Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

21/01/2015

Capítulo 14

não tive tempo de revisar, boa leitura. xx





New Bear
Casa dos pais de Demi, 04h00 da tarde


          Diferente da outra vez que eles viajaram de carro, desta vez todos estavam mais contaveis uns com os outros. Demi fora conversando normalmente com Joe e logo depois que Ariel acordou, acabou por entrar na conversa. Eles fizeram duas paradas, uma para usar o banheiro e a outra para comer. O resto do caminho foi só diversão e cantoria! Ariel só sabia rir do pai e sua versão nada agrádavel de She Will Be Loved— Para com isso, esta estragando a música! — Demi lhe estapeou e o garotinho riu com as mãos sobre a barriga, ele estava quase chorando. 
— Ei, pare com isso! Vou acabar por bater esse carro. — Dando-se por vencida, Demi parou e mudou de música. 
— DEIXA NESSA, DEIXA NESSA! — Ariel quase estourou os tímpanos de Joe quando as primeiras batidas da música Pompeii começou a tocar. 

— Sinto-lhe informar, mas chegamos. — Ele estacionou o carro em frente a casa e observou. Demi desceu do carro rapidamente junto com Ariel e logo já estavam sendo recepcionados pelas tias eufóricas! Joe ficou para trás com uma mochila e duas malas de rodinhas. Quando ele conseguiu chegar até a varanda foi abraçado e beijado nas bochechas. 
— Meu Deus, Demetria. — Ele disse como se fosse um pedido de socorro.
— Tias, por favor. — Demi foi até elas e puxou Joe. — Desculpe-me por elas, mas é apenas saudade. — Ele apenas concordou e entrou com ela. — Vamos ficar no meu quarto, se lembra de onde fica? Pode colocar as malas lá e descer para cumprimentar a todos. 
— Sim, eu me lembro e vou fazer isso. — Demi assentiu. — Por favor, me espere aqui?
— Tudo bem, mas vá rápido. — Joe subiu rapidamente e caminhou até o fim do corredor. A porta era a mesma, cheia de letras de música e pintura! Ele inalou profundamente e entrou no quarto, pouca coisa havia mudado. Joe correu rapidamente os olhos pelo quarto e deixou as malas perto da cama. 


          De volta ao andar debaixo, ele acompanhou Demi até os pais dela. Dianna e Eddie sorriram para ele, Joe quase não acreditou no que estava vendo! Demi cumprimentou os dois de forma calorosa e quando sua vez chegou, ele achou que desmaiaria de puro nervoso. Dianna lhe deu um forte abraço e apenas disse: — Fico feliz que esteja aqui, Joseph. 
— Também estou feliz por estar aqui. — Ele sorriu e seus olhos brilharam. Eddie também o abraçou brevemente. 
— E então, por onde andou? — Demi o olhou e novamente via aquela feição fria e desconfortável de dias atrás. 
— Por ai! — Riu de forma nervosa e para salva-lo de mais uma pergunta... Ariel chegou correndo e agarrou sua perna. 

— Papai, papai... você precisa ver minha casa na arvore. Agora, vamos lá! — Disse animadamente. — Eu e vovô construimos, vamos. Por favor!
— Tudo bem, vamos lá. — Joe pegou o garoto no colo e lhe fez cocegas. — Eu volto logo, o.k? — Eles assentiram e Joe saiu falando animadamente com o filho. 

— Eu nunca o vi assim tão... bem! — Dianna disse com uma das sobrancelhas arqueadas. — Vocês voltaram, filha?
— Ele realmente esta bem, mas não voltamos. — Disse rapidamente cruzando os braços. — O fato dele estar sendo um pai presente na vida do meu filho me basta, não acham? — Eddie olhou para Dianna e negou com a cabeça. Sabia bem que Demi estava falando aquilo da boca para fora, seus olhos e aquele sorriso bobo na cara não mentia! 
— Você quem tem de responder isso. — Eddie provocou e viu Demi ficar desconfortável. 
— Mãe, você precisa de ajuda na cozinha?
— Oh sim, vamos lá... tem muito a ser feito. — Demi foi na frente. 
— Só eu que percebi isso?
— Eddie, pega leve com a menina. — Dianna riu e seguiu a filha. 


