minha família estamos bem; mas isso... essa situação em si,  me fez refletir um pouco. Acabei lembrando de muitos momentos da minha vida e quis compartilhar isso com vocês. Cada minuto da nossa vida é um milagre, se estamos aqui é para um bom proposito e desejo que sejam capazes de entender isso.
          Sou muito grato pela minha família, meus amigos, meus fãs... tudo o que conquistei até agora, sou grato até pelas dificuldades! Acredito que esse susto que passei foi apenas um lembrete do quão devo valorizar todos aqueles que eu amo, então... façam isso, de coração. Encontre seu proposito na vida, seja grato e se você tiver de fazer alguma coisa faça, peça perdão, vá atrás daquela pessoa e ame, ame incondicionalmente!
          Ufa, depois de escrever tudo isso consigo até me sentir mais leve. Amo todos vocês e agradeço desde já o apoio. 

          Depois de postar o texto, Joe respirou um pouco mais aliviado e olhou para Demi. Ela segurava uma das mãos dele e dormia tranquilamente. O aparelho imediatamente vibrou na mão direita dele e ele viu que era uma ligação de seu irmão mais novo, imediatamente atendeu.  Joseph, o que aconteceu?
 Eu te amo.  Nicholas foi pego de surpresa e ficou alguns segundos em silêncio, Joe pode ouvir a voz de Selena.
 Eu também te amo, Joseph.  Ele respondeu tentando não parecer desesperado, mas foi em vão.

 Foi uma turbulência muito forte, parecia até que o avião ia cair!  Joe disse em um tom de voz baixo, não queria acordar os demais passageiros.
 Vocês estão bem?
 Sim, nós estamos bem.  Nick respirou um pouco mais aliviado e sussurrou algo para Selena.  As crianças se assustaram, mas já estão dormindo. Demetria bateu forte com a cabeça, ela estava no banheiro e consegui tira-la de lá. Ela está com um galo grande e roxo na testa! Assim que chegarmos, vou leva-la ao médico.

 Eu li seu texto.
 Imaginei exatamente isso!  Joe riu baixinho.

 Sinto muito.
 Pelo que exatamente?
 Sobre aquela discussão que tive com Demi, não fiz por mal escondendo de você. Eu só queria evitar confusão!
 Eu sei que sim, não se preocupe.

 Fui até a casa da mamãe procurar por você e atráves dela que fiquei sabendo de sua viagem.
 Está tudo bem, são águas passadas.
 Você não sabe como meu coração está mais aliviado por ouvir isso.
 Nicholas nós passamos tempo suficiente longe um do outro, não precisamos disso novamente. O.k? Se acontecer outra vez, converse comigo.
 Farei isso, obrigado.  Nicholas sorriu.

 Nick, posso te pedir um favor?
 Sim, claro!
 Vá no aeroporto buscar as crianças, eu vou levar Demi diretamente ao hospital e não quero que tenham com o que se preocupar.
 Eu vou, não se preocupe.
 Obrigado!

 Joseph.
 Sim?
 Você precisa descansar.
 Eu não consigo.  Joe suspirou pesadamente.
 Consegue sim, vai ficar tudo bem.

 O.k, vou tentar.  Ele respondeu após alguns minutos em silêncio.
 Me manda mensagem quando estiverem chegando.
 Pode deixar, eu mando sim.
 Certo, bom descanso.
 Pra você também, irmão.  Nick sorriu  Até mais tarde.
 Até.


L.A

AEROPORTO LAX, 11:00 A.M

          O avião pousou sem mais complicações, Joseph foi acordado por uma aeromoça e suspirou aliviado por saber que já haviam chegado. Demetria já estava acordada, ela estava passando maquiagem no rosto para esconder o galo roxo em sua testa!  Seja bem vindo.  Ela disse virando-se para ele  Consegui esconder?
 Sim, conseguiu.  Joe retirou o cinto e sorriu vendo as crianças caminharem na direção deles.

 Bom dia.  Eles disseram em uníssono. Sabrina segurava a mão dos pequenos, eles pareciam mais tranquilos.
 Bom dia, dormiram bem?  Joe perguntou após beijar-lhes na testa.
 Sim, Sabrina nos contou histórias.  Samanta sorriu.
 Assistimos um pouco também.  Sam sorriu.

 E vocês?  Demi olhou para Joseph e voltou-se para Sabrina outra vez.
 Foi um grande susto, mas descansamos bem.  Ele apenas concordou.
 Crianças, o tio Nicholas vai levar vocês. O.k? Provavelmente irão para a casa da vovó, mais tarde nos encontramos.  Demi o encarrou confusa.  Temos algo para resolver, querida.  Ele disse e em seguida levantou-se.

