Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

28/02/2013

Capitulo 36- A Perda



Ele balançou a cabeça e encarrou Demi mais uma vez, como ela podia estar calma de frente com um assassino que poderia mata-la a qualquer momento? –Pensou ele.

-Você é mesmo burra, lerda... Que seja! –Bufou. –Seu papai adotivo esta tendo um romance com Dianna! Entendeu agora bebe? –Disse irônico. –Eu odeio tanto aquele homem... Você não imagina o quanto eu o odeio. Depois de tirar Patrick do caminho esse capacho tinha de atrapalhar minha vida. Dianna seria minha se ele não tivesse ficado lá... Por que ele continuava lá eu não sei mais... De uma coisa eu tenho certeza. –Se aproximou dela. –Ela não me interessa mais sabe por que? –Demi negativou. –Para que ter a mãe velha... Se posso ter a FILHA? – Demi deu um passo para tras. –Não precisa ter medo de mim... Você não é mais uma garotinha ingênua é? Eu sei que não. –Riu. –Eu vi você e o príncipe idiota que minha filha lambisgoia ama! –Segurou seu braço com força.

-ME LARGA! –Gritou se remexendo.
-Vai ser do jeito fácil ou do difícil sua eguinha! Vou ser seu ultimo cavaleiro. –A prensou contra uma arvore. Ela já chorava.

-POR FAVOR... EU ESTOU GRAVIDA! –Ele paralisou e vários pensamentos em sua cabeça vieram de uma só vez... Era muito para ele digerir. Por mais que a proposta de se divertir com ela fosse tentadora, ele tinha de dar um jeito nela e nesse bebê. Demi deu um soco em seu rosto fazendo com que ele a largasse e então ela correu. Correu em meio a floresta fechada, ela usava os braços para evitar que folhas e galhos a atingissem o que a machucou bastante. Ela olhou para trás enquanto corria e acabou caindo no chão e machucando o pé. Tentou se levantar novamente e caiu.

-Deixa que eu ajudo você. –Demi pegou na mão dele sem ver que era ele... Scott sorriu de forma maliciosa.
-Por favor me deixe ir embora, eu não contarei a ninguém sobre você eu juro! –Dizia ofegante.

-Desculpa mais eu não posso, você sabe demais. –Segurou ela com força a prensando conta o chão, tirou uma adaga da banha (uma espécie de suporte) ela gritava e debatia, ele queria atingir fatalmente seu coração. –Descanse em paz com seu pai princesa. –Num movimento rápido ela conseguiu se esquivar e tentou se levantar mais a adaga foi enterrada em seu ombro sem dó e nem piedade. Um grito agudo de dor foi ecoado pela floresta. Ela caiu de joelhos no chão com sangue escorrendo pelo braço.

Ele se levantou do chão pronto para mais um golpe dessa vez com a espada em punho, mais tudo aconteceu muito rápido, o cavalo de Demi o deu uma patada o arremessando contra uma arvore. Ela juntou forças e conseguiu subir do cavalo indo rapidamente para o lugar mais próximo onde alguém poderia ajuda-la... Joe!  
As vistas dela já começavam a embasar e por um momento ela sentiu que tudo estava perdido.

Deem play na musica-------> Safe and Sound- Taylor Swift

I remember tears streaming down your face
Eu lembro das lágrimas escorrendo pelo seu rosto
When I said "I'll never let you go"
Quando eu disse que nunca deixaria você ir
When all those shadows almost killed your light
Quando todas aquelas sombras quase mataram sua luz
I remember you said "don't leave me here alone"
Eu lembro de você dizer não me deixe aqui sozinho
But all that's dead and gone and passed tonight
Mas tudo isso está morto e enterrado e hoje à noite passou.

Just close your eyes
Apenas feche seus olhos,
The sun is going down
O sol está se pondo.
You'll be alright
Você vai ficar bem,
No one can hurt you now
Ninguém pode feri-lo agora.
Come morning light
Venha luz da manhã,
You and I'll be safe and sound
Você e eu vamos estar são e salvos.

Don't you dare look out your window,
Não se atreva a olhar pela janela,
Darling, everything's on fire
Querido, tudo está pegando fogo.
The war outside our door keeps raging on
A guerra à nossa porta continua,
Hold onto this lullaby even when the musics gone, gone
Segure-se a esta canção de ninar mesmo quando a música se for, se for.