          Joseph parou com o garoto em frente a arvore e sorriu como forma de cumprimento para alguns parentes que ali estavam. Ele admirou a bela casa na arvore e pensou como seria construir algo com Ariel. — É bonita, não é mesmo?
— Sim, filho. — Ariel olhou para ele e viu tristeza em seu olhos. 
— O que foi? Você esta com os olhos... papai você esta chorando? — Ele sussurrou a ultima pergunta e limpou uma lágrima teimosa que escorreu. 
— Eu olhei para essa casa e imaginei como seria construir algo com você, sinceramente não acredito que perdi isso..
— Papai, não fica assim. — O garotinho lhe abraçou. — Estamos construindo algo muito mais importante pra mim do que uma casa na arvore. 
— E o que seria?
— Confiança— Ele sorriu e Ariel lhe beijou a bochecha. — Já disse que não importa o que você fez antes, o que importa é o agora. Eu amo muito você, papai. 
— Eu também, meu anjo... obrigado por tudo.
— Não chore, o.k? Nós vamos nos divertiu muito.

— Olhe só pra eles, Demi. — Dianna disse sorridente. 
— É eu sei, ainda preciso me acostumar com isso.
— Como Ariel reagiu ao retorno dele? — Disse retirando a lasanha do forno. 
— Ele surtou, pois ficou com medo dele nos machucar. — Demi disse e em seguida colocou a alface na bacia de salada. — Mas conforme o tempo foi passando, Joe mostrou o quanto estava diferente e acabou que eles se acertaram. 
— E vocês?
— Céus, você também?!
— Foi apenas uma pergunta, não precisa ficar na defensiva!
— Somos amigos, apenas amigos e faz apenas dois ou três dias que permiti esse contato.

— Demi, não engane a si mesma... esta estampado na sua testa que ainda sente algo por ele.
— Isso não é verdade! Estamos passando tempo demais juntos e meus horminios estão a flor da pele, mas ele seria o ultimo cara com quem eu...
— Transaria?
— Mamãe!
— Demetria, estamos no século 21. — Dianna riu. — Quer dizer que você sente?
— Isso não passa de uma necessidade fisica. — Disse emburrada cortando os tomates. 
— Não é o que Taylor acha.
— Diabos, vocês não fazem nada além de falar da minha vida, né?! — Disse irritada e Dianna encarrou a filha surpresa. 
— Demi, acalme-se... eu realmente não entendo o motivo de tanta raiva.
— Todo mundo só sabe ficar falando sobre mim e ele, sobre nós e eu não aguento mais ouvir isso! Eu não quero lembrar que um dia amei ele, isso dói... sabia? Não consegui me recompor desde a volta dele, eu estou abalada até agora, mas ele precisa de mim e da minha amizade. — Suspirou. — E eu estaria mentindo se dissesse que não preciso dele. — Dianna não disse nada, apenas encarrou quem estava atrás de Demi. Virando-se rapidamente, ela respirou aliviada quando viu Taylor. 

— Oh meu Deus, você me deu um baita susto! — Demi foi abraça-la. — Desde quando você está aqui?
— Eu não falo sempre da sua vida, apenas quando sou questionada sobre ela. — Taylor disse após partirem o abraço e sorriu. — Como você esta, Demi?
— Bem na medida do possível e você?
— Bem também. — Taylor sorriu e foi cumprimentar Dianna. 
— Parece que temos uma fera a ser domada. — Dianna apontou para Demi, a armou uma pequena carranca. 
— Deixe-a estravassar, acredito que os ultimos dias foram tensos. Ela vai se sentir melhor depois, isso eu garanto. 

— PEGA ELE, PEGA PAPAI! — Ariel gritou. 

— Mas gente, esse grito foi do Ariel? — Taylor comentou sorridente e olhou através da janela o jogo de futebol americano improvissado que faziam. — Oh é ele sim, esta jogando. — Disse acenando para Eddie que acabara de havista-la. — O bonitão sem camisa é o pai do Ariel?
— Taylor!
— Amiga, sabemos muito bem que eu não troco meu Lautner por nada. — Piscou e riu. — Apenas responda. — Demi se juntou a Taylor na janela e Dianna jogou as mãos ao alto terminando a salada que a filha havia começara a fazer. 
— Sim.
— Minha nossa, eu não gostaria de estar na sua pele! — Riu. Dianna não conseguiu se conter e riu também. — É brincadeira, você sabe, mas... Meu Deus! — Disse sorridente. — Olhe só para ele. 
— Eu vejo isso todo santo dia.
— Agora eu entendo a sua irritação.
— Até que enfim! 