          Eles foram os últimos que desembarcaram e como Joe imaginava o aeroporto estava repleto de fãs e pessoas com cartazes de boas vindas! Joseph sorriu, cumprimentou e abraçou todos os fãs que conseguiu. Ele só conseguia agradecer pelas palavras amorosas e todo aquele carinho que estava recebendo. Demetria fez o mesmo, alguns fãs citaram o texto de Joe e também disseram que rezaram muito para que eles conseguissem chegar em segurança.  Ei, finalmente vocês conseguiram chegar até aqui!  Nicholas sorriu para Joe e Demi, as crianças já estavam no carro.
 Sim, ufa... foram muitas pessoas!  Joseph comentou sorrindo, seus olhos brilhavam... ele estava emocionado! Nick deu alguns passos na direção dele e eles se abraçaram por algum tempinho.
 Fico feliz que tenham chegado bem.  Ele disse após partir o abraço com o irmão e virou-se para Demi.  Sua cabeça está melhor?
 Sim, obrigada.  Demetria não esperava e nem imaginava que Nicholas fosse falar com ela, mas ele falou e lhe deu um abraço também!

 Mamãe me ligou logo cedo, ela reuniu todos lá em casa! Seus pais e sua irmã também estão lá, Demi.
 O que exatamente você escreveu naquele texto, Joseph?  Ela perguntou.
 Conversamos sobre isso enquanto dirijo, nós vemos mais tarde. O.k?

 As malas de vocês...
 Eu cuido delas, pode ir.  Joe sorriu para Nicholas, eles de despediram e ele foi embora logo em seguida.

 Não entendo o que está acontecendo.  Demi resmungou arrastando sua mala.

          Joseph caminhou na frente, ele estava procurando o carro e não demorou muito para encontra-lo. Destravou o veiculo, abriu o porta malas e guardou sua mala lá dentro. Assim que Demetria colocou a mala na frente dele, Joe fez menção em pegar, mas foi interrompido.  Vai me dizer o que está acontecendo?
 Vou leva-la ao médico.  Demi arregalou os olhos.
 Joseph, isso..

 Sua cabeça ainda dói?
 Sim, mas...
 Por favor, entra no carro.  Ela o encarrou, ele estava exausto!
 O.k.  Demi deu-se por vencida e entrou no carro. Alguns segundos depois ele adentrou, colocou o cinto e deu partida no veiculo.

 Você não foi a única que achou que fossemos todos morrer.  Joe comentou algum tempinho depois.
 É por isso que está agindo estranho?
 Já passou por alguma experiencia de quase morte?
 Não que eu me lembre.  Demi o encarrou.
 É algo... é algo muito angustiante! Você vê sua vida passar diante de seus olhos, cada momento, bom ou ruim... todos eles estão lá. As pessoas que você ama ou já amou um dia, você se lembra de cada uma e pensa: poderia ter feito melhor!  Uma lagrima escorreu, mas ele não desviou o foco da estrada.

 Joseph...  Ela apoiou uma das mãos no ombro dele para reconforta-lo.
 Eu senti isso lá quando acordei, o panico... todas aquelas pessoas gritando e chorando, foi horrivel!  Ele fez uma pausa  Foi assim anos atrás quando estava preso nas ferragens do onibus e só conseguia me lembrar de tudo o que passamos juntos, Demi. Você estava lá, brilhava mais do que todas aquelas estrelas e queimava em mim mais do que aquele fogo!
 Querido, eu...
 Eu quero ficar bem e quero vê-la bem, o.k? Então só por hoje, não quero conversar sobre aquela briga de ontem... apenas me deixe cuidar de você.  Joseph virou-se para ela quando o sinal fechou, Demi o abraçou brevemente e lhe deu um beijo casto nos lábios.

 Tudo bem, não vamos falar sobre ontem.
 Obrigado.
 Com uma condição.
 Qual?
 Eu não sou a única que precisa de cuidados, deixe-me cuidar de você também.  Joe apenas assentiu e voltou-se para a estrada.

           O restante do caminho foi silencioso, mas nenhum deles pareceu se importar. Cada um estava perdido dentro dos próprios pensamentos sobre toda aquela agitação! Ao chegarem no hospital, foram recebidos por um médico conhecido que trabalhava atendendo algumas crianças da associação.  Soube do que aconteceu. Vocês estão bem?  Ele perguntou ao adentrarem no consultório, Joe ficou de pé perto da porta.
 Eu sim, mas Demi bateu forte com a cabeça e por isso trouxe ela.
 Fez bem em traze-la.  Joe assentiu  Sente-se, Joe.
 Na verdade preciso falar com Dr. Morgan, importar-se?  Ele perguntou para Demetria e ela negou.
 Está tudo bem, pode ir.

 Volto logo.  Sorriu  Cuide bem dela, Malik!

