Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

04/01/2014

Capítulo 7



O Joe quem vai narrar o capitulo'
          Desliguei o chuveiro, peguei a toalha e me sequei rapidamente. Faltavam apenas alguns minutos para que ela chegasse, o jantar já estava pronto, mais eu não! O que eu ia pedir hoje para ela era algo difícil, ela poderia dizer não, ou poderia dizer sim... Mais mesmo assim continuava apreensivo. Caminhei nu até o closet (sim, eu tenho um) e comecei a procurar algo adequado para a ocasião. Fiquei muito bobo de social e então optei por uma calça jeans escura, uma blusa branca... Me encarrei no espelho e apenas baguncei o cabelo, agora sim eu estava pronto e só faltava checar o ultimo detalhe... Ao sair vi Demi de pé na porta do quarto, seus olhos brilhavam  de uma maneira diferente.  Oi. -Sorri.  Você me assustou. -Ri. Ela balançou a cabeça e caminhou até mim.
 Desculpa. -Ela sussurrou.
— Esta tudo bem. -Beijei sua testa e acariciei seus cabelos.

          De repente sem qualquer aviso prévio ela me puxou em direção aos seus lábios quentes e deliciosos... Sua língua fez tour pervertido dentro e fora da minha boca e isso foi o suficiente para acender aquela pequena chama que estava apagada. Eu parti o beijo.. Nossas testas estavam unidas fazendo com que eu sentisse seu peito subindo e descendo, de acordo com sua respiração irregular e descompassada. Uma das minhas mãos estava espalmada sobre a superfície da parede, e a outras se encontrava na cintura de Demi que tinha suas costas pressionadas sobre a parede. Os lábios de Demi avançaram sobre minha boca outra vez, seus braços me puxavam cada vez mais em sua direção. Sua língua acariciava a minha de forma sensual percorrendo e explorando cada canto da minha boca. Ora ou outra eu sugava seu lábio inferior prendendo-o com força entre meus dentes e soltando-o em seguida. Enquanto devorávamos a nos mesmo em nosso beijo, Demi me empurrava delicadamente até a cama. Se ela queria, eu não negaria! Senti a parte interna dos meus joelhos encostarem na cama. Deixei meu corpo tombar delicadamente sobre o colchão e trouxe Demi comigo, fazendo com que seu corpo repousasse sobre o meu. Rapidamente selei nossos lábios, e Demi abraçava-me pelo pescoço. Minhas mãos eram indecisas, não sabiam se apertava a cintura de Demi ou se traçavam o caminho exitante até seus seios. Segurei sua cintura com força e em um movimento rápido mudamos de posição. Minhas mãos foram ágeis em chegar a barra de sua blusa e conforme minhas mãos avançavam pra cima, a blusa ia junto revelando cada pedaço de sua pele. Tirei sua blusa revelando seu sutiã. Mirei meu olhar ao de Demi que tinha as bochechas levemente coradas. Distribui selinhos por sua testa, boca, queixo e pescoço, chegando em seu colo. Abri o fecho de seu sutiã liberando seus seios fartos. Rapidamente minhas mãos avançaram sobre seus seios, apertei-os levemente recebendo um gemido de Demi em resposta. Voltei a secar nossos lábios e fui descendo, queixo, pescoço, colo, até finalmente alcançar seus seios.

          Os dedos de Demi afagavam meus cabelos, puxando-o conforme meus lábios sugava seu seio direito, minha mão massageava em movimento ovais o seio que não recebia a atenção da minha boca. Desci meus lábios por sua barriga distribuindo beijos em suas costelas, traçando um caminho que me levaria, com certeza à felicidade. Desabotoei sua calça e puxei-a para baixo, deslizando-a por suas pernas trazendo junto sua calcinha. Joguei as peças no chão e pousei meu corpo sobre o de Demi novamente. Uma mão sustentava meu corpo, ao lado de sua cabeça, eu podia sentir meu membro pulsar. Avancei meus lábios sobre sua boca novamente enquanto minha mão deslizava por seu corpo. Fazendo com que gemidos nascessem na garganta de Demi e morressem em meus lábios. Deixei meu dedo indicador escorregar sobre sua volva. Penetrei-a sem mais delongas. Demi movimentada seu quadril na direção da minha mão, incitando-me a aumentar a velocidade dos meus movimentos. As mãos de Demi arranhava com precisão minha nuca e puxava com força meu cabelo ou simplesmente puxava o lençol que revestia o colchão com brutalidade. Ajoelhei-me entre suas pernas e retirei minha camisa. Eu estava quase explodindo de tesão ao ver minha garota gemendo pra mim e por mim. Demi respirava ofegante, suas unhas avançaram em meu abdômen, arranhando-o e fazendo com que meus músculos se contraiam de forma involuntária. Eu já começava a sentir pequenas bombas de prazer fazendo com que minha pele adquirisse um calor que eu julgava quase sobre humano. Deitei novamente sobre Demi, iniciando um beijo urgente, sua língua tentava dominar a minha enquanto acariciavam-se de forma nada amigável. Enquanto eu me ocupava em saborear seus lábios, as mãos de Demi exploravam cada parte do meu corpo. As mesmas mãos apoiaram-se em meu ombro e, em um movimento rápido minhas costas encontraram o colchão. Demi selou nossos lábios de forma rápida e seus lábios pontilharam o canto da minha boca, meu queixo, minha mandígula, meu pescoço, e ela continuou traçando um caminho com beijos por meu abdômen.

