27/04/2013

Capitulo 5





"Não há dúvida, estou tão viciado... Em você, em você, em você! "



[Demi]

Acabei cochilando por 1 hora. Me levanto bruscamente e a figura de Joe na porta me assusta, sua camisa esta aberta deixando o peitoral definido a mostra. Franzo o cenho. –Dormi muito?
-Cerca de 1 hora e 35minutos para ser exato, vou servir o jantar. –Ele sai. Balanço a cabeça, sento um calor me invadir mais ignoro. Ajeito os cabelos em frente ao espelho e desço. Eles ainda não estão a mesa, mesmo assim me sento em meu lugar. –Bruna, não... Sai! Nada de beliscar minha pizza. –Ele sai a carregando nos ombros e eu rio baixo.
-Você é mal. –Faz bico.

-Você esperou nove meses para nascer, espere até eu serviu a mesa. –Diz dando de ombros e voltando para dentro da cozinha.
-O que ele fez pra mim? –Pergunto baixo.
-Você vai ver. –Ela sorri, ela teve algo haver com isso eu aposto que sim. –Eu particularmente adorei!
Joe saiu de lá de dentro ainda com a camisa aberta. Ele quer lhe provocar. -Meu subconsciente alertou. Está funcionando, noto uma queimadura abaixo de seu umbigo. Ele coloca as pizzas sobre a mesa, queijo para a Bruna e Romeo & Julieta para mim. Romeo e Julieta, amor proibido. Ó ele sabe bem surpreender uma mulher, me lembro dele em pleno desespero me implorando uma chance.
 
-Mãe? Ei, terra chamando Demetria. –Estalou os dedos a minha frente. –Vai esfriar. –Me deu uma piscadela sapeca.
-Ó sim. –Corto um pedaço e como... Minha nossa que coisa boa! Onde ele aprendeu a cozinhar?
-Minha mãe me ensinou, ela costumava fazer pro meu pai, ela diz que se ganha um homem pelo estomago. –Ele leu meus pensamentos... Como isso é possível? Mais o que tem a ver essa historia de que se ganha um homem pelo estomago? –Franzi o cenho.
 
-Mamãe te ganhou pelo estomago? –Bruna olha para mim e em seguida para ele.
-Eu não sei cozinhar. –Admiti encarrando meu prato.
-Sua mãe faz o brigadeiro mais gostoso que eu já comi. –Bruna riu.
Um homem se ganha pelo estomago, ele esta testando essa teoria comigo. Bem pensado, devo admitir que foi algo romântico... Ele nunca fez pizza pra mim.
-Esta uma delicia. –Admiti de boca cheia ele ri.
 
-A intenção é agradar Sra. Jonas. –Piscou para mim. Bruna após terminar o primeiro pedaço empurrou o prato e admitiu estar satisfeita, eu sei bem o que ela esta fazendo. Quer nos deixar a sós, por que minhas pernas tremem? Começo a saborear o segundo pedaço e Joe olha para mim.
-Como eles reagiram? –Se refere ao fato de eu ter contado sobre minha gravides já que ele saiu do quarto.
 
-Mamãe chorou, ficou feliz e radiante. Meu pai ficou. –Um sorriso escapou. –Ele quase levantou da cama para lhe abraçar. –Ele sorri sem jeito. –Por que o chama de 007? –Ele ri histericamente e fico sem entender.
-Acho que posso lhe contar esse pequeno segredo. –Se ajeita na cadeira. – 007 é um espião e eu coloquei um apelido destes no seu pai por que, naquela noite em que pulei sua varanda no meio da chuva ele me viu. –Ri. –Não para por ai, ele me viu na sua cama.
-Como? –Arregalo os olhos.
-Ele me viu seminu na sua cama. –Arqueia uma sobrancelha e ri. –Eu não acreditei, ele me chamou de menino burro e disse que eu tinha muito a aprender. –Rimo juntos ele parou e mordeu o lábio. –Podemos conversar? –Ele diz sério.
-Achei que já estavamos fazendo isso. –Olhei para meu prato novamente, não estava pronta para discutir... Não agora. –Eu não quero discutir Joe.
-Não quero discutir, por favor me deixe explicar? –Suplicou.
 
-E por que eu acreditaria em você agora? –Estava com uma grande vontade de chorar mais acho que meu estoque de lagrimas se foi noite passada!
-Por que eu nunca falei tão sério em toda minha vida. –Me estendeu a mão, eu encarrei ele por um breve tempo antes de segurar sua mão, ele se levantou e juntos fomos até seu escritório. Puxei uma cadeira me sentando e cruzando as pernas. –Pode começar.
-Eu sinto muito. –Revirei os olhos. –De verdade eu sei que magoei você mais entenda meu lado eu tive... Medo.
-Hã... Medo?
-De perder você! –O encarrei. –Eu não sei o que deu em mim, eu sei que você pensou que não confio em você, mais a verdade é que eu te amo tanto que tive medo, desculpe por agir por impulso. Do nada aparece um cara 1 ano mais novo do que eu, mais forte e melhor do que eu. Eu estou ficando velho, chato e ciumento. –Olhei para a estante, pro teto... Como ele podia pensar um absurdo desses? –Eu tenho 37 anos e meus cabelos estão grisalhos. Perto dele eu sou um... Inútil! Você ainda tem seu rosto de menininha e um corpo que... Meu Deus Demetria. –Eu tive vontade de rir. –Você é perfeita, eu me senti vulnerável, o jeito que ele olhou pra suas pernas me fez querer arrancar os olhos dele, e aquela mão nem se fale.
-Sentiu ciúmes de mim? –Arqueei uma sobrancelha.
 