          Depois de muito conversarem, Taylor anunciou que ia embora, pois precisava ir para a casa dos pais de seu noivo. Mas antes dela ir embora, Demi lhe apresentou para Joe. Foi um breve cumprimento entre eles e um longo abraço com Ariel! O garotinho não queria deixa-la ir embora, mas não teve escolha. Sendo assim, ele prometeu continuar com e-mails que trocavam semanalmente. O almoço foi no quintal, onde uma grande mesa foi posta e todos puderam partilhar do almoço juntos. Arroz, feijão, lasanha, macarrão, carne assada... era tanta comida que Joe nem soube por onde começar! Por fim acabou comendo um pouquinho de tudo para não fazer desfeita da cozinha da ex-sogra. — Gostou da comida? — Dianna fez questão de perguntar. 
— Eu amei! Estava com tanta saudade, chegou a dar água na boca quando vi a lasanha. — Todos riram. — Obrigado por me receberem, eu nem sei como agradecer. 


          A tarde passou lentamente e cada momento foi uma explosão de alegria! Eles ajudaram a retirar a mesa e em seguida improvissaram uma roda de música. Joseph não ficou de fora, ele havia esquecido seu violão na casa juntamente com o de Ariel, mas Eddie lhe arrumou um e ele tocou juntamente com alguns tios de Demi música country. Ouve um determinado momento que o jogaram na roda juntamente com Demi e eles dançaram, ela estava toda dura e ele só sabia rir! Ariel batia palmas e cantava junto com as outras crianças. Quando a noite chegou, eles vestiram sua melhor roupa para aguardar o novo ano que chegaria em questão de alguns segundos! Sentado na varanda, Joe bebia uma cerveja enquanto conversava sobre algum assunto aleatório com Eddie. Demi passou por ele com Ariel nos braços, o garotinho havia apagado! — Quer ajuda para coloca-lo na cama?
— Se não for atrapalhar a conversa dos dois, eu aceito sim. — Eddie liberou Joe e ele foi ajudar Demetria. Ele tomou o garoto em seu colo e deixou que Demi caminhasse a sua frente para indicar em que quarto ele dormiria. Aquele vestido curto e soltinho que ela vestia balançava de um lado para o outro conforme ela caminhava... sua vontade era de arranca-lo do corpo de Demi! Ela indicou um dos quartos de hospedes da casa e abriu a porta. Outras crianças também dormiam ali em colchoes infláveis no chão, cuidadosamente eles entraram, colocaram Ariel e saíram. Quando encostaram a porta, ouviram o barulho de fogos de artificio...

          Era oficialmente ano novo!

— Feliz ano novo. — Demi disse sorridente e o abraçou.
— Feliz ano novo pra você também, Demi. — Nenhum deles se atreveu a romper o abraço e quando o fizeram se encararam. Os segundos que se seguiram foram tensos e em seguida a adrenalina correndo por seus corpos, o desejo... foi mais forte e tudo o que Demi fez foi fechar seus olhos e se entregar ao momento. Era um beijo desesperado, mas capaz de suprir a abstinencia que eles estavam! As mãos tremulas de Joe seguraram as pernas dela que logo estavam envolvidas em volta de sua cintura. Ele deu alguns passos atrapalhados até conseguir coloca-la num móvel, o beijo foi partido e novamente Joe buscou seus olhos. Meu Deus! Sua respiração estava acelerada e novamente ele a beijou. Demi segurou seu rosto entre as mãos e deixou que a língua de Joe explorasse sua boca. Demi não sabia o de estava sua sanidade, mas sabia que não só sua boca o desejava... seu corpo parecia pegar fogo conforme ele a tocava! Seu corpo todo implorava por ele.

— Eu te quero tanto. — Ele disse contra seus lábios e em seguida enterrou a cabeça em seu pescoço. Conforme ele beijava e mordiscava, ela consequentemente se lembrava da ultima vez que cedera... da ultima maldita vez que havia lhe entregado tudo!
— Não! — Demi o empurrou e em seguida assustou-se ao vê-lo caído no chão, talvez tivesse sido brusca demais. — Eu não posso, isso não esta certo... eu não posso. — Ainda no chão, Joe suspirou frustrado e pensou ter estragado tudo, mas ela também lhe correspondera... então, tecnicamente ele não tinha culpa! Ela olhou para Joseph lhe cobrando algo, qualquer palavra servia.
— Não me olhe assim! — Joe a repreendeu e se levantou ajeitando a camisa. — Escute bem o que vou lhe dizer, eu não vou pedir desculpas. Não tem nada a ver com ser ou não do meu fetil, mas eu realmente não me arrependo de ter beijado você! — Ele saiu e Demi ficou ali parada. Ainda conseguia sentir seus lábios tocarem os seus, céus! Ela desceu de cima do móvel e quase caiu, as pernas estavam moles e cada célula de seu corpo parecia gritar por ele, mas ela não queria gritar... não queria se entregar, não tinha plena certeza se queria arriscar com ele novamente.