Tudo estava embasado mais ela conseguia focalizar o castelo a sua frente, Mais ela só não contava com uma cobra que fez com que Dallas brecasse de tal forma a jogando para longe da montaria. Demi bateu a barriga com força no chão e sentiu algo escorrendo por suas pernas. 

Isso não poderia estar acontecendo.

Alguém ela não conseguiu ver quem era se abaixou perto dela.

-Por favor me ajude... Eu estou perdendo o meu bebê. –Tudo ficou escuro de repente.

You and I'll be safe and sound
Você e eu vamos estar são e salvos.

-CHEMEM AJUDA. –Paul correu com Demi nos braços para dentro do castelo.

*---------------*

Lembra quando eu disse que estava escrevendo um capitulo triste?
Era esse... Gente nunca doeu tanto em mim escrever algo assim!
Foi... Dificil mais esta aiii!
Pela musica já da para saber que vai acabar tudo bem ok?

Estou aqui planejando minha proxima Fic... Aquela que eu disse que eu estava escrevendo não deu em nada então vou escrever outra ok! Vai ser bem legal prometo!


#Fui

27/02/2013

Capitulo 35- Revelações



Demi havia acabado de receber uma mensagem de Joe para que o encontrasse na floresta para uma rápida conversa. Joe foi obrigado a escrever isso sobre os olhos atentos e ofuscantes de Taylor que ficou escondida atrás de um carvalho a espera de que tudo aquilo acabasse logo e Joe finalmente seria seu.

-Você é louco de me trazer no meio do nada. –Riu. – Isso me fez lembrar a primeira vez que a gente se encontrou na floresta. –Deu um selinho em Joe, que aprofundou para um beijo mais intenso, ela não protestou. Pelo contrario, deixou que suas línguas se acariciassem de uma forma carinhosa e apaixonada. A ultima vez! Taylor revirou os olhos irritada mais pensou. –Deixa eles se despedirem.

Demi...Eu amo você, então entenda... Por favor entenda que o que eu vou fazer agora é pro seu bem. –Pensou e suspirou antes de dizer qualquer coisa.

-Não podemos ficar juntos. – Disse alto e seus olhos se marejaram, Demi sentiu o coração apertar.
-Mais por que... Você disse que daria um jeito! –Ele apertava sua mão fortemente.
-Por favor Demi... Entenda meus motivos. –Ela chorava. –Eu sinto muito.

-Não você não sente. –Taylor saiu de trás das arvores. –Você não sente! Fala pra ela por que você fez isso! Fala querido. –Tocou seu ombro.
-Joe! Eu quero a verdade. –Demi soluçou, encarrando Taylor e em seguida Joe.
-Diz a verdade pra ela Joe! –Taylor riu ao ver Demi chorando. –Diga! –Sussurrou em seu ouvido e sorriu.

-Eu não ligo mais pra você. –Disse chorando. –E eu não gosto de você também!
-Joe... Eu estou gravida. –Demi pôs a mão na barriga.
-Eu não dou a mínima!
-Não da a mínima? –Repetiu confusa. –Como pode me dizer uma coisa dessas depois de tudo que passamos!?

-Eu só estava... Querendo te usar entende? Te ganhar. Mais eu vejo agora que eu não preciso fazer isso! Por que eu tenho quem eu sempre quis comigo. –Sua garganta travou. –E esse alguém... É ela. –Taylor sorriu vitoriosa.
-Eu disse que você não era ninguém! –Demi deu um passo para trás, sentindo a cabeça latejar de tanto que ela chorava. –Esse bastardo que você carrega... Vai levar você a ruina e finalmente você vai ir emborra daqui como deveria ter sido desde de o inicio. Não é isso que queremos querido?

-Sim. –Disse com voz fraca já chorando também.
-Nunca mais aparece na minha frente de novo. NUNCA MAIS! –Montou no cavalo e saiu em meio a floresta com lagrimas escorrendo pelo rosto, não sabia direito para onde estava indo! Mais para ela qualquer lugar longe dele era o melhor lugar possível.