-Sim. – Ele afirmou um pouco envergonhado. Me levanto indo em direção a porta sem dizer uma única palavra tranquei a porta.
-Senta que agora é minha vez. –Ele sentou. –Sabe eu passei minha noite em claro pode se dizer assim, eu tentei Joe... De verdade mais a verdade é que eu te amo muito para te odiar. Eu sei que você sentiu ciúmes e medo mais... Nada justifica o jeito com que você se referiu ao nosso bebê, doeu muito Joe.
-Eu sei. –Passou a mão pelo cabelo. –Eu estava fora de mim. –Sinto muito.
-Você fez Romeo e Julieta pra mim. Por que? –Mudei de assunto eu não queria chorar na frente dele, não queria fazer isso.
-Você entendeu muito bem... O proibido é sempre mais gostoso você não acha?
-Não me faça rir, eu estou no meio de um sermão Sr. Jonas. –Reprimo o riso. Ele ri baixo, faço carranca para ele.
 
-Eu fiquei feliz, e por que acha que sai do quarto? –Franzi o cenho. –Eu não costumo chorar na frente das pessoas Demetria, eu nunca, jamais chorei na frente dos outros. Eu me sinto fraco, entende? Mais lhe garanto que nunca rejeitaria um filho. –Ele colocou a mão em minha barriga, sim ele estava perto o suficiente para isso. –Posso? –Eu coloquei minha, mão sobre a dele. Ele sorriu pra mim.
-Você sente?
-Sinto. –Se levantou. –Já disse que você me faz o homem mais feliz do mundo? –Eu neguei. Ele segurou meu queixo. –Você vai me perdoar? –Mordeu o lábio com os olhos marejados, passei minhas mãos por seu peitoral.
 
-Eu não consigo te odiar, eu senti muito sua falta. –Ele passa os braços em torno de mim e me abraça.
-Eu te amo Demetria.
-Eu também Joe! –Fechei os olhos inalando seu delicioso perfume, ele segurou novamente meu queixo e se aproximou devagar enquanto fechava meus olhos. Seus lábios doces contra os meus, sua língua quente e habilidosa percorria um caminho já conhecido pela minha boca, sinto uma de suas mãos agarradas aos meus cabelos e o beijo ganha força, eu deslizo sua camisa já aberta por seus ombros enquanto ele num impulso me pega no colo, se põe lentamente de joelhos no chão e me deita no tapete do escritório sem separar nossas bocas nem por um minuto se quer, coloco minhas pernas envolta dele. Uma de suas mãos na minha coxa apertando levemente.
-Eu quero você. –Sussurra ao pé do meu ouvido me fazendo ter arrepios.
 
-Eu também. –Em resposta arranhei levemente suas costas sentindo um certo volume sob minha perna. Ele puxou meu vestido pra baixo se livrando dele rapidamente, seus olhos brilharam admirando meu corpo. Ficando de pé ele se livra da calça jeans que vestia, pegou algumas almofadas do sofá e colocou embaixo da minha cabeça com um sorriso discreto nos lábios.
-Senhor. –Alguém chamou no lado de fora, ele tinha a cabeça enterrada no meu pescoço.
-Agora não! Eu e a Sra. Jonas estamos no meio de uma discussão. –Ele rosna impaciente. –Seja quem for... Mande esperar!
 
-Sim senhor. –Joe suspira e olha pra mim plantando um beijo suave em meus lábios voltando em seguida a curva do meu pescoço. Minhas mãos estavam pressas aos seus cabelos agora um pouco maiores e levemente cacheados. Seus beijos passaram a ser mais abaixo de meu pescoço fazendo assim uma trilha até meus seios. Ele depositou alguns beijos em meu seio direito enquanto massageava o outro assim mudando o ritmo me arrancando alguns gemidos.
-Shiu. –Coloca o dedo indicador sobre meus lábios. –Silencio querida, não quero interrupções. –Pisca para mim de forma sapeca. Apenas movimento minha cabeça de forma positiva e ele volta o que estava fazendo com mais força em seus chupões e agilidade nas mãos, Joguei a cabeça para trás e mordi meu lábio inferior. O trouxe novamente até meus lábios, queria sentir seu gosto.