--


ficou bom? alguém pelo amor de Jesus me responda!
passando rápido para postar e pedir desculpas por ficar 3 dias sem postar :(
eu estava tendo uma certa dificuldade, mas saiu! o/ give it to me, i'm worth it 
respostas só no próximo capítulo, espero que tenham gostado... 
AMO VCS 

 

porra, como ela empurra um bofe desses? COMO?! 
se joga na BR amigs

30 comentários:

  1. Mds!! Quee capítulo perfeitoo
    Ameii
    Posta logo
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado, amor
      pode deixar, eu vou postar sim <3

      Excluir
  2. o Ariel tem 5 anos? o jeito que tu descreve ele nunca q vai ser uma criança de 5 anos ishadih porem posta logo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. não, ele tem 07 anos de idade -> aqui tem o link da apresentação dos personagens: http://fanficss-jemi.blogspot.com.br/p/personagens_13.html
      pois bem, as crianças nessa idade costumam ser bem espertinhas... isso eu garanto ;)

      Excluir
  3. MINHA SENHORA DOS MELHORES BEIJOS! O que foi isso? Perfeito! Esse beijo tirou meu ar... E o momento em que a taylor falou do joe quase infartei de rir! Hahahha amei amei amei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BEIJO OU NÃO BEIJA? BEIJA, BEIJA 88
      to jogada na BR cantando mc gui, ai meu core! kkkkk
      quase surtei quando terminei de escrever exatamente as 02h00 da manhã! mas valeu muito a pena, eu gostei <3 A TAYLOR É A MELHOR! espere até o próximo, estou com todo o gás! HAHAHA

      Excluir
  4. Que lindos 😍😍😍
    Aleluia kkk se beijaram 😍
    Joe está sendo um ótimo pai. ❤️
    Super ansiosa para saber mais
    Posta logooo
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bati o recorde de beijo!
      superei BYL <3 mas foi completamente perfeito, a não ser pela demetria que empurrou esse gostoso, ai JESUS! não posso com isso, me estressei com essa mulher, mas... foi bom. o segundo beijo vai ser melhor, tenho certeza HAHAHA.
      pode deixar, vou postar sim o/

      Excluir
  5. DEMI CUZONAAAA 😪 aí q droga tava dando até pulinhos achando q ia ter hot… fui otária mas eu posso me conformar cm um beijo
    Finalmente o beijo , né !? Poxa vida tirando a parte cu doce da Demi ta td perfeito ❤️ Até da parte cu doce eu gostei
    Posta logo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu fiquei revoltada com ela tbm, acredite!
      #FomosTodosOtários </3 vai ter declaração, vai ter treta e mais treta, vai ter um segundo beijo e tudo mais, depois o hot!
      fico feliz que tenha gostado kkkk demi vai fazer muito cu doce, mas vaia acabar cedendo... OH GLÓRIA! pode deixar, posto sim.

      Excluir
  6. Opa, as coisas tão esquentando, hm? Demi.. "fala que não quer mais n tem vergonha na cara" hahahah taca lhe pau, amei... Não, não está bom..... Está ótimo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIM E VÃO PEGAR FOGO!
      oh glória, eles vão se pegar de novo em breve <3
      vão tretar, xi... vai acontecer muita coisa kkk

      Excluir
  7. Até Dianna já percebeu que eles dois querem um ao outro. Agora Demi tem que deixar o orgulho de lado e deixar rolar. Eu tenho certeza de que ela esta doida para que Joe realmente tenha mudado para que eles possam ficar juntos.
    Esta mais que perfeita essa fic, a cada capitulo eu me surpreendo ainda mais com o quão perfeito vc pode escrever. BEIJOOS ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. todo mundo percebeu, eu, tu... nós!
      só falta a demi, pq o joe vai sambar no próximo capítulo <3
      segura esse homem.
      eu tbm estou me surpreendendo pq eu não tinha planejado isso que está acontecendo agora e está incrível! fico feliz que esteja gostando, obrigado pelo carinho.

