22/05/2013

Capitulo 23 + Perguntinha




“Com a minha mão atrás de você, vou te segurar se você cair.

Ela me encara e por um breve momento parece arrependida, sua cabeça esta numa grande confusão isto é visível e ela parece não ter controle sobre os próprios atos. –Blanda isso teria sido diferente se tivesse me contado.
-Você me disse que odiava sua noiva!
-Mais foi tudo uma grande confusão, não era de Demi que eu falava.

-MENTIROSO! –Ela grita e bate-me novamente e dessa vez eu grito mais alto, tem dois vergões na minha barriga, eu sinto minha pele queimar e as lágrimas já rolam livres pelos meus olhos. –Você roubou tudo de mim... Roubou a minha filha.
-Eu juro que não sei do que está falando. –Digo entre um soluço.
-Bárbara seu burro! Eu fiz de tudo por aquela ordinária e na primeira deixa ela corre pra você. –Novamente mais dor. –O QUE EU FIZ PRA VOCÊ HEIN? O QUE! –Grita.

-PARA! –Grito. –EU NÃO AGUENTO MAIS, EU NÃO TENHO CULPA VOCÊ NÃO ME DISSE NADA A CULPA NÃO É MINHA! –Ela larga o chicote no chão quando vê que fez um pequeno corte perto do meu peito, ela começa a chorar... Essa mulher é mesmo louca e bipolar. –Blanda.
-Eu sinto muito. –Se aproxima de mim e toca minha barriga fazendo meus músculos a repudiarem.
-Não me toca!
-Eu posso satisfazer você Joe. –Começa a se agachar. –Eu vou mostrar pra você como era bom!

-FICA LONGE DE MIM! –Eu fecho meus olhos e só escuto o barulho de seu corpo contra o chão. Eu abro meus olhos e Bárbara esta a minha frente com seus olhos castanhos mel, cheios de lágrimas escorrendo pelo rosto, pobre menina.
-O senhor está bem? –Ela joga uma frigideira no chão, enquanto vasculha nos bolsos de Blanda as chaves das algemas que prendem meus pulsos ao pilar.
-Acho que sim.

"Bárbara seu burro!" –Suas palavras ecoam na minha mente.

Quando ela solta meus pulsos minhas pernas não tem força suficiente para suportar meu peso, e eu caio. Ele ergue meu rosto. –Eu sinto muito pela minha mãe. –Acaricia minha bochecha. –Eu vou buscar ajuda.
-Não precisa a ajuda esta bem aqui. –Eddie? Sim é Eddie. Ela se levanta e sai correndo, dois dos guardas entram e me ajudam a ficar de pé. –Devo ir atrás dela? –Assenti, ele abre a porta e sai. Vejo Demi de pé na porta um pouco confusa, ela pisca um pouco e os guardas passam por ela com Blanda ainda desmaiada.  

-Joe o que houve? –Ela vem até mim preocupada com seus olhos arregalados. –O que ela fez com você? –Abraça-me. Eu gemo. –Desculpe-me Joe.
-Amor não me toca. –Eu dou um sinal e os guardas se retiram. Ela os observa sair, eu suspiro. Estou me sentindo sujo! –Eu acabei de descobrir que eu tenho uma filha. –Ela abre a boca mais as palavras não saem. –Eu estou tão chocado quanto você e isso foi antes de você Demi. –Eu me sento e gemo. –Ela me chicoteou e tentou me usar. E ela nunca me procurou, seu pai saiu atrás dela a... Bárbara.
-Bárbara?

-Foi por isso que ela veio atrás de mim... Blanda era uma maníaca sexual e eu era apenas um garoto marrento e rebelde que queria levar o pai a loucura e foi um descuido... E olha no que deu! Meu passado voltou para me atormentar. –Balanço a cabeça, ainda é muito para que eu assimilasse.
-A culpa não foi sua.
-Eu não sei o que vou fazer.
-Vamos dar um jeito e conversar com ela.

-Eu tenho medo da imagem que ela passou de mim para aquela garota Demi, ela mal me olhou nos olhos e na primeira oportunidade saiu correndo de mim! –Eu tenho lágrimas nos meus olhos.
-Eu vou falar com ela Joe. –Beija minhas mãos.
-Você não precisa amor.

