Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

16/03/2016

Broken Frame: Capítulo 25 • Soulmate



LAGO DE ZURIQUE, 10:00 P.M

          A festa estava oficialmente acabada e agora, Demi estava terminando de lavar algumas louças. Os outros haviam acabado de ir dormir, depois de muita insistência! Eram convidados e não deveriam fazer esse tipo de serviço. Ela repassava alguns momentos da festa em sua cabeça, sorria satisfeita, Samuel havia gostado bastante e era esse o objetivo desde o inicio. Ela lavou as mãos assim que terminou tudo, secou-as e resolveu checar se estava tudo ajeitado nos fundos. Acendeu as luzes e assustou-se ao ver Joseph deitado no gramado, ele estava falando sozinho? — Joseph. — Demi disse o nome dele com a voz firme, ele levantou a cabeça e olhou para ela. — O que está fazendo?
— Eu não quero entrar. — Demi riu, não conseguiu acreditar no que estava vendo. Joseph Carpenter estava bêbado? 
— Não?
— Gigi vai acordar e irá me interrogar. — Ele fez uma carreta engraçada e Demi aproximou-se dele. Não seria legal que os outros ouvissem ele falando alto!
— Ela não vai fazer nada disso, o.k? Um pouco antes da festa acabar, ela foi carregada para dentro. Acho que sua namorada caiu bêbada, então seja lá o que ela queria, não será mais possível fazer! Vamos entrar. — Demi lhe ofereceu-lhe uma das mãos para ajuda-lo — Está ficando frio, você pode pegar um resfriado e vai ficar muito puto com isso! Eu cuidarei de você. — Ele pensou por alguns segundos antes de finalmente aceitar e entrar com Demi. 

          Subir aqueles degraus com ele apoiado em seus ombros foi difícil no inicio, Joseph falava sem parar sobre coisas que ela mal prestava a atenção, mas sentia ainda mais vontade de rir. Quando finalmente conseguiu chegar ao corredor, o levou para seu quarto e encostou a porta. — Você precisa de um banho. — Demi suspirou e o observou. 
— O banheiro desse quarto não é apropriado, mas agradeço sua preocupação.
— Você é o primeiro bêbado educado que vejo em anos! — Ela comentou rindo enquanto desfazia-se do casaco que usava. — Quantas cervejas bebeu?
— Duas.
— Isso incluiu aquelas que você bebeu escondido da Selena? — Demi arqueou uma das sobrancelhas. 
— Quatro. — Ele suspirou derrotado. 

— O que te deixou tão mal ao ponto de querer ficar chapado? — Ela perguntou rindo. 
— Você— As mãos de Demi tremeram contra a barra da própria calça que vestia, ele só podia estar brincando! — Você conversando daquele jeito com Nicholas, falando com todos e simplesmente ignorando minha existência ali. — A voz dele estava estranhamente tranquila, ele estava se confessando? — Você me tira do sério! — Ela entrou no closet para tirar aquela roupa, suas mãos ainda tremiam e as palavras dele ecoavam-se ao redor dela. — Venha aqui, por favor. Disse que cuidaria de mim, então faça isso direito! — Ele riu. 

