Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

31/05/2013

Capitulo 32 [Ultimo] + Selinho




 “Eu não vou desistir de nós
Mesmo que os céus fiquem furiosos
Estou te dando todo meu amor.”

"Logan, nasceu! A unica coisa que brilhou mais do que ele naquele dia foram os fogos e rojões que vovô Eddie soltou... Ele estava certo! >.<  Logan é lindo, parece muito com meu pai, eu sei o quanto ele queria um menino... Ele faz de tudo para passar mais tempo com Logan, até de noite... Já o escutei cantando para que ele dormisse e não acordasse a mamãe. Ele tem realmente se esforçado para ser o melhor e o melhor pai, principalmente para Bárbara eu não tenho ciúmes e sim orgulho! Sei que foi difícil passar 17 anos longe dela. Vocês devem estar se perguntando e Stefan? Depois daquele dia na praia nos vimos com frequência mais nada como aquele dia no quarto rolou e eu fiquei a me perguntar se ele desistiu? "

-Eu tenho uma surpresa de aniversário para você. –Stefan diz tapando meus olhos. –Eu fiz algo bem especial... Como sabe meus pais viajaram e como ultimamente tem sido difícil nos vermos eu pensei que. –Tiro suas mãos de meus olhos e sorrio. Como eu imaginei a iluminação do quarto estava escura, tinha velas e rosas por todo lado. -Você gostou? –Eu sorrio para ele.
-Claro, eu sempre sonhei com uma noite dessas. –Passo meus braços em volta do seu pescoço. –Eu amo você e... Quero que faça de mim uma mulher. –Ele pisca sorrindo e beija-me delicadamente meus preços com um braço em volta da minha cintura ele me empurra de leve até chegarmos a cama onde eu caio sentada, ele se agacha e desamarra meus coturnos pretos cano baixo e retira minhas meias, ele tira sua jaqueta e apoia suas mãos em meus joelhos enquanto ele sobe na cama beijando meus lábios e me inclinando mais para trás fazendo-me deitar, com seus joelhos ele abre minhas pernas e se encaixa ali acariciando a lateral do meu corpo com sua mão, ele aperta minha coxa com força fazendo minha respiração ficar descompassada. 

Eu não sei o que fazer então acaricio sua barriga e seu peito por debaixo da camisa, logo seguro a barra e puxo para cima jogando de lado, ele tem um abdômen um pouco malhado, ele beija meus lábios dessa vez de forma mais intensa colando nossos corpos e eu sinto... Sinto novamente aquilo pulsar em meio as minhas pernas, ele desce seus beijos e desabotoa minha camisa preta jogando-a para um canto qualquer eu me sinto levemente envergonhada.
-Não tenha vergonha de mim pequena, vamos nos acostumar um com o outro. –Beija no meio dos meus seios. –Posso? –Eu assenti de forma positiva. –Se você quiser parar em algum momento eu vou entender.

-Shiu. –Coloco meu dedo indicador sobre seus lábios. –Eu não quero parar, por favor continua. –Ele desabotoa meu sutiã com sua boca e retira com as mãos jogando-o para o chão, ele começa a beijar meus seios e sinto-os ficarem rígidos fazendo me gemer baixo enquanto ele parece satisfeito olhando para mim, ele beija minha barriga e desce para meu umbigo onde ele passa a língua mal intencionada. Ele tira meu cinto jogando-o para o lado junto com sua calça... Ele tira minha peça íntima com sua mão trêmula. Estou terrivelmente corada, ele estica o braço e pega algo que pela iluminação não vejo bem.
-Proteção. –Volta á posição de origem. –Amor você está pronta?

-Quando você estiver. –Ele se posiciona entre minhas pernas e entra em mim lentamente fazendo-me gravar as unhas em suas costas.  –Ó. –Eu gemo alto de dor. Ele esta parado respirando fundo enquanto os músculos da minha barriga tremem e minha intimidade se contrai ele rompeu meu hímen, Stefan morde o lábio inferior com força. Ele se movimenta lentamente indo e voltando, uma lágrima escorre pela minha bochecha e graças á iluminação ele não viu, apertei minhas pernas em sua volta ele apertou com força minha coxa.
-Como se sente? –Investe mais uma vez e eu aperto seus cabelos, ele geme.
-É... Bom. –Sorrio para ele sendo apoderada de uma sensação nunca, jamais sentida.... Prazer! Ele vem mais rápido agora e eu sinto as minhas pernas ficarem rígidas e trêmulas ao seu redor, ele tem os olhos abertos e bem fixos em mim. Ele esta mordendo o lábio para não gritar mais... –Diga meu nome Stefan. –Arranho suas costas. –Diz!
-Bru-na.
-Diz. –Mordo seu ombro.