-Deixe-me. –Se afastou ainda segurando minhas mãos. –Venha, você precisa de um banho para relaxar... Está de noite Joseph.
-Boa noite. –Bruna entra sorrindo, radiante e apaixonada. –O que houve aqui? Por que Bárbara esta chorando? E agora você?
-Eu juro que explico depois. –Minha voz sai rouca e falha, Demi me da á mão e caminhando a passos curtos chegamos ao meu quarto.
-Vamos, venha. –Sua voz não tem emoção nenhuma.

-Amor... Você acredita em mim? Não acredita? Eu nunca faria isto com você. –Lhe abraço pela cintura.
-Você disse para não tocar você. –Fecha seus olhos e arrepia-se com o beijo que eu deposito em seu ombro... Pescoço e lábios. Ela gira os braços em volta do meu pescoço, sua língua estava contra a minha e elas dançavam desesperadamente demonstrando a necessidade e a vontade que eu sentia dela.

[Demi]

Muita coisa para mim, pensar e raciocinar! Minha deusa interior esta de lingerie vermelha selvagem e assenti de forma encorajadora para mim, mais eu por outro lado. –Joseph... Por favor... Não!
-Não? –Diz em tom de decepção

-Meu pai esta aqui e você esta neste estado, temos de falar com sua filha. –Ele assentiu e se despiu entrando na banheira entre gemidos. –Você fica aqui relaxando que eu vou ver como Bárbara esta. –Ele assentiu novamente. –Joseph não fica assim amor.
-Eu estou bem. –Dá de ombros. –Pode ir, depois conversamos. –Encosta a cabeça e fecha os olhos. Sabia que ali já era fim de conversa, Joe não gosta muito de ser rejeitado... Eu beijo sua testa. –Eu já volto. –Sussurro e mordo de leve o nódulo de sua orelha ele sorri fraco para mim enquanto eu saio. Meu pai esta sentado na mesa de centro enquanto Bárbara mantem a cabeça entre os joelhos e é possível ouvir seus soluços. Pobre garota! –Obrigado pai mais agora pode deixar comigo. –Ele assentiu.
-Ainda vai precisar de mim? –Eu o puxo de canto.

-Para onde levaram a mãe da garota?
-Ela tem sérios problemas mentais Demetria... Ela arquitetou um plano de vingança que até Deus duvida. –Murmurou. –Ela não quis falar comigo, só me contou que ela será apenas um fardo a mais.
-Que bobagem.
-E Joe como esta?
-Bem, aparentemente bem... Um pouco abalado. Ele esta no banho.

-Pois bem... Eu vou indo.
-Veio sozinho?
-Com um amigo, James, se lembra dele? –Assenti. –James venha até aqui. -O homem coça a barba mal feita, seus cabelos estão num tom grisalho e ele sorri ao me cumprimentar.
-Parece-me que há um invasor aqui. –Eu rio. –Será que eu posso?
-Claro. –Dou de ombros e ele toca a minha barriga, eu sinto o bebê mexer dentro de mim e é algo incrível. Ele tira a mão e ais poucos o bebê se acalma.
-Já sabe o sexo?

-Quero que seja surpresa. –Ele assentiu sorrindo.
-Posso dar uma dica? –Assenti. –Não pinte as paredes de rosa. –Ri. –Acho que devemos ir, você ainda tem algo pendente a resolver. –Nos despedimos.
-Mande um beijo para a mamãe e para a Madison. –Abraço meu pai.
-Pode deixar querida. –Beija minha testa e eles se vão. Agora é a hora! Eu me sento ao seu lado e afago de leve suas costas, eu não sei como lidar com esta situação e devo admitir que estou um pouco nervosa.

-Eu passei a minha vida toda querendo conhecer meu pai. –Soluça. –E eu descubro que ele é um rei que acaba de ser chicoteado pela minha. –Chora desesperadamente. –Ele me odeia. –Murmura.
-Claro que não Bárbara.
-Por que ele nunca me procurou então?