          Um jogo, aquilo só poderia ser um jogo! Demi caminhou até ele, estava envergonhada e nervosa com as palavras dele. Tanto que não foi capaz de olha-lo diretamente! — Olhe para mim. — Algo dentro de Joseph estava gritando e desejava o amor daquela mulher com todas as suas forças! Nenhum dos dois teve coragem de colocar um fim naquele contato visual, era forte e muito intenso. Segurou-lhe ambas as mãos, puxando-a para si. Demi sentou-se em seu colo, sentiu o calor do corpo dele contra o seu. Seus pensamentos mais perturbadores acalmaram-se e ela tocou-lhe o rosto. Joseph sentia suas próprias mãos tremerem em contato com a pele dela, macia e sedosa. Algo nela parecia reconhece-lo, sentia-se acolhido e em paz depois de tanto tempo. Como aquilo era possível? O motivo de sua guerra, poderia ser o mesmo motivo de sua paz? Era tão confuso, mas foi incapaz de pensar em alguma coisa que fizesse sentido. Ele não ouvia nada além de sua respiração e seu coração que batia acelerado junto ao dela. Sabia o que estava para acontecer, mas qualquer resistência seria em vão! Demetria aproximou-se devagar, Joe pode contemplar o desejo nos olhos dela e inclinou lentamente sua cabeça para que seus lábios se encaixassem. As batidas, cada vez mais fortes e aceleradas. Os corpos aqueceram-se, quentes, cada vez mais quentes! — Demi? — Ele chamou, segurou-lhe o rosto e olhou para ela. Os olhos estavam abertos, estáticos e aquilo o assustou! 
— Eu estou com medo. — Ela disse ainda ofegante. Joseph acariciou sua bochecha com o polegar, Demi o olhou e quase chorou. 
— Você não tem o que temer, estou aqui.
— Se eu soubesse que você ficava assim, teria te embebedado muito antes. — Eles riram juntos e baixinho — Eu sinto tanto a sua falta. — Demi o abraçou, apoiando sua cabeça no ombro dele e as mãos em suas costas. 
— Demetria, eu...
— Não vou deixar que fuja de mim, não está noite.
— Acho que não seria capaz de fazer isso, nem se eu realmente quisesse. — Joe suspirou afagando-lhe os cabelos — Eu também... sinto... sua falta. — Ele disse entre pausas sentindo o nó se formar em sua garganta. 

— O que te impede de voltar, Joseph? Aproveite que ainda está bêbado e tire o peso dos seus ombros.
— Meu orgulho... ele e... eu não consigo te perdoar. Eu quero, mas não consigo! As lembranças que você perdeu estiveram comigo o tempo todo, como se o responsável por rouba-las fosse eu e talvez, talvez eu realmente seja.
— Conte o que aconteceu, por favor.
— Seria como... enfiar uma faca no seu coração, eu não posso fazer isso com você. — O soluço escapou pelos lábios de Joe e Demi afagou seus cabelos dessa vez. Ela respirou fundo tentando conter as próprias emoções, mas estava muito difícil! 
— Eu vou sofrer de qualquer jeito, por favor.
— Peça qualquer coisa, menos isso. 

— Me responde uma pergunta?
— Claro, mas...  — Demi levantou sua cabeça devagar, seus sentimentos expostos! — Minhas costas estão doendo, importa-se de deitar comigo? — Ela apenas balançou a cabeça e eles se deitaram. Demi sentiu-se completa outra vez enquanto repousava sua cabeça no peito dele, era uma sensação muito boa. 

— Você ainda me ama?
— Eu estive tão fora de mim nos últimos meses, mas quando soube que estava me procurando... algo que havia escondido dentro de mim, reapareceu. Aquela pequena chama dentro do meu coração acendeu-se e desde aquele dia você habitou meus pensamentos. Tentei fugir deles, mas quando você chegou essa fuga ficou cada vez mais difícil! Entrei em conflito, meu lado racional e orgulhoso contra meu coração. Uma guerra tão violenta que até hoje me faz sofrer, rolar na cama e chorar de pura frustração. Você deve se perguntar: tantas palavras para uma simples pergunta? Mas a verdade é que nunca consegui ficar em meias palavras com você, nunca! Sendo ou não uma discussão e agora não poderia ser diferente. Eu ainda te amo e queria que fosse pouco, mas não é. Isso me... eu... não consigo explicar, eu não sei como lidar com isso! — Joseph chorava novamente, mas Demi absorvia cada palavra e não foi capaz de se mover para consola-lo. — Todos os momentos que passamos juntos eu fiquei desejando mais, mais tempo com você e mais de você. Não importa quanto tempo eu tenha com você aqui, sei que ainda sim não será tempo o suficiente para matar a minha sede! Sede você, sede do seu amor e eu... — Demi o interrompeu com um beijo, suas lagrimas se misturaram e ela se afastou devagar para olha-lo. 
— Você acabou comigo, maldito! — Ela sussurrou e secou as lagrimas dele. — Eu também te amo e preciso que você me prometa uma coisa.
— Qualquer coisa.
— Me prometa que vamos colocar tudo em pratos limpos, não importa quanto tempo eu demore para diferir tudo! Eu sei que é estranho pedir que me prometa isso, mas não suportaria você desistindo de mim.
— Eu prometo.
— Obrigada. — Demi segurou uma de suas mãos e depositou um beijo ali. 