      Excluir
  8. OMG
    NINGUEM SAI
    TO PASSANDO MAL
    Esse capitulo ta divino
    E esse final?!
    Eu jurava que ia ter hot, nunca pensei que fosse ser otaria.. fui otaria kkkk'
    Posta logoooo
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JULIANA ESTÁ DESMAIADA!
      fico feliz que tenha gostado
      até eu jurava que teria, mas me controlei...
      tudo esta tendo um tempo certo nessa fanfic e eu não quero estragar, está tão bom assim. novamente #FomosTodosOtárias
      pode deixar, posto sim

      Excluir
  9. ESSE BEIJO
    NINGUÉM SAI
    COROLHO QUERIA ESTAR MORTA
    Mas é ano novo né gent! Uns bjos não matariam ninguém, muito menos um bjo do Joe -emoji da lua-
    Tipo a Lycia, pensei q teria hot e fui troxa pq não teve kkkkkkkk
    Ansiosa pelo próximo capítulo! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu me joguei na BR! kkkk
      beijo ou não beija? beija, beija
      não mata mesmo, mas demi é muito dramática rsrsrs
      igual a ela nessa fanfic... não tem!
      até eu fui otária, otária pela minha própria fanfic! vê se pode? - emoji de choro -
      vou postar em breve, ele está muito jdfbsdljkgsfdioçvlnfdh! rs

      Excluir
  10. Eu tinha feito um comentario super lindo, tudo de bom mas o blog deu upuma recarragada e acabou cmg e meu lindo comentario, to boladona
    Agr to cm raiva akdksk
    Amei o beijo, to louca pro hot, rerere
    Amando a relaçao pai e filho do Ariel, q amo muito, e do Joe!
    N achei q ele fosse ser tao bem recebido pela familia da Demi! Fiquei besta ajsj
    E mais uma coisa;
    QUERO UM JOE P MIM!
    ele ta ficando um amor, nho nhozinho, to amando.
    Por favor, continua!
    Esse comentario n ficou tao bom cmo o outro q eu tinha feito, sniff
    Beijos, amo vc ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu te entendo, acontece muito comigo :( principalmente quando estou pelo celular. trágico, trágico.
      fica calma, está tudo bem... compreendo perfeitamente.
      eu tbm estou, pensei em escrever nesse capítulo...
      mas me segurei, pois tudo aqui está tendo um tempo certo e esta indo tão bem :) estou tão feliz com essa fanfic.
      são pessoas de cidade pequena e simples, sem contar que as tias da demi são tipo uma torcida organizada pro joe KKKKKKKKKKK jogada na BR!
      eu tbm quero, ai... santa tell me (88) rsrs
      fico feliz que tenha gostado
      vou continuar, pode deixar <3 ficou bom sim
      tbm te amo *-*

      Excluir
  11. Eu não sei nem o que dizer.
    Eu to DESTRUIDA, literalmente.
    Você arrasou, como sempre mulher.
    E se esse beijo puder servir como um pré hot, puta merda (me desculpe o palavreado, kansjs), mas eu já to sem fôlego só de imaginar <3
    Enfim, é ruim comentar pelo cel, então to sendo bem breve, porque não podia deixar passar depois de todos o móveis, eletrodomésticos e inclusive minha própria casa cair anbsja
    Posta mais logo, meu coração é fraco.
    Beijossss <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. #JogadasNaBr
      obrigado, eu estava na duvida se essa capítulo havia ficado bom... pois eu tive dificuldades para escreve-lo. que isso, aqui os palavrões são liberados HEHEHE eu te entendo, depois que escrevi... meus dedos coçaram para escrever o hot! mas eu resisti a tentação de escreve-lo, pois não era o momento certo. ai meu Deus, socorro kkkkkkkkkk fico feliz que tenha gostado *-*
      pode deixar, posto sim.

      Excluir
  12. Oê moça Jéssie, tudo na paz?
    JESUS QUE CAPÍTULO FOI ESSE SAUIHGSDJHGSGJ VC REALIZOU MEU "PEDIDO'' DO BEIJO DE ANO NOVO... E QUE BEIJO!!!!! SEM OR ESTOU SEM AR, QUERO JOSEPH NU NA MINHA CAMA! UAHUAHUAHA
    O capítulo foi lindo e eu quero mais sobre a Taylor, ela é tão.. Eu. Ta tudo perfeito e mais uma vez quero elogiar o José Adão por estar virando homenzinho. E, só mais uma coisa: QUANDO VAI TER HOT? HAUAHUAHA' Tô ligada que Demi n vai se segurar por mto tempo, hein? HAHAHAHA.
    Beeeijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oê, tudo sim e vc? :)
      sim, eu realizei e quase tive um surto quando terminei de escrever kkk
      foi uma realização para todos.
      vou tentar fazer mais momentos dela com a demi ou quem sabe flash backs? isso vai depender da minha cachola rsrsrs' fico feliz que tenha gostado e quase ia perguntar de que joé você estava falando... eu boiei por breves segundos, esquece kkkkkkkkk sim, ele esta se tornando um homem maravilhoso e eu já quero um desses pra mim! EM BREVE HAHAHAHA eu estou tão ansiosa. não vai mesmo não, quando acontecer esse povo vai sair destruindo a casa (66 escondam os forninhos :"D

      Excluir