 No meio do caminho o cavalo parou de repente e começou a andar em círculos como se sentisse a presença de mais alguém ali naquela lugar... Eles estavam bem afastados do ponto de encontro mais ainda estavam em Darium um pouco perto da divisa.

-Anda Dallas! –Disse acariciando a crina do cavalo. –Não me deixe agora também. –Desceu do cavalo e olhou em seus olhos. –Vamos embora garota! –Disse com voz fraca.
-Esta perdida Princesa. –Ela se virou encarrando o homem que vestia uma longa capa preta. Quando seus olhares se cruzaram ele de certa forma ficou hipnotizado por ela.

-Essa outra vez. –Disse um tanto revoltada. –Olha aqui você até me ofende me confundindo com aquela lambisgoia egoísta! –Olhei pra cima e suspirei segurando algumas lagrimas. Rapidamente se lembrou do que Mark tinha dito antes de morrer “Ele virá atrás de você.” Mesmo com essas palavras ecoando em sua cabeça tinha certeza de que tudo não passava de um mero engano.
-A lambisgoia egoísta é minha filha! –Disse. –Já que vou dar um jeito em você, acho que não vai ter problema se eu mostrar meu rosto. –Tirou o capuz preto e Demi abriu a boca de forma involuntária.

-Você. –Apontou pra ele. –Você é... Scott! Você matou o Rei Patrick. –Ligava os pontos. –Tentou matar meu pai! E matou Mark. –Ele assentiu. 
-Como você é ingênua menina burra! –Riu. –Você nunca notou a semelhança entre você e Dianna. Vocês tem os mesmos traços que ela. Não sei como que nunca desconfiou de nada.

-Do que esta falando?

-Você é adotada! –Disse naturalmente e Demi ficou paralisada por alguns segundos. –Eddie nunca te contou? –Pôs a mão na boca. –Opps! –Riu. –Mais a culpa disso tudo é minha. Sabe por que? –Ela negativou com lagrimas nos olhos. –Eu não fazia ideia de onde ele morava então quando troquei você no hospital colocando minha filha no seu lugar eu tinha de me livrar de você. –Disse naturalmente. –Então eu fui para a parte mais deserta da floresta e larguei você num barraco abandonado e... Ele não era tão abandonado assim por que o capacho tinha de me atrapalhar. Então ele criou você e foi por mera coincidência que você mora no castelo. Por que Patrick tinha de ficar amiguinho dele! –Disse com raiva.

-Por que os odeia tanto?

~Continua~

*-----------------*

é... eu disse que vocês iam me matar kkk

Mais enfim... Espero que vocês tenham gostado mesmo assim sendo triste ok! 
Em breve as coisas vao melhorar eu prometo ok?
Vou escrever mais aki então... Comentem aiii minhas gurias kkk!

Sigam meu instagram ok? 


Minha amiga que escolheu!

Heyyy Jéssie!
Hey Jéssie 


26/02/2013

Capitulo 34- Que assim seja!



[Alguns Vários e Longos Dias Depois]

Eddie já chamara Demi pela 5º vez para o jantar. Ela desceu rapidamente com Selena as duas riam e conversavam sobre algo que deveria ser muito engraçado. Quando chegaram a mesa ficaram em silencio esperando que entrassem para servir a comida. Quando um dos chefes da cozinha destampou o prato de Demi ela só teve tempo de sair correndo pro banheiro mais próximo que ficava perto do escritório.

-O que deu nela? –Eddie disse preocupado, cogitando levantar.
-Não se preocupa não tio... Eu vejo se ela esta bem. –Selena saiu da cozinha quase que correndo atrás de Demi. 

Encontrou a amiga sentada na tampa do vaso. –Você esta bem Demi?

-Ela negativou com a cabeça. –Selena... Eu acho que estou gravida. –Disse sussurrando.
-Meu Deus Demi. –Colocou a mão na boca.
-Eu sinto enjoos faz uns dias e não suporto sentir o cheiro de nada! –Disse com a voz embargada.

-Isso deve ser...  Intoxicação! É eu já fiquei assim e isso acontece Demi. Relaxa! –Garantiu.
-Não. –Se levantou passando as mãos pelos cabelos. –Minha menstruação... Esta atrasada! –Começou a chorar. –Eu estou arruinada. –Chorava com a cabeça no ombro de Selena. –Eles vão cortar minha cabeça, me apedrejar!