— Não vai ser fácil, mas realmente espero que entenda meu lado. — Ele sussurrou um pouco atordoado. 
— Eu vou tentar manter tudo sob controle. — Demi bocejou sentindo o peso do dia sob os ombros. 
— Você precisa descansar, não acha?
— Eu não quero fechar meus olhos. — Joe olhou para ela de forma curiosa — Quero olhar você assim de pertinho e ter certeza de que não estou sonhando. 
— Você não está sonhando, vamos descansar juntos.
— Juntos me parece bom. — Demi sorriu e sentou-se na cama para ajuda-lo a retirar aquelas roupas. Seus dedos em contato com a pele dele, Joe arrepiou-se e tentou não parecer desconfortável quando ela desencaixou a prótese de sua perna. 

— É estranho, eu sei. — Ele riu sem humor. 
— Não, não é estranho. — Demi tocou-lhe o rosto e sorriu — Eu realmente não vejo isso como algo ruim, entende? Você pode pensar como uma especie de maldição, mas vejo uma benção. Joseph você poderia ter morrido e nada disso seria real, eu provavelmente estaria perdida agora. Você continua sendo o mesmo homem pelo qual me apaixonei e o fato de você ter perdido parte da sua perna, não implica em nada. Pare de se sentir inseguro com isso e acredite um pouco mais em si mesmo, o.k? — O silêncio dele deixou Demi um pouco preocupada com aquela situação — Disse alguma coisa que não devia?
— Você disse tudo, Demi. — Ele sorriu, os olhos brilhando por causa das lagrimas, mas ele não chorou. — Depois você diz que eu sou o maldito que acabou com você, oras! — Riu baixinho e deixou um bocejo escapar entre seus lábios também. — Acho que estou pronto para dormir e você? — Demi aconchegou-se em seu peito, puxou o cobertor para cobri-los e sorriu. 
— Agora sim, estou pronta.
— Boa noite.
— Boa noite, Joseph. — Um ultimo beijo, calmo e apaixonado antes dos dois finalmente dormirem. 

***

          Fortes batidas na porta, alguém gritando seu nome. Mandy? Maldito dia em que havia viajado sozinha para Suíça! — O que você quer aqui? — Demi encarrou-a com cara de poucos amigos. 
— Imaginei que estivesse aqui, Demi. Soube que você e Joseph brigaram, sinto muito por isso.
— Sente muito? — Ela riu ironicamente — Achei que tivesse comemorando isso, sabia? Mais uma chance para você destilar seu veneno!
— Eu vim conversar com com você, o.k? Joseph estava completamente errado e vim aqui te aconselhar.
— Me aconselhar? O seu concelho é a última coisa que quero agora! — Mandy adentrou na casa, mesmo sem Demi lhe dar permissão. 

— Ele está brincando com você e achei melhor abrir seus olhos.
— Brincando comigo? O que você sabe, Amanda? Você não sabe de nada! — Demi parou em meio a sala e cruzou seus braços. 
— Você se esquece de que cresci com ele, eu tenho mais conhecimento sobre a pessoa que ele é do que você. — Ela sentou-se no sofá e cruzou as pernas colocando sua bolsa de lado. 
— Eu conheço meu marido.
— Conhece tão bem que se surpreendeu com o machismo dele, não é mesmo? Foi uma cena e tanto!