-BRUNA! –Meu corpo estremece com sua posse. Ele cai algum tempo depois com a cabeça sobre meu pescoço completamente exausto, ele sai de mim e eu solto um pequeno gemido. Sinto minhas pernas moles e trêmulas, apenas puxo a coberta para me cobrir. Ele foi ao banheiro e depois de uns minutos se deitou ao meu lado. –Bebê? -Pisco meus olhos, eu estou cansada mais luto para ficar acordada ali com ele... Foi algo tão perfeito. –Como está?

-Realizada, foi incrível amor. –Sussurro. –Eu te amo.
-Você parece cansada. –Acaricia minha bochecha com a polegar.
-Não. –Minha voz saia fraca e eu bocejo.
-Não tem problema, durma bebê. –Beija minha testa.  –Vou avisar seu pai de que vai ficar ok? Eu já venho. (A/ Não pensem que ele contou pro Joe, isso causaria uma 3ª guerra mundial!)
-Tudo bem. Volta logo!
-Eu também te amo minha princesa.

"E foi nesse dia que eu descobri como se fazia aquela dança que certa vez minha mãe contou-me, dois corpos... Como um! Aprendi a como demonstrar o amor que eu sentia além de meros atos físicos, como meu pai descreveu... O amor sem medidas que á muito tempo buscava conhecer e que só agora se concretizou em minha vida e que se concretizamos juntos para sempre!"

*--------------------*


Eu admito que não foi o melhor Hot que eu já escrevi!
Mais para a primeira vez dos dois está de bom tamanho... Eu não sei vcs mais odeio quebrar o clima com "Não sei se é isso mesmo" ou qualquer outro tipo de insegurança por que ela já disse que confia nele e isso pra mim basta ok?

Mais adoraria saber se gostaram :) 
Eu escrevi de madrugada por que estava sem sono lol!

Selinho:


Eu recebi uns tempos atrás e não repassei ~Sorry, eu me esqueci completamente!~ Mais agora recebi ele novamente e irei repassar! Mãos a obra! As questões estão respondidas aqui 

Vou repassar para:

Heart Attack
I Knew You Were Trouble
Have I Found You?

My Love Is A Loser

Por hoje é só!
Amanhã... Tem o epilogo!
:( ~Beijos Seduzentes!~


30/05/2013

Capitulo 31+ RUMOR: Joe pedirá Blanda em casamento!



“Sinto o sentimento mais maravilhoso
As palavras não descrevem
O que estou sentido, de verdade (oh, glória).”

[Alguns meses depois]

[Demi]

Joe esta com seu braço em volta de mim... Ou melhor dizendo, com a mão sobre minha barriga de recém completados 9 meses, eu sinto uma certa agitação aqui, ele nunca ficou tão agitado antes! Acaricio minha barriga. –Quietinho! Mamãe esta com sono bebê. –Resmungo baixo e sinto algo escorrer pelas minhas pernas. Será que é... Ai meu Deus!
-Amor você fez xixi na cama? –Sinto um aperto em minha barriga.

-Joe o bebê esta vindo. –Digo baixo. –MEU DEUS! O BEBÊ ESTA VINDO! –Eu estou desesperada!
-Que? –Levanta desorientado. –Não pode ser, seria semana que vem... A Dra. Cher esta viajando, não temos parteira. –Minha barriga aperta dessa vez mais forte e eu grito.
-ARRUMA ALGUÉM AGORA!
-Esta tudo bem? –Bárbara aparece no quarto.

-VAMOS TER UM BEBÊ. –Eu grito de dor. Ela arregala os olhos e pergunta algo para Joe, em seguida começa a pedir a ele algumas coisas.
-Toalhas, água quente, uma faça esterilizada, um prendedor esterilizado, um avental e molho de pimenta.
-Molho de pimenta? –Joe arregalou os olhos. Para que diabos ela quer molho de pimenta?!
-Anda logo! –Bateu em suas costas e correu para lavar as mãos.
-Mãe? –Bruna entra no quarto.
-Travesseiros Bruna! Coloque atrás dela para apoia-la.
-Sabe fazer um parto?

