Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

28/09/2014

Capítulo 24 ( mini )


Dia Seguinte, 08h00 da manhã

          Batidas na porta do chalé fizeram Demi despertar de seu dono, eram seus pais e os de Joseph. MEU DEUS! Ela havia se esquecido de que eles tinham uma programação de atividades a serem seguidas, Demi deu um pulo da cama e correu até a sala para vestir a camisola. No caminho até a porta ela arrumou os cabelos e tentou não parecer nervosa.  Bom Dia.  Disse ela ao abrir a porta.
 Bom dia.  Eles disseram animadamente.
 Pensei que vocês já estariam arrumados, hoje tem escalada e é sempre bom ir cedo.  Eddie disse sorrindo.  Onde esta Joseph?
 Ele esta dormindo.

 Ontem vocês sumiram na trilha, esta tudo bem?  Denise perguntou preocupada.
 Câimbra.  Demi fez careta.  Foi uma dor insuportável, mas agora esta tudo bem.
 Então é melhor você descansar.  Paul sugeriu.  Você e Joseph podem fazer algo "light" depois.
 Acho melhor fazer isso, boa escalada pra vocês.
 Obrigado.  Disseram em uníssono, despediram-se e saíram.

          Demi fechou a porta e suspirou aliviada.  Meu Deus, foi por pouco.  Colocou a mão sobre o peito.
 Eles já foram?  Ela sobressaltou assustada.  O que foi?
 Você me assustou.  Riu
 Desculpe-me, eu ouvi o converseiro e logo me levantei, fiquei com medo deles entrarem aqui.
 Eu também.  Demi o observou, ele vestia uma cueca boxer preta. Estava muito sexy!  Não seria legal eles entrarem aqui com esse cheiro de sexo.  Joe riu.

 O.k, o que vamos fazer agora?
 O que você quer fazer?
 Que tal um banho? Assim podemos nos livrar desse cheiro de sexo.  Demi riu.
 Eu aceito.  Ela o beijou rapidamente e segurou sua mão guiando-o até o banheiro.

Casa dos Bieber's, 08h15 da manhã

          Miley preparava o café da manhã da pequena afilhada, quando bateram na porta. Ela largou o galão de leite em cima do balcão e caminhou até a porta, quando abriu riu histericamente. Edward estava quase que irreconhecível com um sobretudo preto e um chapéu marrom!  Vem cá, você roubou o chapéu do Pharrell Ele riu.
 Você não muda, não é mesmo?
 Nunca.  Ela sorriu e eles se abraçaram.  Tudo bem?
 Tudo sim e você?
 Eu estou ótima.  Miley cedeu espaço para que ele entrasse.

 Você sabe onde Demi está? Disse que viria assim que minha turnê passasse pelo Texas, mas resolvi chegar uns dias antes para fazer uma surpresa.
 Ela deixou Sarah aqui comigo e foi viajar.
 Ela viajou sozinha?
 Ela foi com o namorado, os pais dela e os pais dele. Eles voltam daqui uns dois dias, eu acho.

 Quem esta ai, dinda?  Sarah apareceu coçando os olhinhos.  PAPAI!  Ela gritou eufórica assim que o avistou, em seguida correu até ele. Ed pegou a filha no colo e a abraçou fortemente.
 Oh, princesa.  Riu.  É tão bom ver você, senti saudades.
 Também senti saudades, papai.