— Se você continuar com isso, eu vou...
— Você vai me agradecer, querida. Onde está seu orgulho? Sua ambição? Desde quando Demetria Lovato é uma submissa nessa relação? Você já teve dias melhores nesse casamento.
— O que você acha que sabe sobre mim, Amanda?!
— Sei que ele pisou feio na bola com você, Demi. Ele conversou comigo, mas não suportei ouvir tanta merda! Joseph te humilhou na frente de muitas pessoas, pessoas que você conhecia e também tinha aqueles fofoqueiros de plantão. Você não lê os sites de fofoca, não é mesmo? Tem até uma foto sua saindo de lá jogando os cabelos, foi minha favorita!

— Como assim "tanta merda"?
— Ele me disse que a culpa foi sua e que estava se esfregando aquele seu amiguinho como uma vadia— O sangue de Demi ferveu! Os punhos se cerraram e foi nesse momento que Mandy retirou uma garrafinha da bolsa. — Eu fui sim muito apaixonada por ele, mas isso é passado. O.k? Como mulher me senti no dever de defende-la e foi por isso que briguei com ele. — Ela levou a garrafa até os lábios, mas não bebeu nada.  
— Vadia? Ele me chamou de vadia?!
— Sinceramente, eu não o reconheci. 
— Ele me paga! — Demi disse nervosa andando de um lado para o outro — O que ele está pensando? Eu tenho minha vida e posso muito bem ir em comemorações, oras. Ele tem os amigos dele e eu tenho os meus! Porra, será que é tão difícil entender isso?!

— Você está tudo nervosa, querida. — Mandy levantou-se caminhando até ela — Beba um pouco, vai te fazer bem. 
— O que é isso?
— É um composto caseiro contra estresse e ansiedade, mas não tem contra indicações. — Demi não pensou duas vezes antes de virar toda aquela garrafa dando um longo gole. 
— Você usou álcool nisso? — Ela perguntou após sentir sua garganta arder. Aquilo parecia ser whisky e mais alguma coisa, tinha um gosto extremamente forte! 
— Um pouquinho, mas não lhe fara mal. Eu tenho mais, você quer?
— Eu não deveria beber nada com alcool.
— Joseph quem lhe disse isso? Você pode se controlar muito bem sozinha, Demi. Beba o quanto quiser e pare quando você achar que deve parar!
— Eu quero. — Mandy lhe entregou mais uma garrafa e a observou beber tudo de perto.

— Isso mesmo, faça-o pagar!
— O que foi que disse? — A voz de Mandy soou distorcida em seu ouvido.
— Vou buscar algumas coisas que trouxe e deixei no carro. Me espere lá em cima, eu volto logo. O.k? — Demi apenas assentiu e subiu as escadas.

***

          Demetria levantou-se bruscamente sentando-se na cama, ela estava ofegante e sentia todo o corpo tremer. Ela suava de nervoso e sentia sua cabeça latejar! — Céus, o que foi isso?
— Demi, o que foi? — Ela sobressaltou com o toque das mãos de Joseph.
— Que horas são?
— Quatro da manhã, o que você tem?
— Eu tive um pesadelo. — Demi não entendeu o motivo de não conseguir olhar para ele. Ela realmente tinha que lembrar de coisas ruins ali tão perto dele? Perguntava-se até que ponto ele sabia. Não era possível que Joseph soubesse os mínimos detalhes ou era? Tantos questionamentos em sua cabeça, estava tão perdida neles que assustou-se novamente com Joseph. Seus braços envolveram-na num abraço, ele sentiu uma certa resistência da parte dela e soube naquele momento que algo estava errado.

— Você viu alguma coisa?
— Não quero pensar nisso, por favor. É tão estranho e sempre acontece alguma coisa ruim comigo! Pensar que isso pode piorar, me deixa tão... tão... desesperada. — Ela segurou aquele pequeno coração da gargantilha e suspirou. — Meus limites estão sendo testados, sinto como se não fosse suportar e é horrível! Eu já cai tantas vezes, falhei e magoei pessoas... não posso fazer isso, não outra vez.
— Shhh... — A mão dele foi ao encontro da dela — Eu sei que você ficara bem, Demi. Você é forte! É a pessoa mais forte que eu conheço e vai passar por isso como uma campeã, eu sei que vai.