          Joseph subiu de elevador até chegar ao andar onde seu médico estava, ele caminhou pelo corredor e logo encontrou o consultorio. Em menos de vinte minutos ele conseguiu contar tudo o que estava acontecendo, Joe suspirou e encarrou o médico.  O que eu devo fazer?
 Joseph você já esteve assim antes e sabe das várias técnicas para se manter relaxado. Eu não quero vê-lo dependendo de remédios outra vez, o.k? Você também não deveria querer isso.
 E eu não quero, mas não consigo evitar todo esse estresse!
 Isso é sobre Demetria, certo?  Joe assentiu  Sei que tem lá suas suspeitas de que algo esteja acontecendo com ela, algo que envolva todos aqueles problemas que ela teve no passado, mas você não pode simplesmente acusa-la assim! O bipolar nunca admite que é um bipolar, na verdade ele tem tem consciencia disso.

 Como?
 Você sabe, Joseph.

 Não posso acreditar que isso está acontecendo.
 Qualquer esforço de mostrar que ela está doente será em vão, Joseph! Já conversamos várias vezes sobre esse assunto antes, Demi precisa reconhecer isso, não podemos simplesmente intervir na vida dela sem o concentimento da mesma.
 Eu tenho medo.  Joe suspirou  As crianças tinham um lar estavel, o que vai acontecer agora?
 Não trate sua esposa como se ela fosse uma completa estranha, ela ainda está lá. Vocês podem ter uma boa convivencia, você agindo forma que sempre agiu estará ajudando-a ainda mais! As crianças não precisam saber disso.

 É exatamente nesse ponto que queria chegar, doutor.  Ele encarrou o médico  Eu estou agindo da mesma forma, mas me sinto tão estranho. Depois de anos longe dela, agora que estou perto... não consigo simplesmente deixar pra lá! Na primeira oportunidade, corro de volta para ela e finjo que nada aconteceu. Achei que estavamos recomeçando... achei que tudo seria diferente...
 Não deve sentir-se estranho com isso, você só está cuidando dela e sempre foi assim.
 Eu não entendo.  Joe suspirou  Tem vezes que isso parece ser tão... humilhante! Como se eu não tivesse o minimo de dignidade.

 Você sente como se estivesse vivendo uma mentira.
 Sim.  Apesar de ser uma afirmação, Joe respondeu.

 Mas depois do susto que levaram hoje, você me disse que algo mudou. Certo?
 Eu quero cuidar dela, quero preservar nossa família! Mas como posso fazer isso se ela não confia em mim?
 Já ouviu dizer que o amar requer sacrificio?
 Sim, mas... é como se não estivesse tendo um retorno. Sei que nem sempre é assim, não devemos esperar nenhuma recompensa, mas o minino seria ela...
 Confiar em você?  Joe assentiu em concordancia.

 É chato ficar sempre bater nessa tecla e sei que apesar de sermos casados, cada um tem sua vida pessoal, mas...
 Ela esconde muitas coisas de você?
 Sim.  Joe suspirou  Talvez isso tenha mudado e eu simplesmente não percebi, mas sempre fomos amigos acima de tudo.

 Algo aconteceu para que essa relação de amizade entre vocês deixasse de existir?
 Não, não que eu me lembre.
 É importante pensar nessa possibilidade, Joseph.  Ele assentiu e encarrou o relogio.

 Acho que nosso tempo acabou.
 Já disse tudo o que queria?
 Eu realmente gostaria de falar mais, mas preciso ver como ela está.  Morgan assentiu e retirou seus óculos.
 Retorne na semana que vem.
 Voltarei assim que possivel, obrigado.  Joe despediu-se do doutor com um aperto de mãos e saiu.

          O elevador demorou um pouco para descer, mas Joseph esperou pacientemente e quando finalmente chegou, deu de cara com uma cena um tanto quanto inusitada! Demetria estava segurando um envelope com os exames, na porta do consultório ela conversava animadamente com um homem e até ria de algo. Ele aproximou-se calmamente e quando chegou perto o suficiente passou um dos braços em torno da cintura da esposa, puxando-a devagar para mais perto.  Desculpe-me pela demora, querida.  Demi sorriu para ele num misto de vergonha e nervoso.  Não vai me apresentar seu amigo?  Joe sorriu esbanjando falsa simpatia.
 É claro! Joseph este é um velho amigo de infância Luke Rockhold O sobrenome lhe era familiar. O moreno estendeu uma das mãos, Joe apertou firmemente e o encarrou por alguns instantes.  Luke este é meu marido.
 Foi um prazer te reencontrar e conhece-lo também, mas preciso voltar ao trabalho! Com licença.  Ele despediu-se rapidamente e saiu. Luke trajava roupas azuis clara e um jaleco branco, provavelmente era um interno.

 Onde está Dr. Malik?
 Ele precisou atender com urgencia outro paciente.  Joe assentiu.
 Já esta liberada?
 Sim.  Demi respondeu e eles começaram a caminhar.  A pancada foi forte, mas nada grave. Ele me receitou alguns analgesicos para dor e pediu que fizesse compressas para diminuir esse galo que esta evidente na minha testa!  Ela riu baixinho, mas Joe permaneceu sério e pensativo.