-Demi não exagera! –Selena tentou melhorar as coisas. –Não é bem assim. Ainda não temos certeza.

-Você quer mais o que? Que ele salte da minha barriga e diga “Olá  Tia Selly!” –Disse irônica. Taylor arregalou os olhos e sentiu o sangue ferver. Teria de por o plano em pratica o quanto antes... Essa criança não poderia nascer! Não poderia estragar seus planos logo agora... Não poderia deixar que Demi ficasse com Joe!

-Isso não vai ficar assim. –Disse para si mesma e saiu.

[Paul fazia de Joe um verdadeiro prisioneiro naquele castelo. Não o deixava sair sozinho, ia junto ou mandava que soldados fossem junto com ele. Isso o enlouquecia e ele teve de recorrer ao mensageiro subordinado que cobrava altas quantias para enviar suas cartas até Demi. Isso ficou acontecendo durante uns 2 meses. Demi já podia sentir algo dentro dela... Algo diferente, um ser humano estava sendo formado ali dentro, As vezes o misto de sensações que ela sentia a deixava confusa sobre levar isso em diante! O que ela decidiu fazer! As vezes ficava deitada em sua cama conversando baixinho com seu pequeno ali sozinha. Passado alguns dias tomou coragem para enviar uma carta para Joe lhe contando tudo! Ele demorou para responder pois a situação para ele acabara de piorar de vez!]

-O que você quer para deixa-la em paz Taylor? –Joe cruzou os braços.
-Que você acabe com ela. Acabe tudo isso! Você sabe que se eu contar tudo isso ao seu pai, eu nem vou precisar sujar minhas mãos ele fara o trabalho sujo! O que vale a amizade diante de uma traição? –Perguntou, Joe suspirou.

-Vou me encontrar hoje com ela e vou acabar tudo isso!
Ela riu. –Achas que sou burra?

-Quer mesmo que eu te responda? – Disse Joe de forma irônica a fazendo revirar os olhos.
Ela bufou. –Eu estarei observando tudo isso de perto. Acha que daria chance para que vocês fugissem? – Riu. –Você é meu! E não vai ser aquela garota que vai estragar tudo!

-Que assim seja. –Joe saiu do escritório subindo direto pro quarto para se arrumar. Faria isso para o bem dela e de seu pequeno.

*-------------------*

Pelo amor de Deus não me matem kkk!
Sério gente. Os proximos vão ser chocantes e sei lá... To com medo.
Ok que estou sendo um tanto dramatica mais vai ser mesmo de verdade...

Ás mascaram vão cair e o circo vai pegar fogo!

Espero que tenham gostado... Comentem aiii tenho de ir escrever minha nova fic por que já faz uns dias que não escrevo ela então... Façam a parte de vocÊs! Estou pensando em fazer outro blogger para postar outra fic que tenho aki... Ainda estou pensando. Se eu decidir fazer eu aviso.

Beijos!

25/02/2013

Capitulo 33- Será que não vai acontecer? Talvez sim... Talvez não!



[Autora]

Taylor entrou no quarto e trancou a porta. Começou a bater o pé impacientemente a espera de seu pai. Eles já haviam se encontrado depois daquele dia na floresta mais ele não havia contado sobre a verdadeira princesa.

-Mais que droga, será que você poderia vir mais rápido? –Disse grossa.
-Não fala assim comigo garota! –Repreendeu, ficaram sérios por alguns segundos e depois riram. –Eu me orgulho de você!
Ela sorriu. –Anda logo... Me conta tudo sobre essa garota, quero saber quem ela é! –Se sentou.

-Não vai precisar! –Negativou. –Você já a conhece muito bem. –Ela arqueou uma sobrancelha. –Ela se chama Demetria!

-DEME. –Ele tapou sua boca.
-Quieta menina! Querem que me peguem aqui?
-Mais não pode ser ela. Tem certeza de que... Não... Não pode ser essa garota! Ela não vai ficar com meu Joseph!

-Ela nem precisa se esforçar... Ela já ficou com ele. –Deu de ombros.
-ELA. –Ele tapou sua boca novamente.