— Você falou como se não fosse estar comigo. — Ele reconheceu o coração na gargantilha e sorriu um pouco nostálgico.
— Se você quiser, eu estarei. — Os lábios quentes contra sua pele, Demi arqueu a cabeça para trás e fechou os olhos por um momento.
— Eu quero.
— Então está decidido, não se preocupe mais.
— O.k. — Demi virou-se devagar para ele. Era visível a preocupação dele, mas seus olhos pareciam estar focados em seu pescoço. — O que foi?
— Eu me lembro disso, não acredito que você guardou. — Ele sorriu. Joseph não tinha mais todos os presentes que havia ganhado de Demi, ele se livrara de muitos deles por puro ódio!
— Tenho cada um dos presentes que você me deu, guardo todos com muito carinho.

— Você se sente melhor? — Joe puxou-a para se deitar novamente com ele.
— Um pouco. — Sorriu brevemente e segurou em uma das mãos dele — Seu amor continua sendo maior que o coração? — Ela perguntou baixinho beijando cada um de seus dedos.
— Muito maior, querida. — Ele encostou sua testa na dela, fecharam os olhos juntos e entregaram-se ao beijo.

DIA SEGUINTE, 09:00 A.M

          Joseph levantou-se, vestiu-se e saiu de forma silenciosa do quarto de Demi. Ele queria muito ficar e para vê-la acordar sorrindo, mas algo lhe dizia que não seria bom que alguém o visse saindo de lá. Abriu a porta de seu quarto, entrou de forma silenciosa e assustou-se quando as luzes se acenderam! Gigi estava sentada na cama, ela não tinha uma expressão boa em seu rosto e parecia estar segurando o choro. — Você estava com ela, não estava?
— Gigi, eu...
— Você não pode explicar, não pode! Nisso aquela sua amiguinha tinha razão, você ainda ama aquela mulher e eu, eu fui muito inocente de acreditar que algum dia você chegou a gostar de mim.
— Isso não é verdade!

— Como não, Joe? Eu ouvi vocês ontem! — Ela respirou fundo — Você esteve fugindo dos seus sentimentos o tempo todo, seus verdadeiros sentimentos. O que você sentiu por mim foi uma mentira, você mentiu para mim durante todos esses malditos anos!
— Por favor, deixe-me conversar com você. — Ele aproximou-se devagar, sentou-se ao lado dela e segurou-lhe uma das mãos. — Eu estava cego de ódio e nunca imaginaria que as coisas fossem chegar onde chegaram!
— Você prometeu que nada mudaria. — Ela começou a chorar, mas continuou de cabeça erguida o encarrando.
— Eu estava tentando dizer aquilo para mim o tempo todo, mas me vi completamente dividido. Não me orgulho disso, mas não posso continuar mentindo para mim, para você... você merece alguém melhor do que eu!

— Você me viu como eu realmente sou, Joseph. Foi o único que conseguiu e acho que isso fez com que eu me apaixonasse por você!
— Existem bons homens nesse mundo, querida. — Joe secou as lagrimas dela e acariciou-lhe a bochecha com seu polegar. — Você é uma jovem bonita e incrivelmente forte, Gigi. Vai encontrar alguém que te ame incondicionalmente, eu tenho certeza disso. — Ele depositou um beijo em sua testa — Eu sinto muito por falhar com você, não mereço que você me ame.
— Merece sim, você um homem incrível. — Ela sorriu entre lagrimas.