          Assim que já estavam na estrada, Demetria voltou-se para Joe e apoiou uma das mãos em sua coxa.  Tudo bem?  Ela perguntou  Você está tão quieto.
 Quem era ele?  Joe perguntou, o tom calmo dele fez Demi arregalar os olhos!
 Ele é alguém do passado.
 Acho que já ouvi o sobrenome dele antes.
 Ele foi um dos garotos que namorei antes de você, Joseph.  Ele apertou o volante discretamente com suas mãos e assentiu.  Nós conversamos sobre ele quando viramos amigos.

 Não sabia que mantiveram contato.
 Sai com ele uma ou duas vezes quando estavamos divorciados, não foi nada de mais.  Ela deu de ombros e Joe assentiu.  Não mantivemos contato, encontrei com ele por acaso.
 Entendo.  Ele murmurou baixinho.

           Joseph dirigiu com certa pressa para chegar na casa de seus pais, ele sentia o coração apertado e sabia que sua mãe estava preocupada com ele. Assim que chegou buzinou freneticamente, estacionou o carro e desceu quando avistou sua mãe na varanda! Ele sorriu, abriu a porta para Demi e em seguida correu para abraça-la.  Meu menino, graças a Deus!  Denise apertou o filho forte no abraço e quando separou-se dele, encheu-lhe o rosto de beijos.  Você está bem? Fiquei tão preocupada!
 Estou bem, obrigado. Eu te amo!   Joe beijou a testa de sua mãe e sorriu. Demi cumprimentou a sogra assim que o marido adentrou na casa, elas se abraçaram e conversaram brevemente entrando logo em seguida.

          Foram fortes abraços, palavras carinhosas e declarações de amor. Em tempos aquela casa não via tanta demonstração de afeto! Todos sentaram-se na sala numa grande roda e começaram a conversar entre si.  Tá legal, pessoal. Está na hora de aprontarmos o almoço! Mulheres pra cozinha, por favor.  Dianna disse e puxou Demi consigo, ela estava fazendo manha para não ir.

 Você está bem, querida?  Ela parou diante da filha.
 Posso ficar aqui com a Tia Mad?  Sabrina forçou um sorriso.
 Ei, não me chame de tia!  Elas riram.
 Pode sim, amor.  Demetria beijou a testa da filha e sorriu para sua irmã mais nova.  Cuide bem dela!  Madison sentou-se ao lado de Sabrina e as duas logo começaram a conversar.

          As mulheres se dividiram pela cozinha e começaram a preparar o almoço. Demetria estava responsável pela salada junto com Selena, uma cortava e a outra colocava os legumes na grande tigela.  Você está bem?
 Sim é só uma pequena pontada de dor na cabeça.
 Joseph me disse que te levou ao hospital.  Selena comentou baixinho.
 Ele realmente não perde tempo!  Demi resmungou, mas suspirou em seguida:  Desculpe-me, Selena.
 Não, não se desculpe! Isso realmente não é dá minha conta.  Selena abandonou a tigela e saiu de perto dela.

 Sel, não foi isso o que eu...  Demi foi atrás e segurou um dos braços dela.
 Você nunca quer dizer nada, não é mesmo? Pelo amor de Deus, Demetria! Eu me preocupo com você, sou sua amiga, mas você poderia ao menos fingir que se importa.
 Eu me importo!  As duas pararam assim que perceberam que as demais estavam olhando para elas, ambas suspiraram e tentaram amenizar o clima conversando de forma civilizada.

 Sério? Não é que o parece!  Selena respondeu baixo voltando até a pia e Demi fez o mesmo.
 Minha mãe não precisa saber que eu estava no hospital, só... não quero preocupa-la, Joe fez o suficiente.
 O que Joseph fez foi abrir nossos olhos, Demi.  Nós todos somos uma grande família e o que aconteceu com vocês serviu de lembrete! Lembrete para valorizarmos essa união que temos e todo o amor que compartilhamos uns com os outros! Todos aqui estão contestes e felizes por estar aqui, menos você.

 Eu estou feliz, mas tem sido um dia cheio e estranho!
 Estranho?
 Joseph realmente abriu os olhos de todos, Sel. No texto ele fala sobre momentos, lembranças... eu infelizmente estou tendo o desprazer de lembrar de coisas nada agradaveis!  Demi desabafou, era verdade.
 Eu não tinha parado para pensar nisso, me desculpa.  Elas se abraçaram por algum tempinho.
 Está tudo bem, você não tinha como saber.

          Luke serviu uma taça de um vinho carissimo para si e outra para Demetria, ela estava nua e enrolada num lençol de motel.  Arrepende-se?  Ele estendeu-lhe uma das taças e deu um longo gole na outra.
 De forma alguma.  Demi sorriu e deu pequenos goles no conteudo da taça. O gosto era bom, mas ela sabia que não podia abusar! Voltaria para casa em poucos minutos e Samuel provavelmente estaria esperando por ela.
 Não é o que parece.  Luke sentou-se aos pés da cama e observou Demi por algum tempo.