-Já... Eu os vi hoje de manhã. Ele a deixou na parte de trás do castelo mais eu havia tirado a escada. Mais confie em mim... Tenho um plano mais você tem que fazer exatamente tudo o que eu disser. –Disse num tom sério e ela assentiu.

[Alguns Minutos Depois]

 -Isso vai dar certo?
-Vai eu tenho certeza. Eu planejo isso desde de muito tempo e agora tem chance de dar certo. A sorte esta lançada minha querida filha! E nos vamos vencer essa! –Um sorriso maldoso tomou conta do rosto de Taylor.

-Ela me paga. –Disse num murmuro. –E muito caro!

[Em Darium]

Joe desceu do cavalo e caminhou a passos largos entrando logo no castelo, sabia que seu pai o esperava e que a conversa não seria nada amigável. Dito e Feito! Paul o esperava na sala do trono andando de um lado para o outro.

-ONDE VOCÊ ESTEVE? –Gritou. –EU QUASE MANDEI UM EXERCITO ATRAS DE VOCÊ GAROTO!
-E por que não mandou? –Coçou o queixo.

-NÃO OUSE ME DESAFIAR! –Gritou novamente. –Você é um irresponsável! EU NÃO SEI ONDE ESTAVA COM A CABEÇA QUANDO PROMETI VOCÊ PARA ESSE ACORDO DE PAZ ENTRE OS REINOS... EU SOU MESMO UM BURRO!

-Enfim algo que concordamos. –Joe bateu palmas. –Olha aqui... EU NÃO SEI SE VOCÊ NOTOU MAIS EU TAMBÉM NÃO ESTOU FELIZ COM ISSO E QUER SABER EU RENUNCIO A ESSA PALHAÇADA TODA! –Saiu andando.

-VOCÊ NÃO PODE FAZER ISSO! NÃO FARIA ISSO COMIGO!
-E por que não faria? –Disse com a voz um pouco fraca. –Já parou para pensar como eu me sinto com tudo isso sabendo que estou condenado e viver infeliz pro resto da minha vida? Já parou para pensar que... Eu tenho sentimentos! Já pensou nisso?

-Essa comigo não cola garoto! Eu sei bem o que passa por essa sua cabeça. Você acha que pode sair por ai... Pegar quem você quiser, engravidar essa garota e se o filho for homem você terá um herdeiro em antecipação e não se casara? –Riu. –Você não vai estragar a vida de alguma garota inocente e ingênua por ai! Mais não vai mesmo. –Riu novamente. 

Fiquei incrédulo e me virei caminhando até meu quarto, mais ele me puxou pela camisa e a rasgou de cima a baixo, deixando minhas costas a mostra. 

Droga!

[Autora]

-O QUE VOCÊ FEZ GAROTO? –Viu suas costas marcadas por unhas.
-Amor... Coisa que você não sabe o que é! –Paul deu-lhe uma bofetada no rosto o fazendo cair e só não deu outra por que Denise entrou na frente.

-VOCÊ ESTA LOUCO? O QUE VOCÊ TEM NA CABEÇA SEU BRUTO? BATENDO NO SEU PROPRIO FILHO.
-ELE TRAIU NOSSA CONFIANÇA, NOSSO POVO! O QUE VAMOS FAZER SE ELE ENGRAVIDOU ESSA GAROTA DENISE? –Gritou com ódio e fúria para cima dela.
-Isso não vai acontecer. –Segurou seu rosto entre as mãos. –Não vai acontecer... Fique calmo. –O beijou.

Será que não vai acontecer? Talvez sim... Talvez não!

*--------------*

Vocês tendo um Heart Attack em: 

3,2... 1! kkkkkkkkkk

Suspense e duvida de novo!

Bem gente eu to amando os comentarios de vocês!
Já fiz um post sobre Heart Attack e não vou falar mais nisso pq eu to atrasada pra escola kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!

FUI!





Já ouviram Heart Attack?


Gente do céuuuuu!
Eu estou tendo um verdadeiro heart attack aki em frente ao pc! Como você faz isso dona DEMETRIA? Lança o single como surpresa pros fãs... TU é INCRIVEL! Gente eu tive um surto quando me mandaram no facebook... Entra lá e ouça! Eu ouvi e estou pirando!

Olha minha reção quando eu ouvi!


kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!