-Nos não tínhamos conhecimento sobre você. Foi um grande impacto para ele receber a notícia de uma forma um tanto... Traumática. –Ela olha para mim.
-Vocês são um modelo de família perfeita! E agora chega uma bastarda para estragar tudo.
-Não diga isso garota não se diminua... Joe gosta de você, eu sei como é se sentir sozinha. –Conto a ela minha história. –E eu não sabia que tinha mãe e muito menos que era princesa.
-Uau. –Arregala de leve os olhos.

-Ele só precisa de tempo. –Ela me abraça de lado o que me deixa levemente chocada, eu retribuo e passo meus braços a sua volta.
-Obrigado Demi, você é o tipo de mãe que eu sempre quis ter. –Meus olhos se enchem de lágrimas. –Eu sou uma completa estranha e você trata como se eu fosse. –Interrompo.
-Agora você faz parte dessa família, pode contar comigo. –Sorrio.

-E comigo também! –Bruna se joga no sofá. –Sério eu tenho uma irmã mais velha que legal! –Sorri eufórica. –Quando vamos fazer compras juntas?
-Em breve. –Sorrio. –Bruna, seu pai esta bem lá em cima?
-Ele esta na cama, acho que dormindo.
-Quer que eu faça algo para ele comer?
-Eu acho que ele esta sem fome. –Balanço a cabeça. –Creio que amanhã ele conversara com você, não se preocupe.

-Hoje você dorme no meu quarto, temos muito á conversar! –Bruna pega sua mão e sai lhe puxando. –Boa noite mãe.
-Boa noite Bebê!
-Boa noite Demi.
-Boa noite querida. –Ela sorri e sobe com Bruna. Em seguida eu subo e de volta ao quarto observo Joe dormindo, ele esta respirando tranquilamente abraçado ao travesseiro. De uma hora para outra sua respiração muda e ele começa a tremer isso sempre acontece quando ele tem pesadelos... Meu pobre Joe! Agacho-me ao seu lado e o sacudo de leve. –Joseph, amor é apenas um sonho ruim! Abra os olhos pra mim. –Ele acorda alguns segundos depois e pisca um pouco.

-Onde você estava? –Diz com a voz baixa.
-Amor no andar de baixo. –Me sento na cama. –Esta com fome? –Ele nega. –Estava conversando com as meninas.
-E?
-Bruna quer fazer compras! –Ele ri e balança a cabeça. –Ela gostou. –Dou de ombros.
-E você?

-Ela é uma boa garota. –Me levanto desamarrando meu casaco. –E tem muito de você se quer saber. –O olho através do meu ombro, ele sorri largo com cabelos levemente bagunçados e lhe dão um ar mais jovial. Escorrego o casaco pelos ombros e em seguida pelos braços. –Ela tem os seus olhos. –Penduro o casaco.
-O que mais Demi? –Inclina a cabeça para o lado olhando disfarçadamente para as minhas pernas.
-Bem... Ela vai lhe dar trabalho. –Ele ri. –Ela é muito bonita e Stefan tem amigos.
-Ó não! Vou por uma guilhotina na minha sala de estar. –Faz careta. –Três mulheres na casa eu estou podendo.

-Podem ser quatro. –Pisco e passo uma das mãos na barriga.
-Nop! Eu estou me sentindo um intruso no meio de tanta mulher. –Faz beicinho e volta a me observar.
-O que foi? –Eu sinto minhas bochechas arderem de leve e ele ri. –Joseph!
-Você esta tão linda. –Balanço a cabeça. –Esta sim, com essa barriguinha sexy. –Faço bico. –Demetria, venha aqui. –Me chama com o dedo indicador e eu vou. –Eu amo você ok? Se você falar que esta gorda outra vez. –Ameaça sedutor.
-Você vai fazer o que comigo? –Colo minha testa na dele e lhe dou um sorriso quente.

-Algemar você. –Eu rio. –Sra. Jonas, eu amo esse sorriso, não provoca... Você sabe que eu não aceito não como resposta. –Diz como se estivesse derrotado.
-Eu não disse não. –Passo meus braços em torno dele, ele arqueia a sobrancelha. –Também te amo Sr. Ameaçador e provocador Jonas! –Ele sorri.
-Acabou não é mesmo? Agora somos eu e você... As meninas e o bebê. –Passa seu nariz do meu.