          Suas mãos foram precisas ao chegarem em minha calça. seus dedos agiram sobre o botão e o zíper com uma lentidão incrível, fazendo com que eu quase implorasse para que ela abrisse e libertada meu membro que pulsava de tesão. Demi levantou seu olhar tímido pra mim, mordendo seu lábio inferior com força, deixando-os avermelhados. Enquanto deslizava minha calça e minha boxer, libertando finalmente, meu membro que se mostrava pulsante. Suas unhas arranharam propositalmente a minha coxa. Ela retirou minha calça e antes que eu pudesse raciocinar alguma coisa, sua mão quente envolveu meu membro com precisão, apertando-o entre seus dedos, fazendo uma pressão um tanto quando boa. Meus lábios, em um ato automático, entreabriram-se, deixando com que um suspiro pesado e ruidoso escapasse por entre eles.
E então, sua mão começaram a movimentar lentamente, pela extensão rígida do meu membro. Subindo e descendo, fazendo com que meu sangue entrasse em total fervura dentro das minhas veias, fazendo meu membro pulsar ainda mais, se isso fosse possível. Fechei meus olhos apreciado aquele momento de prazer e senti meu membro ser envolvido por uma superfície quente e úmida. Oh, sim a boca de Demi. Não pude conter um gemido alto que escapou de minha garganta, enquanto sua boca envolvia sensualmente meu membro. Minha mão afagou seus cabelos, forçando a cabeça da Demi na direção da minha pélvis, meus olhos não conseguiam fixarem-se abertos, então eu Fechei-os, tombando a cabeça pra trás, absorvendo aquele momento inenarrável que era me proporcionado.

          Minha respiração era pesada e ora ou ora eu deixava urros de prazer escaparem por minha garganta. Era como se todo meu sangue tivesse se concentrado unicamente em meu membro, inchando-o de forma excitante.  Chega - Minha voz soou mais rouca e falha do que o normal, causando estranheza em minha parte. Eu sentia gotas de suor gotejar em minha testa, fazendo meu cabelo grudar na mesma. Eu precisava que fosse logo. O olhar intenso de Demi recaiu sobre o meu e sorrimos um pro outro de forma cúmplice Movimentamo-nos sobre a cama, invertendo nossas posições. Eu estava novamente sobre Demi. Selei nossos lábios em um beijo lento e sensual. Segurei a mão de Demi e senti o quanto sua mão estava suada. Com a outra mão, Segurei meu membro e mergulhei-o lentamente em sua intimidade. Deixei com que meu membro preenchesse-a de uma vez só, fazendo com que nós dois gemêssemos. Seus olhos estavam semicerrados, enquanto sua intimidade pressionava de uma forma gostosa meu membro. Comecei a mover meu quadril contra o seu, aumentando a velocidade dos meus movimentos, enquanto eu mantinha nossas testas unidas. Demi gemia sem pudor algum e eu já sentia um turbilhão de sentimentos e sensações arrematarem meu corpo. Não sei por quanto tempo mantivemos-nos assim, nos movendo em movimentos sensuais e prazerosos. Os gemidos e gritos de Demi estavam me deixando louco, eu já estava no limite só a esperava. Senti a região intima de Demi se contrair e logo após uma estocada certeira, chegamos juntos ao ápice.
Gabi... eu te amo! Garota você é muito foda *-*
meninas eu estou chorosa, eu fiquei a madrugada toda imaginando como ficaria esse hot e ficou simplesmente perfeito... como disse antes, a Gabi quem escreveu e eu estou muito feliz... ficou tão perfeito que eu... não paro de dizer o quanto esta perfeito kkkkkk <3 espero que tenham gostado tanto quanto eu gostei ;) enfim, quem não votou vote... eu quero fazer uma prévia em vídeo da próxima fanfic' bjos gatas.

19 comentários:

  1. jeessie que saudade gata kk tava com preguiça de comentar aqui mas prometo que comento mais. Posta logo antes que eu morra de curiosidade se nao vai ter que pagar meu funeral kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. primeiro? Yyyeeeaah!! Esqueci de colocar que sou eu...by:leonardo

      Excluir
    2. Kkkk tbm senti sua falta ;) espero que comente mais vezes... estou sentindo falta de meninos nesse blog <3

      Excluir
  2. Amei
    Tá muito perfeito.
    Posta logo o outro :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. #Demiescandalosa! adoro, um beijo pra Gabi! Enfim...eu adorei de verdade, será que a Demi vai ficar puta com a Miley?Ah, foi por uma boa causa, né?
    Jéssica, tu é foda!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk é obvio que ela vai ficar putona, mais elas são amigas e... enfim, vão se perdoar' foi por uma ÓTIMA causa!

      Excluir
  4. Amoraaaaa *---*
    Gabiii ta de parabéns !!!!!
    Ta tudo perfeitooooo
    Posta logooooo
    Beijosssss

    ResponderExcluir
  5. HOT PERFEITO!!! aguardando o próximo <3

    ResponderExcluir
  6. adoreiii,perfeito
    posta logooo sou nova leitora e estou adorando á fic.
    bjosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. seja bem vinda, fico feliz que tenha gostado... volte sempre, viu? :)

      Excluir
  7. OMG '-'
    Esse capitulo foi muito zuera mano
    Eu amei *-*
    Pra uma santinha até que ela é fogosa cksjrbddjhf
    O que uma bebida não faz com a gente neh?! kkkkkk
    Posta logoooo
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. com êxtase até eu fico fogosa kkkkkkkkk' li muito sobre isso... dizem que é a droga do prazer e tals, as pessoas tomam para se sentirem mais soltas e íntimas' LOL

      Excluir
  8. ta otimo
    continua
    e se eu não comentar nos próximos capítulos é pq eu to viajando ta? ta
    hooooooooooooot amo forte <3
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tudo bem, eu entendo... fico feliz que tenha gostado :)

      Excluir