Bem minha cara ser dramatica!

Ouçam babys!

Heart Attack 

24/02/2013

Capitulo 32- Passeio Matinal! Sempre funciona (#Ficadica)



[Dia Seguinte]

[Demi]

Abri meus olhos e os fechei rapidamente após a claridade feri-los. A brisa gelada fez com que um arrepio percorresse minha espinha. Joe me abraçava pela cintura e isso me fez sorrir com lembranças da noite passada mais esse sorriso logo sumiu quando olhei para o relógio. 9:00 horas! Me levantei de forma brusca e Joe se pós sentado arregalando os olhos.
-O que foi?

-São 9:01... Meu pai vai me matar! Vai matar Selena. –Disse me vestindo. –O que você esta fazendo ai sentado? Anda logo se veste Joseph! –Após me vestir peguei suas roupas do chão e cheguei perto para entrega-las a ele. Ele segurou minha cintura e me puxou para seu colo selando nossos lábios em um selinho.

-Bom dia. –Sorriu fraco.

-Me desculpa... Bom dia! Agora se veste por favor, eu vou esperar lá em baixo. –Disse ajeitando meus cabelos em frente ao espelho e desci... Uma sensação estranha fez com que meu coração aperte-se, engoli em seco... O que será que esta acontecendo?

[Atrium]

[Autora]

Eddie andava de um lado para o outro falando e falando. Selena até agora não tivera a oportunidade de abrir a boca para tentar explicar. Ele falava sobre o quanto tudo estava estranho e que sabia que estava acontecendo algo com Demi e que ela não estava contando a ele.

-Selena se você sabe de alguma coisa é melhor você por favor me dizer! Antes que eu perca o único fio de paciência que me restou pra essa palhaçada aqui! –Selena abaixou a cabeça pensando numa desculpa.
-Ela saiu para um passeio matinal! –Deu de ombros.

-Passeio matinal? –Riu. –Essa desculpa não cola mais... Eu quero a verdade Selena! E não saio desse quarto enquanto não me falar onde esta minha filha!
Joe estendeu a mão para Demi e a ajudou a descer do cavalo. Estavam nos fundos, Demi não acreditara no que estavam vendo.

-Cadê a escada? –Demi disse entre dentes. –Tinha uma droga de escada aqui e cadê a escada? –Disse em desespero.
-Calma. –Joe a tranquilizou. –Se tem alguém no seu quarto é até melhor que você entre normalmente.
-E o que eu digo? Eu não sou boa com mentiras!

-Sei lá... Diz que saiu para um passeio matinal. Sempre funciona. –Suspirou.
-A gente vai se ver de novo. –Sorriu. –Eu sei que vamos... Isso não é um adeus certo? –Joe assentiu e a beijou. –Eu te amo!

-Também amo você... Nos vemos por ai. –Demi sorriu ao ouvir essa frase. O observou até que ele sumiu de vista. Voltou a entrada do castelo e se abraçou por causa do frio que fazia. Ela estava com um casaco um pouco grosso, shorts e rasteiras. Seus cabelos estavam soltos e ondulados. Ela soprou as mãos e passou pelos guardas indo direto para o quarto. Ouviu seu pai dizendo algo e tocou a maçaneta suspirou de forma longa e abriu a porta.

-Bom dia. –Disse num tom animado.
-Onde você estava? –Ela nem desviou o olhar para Selena.
-Sai para dar um passeio matinal... Sei lá espairecer um pouco!
-Com um assassino a solta na floresta você sai e nem da satisfação para ninguém?

[Demi]

-Poxa... Esses dias você estava com insônia e eu preferi não acordar você. A Selena estava acordada eu pedi para que ela desse o recado! Ela não deu?
-Deu é que. –Interrompi.
-Não confia em mim? –Disparei logo em seguida.

-Confio é só que... Deixa pra lá! Você voltou e isso é o que importa. –Beijou minha testa. –Não faz mais isso comigo. Por favor?!
-É claro. –Ele saiu. Fechei a porta e tranquei encostando na mesma e escorregando até sentar no chão. –Foi por pouco. –Disse sussurrando e pondo a mão no coração.
Selena assentiu. –Ele só caiu nessa de passeio matinal por que eu disse isso antes. –Sorri. –Se não você estaria morta!