-Esta apenas começando. –Dou-lhe um selinho molhado. Ele enterra sua mão nos meus cabelos enquanto vai se inclinando sobre mim até me colocar deitada. Ele sustenta seu peso nos braços que estão um de cada lado, com seus joelhos ele abre minhas pernas onde se encaixa melhor eu o acolho de forma imediata, sua barriga roça a minha conforme ele se movimenta agarrando a barra da minha camisola e puxando para cima jogando-a rapidamente no chão e voltando até meus lábios, ele esta de cinza-sedutor e eu começo a desabotoar sua camisa depositando beijos em seu peito e abdômen marcados pelo chicote... Ele geme! –Desculpa.

-Esta tudo bem, pode continuar. –Fico por cima dele com uma perna de cada lado e beijo seu peito enquanto suas mãos pairam sobre minha cintura onde ele aperta conforme vou descendo próximo as suas costelas, ele morde seu lábio inferior e aperta os olhos. –Basta. –Fica por cima de mim e beija suavemente meus lábios enquanto suas mãos apertavam meus seios e seus lábios já partia rumo ao meu pescoço, ele colou mais seu corpo no meu fazendo-me sentir o quão era ardente seu desejo por mim, apertei com força o lençol para não machucar suas costas já que ele não queria ser tocado. Ele começou a dar leves beijos em meus seios enquanto massageava um e sugava o outro, eu soltava gemidos altos. Com o passar do tempo ás coisas ficam modernas e ele investiu grandemente em nossos quartos para serem a prova de som... Principalmente no quarto das meninas.

-Demi é a prova de som mais não faz milagres. –Ri e pisca para mim descendo seus beijos até puxar a única peça que estava em meu corpo. Ele volta a me beijar e dessa vez eu protesto. –Ainda não querida.
-Jo-seph! -Gemo alto seu nome. –Eu quero muito você! Agora. –Ele olha nos meus olhos, ele já tem suor em sua testa.
-O que eu não faço por você Sra. Jonas? Você me tira do sério. –Eu sorrio.

-É por isso que eu amo você! Você gosta de controle e eu gosto de você no comando. –Beija minha barriga. –Mais desta vez... Eu dou conta. –Invade-me com força e eu gravo minhas unhas em suas costas, não consegui evitar! Ele grita meu nome num gemido. Conforme sua posse ganha mais velocidade, seus lábios estão colados nos meus. Eu jogo minha cabeça para trás de olhos fechados enquanto sua boca esta agora no meu pescoço. –Abra os olhos, eu quero que você olhe pra mim. –Eu olho em seus olhos e acaricia minha bochecha com seu polegar. –Eu amo você.

-Eu também. -Quase que em seguida grito seu nome num gemido alto mais ele não protesta.
-É o único lugar onde gosto que você me chame pelo nome inteiro. –Beija minha barriga e eu rio baixo. Sinto meu corpo estremecer cada vez mais, o suor já escorre por minha testa... Mais eu nunca me canso dele!

-Acho que agora é a minha vez. –Estou por cima dele, e ele ainda me olha com seus olhos levemente arregalados. Eu o trago para dentro de mim e ele estremece apertando minha cintura enquanto gemia.

[Joe]

Ás vezes eu penso em tudo que já fiz pelo mundo a fora e fico pensando se algum dia gostaria de voltar, mais não me imagino em outro lugar, em outra cama fazendo amor com outra mulher! Eu amo a minha mulher, ela me ensinou o verdadeiro amor! Quando chegamos ao ápice juntos depois de 1h eu a levo para tomar banho comigo, eu lavei seus cabelos e agora ela tem a cabeça no meu peito enquanto esta sentada entre minhas pernas. –Demi?
-Sim? –Beija meu peito e olha para mim.

-Esta tão calada.
-Foi algo que o amigo do meu pai me disse. –Franzo o cenho "amigo do meu pai"? Eddie trouxe macho pra minha casa? Faço careta e ela ri. –O que foi Joe?
-Que amigo? Quantos anos ele tem? Dá onde se conhecem? –Ela ri.
-Eu sou sua. –Sorri. –Toda sua. –Beija suavemente meus lábios e ri. -James, ele foi no nosso casamento. Sei lá... A idade do meu pai. –Dá de ombros.