— Eu nunca vou ser capaz de te agradecer por tudo, mas saiba que se estou aqui de pé hoje... é por você, o.k? São méritos seus, apenas seus! — Ela o abraçou forte e Joe retribuiu passando os braços em volta dela. — Admiro sua força, sabia? Você poderia ter desistido de mim, mas amou cada uma das minhas imperfeições.
— Você me amou de verdade?
— Eu te amei muito, Jelena. — Joe afagou-lhe as costas — Por isso peço que me perdoe, o.k? Me perdoe por não ser capaz de ama-la como você merece.
— Joseph, eu preciso de um tempo.

— Você vai embora?
— Será melhor para todos nós. — Gigi levantou-se e caminhou sem rumo pelo quarto — Não se preocupe comigo, eu ficarei bem. — Joe levantou-se, estava atordoado, não pensou que tudo acabaria desse modo. Queria ter conduzido tudo de uma forma que não fosse capaz de machuca-la, mas foi algo além do seu alcance!
— Eu vou ver o pessoal lá em baixo, caso precise de alguma coisa é só me chamar.
— Obrigada. — Ela disse sem olha-lo.

— Nos veremos novamente? — Ele perguntou parado em frente a porta.
— Isso é algo que só o tempo será capaz de responder, Joseph. — Joe suspirou pesadamente e saiu.

--

boa noite meninas, tudo bem com vocês?
ainda estou naquela bad, mas consegui escrever um capítulo com jemi de uma forma decente, yep. o que vocês acharam? pra mim foi uma grande avalanche de acontecimentos, declarações e... tivemos um flashback revelador. só para constar, ele vai ter uma continuação b a f ô n i c a!
vocês conseguem imaginar como será a continuação? contem pra mim nos comentários
 respostas aqui e aqui espero que tenham gostado do capítulo
por hoje é só, mas voltarei em breve
beijos

 

"eu ainda te amo" as meninas representando geral, hahaha

17 comentários:

  1. Minha querida...
    QUE PORRA VOCÊ FEZ CMG? EU TÔ PIRANDO! MINHA IRMÃ TÁ ACHANDO QUE EU SOU MALUCA! EU DESLIGUEI A TELA DO CELULAR MIL VEZES SEM ACREDITAR!!!! TÁ PERFEITO DEMAIS. ELES DOIS NASCERAM UM PARA O OUTRO... SÃO TÃO FOFINHOS... ❤
    CONTINUA PELO AMOR DE DEUS!!!
    VOCÊ ESCREVE BEM PRA CÁ RALHO E EU ME SINTO MEIO QUE NA FANFIC, ENTENDE?
    NÃO VOU MAIS CONSEGUIR PARAR DE GRITAR! ESSA É A MELHOR FANFIC EVEEEEEEER!!!!! ❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  2. AI MEU CORAÇÃO <3 QUE LINDO ESSE CAP <3 <3 <3
    Deixa eu ver se eu entendi, jemi está quase voltando né? foi isso mesmo? meu hert </3 posta logo, please. bjs

    ResponderExcluir
  3. MANO EU NÃO SEI O QUE DIZER, FOI TIRO PRA TUDO QUANTO É LADO E EU ESTOU JOGADA NO CHÃO NESSE MOMENTO.
    O QUE EU POSSO DIZER DESSE MOMENTO JEMI?
    NÃO POSSO DIZER NADA PORQUE EU SÓ SEI SENTIR, AI MEU CORAÇÃO...
    ELES DORMINDO JUNTINHOS, SE DECLARANDO.. TÃO PERFEITOS <3
    FIQUEI COM DÓ DA GIGI :( COITADA...
    ESPERO QUE ELA SEJA FELIZ, MAS EU NÃO POSSO NEGAR, ADOREI QUE ELES TERMINARAM...
    JESSIE REALMENTE EU TO TENTANDO ESCREVER ALGO DECENTE NESSE COMENTÁRIO MAS EU NÃO TENHO PALAVRAS, SÉRIO, EU TO JLASHFJKASFASG
    A CONTINUAÇÃO DO FLASHBACK É DEMI SE LEMBRANDO QUE TRANSOU COM NICK, AMÉM IRMÃOS? AMÉEEEEM!!
    DESCULPA NÃO COMENTAR NO OUTRO CAPÍTULO...
    TO ESTUDANDO PRA PRESTAR VESTIBULAR NO MEIO DO ANO, ESSAS COISAS DE DECIDIR FACULDADE, PRESTAR VESTIBULAR, PROCURAR EMPREGO É UM SACO, NÃO QUERO, SOCORRO
    ENFIM, A-M-E-I O CAPÍTULO, PERFEITO, MARAVILHOSO, MEU FAV ATÉ AGORA, XODÓ <3
    POSTA LOGO, BJS GAUTA