**

          Depois de comer, Sarah foi assistir TV e deixou os adultos na cozinha conversando. Ed olhou a filha de onde estava sentado e em seguida voltou-se para Miley, ele queria saber sobre Demi e Joe.  Então, diga-me: Como Demi e Joe estão?  Ela se sentou de frente com ele e deu de ombros.
 Estão bem, eu acho.  Edward riu.
 Você sempre acha tudo, Miley!  Fez careta.
 Demi não fala muito sobre a relação deles, mas esta perdidamente apaixonada! Uns tempos atrás ele terminou com ela, não sei até hoje o motivo, mas ela quase morreu.  Ele arregalou levemente os olhos.  Chorou tanto que parecia que o mundo ia acabar, sabe? Sarah quem me contou tudo, pois se dependesse dela... eu nem saberia de nada.
 Não é legal falar sobre isso, coisas ruins ficam enterradas no passado.  Ed citou uma das frases do livro de Demi.  Você deveria saber disso.
 Eu sei, eu sei, mas eu me preocupo.
 Mas, você também é curiosa!  Eles riram.
 Para com isso!  Ela fez careta.  Só um pouquinho, mas nós somos amigas e amigas contam as coisas.
 Eu não sei ao certo, mas estou ansioso para conhece-lo.
 Ele é um cara legal.

De Volta ao CWN, 09h00 da manhã

          Joseph estava sentado no vaso, com sua cabeça inclinada para trás, enquanto Demi sentada em seu colo fazia sua barba com a navalha. Ela era precisa e habilidosa.  Como está indo?  Ela lhe deu um selinho. 
 Estou quase acabando, o.k? Fique quietinho.  Sorriu. 
 Hm... eu não consigo, você está me fazendo sentir umas coisas estranhas.  Riu. 
 Que tipo de coisas estranhas?
 Um trimilique estranho nas pernas.  Ela riu histericamente e colocou a navalha sobre a pia.  Bem, eu acho que fico nervoso.  Ele mordeu os lábio.
 Esta tudo bem, amor.  Demi sorriu.  Você só precisa ter um pouco mais de auto confiança, podemos trabalhar nisso daqui para frente, O.k? Não estou dizendo que você não tem, entenda bem. Você só precisa dar um UP.
 Eu entendi perfeitamente.
 Ótimo, agora deixe-me terminar sua barba.  Ele acariciou a coxa dela. 

 Joseph, não me provoque!  Ela repreendeu rindo.  Já esta sendo difícil estar sentada aqui e agora você fica fazendo isso.  Demi largou a navalha novamente e sentiu Joe beijar-lhe o pescoço. 
 Esquece essa barba, vamos pro quarto?  Ela sentiu um arrepio percorrer a espinha. 
 Exercício de auto-confiança nº 1? 
 Sim exercício de confiança nº 1.
 Vamos.  

--

desculpem o tamanho :( mas foi o melhor que eu pude fazer com o bloqueio que eu estou tendo, o.k? eu não vou escrever outro hot, pelo menos não agora rsrsrs' meu braço esta doendo tanto, fiquei uma hora aqui encarrando a tela numa tentativa frustrada de escrever esse capítulo. enfim, espero que tenham gostado. vai ter o papo sobre o não uso de camisinha, o ed vai conhecer o joe e... estou preparando um spoiler da nova fic pra vocês O/ bjoooos. p.s: respondo os comentários assim que puder. outra coisa... VCS VIRAM O DUETO JEMI? EU SURTEI, CARA!!! 

 

ahhhhhhhhhh giovana, o forninho caiu!


25/09/2014

Capítulo 23

NÃO TIVE TEMPO DE REVISAR, BLZ?
ESSE CAPÍTULO CONTÉM CENAS EXPLICITAS...
BOA LEITURA! :)


Alguns Dias Depois, Casa dos Bieber's - 07h00 da manhã

          Todos já estavam com malas prontas, menos Sarah. Demi conseguira uns dias fora do trabalho, mas não conseguira um acordo com a escola, pois as crianças estavam em época de provas e com sua filha não podia ser diferente.  EU QUERO IR!  A garotinha bateu o pé, cruzou os braços e começou a chorar.
 Filha, por favor.  Demi tentou argumentar.
 NÃO, EU NÃO QUERO SABER!  Miley olhou para Demi e balançou a cabeça.
 Sarah, você tem provas na escola.  Ela nem prestou atenção, apenas abraçou a perna de Miley e soluçou.