 Não é como se isso fosse algo sério, você sabe que estamos apenas nos divertindo.  Ela piscou de um jeito sacana e sorriu maliciosamente para o moreno.
 Nunca em meus sonhos imaginaria Demetria Lovato na minha cama.  Ele riu  Você faz jus aos elogios daquelas bacanas de Hollywood!  Demi riu.
 Obrigada.

 Mas falando sério, baby. Ainda sente algo por aquele cara?
 Que cara?
 Não é como se você tivesse muitos homens em sua vida, certo?  Demi jogou um dos travesseiros nele com raiva  Ei, relaxa. Foi só uma pergunta!

 Aquele cara pra mim está morto Ela sabia que Luke estava falando sobre Joseph.
 Não sabia que tudo tinha acabado de forma tão ruim entre vocês, sinto muito.
 Pois não sinta, meu caro! Aquele homem não vale o chão que eu piso.  Demetria levantou-se irritada, tomou num gole só o conteudo da taça e começou a vestir suas roupas.

 Disse algo que não deveria?
 O que você acha?  Ela respondeu com ironia e calçou os sapatos.
 Eu realmente...
 Só aceitei sair com você para ver se tirava aquele desgraçado da minha cabeça, eu até me diverti, mas você fodeu com tudo!

 Sinto muito, não foi minha intenção...
 Nunca pergunte sobre o ex de uma mulher, principalmente se você já transou com ela!  Demi saiu do quarto e bateu a porta com força. Seu coração batia acelerado, o nó estava formado em sua garganta e tudo o que ela pode fazer foi abraçar-se enquanto esperava por um táxi! Estava irritada com Luke por ele perguntar sobre seu ex-marido, mas sentia ódio de si mesma por não ter conseguido esquecer Joe nem mesmo na cama com outro. Quem ela estava tentando enganar? Ainda amava aquele desgraçado com todas as suas forças!

          Joseph apareceu na cozinha cantarolando e dançando com a pequena Alena no colo. A risada da garotinha ecoava pelo comodo! Demi despertou daquelas lembranças, Joe olhava para ela e ela apenas desviou para não encara-lo.  Lena com quem você quer ficar agora?  Ele perguntou.
 Mamãe!  A garotinha disse sorrindo e batendo palmas.
 Isso mesmo, ela veio ficar com a mamãe.  Joe beijou a testa da pequena e colocou a garotinha sentada no balcão.
 Obrigada, Joe.  Danielle agradeceu e sorriu.
 Disponha.  Ele retribuiu sorrindo.

 Filho, venha até aqui. Você precisa provar!  Denise chamou Joseph e ele foi até lá, ela estava preparando uma sobremesa e fez questão que ele provasse o recheio.
 Deixe-me ver.  Ele parou ao lado de Demi, experimentou um pouco e disse:  Isso é muito bom!  Denise sorriu satisfeita e foi para junto de Dianna outra vez. Joe tocou o ombro da esposa e ela virou-se para ele.

 Tudo bem?  Ele perguntou baixinho.
 Sim, não se preocupe.  Demi lhe deu um selinho e passou a lingua pelos próprios lábios, tinha chocolate neles.  Está uma delicia!  Ela elogiou a calda e foi ajudar Danielle no fogão.


***


           Todos sentaram-se a mesa e antes de comer agradeceram por estarem ali reunidos, Paul fez uma pequena oração e depois todos comeram. Demi estava sentada ao lado de sua mãe, elas haviam conversado brevemente, mas Dianna sentia que algo estava errado com ela! Joseph estava sentado de frente com ela, ele conversava com todos e até fazia algumas gracinhas das quais todos riam, menos Demi.  O que mais aconteceu naquele avião?  Dianna perguntou assim que estava sozinha com a filha na cozinha, elas estavam lavando louça.
 Nós tivemos uma pequena discussão, nada demais.
 Quer falar sobre isso?
 Não, não é isso o que está me incomodando.  Demi suspirou.

 Então, o que é?
 Eu encontrei com Luke hoje.
 Luke? Luke... Luke Rockhold?
 Sim.

 Vocês sairam, certo?
 Nós ficamos antes que eu começasse a namorar com Joe e depois que nos divorciamos, nós tivemos alguns encontros.
 Achei que vocês estivessem resolvidos.
 Nós estamos, Luke está casado e tem uma família.  Demi sorriu brevemente.

 Então, o que está te incomodando?
 As lembranças, elas estão me deixando um pouco atordoada!
 Atordoada?
 Eu odeio brigar com Joseph! Juro que queria estar me lembrando de coisas maravilhosas, mas só estou me recordando de coisas ruins... coisas das quais eu me arrependo e me sinto culpada.  Demi suspirou  Lembrei de quando sai com Luke, pense em como foi dificil encarrar Joseph depois disso.