-Eu assisto Grey's Anatomy e tirei A+ nas aulas de saúde do colégio em todos os bimestres eu sei o que estou fazendo. –Retira minha calcinha e joga para o lado. –Abra. –Eu sinto minhas pernas tremerem, eu devo mesmo confiar á vida do meu bebê a uma adolescente de 17 anos?
-Você confia em mim mãe? –Eu pisco um pouco e sei que não é a hora de ficar emocionada, eu tenho um bebê que está pronto para sair.
-Eu confio. –Abro minhas pernas. Joe chega todo atrapalhado com um par de luvas e as coisas que ela pediu.
-Pai vê se a cabeça esta aparecendo. –Ela se afasta e pega as toalhas.
-Como?

-Olha. –Ela ordena colocando as luvas. Só escuto o barulho de seu corpo contra o chão. –Viu, foi para isso o molho de pimenta. –Aponta para Bruna que corre para socorrer o pobre coitado. Ela molha uma das toalhas, torce e coloca sobre a minha testa. Eu estou começando a suar. –Vamos aguardar uma contração. Pedi que ele também ligasse ao hospital eles mandaram uma ambulância mais caso não de tempo eu faço isso. –Sorri. Joe acorda tossindo e se senta ao meu lado pálido.
-Fique acordado Sr. Jonas. –Ele segura a minha mão. Bruna segura a toalha na minha testa, eu sinto a minha barriga doer.

-Faça força... Agora! –Ela ordena e eu solto um grito agudo de muita dor. –Eu vi a cabeça mais precisamos de mais força ok? Vamos lá você vai conseguir. –Ela respira fundo e tem lágrimas nos olhos. –Outra vez. –Joe aperta a minha mão. Eu me perdi no tempo, o meu corpo chegou aos seus limites e por um momento eu pensei em desistir mais eles não me desampararam e me deram força. Quando o choro do bebê me trouxe a realidade Bárbara tinha cortado seu cordão e prendido com o prendedor esterilizado, ela estava com ele enrolado num lençol branco, ela tinha lágrimas nos olhos.
-O que é? –Digo piscando, minha visão estava embaçada por causa das lágrimas que se formavam nos meus olhos.

-Um menino. –Ela sorriu. –Um lindo príncipe. –Vem até mim e coloca-o delicadamente em meus braços.
-Obrigado filha. –Sorrio largo para ela.
-De nada mãe. –Joe lhe dá um abraço apertado e um beijo na testa. Agora tenho meu pequeno Jonas nos braços, ele tem os cabelinhos pretos, os olhinhos castanhos mel puxados iguais aos do pai, meu nariz arrebitado, a boca rosada... –Ele é lindo! –Sorrio entre lágrimas. –Venha ver Joseph. –Ele vem rapidamente e se põe ao meu lado. –Ele tem seus olhos. –Joe me da um selinho. (A/Eu também a principio pensei num menino!)
-Ele é perfeito, parabéns mamãe.
-Parabéns papai. –Joe o observa com atenção. –Como vamos chama-lo?

-Logan. –Eu olho para ele.
-Ótima escolha. –Não demorou muito para que os paramédicos chegassem, mesmo com o parto bem sucedido foi levada ao hospital para últimos ajustes. Estava no quarto aguardando a chegada da enfermeira com Logan quando Joe aparece todo arrumado exalando perfume, ele sorri e se inclina para beijar meus lábios. –Trouxe as roupinhas?
-Sim. Não se preocupe ele está bem. O médico me disse que Bárbara foi ótima num parto natural não deixa de ser perigoso e o seu foi um sucesso. –Sorri.
-Com licença. –A enfermeira entra com Logan já aos berros em seu colo. –Temos um garotão faminto aqui. –Eu o pego com cuidado e Joe beija sua testa, Logan se acalma e fica olhando para ele mexendo freneticamente as mãozinhas tentando toca-lo. Eu o coloco próximo ao meu seio e ele coloca uma das mãozinhas no fecho do sutiã e mama tranquilamente.
-Ei rapazinho, são meus mais cuidado. –Eu rio. –Veja só ele quer o outro, nada disso. –Eu rio novamente. –Sabe Sra. Jonas eu estou com saudade do gosto de leite materno. –Me lança um sorriso quente. (A/Fifty Shades Of Freed. Baby’s! Minha inspiração para esta fala.)

-Agora são do Logan apenas. –Joe se senta ao meu lado na cama e passa um braço em torno de mim rindo e fazendo beicinho.
-Eu te amo querida.
-Eu também te amo. –Beijo Joseph e Logan bate a mãozinha em meu seio. –Ei garotinho nada de ciúmes do papai. –Ele larga meu seio e eu o coloco para dentro de meu sutiã novamente antes de faze-lo arrotar. –Eu também te amo bebê.
-E eu ainda mais. –Joe brinca com as mãozinhas de Logan colocando seu dedo indicador nelas e ele aperta o dedo de Joe.