    ResponderExcluir
  4. Jéssica precisamos conversar sobre um assunto muito serio.Como você não deixa eu ressuscitar dos últimos dois capítulos e chegar o forninho que você me devolveu ele não vem de Sedex não.Que capítulo foi esse My God.Esse momento Jemi Joe dizendo seus sentimentos pra Demi que se ela quisesse ele ia está ao lado dela, ele notou a gargantilha,Teve beijo,Gigi indo embora por um bom tempo ou pra sempre,a Demi ta perto de lembrar de tudo né?
    Você é a melhor Jessie... Beijos de Glitter e muita inspiração

    ResponderExcluir
  5. heey, estou a espera do proximo...
    ta ficando perfeito isso *-*

    ResponderExcluir
  6. CE TA LOCA MIGS? ISSO AQUI É MAIS QUE TRA TRA TRA ISSO É TIRO PORRADA E BOMBA EU NÃO VOU SOBREVIVER EU JÁ TO VENDO A LUZ EU ACHEI QUE IA TER PPKA MOLHADINHA MAS VOCÊ DESVIU AI EU FIQUEI COMO? FIQUEI BOROCOXO (não sei se mais alguém fala isso) QUE MOMENTO JEMI BAFO E ELES SE AMAM E DORMIRAM JUNTOS E TEVE BEIJO E GARANTO QUE NESSE MOMENTO A PPK MOLHOU ISSO ISSO ISSO
    OLHA SÓ EU NUNCA TE PEDI NADA MAS SERÁ QUE DA PRA POSTAR TODO DIA UM CAPÍTULO? ASSIM NÃO PRECISA SER MUITO GRANDE TA BOM
    OLHA SÓ MEU REMÉDIO ACABOU E COM ESSE CAPÍTULO MINHA ANSIEDADE TA A MIL QUERIDA E ACHO QUE VOU INFARTAR
    EU ADORO ESSE BLOG ADORO ESSA FIC ADORO VC E AGORA BORA ESCREVER OUTRO CAPÍTULO QUERIDA

    ResponderExcluir
  7. PERA QUE EU VOU ALI ME JOGAR NO CHÃO E JA VOLTO.
    Voltei...
    MENINA O QUE FOI ISSO? QUE CAPITULO FOI ESSE? QUE MOMENTO FOI ESSE?
    EU TO JOGADA AQUI NESSE CHÃO
    SÉRIO
    Tomara que as coisas agora se resolvam pra eles porquê quero eles juntos pra ontem e quero que Gigi e o nick (sim ele tbm) se foda kkk
    Posta logooo
    Não to sabendo lidar com 3 dias de espera não, se a senhora quiser postar mais rápido já pode kk
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. PUTA QUE PARIU EU MORRI AQUI SABIA GAROTA? BAITA MOMENTO LINDO ESSE ❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️

    ResponderExcluir
  9. Aaaaaaaaaaaaaaah! Morta na casa da barbie! Morta estou, morta estou não posso respirar!!! Opa ressucitei kk, não posso morrer antes de comentar. Finalmente eles
    assumiram que se amam! Eu já sei que
    Sabrina e Samuel vão soltar fireworks
    quando souberem. Esse cap ficou tão
    fabuloso que eu li três vezes e já já tô lendo
    de novo pra acalmar o coração. Sinto que a
    reação de Demi vai deixá- la no chão isso vai acabar comigo; mas tem o Joseph que prometeu ñ desistir dela, então sobreviviremos. Posta logo ñ deixe suas leitoras sofrendo. Beijos!