[Autora]

Eles se livraram de suas roupas intimas que não permitiam um contato mais intimo que ambos queriam. Joe a invadiu com força e Demi mordeu seu ombro para abafar um gemido, agora mais relaxada a posse de Joe ela arranhava suas costas com vontade devido ao prazer que sentia em telo naquele momento. Ele sussurrava a cada momento coisas que ela realmente necessitava ouvir dele depois de tudo o que aconteceu. Ela pedia por mais, ela queria seu amor.

[Joe]

Após coloca-la na cama me coloquei ao seu lado, tirei novamente minha camisa e me deitei lentamente ao seu lado. Agora ao seu lado a observando cochilar já fazia alguns minutos, seu rosto tão sereno e sua respiração calma. Poderia ficar aqui por horas eu nunca me canso dela. Suas pálpebras tremem e ela abre lentamente os olhos e sorri pra mim.
-O que esta fazendo? –Pergunta com a voz afetada pelo sono, preguiçosa! Eu rio.

-Apenas admirando a vista Sra. Jonas! –Dou-lhe um selinho demorado. –Anda preguiçosa, vamos tomar banho!
-Você me chamou de preguiçosa? –Fez bico e olhou em volta. –Quando me trouxe pro quarto? –Rio novamente. –Eu lhe fiz duas perguntas e quero reposta. –Fica em cima de mim com uma perna de cada lado. Coloco uma das mãos em sua coxa.
-Você cochilou e por incrível que pareça consegui vestir você e subir sem que ninguém nos visse! Bruna estava entretida com seu livro que nem nos viu. –Dei de ombros. –Banho? –Ela assenti, sai de cima de mim e me puxa pelas mãos.

"Ela é a mais doce das drogas! "

*-----------------------*

A vou logo avisando, meu hot não ficou uma coisa que se diga "minha nossa que coisa quente." kkkkkkkkkkkkkkkk! Mais é que eu relamente não quiz escrever nada grande, não agora pelo menos kkkkkk! Juro que no proximo hot que eu escrever vou colocar toda a minha criatividade e paciencia para deixalo como se diz... Muito Quente ok? kkkkkk! ~le tarada~mais sei que não sou a unica aqui então estamos quites kkk!

U.u Eles voltaram *---------* Foi fofo!
Qem gostou do Romeo e Julieta? Foi o melhor que eu pude fazer >.<
#LeCriatividade! Espero que tenham gostado, amanhã tem mais :)
E logo logo a Bruna vai conhecer o Stefan, vocês vão amar esses dois kkk@!


#Bye




12 comentários:

  1. AMEEEEEEEEEEEEEEEEEI, seu hot ficou perfeito ... muito mesmo

    agr, tira uma duvida se não for incomodo ... no cap 3 , estava na fic que o Joe e a Demi tem seus quartos separados, " apesar de termos nossos aposentos separados " , bom, por que isso se eles são casados?

    ameeeei o cap, posssssssta logooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uuuuh a primeira que tem duvida... Me sinto honrada por alguem fazer uma pergunta dessas u.u
      Além de ser algo que li num livro antes de escrever essa fic, funfionava assim antigamente, era o chamado casamento arranjado, como o rei tem mais poder do que a mulher só lhe convem te-la no momento que ele quizer entende? Antigamente era assim q funcionava eles tem os quartos separados pois é a lei, mais como disse na fic ele vive mais no quarto dela do que no dele, ele só fica no dele qando eles brigam >.<
      Foi ótimo tirar sua duvida!

      Excluir
  2. o deus,romeo e julieta,que perfeito,eu não sei a história,mais na minha prova de português,vai ser de romeo e julieta,e eu vou ter que ler o livro ~como se você quisesse saber disso~
    enfim...até que em fim eles se acertaram....hehe hot!!!
    tá perfeito <3
    posta logooo,
    beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história é romântica e trágica ao mesmo tempo mais eu gosto! >.<
      Leia... Ou assista o filme!
      Vc vai gostar.

      Excluir
  3. okay...i'm not fine, so...sorry!
    well...eles são tão fofos juntos, o hot ficou perfeito e a criatividade estava em alta, heim?!kkkk
    posta logo!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok! Improvements love.
      Sério? Eu não achei que ficou lá essas coisas... Mais felizmente consegui escrever um bem legal!

      Excluir
  4. Esse capítulo foi caliente, quero mais desse!!!
    Kkkkkkkkkkk
    Agora é sério esse capítulo foi fantástico! ;) Posta logo please
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hot hot hot!,kkk
      Caliente? Vc ainda não viu nada kkkkkk ainda vai ver... Mais pra frente eu vou postar um hot bem legal >.< aiii sim vc vai ver o caliente!

      Excluir
  5. anwww, eles fizeram as pazes, ta lindo u_u xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ~erros propositais~
      Foi muito liinduuuu! U.u
      Posto xiiiim!
      >.<

      Excluir
  6. Anww que lindo!
    Amei o cap!
    Perfeito como sempre
    posta logo!

    ResponderExcluir