-EU TE AMO SELLY! –A abracei em euforia e ela riu histericamente quando caímos no chão.
-Como foi sua noite? –Encarrei o teto e sorri. –Foi tudo tão... Maravilhoso! –Minha voz saiu um tanto melosa mais ignorei a mim mesma. –Selena... Ele é lindo, aqueles braços meu Deus do céu que... –Ela me interrompeu.
-Me poupe dos detalhes. –Balançou a cabeça.

-Mais aconteceu algo estranho. –Ela arregalou os olhos. –A escada... A escada pela qual eu desci não estava mais lá quando cheguei.

*-----------------*

Deixei um ar de suspense!
Gostaram?
Aiii meu Deus! Foi meu post mais comentado... 

Tirando as respostas ao todo 11 comentarios. 11 safadinhas! Eu fiquei muito... Muito FELIZ!
Então... Aiiiii que felicidade kkk! ok sem drama Jéssie!
Eu estou emocionada aki por que deram meu nome pra filha da Demi na fic da Bruh! Isso foi realmente gratificante! 

~me sentindo a unica jéssica do planeta terra~

Antes que eu me esqueça... Comentem aki ok? Me digam o que estão achando!

Divulgando:

Novo blog da Tay...


Blog da minha nova seguidora Emma!


Fuiiiiiiiiiiii!

23/02/2013

Capitulo 31- Por que você me faz sorrir... Mesmo que só por um momento [Hot]



-Meu pai me chamou hoje e disse que queria falar comigo. Eu subi tomei um rápido banho por que pelo jeito que ele me olhou... Era como se cobrasse minha pressa. Então quando eu pisei naquele escritório. –Seus olhos se marejaram. –Ele me disse que a data do casamento havia sido remarcada. Para mês que vem! –Uma lagrima escorreu. –Eu não sabia como te contar! Eu estou desesperado não sei o que fazer. Eu não quero isso, não quero fazer isso!

-Mais você não precisa, digo... Você não pode renunciar?
-Não tem como! –Se levantou. –Eu fui o prometido e nem se eu quisesse eu poderia renunciar! Eu não sei o que meus pais tinham na cabeça... Selar um acordo destes sem se importar com os meus sentimentos! –Falava disparadamente. –EU NÃO QUERO ISSO! SERÁ QUE NINGUEM ENTENDE!?

-Joe. –Segurei seu rosto. –Se acalma. –Ele se pós a chorar e me abraçou. Sussurrava palavras de conforto ao pé de seu ouvido, ficamos um bom tempo ali abraçados até que ele se separou de mim e suspirou.

-Desculpa... Era para termos um tempo só nosso e eu começo a chorar e descontar meus problemas em você. A culpa não é sua... Me desculpa! –Limpou as lagrimas. –Homens não choram! –Riu sem vontade alguma.

-Os de verdade choram sim! Sabe por que? –Ele negativou. –Por que eles tem sentimentos de verdade... Assim como você!
-Essa pode ser nossa ultima vez juntos. –Selou nossos lábios em um selinho demorado. –Quero torna-la especial. –O guiei até meus lábios sem querer pensar muito que essa poderia ser a ultima vez.

[De play na musica ♫  Colbie Caillat- Bubbly]

Will you count me in?
Você poderá contar comigo?

I've been awake for a while now
Eu estou acordada por um tempo agora
You've got me feeling like a child now
Você me fez sentir como uma criança agora
'Cause every time I see your bubbly face
Porque cada vez que eu vejo seu rosto animado
I get the tingles in a silly place
Eu sinto arrepios num lugar bobo

It starts in my toes
Começa na ponta dos pés
And I crinkle my nose
E me faz enrugar o nariz
Wherever it goes
Onde ele vai
I always know
Eu sempre sei

Nossas línguas faziam uma dança em perfeita sincronia. Sua mão ousava apertando minha coxa e minha bunda, enquanto minhas mãos passeavam pelos seus cabelos macios. Separei nossas bocas por alguns minutos.

-Você foi meu melhor erro Joe Jonas. –Ele me pegou no colo, entrelacei minhas pernas em torno de sua cintura, afundei minha cabeça em seu pescoço beijando e mordiscando deixando minhas mercas ali.