 Oh meu amor, não fique assim.  Dianna abraçou a filha pelos ombros.
 Todos acham que não estou feliz por estar aqui, mas eu estou. Só está sendo dificil digerir isso! Eu... eu sinto muito por tudo, não me orgulho da pessoa horrivel que fui depois que ele me deixou.
 Filha você precisa deixar isso pra lá, o.k? Não importa quem você foi no passado, só importa quem você é hoje e sei que não é má pessoa, não chore.  Eddie estava parado na porta da cozinha, Dianna fez um sinal para que ele saisse e ele assentiu voltando para a sala. Demi assentiu, terminou de lavar toda aquela louça e secou as lágrimas.

 Obrigada, mamãe.  Demi sorriu e beijou a testa de sua mãe.  Não sei o que seria de mim se não estivesse aqui.


***


           Bradley chegou ofegante, ele bateu na porta de forma insistente e cumprimetou Eddie, foi ele quem abriu a porta. O garoto adentrou, jogou uma mochila no chão e correu os olhos pela sala procurando pela namorada. Sabrina apareceu na sala sozinha, acabara de ir dar uma olhada nos irmãos que estavam no quintal brincando com Buddy. Assim que o avistou, correu até ele o abraçando forte.  Vim assim que soube, você está bem?  Sabrina enterrou a cabeça no ombro dele e chorou silenciosamente enquanto sentia seus cabelos serem afagados por ele.
 Shhh.... está tudo bem.  Bradley sussurrou para ela e sorriu aliviado ao tê-la em seus braços.

 Obrigada por voar até aqui, deve ter sido dificil pra você.  Sabrina disse partindo o abraço e secando rapidamente suas lágrimas.
 Não foi nada, eu só... precisava vê-la.  Ele puxou Sabrina pela cintura com delicadeza e em seguida lhe beijou carinhosamente.  Sinto muito por agir feito um idiota no outro dia, seja lá o que eu estiver fazendo errado... prometo que irei corrigir meu erro, o.k?
 Nós iremos corrigir... é nosso erro.  Sabrina sorriu e lhe deu um selinho antes de abraça-lo outra vez.

          Ao cair da tarde, o tempo fechou e antes que chovesse forte, o pessoal começou a ir embora. Os pais de Demi e sua irmã mais nova foram primeiro, Dianna só foi depois que Demetria prometeu que ficaria bem. Kevin, Danielle e a pequena Alena foram logo depois, eles não queriam ficar presos no transito.  Acho que devemos ir também, amor.  Selena levantou-se do sofá e encarrou Nicholas, ele estava pensativo.  Você me ouviu?
 Sim, mas antes vou falar com Demi.

 Tem certeza?  Ela perguntou preocupada.
 Sim, não podemos ficar assim. Ela é minha melhor amiga!  Selena sorriu largamente e o  Então, o que esta esperando? Vá logo!  O puxou para que ele se levantasse e logo o empurrou ouvindo-o gargalhar.

           Nick caminhou até a cozinha, abriu uma das portas que dava acesso ao quintal e encontrou Demi. Ela estava sentada em um dos balanços, parecia estar se escondendo dos demais, não tinha mais ninguém ali além deles.  Não vai entrar? Parece que vai chover.  Ele sentou-se ao lado dela.
 Quem te mandou aqui?  Demetria perguntou sem ao menos olha-lo.
 Ninguém, eu vim para falar com você.

 Nós temos o que conversar?
 Eu sinto muito, Demi.  Nick desculpou-se mesmo sabendo que ela deveria ter feito isso, ele realmente não se importava. Só queria sua amiga de volta!
 Você não precisa fazer isso.

 Quem está tentando enganar? Sei que sente minha falta, somos amigos.  Pela primeira vez ela o encarrou e sorriu.
 É sério, nós só brigamos por causa de uma situação que criei. Foi um erro que eu cometi! Você me perdoa?
 É claro que sim, Demi.  Nicholas lhe estendeu uma das mãos e ela segurou fortemente.
 Obrigada.  Ela sorriu novamente  Eu senti muito sua falta, foi estranho não tê-lo ao meu lado enquanto trabalhava.

 Ah, mas tenho certeza de que se saiu muito bem sem mim!  Nick riu.
 Talvez, mas... espero que possamos trabalhar em algo juntos em breve.
 Eu adoraria!

 Nick, Selena está te chamando!  Joe fez um sinal com sua mão direita e não conseguiu esconder o sorriso ao vê-los juntos.

 Preciso ir embora, você me acompanha até a porta?  Demi assentiu e eles se levantaram.

          Todos olharam para eles assim que adentraram na casa, Selena sorriu e logo despediu-se de Demi. Nicholas despediu-se de todos e depois voltou-se novamente para ela:  Cuide-se.
 Você também.  Eles trocaram um abraço rápido e Nicholas sorriu para ela antes de sair.

 Vocês se acertaram?  Demi virou-se e encarrou Joe.
 Sim.  Ele sorriu para ela.
 Fico feliz por vocês.
 Obrigada! Isso também me deixa feliz.