-O que ele lhe disse?
-Para não pintarmos as paredes de rosa. -Eu sorrio, devo admitir que espero ansiosamente por um pequeno Jonas.
-Ele acha que é um garoto?
-Provavelmente.
-Hm...

-Se fosse um menino qual seria o nome?
-Que tal... Joseph Junior é um lindo nome. –Ela faz carranca para mim e eu rio. –Era brincadeira, mais não deixa de ser um nome lindo! Que tal... Logan?
-Logan? Eu gostei.
-Se fosse garota... Bem temos Bruna, Bárbara... Seria Brenda. –Ela sorriu.
-É um lindo nome. –Me dá um selinho. Por um momento me perco em pensamentos e segundos depois ela estala os dedos a minha frente. –Você esta bem?
-Sim estou.

-Fala o que foi?
-Você me acha velho? –Faço careta.
-Claro que não Joe. Querido você tem 39 anos e esta em plena forma.
-Tenho 39 anos e cabelos grisalhos.
-Cabelos grisalhos são sexys.
-Vou me certificar de que nenhum metido de cabelo grisalho entre nessa casa. –Ela faz beicinho e ri. –Pensando bem vou comprar aquela guilhotina. –Coço a barba mal feita.
-Eu só tenho olhos para você amor.

-Hm... –Sorrio e ela me beija. –Não sei. –Selinho. –Eu estou. –Selinho. –Quase mudando de ideia. –Seguro seu queixo e me inclino para beija-la. Ficamos assim por breves minutos até que decidimos ir dormir, amanhã seria um longo dia... Principalmente pra mim.

*-----------------------* 


♫ I will catch you if you fall
Yeah I'm gonna love you like the woman I love ♫


Essa musica é linda! Me inspirei nela... Agora vamos lá! Eu estou de bom humor, de ótimo bom humor! Meu dia começou maravilhosamente bem com o capitulo 18 de My Best Friend no Jemi Lovely e depois eu li meus comentários... Sim eu sou má e não vou dizer o sexo do bebê HAHAHA! Mais leiam em breve ele vai nascer, agora eu queria fazer uma perguntinha: Vocês querem uma 1ª vez da Bruna e do Stefan?  Eu não sei mais me veio essa ideia e eu queria saber se vocês querem, por que ai eu já começo a escrever aki... U.u e tenho ideias para uma nova mini fic O.O.
 
 
#PARTIUUUUUU!


20 comentários:

  1. Oi Jessie como vai (le eu sendo simpatica)
    Adorei o captulo muito legal ...
    To sem ideia de como fazer um capitulo enorme
    POSATA LOGO SE Ñ ...vc ja sabe o resto
    Bjs
    Ass. Duda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arumado capitulo nao cometario sim

      Excluir
    2. Esquesi de responder a perguna que memoria a minha
      Sim seria legal

      Excluir
    3. Ainda tenho medo desse tablet!! kkkkkkkkkk
      Posto sim U.U

      Excluir
    4. Tem que postar hoje se nao ...

      Excluir
  2. oh siim.... seria legal algo HOT entre Bruna e Stefan...
    poderia começar com só umas pegações mais quentes... e perigosas.. tpw eles num amasso bem HOT e o Joe batendo na porta ou chamando por eles...
    e depois siim um SUPER HOT ... hahahaha
    beijoo ;* amoo muito suas fic's

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Povo safadinho hahaha!
      Pode pá que eu já fiz isso...
      Garanto que vc vai gostar quando a temperatura subir! O.o
      Mais estou planejando pro fim da fic! kkkkk
      Super hot XoX!

      Ownnnn :)

      Excluir
    2. oown (:
      final apenas??
      aah não quero que acabe :'(
      hahaha
      beijoo ;*
      by nessa ( começarei a deixar meu "name" embaixo )

      Excluir
  3. hum...não pintar o quarto do bebê de rosa....e um menino aí to sentindo que e um menino XD
    ~eu não paro de pensar no bebê~
    perfeito capítulo <3<3<3
    super aprovado por mim,
    bruna e stefan s2
    posta logo.
    beijos XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não vou dizer...
      ♫ Nada, Nada, Nada, N-A-D-A♫ kkkkkkkkk!
      Eu adoro esse povo cheio de curiosidade...
      Mais não vai ser por muito tempo, nem eu to me aguentando!
      Já tenho fotos desse baby aki no meu pc e é tipo O.O... :3!
      Da vontade de morder kkkkkkkk!
      kkkkk #SAFADINHA lololol!