    ResponderExcluir
  10. LEITORA NOVAAAAAAA!!!!! Oi, oi, Jessie! Comecei a ler sua fanfic dia 16 e simplesmente ADOREI, monamur. To adorando e espero que vc poste muito em breve! Mais uma na família aqui u.u

    ResponderExcluir
  11. TRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRATRAPUUUUUUULLLLL FINAAAAAAAAAAAAALMENTE MOMENTO JEEEEEEMI!
    JeEeeeeEEEEESIE QUE AMOR FOI ESSE CAPITULO, MAS CONFESSO QUERO A DEMI LEMBRANDO DE TUDO E TREEETAS KKKKKK ENFIM NAO SOU CAPAZ DE OPINAR NESTE MOMENTO!
    PRECISO DE MAIS MOEMENTOS COM A SABRINA SDDS DESSA LINDA </3
    FICOOOU MUITO BOOM! QUE VENHA PROXIMA CAP, DEMI LEMBRANDO DE TUDO E DANDO UNS TAPAS NA CARA DESSA MANDY! TA TUUDO PERFEITO, NAO GUEEENTO TRES DIAS NAO MULHER. PAAARABENS NAO DEIXA A BAD TE ALCANÇAR NAO, VAI FICAR TUDO TRANQUILO E FAVORAVEEEEL!

    ResponderExcluir
  12. PQP MELHOR CAP ATE AGORA! SERIO TO AQUI TOMBADA... Jemi me quebroi total! Me deixa fazer um pedido? DEIXA A DEMI QUEBRAR A CARA DA MANDY UMA HORA? MAS DAQUELA BEM DADAS MESMO! Faça sua leitora mais fwliz ainda! TO CHOROSA COM O CAP

    ResponderExcluir
  13. Todo dia eu venho aqui no site, conferir se vc postou outro capítulo e me decepciono quando naum tem!! ESSA ESPERA TÁ CABANU COMIGO, JESSIE! Eu não vejo a hora da Demi lembrar do que aconteceu e deixar a Mandy em coma... NÃO DEIXA ESSA BAD TE PEGAR, LUTE CONTRA ELA!! E POSTA MAIS UM CAPÍTULO FODAN, MONAMUR!

    ResponderExcluir
  14. Oi!! Pode ajudar a divulgar o blog? Ficaria muito agradecida!! :D
    http://arquivandoabiblioteca.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  15. sempre acompanhei suas fics mas só resolvi comentar agr.A sua fic tá maravilhosa, esse momento jemi me levou a loucura, menina quase que vc me mata, to muito curiosa pra saber o que vai acontecer. pff se dê posta logo hj. bjss��

    ResponderExcluir
  16. Esses momentos Jemi foi definitivamente os mais fofos da fic, to encanta, não sei nem como definir eles, eu simplesmente amei 😍❤
    Pronto a Demi lembrou do momento que a vaca da Mandy drogou ela,a Demi vai contar pra alguém ?
    A eu fiquei com um pouco de pena da Gigi.
    Amei o capitulo, esse é o meu preferido até agora ❤❤

    ResponderExcluir
  17. Ai meu coraçaaaaaaao. Como vocr faz isso comigo????
    Meu Deus do céu Jéssica. Que momento jemi foi esse??? Eu estou aqui jogada comoletamente no chão, nem sei como estou conseguindo postar esse comentário sério. Você acabou com todo o meu emocional, eu vou ficar comoletamente destruída quando essa fic acabar, ainda bem que você não tem um capítulo específico para parar de escrever essa fic maravilhosaaaaa. Estou ficando cada vez com mais medo da hora que a Demi descobrir toda a verdade. pensei que ela iria descobrir agora, meu coração foi a um milhão de batimentos kkkkkk.
    Não estou conseguindo superar esse eu ainda te amo. Seriooooo. Você acabou comigo.
    Beijos Jessie

    ResponderExcluir