          Quando Joseph resolveu ir embora, começou a chover e ventar ainda mais forte! Demetria não gostou nada disso, ela queria voltar para casa, mas com aquele tempo seria praticamente impossivel.  Tudo bem se Bradley ficar também?  Sabrina despertou o pai de seus pensamentos.
 Claro que sim, amor.  Joe sorriu, ele estava procurando por Demi.  Você viu sua mãe?
 Acho que ela subiu.  Ela apontou para as escadas  Está tudo bem? Durante todo o tempo que ficamos aqui, ela parecia estar incomodada com alguma coisa.

 Te garanto que está tudo bem.  Ele beijou a testa da filha  Só foi um dia fortes emoções para todos nós.
 Sim, isso é verdade.  Sabrina concordou.

 Você e Bradley estão bem?
 Sim, ele disse que vamos concertar nosso erro.  Joe assentiu sorrindo.
 Isso é muito bom!  Ela assentiu  Achei que teriamos uma daquelas conversas, mas vejo que não havera necessidade.

 Papai! Papai! Papai!  Samanta desceu a escadas apressadamente e por muito pouco não levou um tombo, Joe segurou-lhe pelos ombros.
 O que aconteceu, Sammy? Você está bem?  A garotinha estava assustada, ela estava com os olhos arregalados.
 A mamãe, ela... ela está lá cima falando sozinha.  Ela disse baixinho.

 Falando sozinha?  Samanta assentiu  Ela te disse alguma coisa?
 Não, mas... ela me assustou.

 Samanta?!  Samuel apareceu com Buddy no colo  Eu ouvi você gritar, está tudo bem?  Ela apenas assentiu.
 O.k, eu vou até lá ver o que está acontecendo! Fiquem aqui.  Joe olhou para cada um deles e subiu rapidamente as escadas.

          Joseph ouviu do corredor algumas palavras saídas da boca da esposa, palavras sem nexo algum! Ele seguiu a voz dela e chegou até seu antigo quarto. Demi estava sentada no canto, ela chorava cabisbaixa encostada na parede e balançava-se para frente e para trás.  Ei, o que está acontecendo?  Joe abaixou-se imediatamente na frente dela.
 Me leva pra casa, Joe.  Demi sussurrou.
 Nós não podemos, esta chovendo forte lá fora.  Ele segurou uma das mãos dela.

 Por favor.  Ele segurou-lhe o queixo com delicadeza e ergueu a cabeça dela. Os olhos dela estavam avermelhados de tanto chorar e Joe só queria entender o que estava acontecendo!

 Diz pra mim, o que está acontecendo?
 Estou sufocando com tantas lembranças!
 Lembranças?
 São lembranças ruins.

 Quer falar sobre isso?  Ela assentiu.
 Você disse que viu sua vida passar diante dos olhos, mas não ficou do jeito que estou. Como conseguiu?
 Eu não me lembrei só de coisas boas, Demi. Enquanto você e as crianças dormiam no avião, fiquei acordado e atordoado com muita coisa! Lembra-se da nossa conversa na Suíça? Tudo é uma questão de não se deixar afetar tanto, não se desesperar.

 O que mais te deixou atordoado?
 Eu te disse, não me perdoaria se algo de grave acontecesse com você.  Joe fez uma pausa  Isso me fez pensar em todas as vezes em que estive longe, os anos que passamos separados, imagino que muita coisa tenha acontecido...
 E de fato aconteceu.  Ela disse baixinho.

 Mas ficou no passado, nós já resolvemos isso e devemos olhar para frente. O.k?  Joe lhe acariciou uma das bochechas e Demi fechou os olhos sentindo o toque dele.
 Obrigada por vir até aqui e me acalmar.
 Está tudo bem.

 Eu só quero que esse dia acabe logo.  Demi olhou para ele por algum tempinho e suspirou.
 Não falta muito, mas algo de bom ainda por acontecer.  Ele disse baixinho.
 Como algo bom pode acontecer se estamos assim?  Joe não perguntou o que o "assim" dela queria dizer, ele sabia.

 Me desculpe.  Eles disseram em uníssono e se entreolharam. Estavam sentados no chão, um ao lado do outro, braços cruzados e agora olhos fixos na parede.

 Você primeiro.  Joe lhe incentivou.
 Eu não deveria sentir tanto ciume, mas é algo que esta sendo dificil de controlar. Ela sempre está ali e passa muito tempo com você! Não é por mal, eu juro, só estou tentando defender o que é meu.  Ele ouviu tudo calado  Meu problema não é com você, Joseph e sim com ela!

 Não é o que parece.  Joseph disse com certa leveza em sua voz, ele estava escolhendo cuidadosamente suas palavras.  Quando brigamos, o modo como você falou... parecia até que eu fosse te trocar pela primeira mulher que passa tempo demais comigo! Eu só... não sei, fiquei chateado.  Ele suspirou  Passei muito tempo com Selena nos últimos anos, somos bons amigos e você sabe disso. Algum dia desconfiou dela?
 Claro que não, Joe! Eu conheço Selena, nós fomos inseparaveis no passado.