 Você prometeu.  Disse após alguns segundos.  MENTIROSA!
 Sarah, venha aqui.  Joe chamou.  Por favor, quero conversar com você.  Ela largou a perna da madrinha, passou pela mãe e abraçou Joe. Ele sorriu quando foi abraçado.
 Não fique chateada, princesa. Sua mãe tentou, eu juro que ela tentou, mas você esta em época de provas e seria irresponsável tira-la da cidade agora.  Sarah assentiu.  Se você se comportar, depois das suas provas... podemos ir aonde você quiser, o.k?
 O.k.

 Você não vai ficar chateada?
 Não.
 Vai se comportar?
 Sim, Jojo.
 Essa é a minha garota Sorriu e Sarah beijou sua bochecha.  Vou trazer um presentinho para você.
 Gostei disso.  Ele riu.

 Agora, peça desculpas para sua mãe.
 O.k, cuide bem dela na viagem.
 Pode deixar, eu cuido.
 Boa viagem.
 Obrigado, amor.
 De nada.  Ela se despediu de Joe e voltou para sua mãe. Demi estava sentada na sala com Miley, ela bebia um copo d' água.  Mamãe, você me desculpa?  Ela correu e pulou em seu colo.
 Oh, filha.  Demi sorriu.  Claro que sim, eu te amo.
 Eu também te amo, mamãe.

Depois de algumas horas na estrada, Connect With Nature 01h00 da tarde

          CWN é o lugar perfeito para relaxar, além de ter uma vista incrível! Demi ficou maravilhada com a beleza do local e não deixou escapar nenhum detalhe, afinal ela precisava dizer ao namorado como tudo era. Havia também uma programação de atividades a serem realizadas, principalmente para casais. Trilha, escalada, tirolesa... a lista era infinita!  Como descobriram esse lugar?  Demi perguntou e em seguida mordeu seu lanche. 
 Bem, um amigo de um amigo me indicou.  Eddie sorriu.  Vim com sua mãe várias vezes, aqui é realmente muito bom. 
 Depois ele me indicou.  Paul apontou para Eddie e deu de ombros.  Como já fazia algum tempo desde a ultima vez, pensei: "Preciso ir lá novamente".  Sorriu.  E então, eu falei com Joseph e ele disse que falaria com você, Demi.
 Eu imaginava um fim de mundo, admito.  Eles riram.  Não me julguem, mas o fato de não pegar sinal de celular é algo... extremo! 
 Desapega, desapega.  Joe balançou a cabeça e eles riram novamente. 

 Eu queria que Sarah estivesse aqui.  Dianna suspirou e Demi balançou a cabeça.
 Não me fale isso, você quer que eu volte para casa?  Ela bebericou seu suco de laranja. 
 Sua mãe não falou por mal, Demi.  Denise apertou de leve a mão da nora. 
 Eu sei, eu sei, mas é difícil.  Joe a abraçou de lado.
 Não fique assim, ela entendeu tudo perfeitamente.  Sussurrou no ouvido dela.
 Ah, o que você disse pra ela?  Demi não conteve sua curiosidade. 
 Eu prometi que nós a levaríamos onde ela quisesse depois das provas e que eu levaria um presentinho para ela, por isso lembre-me de comprar algo. 
 Viram? É por isso que eu o amo.  Demi lhe deu um selinho e sorriu. 

Chalé Jemi, 08h00 da noite

          Eles estavam falando sério sobre desligar-se do mundo e aproveitar a natureza. No chalé onde Demi e Joe estavam, tinha uma lareira no lugar da televisão... era incrivel! Demi descreveu com precisão cada minimo detalhe e isso fez Joseph sorrir, pois ele pode imaginar o quão bonito aquele lugar era. A tranquilidade dali era o que o tornava ainda melhor! Agora eles estavam sentados no sofá, Demi com a cabeça apoiada no ombro dele vestia sua camisola de seda azul e Joe que estava sem os oculos escuros vestia apenas uma bermuda na mesma cor, o fato de suas roupas estarem na mesma cor fez com que Demi risse consigo mesma.  Como foi sua primeira vez?  Joe perguntou destraidamente e Demi arregalou levemente os olhos.  Surpresa com a minha pergunta?
 Muito, você não imagina o quanto.
 Depois do que você aprontou comigo naquela trilha... achei que poderia perguntar.  Demi mordeu os lábios ao se lembrar dos amassos quentes que eles deram na trilha, por muito pouco ela não arrancou-lhe o couro das costas!