That you make me smile
Que você me faz sorrir
Please stay for a while now
Por favor fique por um tempo agora
Just take your time
Basta levar o seu tempo
Wherever you go
Onde quer que vá

Ele seria meu e eu seria dele. ”

The rain is falling on my window pane
A chuva está caindo no vidro da minha janela
But we are hiding in a safer place
Mas nós estamos nos escondendo em um lugar mais seguro
Under covers staying safe and warm
Sob as cobertas permanece seco e quente
You give me feelings that I adore
Você me dá sentimentos que eu adoro

Ele subiu uma escada pelo que eu deduzi de poucos degraus, pois logo entramos em um quarto que agora era iluminado apenas pela luz fraca de um abajur que ficava ao lado da cama. Ele me deitou de forma delicada e ficou entre minhas pernas, ficou me olhando com um sorriso nos lábios. Com uma de minhas mãos posicionadas em sua nuca o puxei para mais perto dos meus lábios.

It start in my toes
Começa na ponta dos pés
Make me crinkle my nose
E me faz enrugar o nariz
Wherever it goes
Onde ele vai
I always know
Eu sempre sei

That you make me smile
Que você me faz sorrir
Please stay for a while now
Por favor fique por um tempo agora
Just take your time
Basta levar o seu tempo
Wherever you go
Onde quer que vá

-Demi nos nunca falamos sobre. –O interrompi com um selinho.

What am I gonna say
O que eu vou dizer
When you make me feel this way
Quando você me faz sentir desse jeito?
I just...
Apenas? hum...

-Eu quero você. –Ele abriu a boca para dizer alguma coisa mais desistiu e balançou a cabeça em seguida inclinando-se para me beijar. Dessa vez foi diferente... Senti algo diferente, uma sensação diferente e senti meu coração querendo saltar do meu peito. Tudo tão perigoso, era incrível como eu não tinha mais medo dessa palavra.

A partir do momento que ele entrou na minha vida essa palavra deixou de existir pra mim. Ele desceu sua mão até minha cintura e me invadindo por debaixo da blusa que eu vestia. Me arrepiei com suas mãos frias, tocando meu seio quente devido o tecido grosso da blusa que logo foi arremessada para um canto qualquer. Mordi seu lábio inferior com vontade, ele gemeu baixo me fazendo sorrir, joguei a cabeça para trás arfando de forma imediata sentindo seu peso sobre meu corpo.

Ele depositou alguns beijos em meu seio direito enquanto massageava o outro assim mudando o ritmo me arrancando alguns gemidos. Segurei seu queixo e ele me olhou com uma interrogação no rosto. O trouxe novamente até meus lábios, queria gravar cada detalhe daquela noite em minha memoria... Para sempre.

[Autora]

Demi desabotoou a camisa de Joe e jogou-a de lado, sem se importar em aonde pararia. Quando a ultima peça de roupa foi tirada, ambos se entreolharam antes de qualquer ação. Joe acariciou a maçã de seu rosto e sorriu fraco.

-Meu único e verdadeiro amor. –Joe se posicionou entre suas pernas e a possuiu carinhosamente. Ela fechou os olhos e mordeu o lábio inferior, sentindo um misto de dor e prazer que a invadiam cada vez mais conforme ele se movimentava.
Assim passaram a noite se entregando e se amando como se não houvesse amanhã ou depois para terem uma nova chance. Joe beijou sua nuca e a abraçou trazendo seu corpo para si novamente.

-Eu te amo minha Princesa. –Entrelaçou sua mão na dela.
-Eu também meu Príncipe. –Sorriu e juntos adormeceram.   

'Cause you make me smile
Porque você me faz sorrir

Even just for a while
Mesmo que só por um momento

*---------------------*

Aiii Bruh! Vlw mesmo... Eu pensei tipo nada a ver mais quando eu vi a tradução eu pirei geral com isso kkkkk Eu viciei nessa musica ainn!

Já vou logo avisando uma pequena coisinha... Foi a primeira vez dela e eu não ia fazer um cinquenta tons de cinzas ok? ! 

Eu achei que ficou bonitinho para a primeira vez sério!

Digam o que acharam ok?

Beijinhos com Glitter... Vou escrever mais  pra vocês \O/ 

#FUIIII!