 Talvez falte isso.
 Não entendi.
 Você deve conhecer Alycia!

 Eu... o que?!  Ele arqueou uma das sobrancelhas e Demi bufou.
 É uma sugestão, talvez ela possa subir no seu conceito.

 Acho que agora é a sua vez.  Ela lhe deu uma leve batida no ombro.
 Tudo bem, desde que pense no que eu te disse.
 Eu vou pensar, prometo.

 Sinto muito por...
 Gritar comigo em público? Insinuar que estou louca? Me larga lá sozinha?  Demi começou a enumerar todos os vacilos dele e Joe lhe encarrou por um tempinho antes de rir!
 Achei que eu deveria dizer os motivos pelos quais me arrependo, mas você...
 Eu só estava te lembrando, agradeça o favor.

 Não seja ironica.
 Não estou sendo ironica.  Ela olhou para ele, Demi falava sério.  Nada deve ficar entre nós, certo?
 Sim, nada deve ficar entre nós.  Joe assentiu  Me desculpe por gritar, insinuar coisas e te deixar sozinha. Isso não vai mais acontecer! Prometo.  Demi assentiu.

 E?  Ela riu baixinho.
 Você quer mais?
 Joseph, não me decepcione...
 Eu não faço ideia do que dizer!  Ambos riram. Demetria jogou-se nos braços dele, rolaram no chão e riram ainda mais.

 Meu beijo, idiota Ela lhe deu um tapa na perna e Joe olhou para ela.  O que foi?  Os olhos dele brilhavam de forma tão intensa, mas não havia se quer vestigio de lágrimas. Chegava a ser encantador! Demi ficou curiosa para saber no que ele estava pensando ao olhar daquela forma para ela e Joseph acabou sorrindo.  
 Je t'aime.  Antes que Demi pudesse abrir a boca para responde-lo, foi calada pelos lábios dele que beijaram-lhe carinhosamente. Os braços dele trouxeram-na para mais perto, quando eles se separaram, Joe lhe abraçou por um longo tempo inalando o perfume de seus cabelos.  Estou desculpado?
 Sim, você está desculpado.  Ela sorriu e Joe levantou-se ajudando-a em seguida.

 Vamos descer, os pequenos devem estar preocupados com você.  Ele também estava e muito! Demi assentiu e segurou uma das mãos que Joseph havia lhe estendido.
 Ei espere, esqueci de dizer uma coisa...  Demi o puxou de repente.

 E o que seria?
 Eu também te amo Joe sorriu de forma aliviada e em seguida desceu com ela até o andar debaixo para conversar com as crianças.

--

boa noite meninas, tudo bem com vocês?
eu estou feliz por finalizar e postar mais esse capítulo pra vocês. 
nem parece que passei o carnaval todo trabalhando nele, nem parece, mas foi e só consegui terminar ele agora! é uma vergonha, eu sei, mas o bloqueio não está facilitando a minha vida </3
espero que tenham gostado do capítulo... ficou grandão!
respostas I, II & III
volto assim que o próximo estiver pronto, o.k?
beijos.

Resultado de imagem para sambando gifs tumblr Resultado de imagem para sambando gifs tumblr

aqui nóis tomba com classe sdjsdj

8 comentários:

  1. Caraca OMG Merda, Jéssica você não pode fazer isso comigo okey...

    Meu Deus Joe com crise de Ansiedade,Demi com crise de bipolaridade, tá cada vez ficando pior eu não sei o que pensar e como lidar com isso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Finalmente estou chegando ao "centro" do drama, prepare-se! sdjsdj
      Ainda vai acontecer muitas coisas, muitas coisas mesmo...
      Fico feliz que esteja gostando <3

      Excluir
  2. Já acabou, Jessica!? Acabou com meu coração... isso sim! kkkk
    Roendo as unhas, pros próximos capítulos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só está começando, aguarde as tretas! sdjsdj
      Postarei assim que puder. <3

      Excluir
  3. Ameeei! Demi safada, amodoro ❤
    As coisas ficaram mais interessantes, mas Joe continua chatinho... porém sinto que vem treta por aí e te digo desde já que estou ansiosa para um caralho... continua, tá? Ficou muito bom esse capítulo, parabéns! ❤❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado ^^ sdjsdj
      Sentiu certo, tem treta vindo por ai... muita treta mesmo. Adoro <3
      Obrigada. Postarei assim que puder!

      Excluir
  4. Já falei como eu amo esses momentos fofos deles
    Eu amo *-*
    Eu sinto o cheiro do problema de longe
    Posta logooo please
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já e só posso dizer que teremos mais um deles! <3
      Fico feliz que esteja gostando.
      TÁ CHEGANDO AS TRETAS ~adoro~
      Postarei agora mesmo.
      Bjs

      Excluir