*------------------*

Respostas Dos Comentários

Oiiiiiiiiiiie!
Se meus capitulos voltassem a ter títulos o deste seria...
"Um parto nada convencional!"
kkkkkkkkkkkkkkk! ~Rachei!~
Agr... Voltando a realidade, vocês não sabem o que é comer doce de leite e chorar na frente de um PC ~O meu se chama D.J Jonas! Prazer :)~
Só tem mais 1 capitulo se eu não me enganem e depois vem um epilogo com uma pitada de Hot para fechar com chave de ouro minha MELHOR fic já escrita! ~Pelo menos foi o que me disseram!~

Gostaram do Logan?
Eu AMEI!!!!!!!!!!!!

Comentem aiiii Lindas!

P.S- Já tenho uma nova fic em mente! ~Além de Paradise!~
P.S- Como é possivel uma pessoa chamar isso de interesse? ~Estou apaixonada por eles! Sério :)~
P.S- EU NÃO CREIO NISSO! ~VOU MATAR UM!~

Então gente por Hoje é só... Não vou falar mais nada por que se não vou ficar sem pc e isso já esta fora de plano ok?! Tenho muita fic para postar...
Beijos!

29/05/2013

Capitulo 30 [Mini] + Revelação!




Quando olho em seus olhos
É como assistir o céu à noite
Ou um belo amanhecer.

[Bruna]

Não muito longe dali, eu e  Stefan arrumamos um lugar onde poderíamos ter mais privacidade sem que tivesse porta! Stefan estava entre minhas pernas com uma mão em minha coxa começo a sentir um frio no estômago e me separo ofegante dele e sorrio. -Chega, meu pai pode aparecer e não vai gostar nada disso. –Rio, ele da um selinho molhado em mim e se senta ao meu lado. –Aquilo que você fez comigo no quarto... Você já fez com outra garota? –Ele faz uma careta de reprovação. –Desculpe-me.

-Fiz mais não teve sentimento algum foi apenas uma rápida diversão.
-Quem?
-Amanda.
-Qual?
-Amanda Jones.

-JONES! AMANDA JONES SEU IDIOTA, EU... EU VOU MATAR VOCÊ! –Começo a estapear ele com muito ódio... Como ele pode? Ela é... Era minha melhor amiga!
-Bruna... Não! Espera... O que foi?
-ERA MINHA MELHOR AMIGA! VOCÊ... COM A MINHA MELHOR AMIGA! EU VOU QUEBRAR A SUA CARA.
-Amor.
-AMOR O ESCAMBAU!
-Bruna eu não sabia foi no jogo da garrafa, eu não tive escolha.
-Jogo da garrafa? Qual deles?
-O da Emily.
-Eu estava lá. –Cruzo meus braços.

-Estava?
-Linda e loira. –Balanço a cabeça. -Eu fiquei com o... –Bato o dedo indicador nos lábios e arqueio uma sobrancelha. –Josh se lembra?
-Isso foi golpe baixo. –Diz emburrado.
-Eu não fiz nada demais com ele. –Viro de costas e começo a andar, ele me puxa pelo braço.
-Eu não acabei.
-Pois eu já.

-Escuta! Eu juro que se soubesse não teria feito, entenda Bruna... Eu amo você, apenas você! Ela não significou nada pra mim, foi algo horrível por que eu fiz isso para me vingar dos meus pais e eu me senti um objeto, usado. Mais você faz tudo ser diferente. –Eu estou amolecendo, me segure Stefan! –Eu me sinto completo com você, eu quero que seja algo muito especial pra você.
-Eu sei. –Tomei o fôlego. –Me desculpa, eu fui infantil. -Balanço a cabeça e suspiro. –Eu queria muito sentir de novo.

-Você vai... Em breve querida.

*------------------*


O proximo eu juro pra vocês que será grande ok?
Vocês vão amar sabe por que... O BEBÊ VAI NASCER!
KKKKKKKKKKKKKKKKKKK!
Mais ok!
Eu tenho um trabalho de português para fazer agora!
Eu ri... Mais eu ri tanto escrevendo esse capitulo que eu imaginei a cena do Stefan levando uns tapas e gente... Eu rachei de verdade!

Bom... Espero que tenham gostado! 
O hot deles está perto de acontecer ok?

Beijos!