 Você não gostou do que eu fiz na trilha?  Ele corou e ela sorriu largamente satisfeita.
 É claro que sim, mas.... pare de me fazer ficar envergonhado!
 O.k, eu conto.  Disse ela acariciando o peitoral dele com as unhas.  Foi algo não pensado, não planejado e um pouco incosequente. Quando se é criada numa familia cristã as coisas são... rigidas! Eles meio que falavam "não faça, pois é errado" mas eu ficava pensando "até que ponto é errado?" Até que numa noite eu fiquei em casa sozinha, coisa rara de se acontecer e eu achei o Ed. Ele foi muito bom comigo, mas eu ri um pouco.... foi estranho.
 Riu?
 Diziam coisas do tipo "dói", mas eu não senti dor.  Joe assentiu, ele parecia pensar em algo.

 E você, como foi?
 Ah, eu sabia que ia me perguntar.  Joe sorriu.  Eu perdi minha virgindade com 20 anos e acho que isso faz de mim um santo!  Demi abriu a boca um pouco surpresa.  Bem, eu tive alguns problemas no colégio... digamos que as garotas não me achavam atraente. Um cara que sai filosofando por ai, não é pegavel... talvez hoje seja, mas naquela época era fodido! Então, logo que eu entrei na faculdade as coisas pareceram mudar... lá eu era alguém e as mulheres vinham aos montes! Mas, Srta. Lopez quem ganhou o garotão aqui.  Demi riu.
 Você perdeu sua virgindade com sua professora?!
 Sim, ela era quase dez anos mais velha, mas era... você sabe, bonita e sabia como mexer com o psicologico.  Fez careta.  Foi no carro dela, eu me atrapalhei muito, mas não foi ruim... ela me ensinou muita coisa.

 Você tem contato com essa mulher?
 Não.  Joe virou-se para Demi e beijou seus cabelos.  Esta com ciumes?
 Não.  Ele riu baixinho.
 Tem certeza?
 Ah, pare! Eu tenho todo o direito do mundo.  Riu.  Você é o homem da minha vida, deveria estar acostumado com minhas crises. Ele riu e Demi começou a tagarelar sem parar.

 Demi, por favor.  Ele interrompeu a tagarelice.  Eu quero que você faça amor comigo, quero muito.
 Oh, Joseph.

          FINALMENTE! 

 Não precisa pegar leve comigo.  Ele sussurrou num tom malicioso fazendo Demi morder os lábios. Ela pensou em leva-lo para o quarto, mas acabou desistindo assim que ele a puxou para seu colo.  Assuma o controle, querida.  Demi o puxou para um beijo quente e Joe passou os braços em torno dela colando seus corpos. Quando faltou-lhes ar, ela partiu o beijo e trilhou beijinhos desde o queixo dele até seu pescoço. Ali ela deixou sua marca e no exato momento Joe apertou seu bumbum. Ela corou um pouco, pegou as mãos deles e colocou no fecho da camisola que era na frente.
 Abra.  Ela sussurrou e sorriu para ele. Enquanto Joe abria, ela acariciava seu membro através da bermuda. Ele sentiu um certo nervoso e suas mãos até começaram a tremer, mas manteve a postura... queria muito que sua noite fosse próspera. A camisola abriu e ele deslizou-a desde os ombros de Demi até seus braços, a peça caiu no chão. Ela voltou a beija-lo, enquanto suas mãos trabalhavam na bermuda. Sem conseguir se conter, Demi levantou-se e puxou a bermuda dele para baixo deslizando-a por suas pernas. Ela mordeu os lábios, olhou para ele e se colocou de pé. Demi sentou-se com uma perna de cada lado guiando-o para dentro dela, ele a abraçou pela cintura sentindo-se estremecer, a sensação era indescritível! Demi começou a se mover sobre ele, enquanto isso Joe beijava, massageava e apertava seus seios. Agora ele se sentia tão confiante, ela era uma mulher incrível! Demi segurou seus cabelos e puxou levemente, fazendo ele levantar sua cabeça, ela o beijou. Sentido-a contrair-se sobre ele, Joe gemeu.  Rápido, por favor.  A voz dele quase não saiu, sentia seu membro pulsar violentamente!