      Excluir
  4. Amanda Isabelle22/05/2013 18:13

    Oi, Jessie!
    É a primeira vez que eu comento aqui mas eu já leio sua fic desde que vc começou (Não comentei antes pq eu leio quase sempre pelo celular e sempre dá bug kkkkkkk).
    Maaas, amo muito sua história pq eu nunca vi uma fic tão diferente e original , a maioria sempre fala sobre Joe e Demi adolescentes e no colegial e é tudo a mesma coisa mas a sua não.
    Ha, e eu sei exatamente de onde veio o chicote!
    FIFTY SHADES!!!!! Sim, eu li! Mais de uma vez! Blanda me lembra a Elena bitch troll/paedo/Sra. Robinson kkkkkkk
    Vc já deu várias dicas sobre o livro e eu piro toda vez que vejo alguma! haha
    Então, eu acho que é isso por agora e eu JURO que vou tentar comentar mais vezes!
    Beijos! ;*
    Isa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é esse negocio de bug mais no meu celular novo pega!
      No antigo não então... é uma pena!
      Meu Deus... Para tudo, nunca me disseram algo desse tipo e digo de verdade que estou emocionada!
      AIIIIII MEU DEUS!
      AGORA PARTIU, VOU FUGIR PARA LA LA LAND ME DESCOBRIRAM... FUDEU JÉSSIE KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK! LOLOLORSRSRS! AI KKK EU TO RACHANDO! Eu li a triologia *o* é muito... /:OOO !
      A PUTA ROBINSON! kkkkkkkkkkkkkkk rsrsr!
      Duas... Eu amei de paixão aquele livro!

      Espero que sim! kkkk gostei muito dos seu comentario :)

      kkkkkk "Carpie Diem!"

      Excluir
  5. Eu vou só responder a perguntinha, senão vou ficar com um negócio pendente e é ruim!
    Tá tocando Pom Poms na MTV agorinha usahsauhsausah'
    Boom, eu acho que sim!
    Eles devem ter uma primeira vez!
    Mas a faça diva, okay?
    As Bruna's são umas ladys merecem ter tudo com o ar de diva kkkkkkkkkkkkkkkkkk ~~le eu sonhando~~
    O capítulo tá tão perfeito!
    E não vou falar muito :(((
    Beijos :**
    Quando eu voltar, eu comento grandão de novo, okay?
    Acho que vai ser sexta, só é eu arrumar meu guarda roupa :s
    Love yaaaaaa Pretty!
    Bruuh :33

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. More to love when your hands are free
      Baby, put your pom poms down for me (okay)
      I'mma shake it up, one two three
      Baby, put your pom poms down for me ♫! kkkkkkkk

      Claro que eu vou divar... Eu sempre divo kkkkkk ~Sóqnão~
      Vou pensar em algo bem...... Bem... Lindo e marcante!
      É pra sonhar mesmo! kkkkk
      Claro... bem grandão!!!!!!! kkkkkkk

      Sexta... U.u AManhã!
      Não Jéssica semana que vem kkkkkkk!

      Love ya Cherry :)

      Excluir
  6. aaaa poosta loogo, to amando essa história, beeijos

    ResponderExcluir
  7. Adorei o capítulo, mas eu queria quê o James contasse logo pra Demi quem ele é de verdade!!! E falando nela... Eu adorei o jeito que ela tratou a Barbara, como ela encarou a situação!
    Posta logo.. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm!
      Demis compreensiva...
      Essa eu apoio!
      *--------------*

      Excluir
  8. Gabi Araujo23/05/2013 12:24

    Amei como sempre! cada vez melhor!
    Respndendo tua perguntinha: Sim sim!!!
    adorei, amei!!!
    bjus flor
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkk!
      #AkiTemMtaGenteTarada kkkkkkk

      Excluir