 Achei que estivesse no comando.  Ela sussurrou ao pé de seu ouvido num tom malicioso, céus!
 Me faça gozar!  Ele bateu em sua bunda fazendo Demi gemer, seu tom foi uma suplica e não sua ordem. Demi não cumpriu a vontade dele de imediato, ela reduziu o ritmo rebolando sobre ele... era uma sensação de prazer muito boa e ele não podia negar que estava gostando.
 Demetria!  Gemeu rouco fazendo-a sorrir, ela apoiou suas mãos nos ombros dele e partiu para o ritmo rápido. As pernas dela tremiam, mas ela não deixou-se abater.

          Estava tão bom, ela tinha medo de estar sonhando. 

          Quando estava próximo de atingir seu limite, Joseph abraçou Demi pela cintura... ambos atingiram juntos e deixaram-se acalmar ali abraçados no sofá.  Eu te amo.  Joe suspirou e sorriu para ela.
 Eu também te amo.  Demi colou sua testa na dele e deu-lhe um beijinho de esquimó.
 Vamos pro quarto?
 Vamos.  Joseph não esperou ela se levantar, apenas levantou-se com ela em seus braços e começou a caminhar. Demi riu, mas não disse nada que pudesse estragar o momento.... ele estava confiante, isso era muito bom.

 Onde esta a cama, querida?  Ele sussurrou.
 Seis passos a frente.  Demi acariciou seu rosto enquanto ela dava os seis passos.  Ainda é cedo para dormir.
 Nós não vamos dormir.  Ele sentiu a madeira da cama contra os joelhos e então, colocou Demi sobre a cama. Ela arrastou-se até os travesseiros e olhou para Joe, ele era muito sexy. Ele engatinhou até ela e beijou-a, enquanto suas mãos tinha livre acesso ao corpo dela... elas pararam nos seios. Joe abocanhou um deles enquanto massageava o outro com sua mão, Demi apertou seus cabelos entre os dedos.  São tão grandes, estou obcecado por eles.
 Joseph!  Ele não parou, mesmo depois dela quase arrancar seus cabelos! Joe estava se familiarizando com o corpo dela e de certa forma se sentia em casa. Ao penetra-la sentiu seu corpo queimar e as unhas dela em suas costas, gemendo sem cessar.  Ohh, meu Deus!


1 Hora Depois


          Demi estava com a cabeça deitada no peitoral de Joseph, suas pernas tremiam. Ela estava satisfeita e de certa forma surpresa! Ele pareceu tão confiante. Joe não conseguia acreditar que conseguira, finalmente, dar prazer a ela... a sensação era incrível! Ele acariciou as costas da amada e mordeu os lábios.  Querida, você esta acordada?
 Sim.  Sorriu.
 Você me permite uma pergunta?
 Claro.
 Você gostou? Sei que é ridículo perguntar isso, mas levando em conta minha...  Demi o interrompeu com um beijo rápido.
 Você foi ótimo, querido.  Sorriu largamente.  Minhas pernas estão tremendo tanto, você não faz ideia de como eu... bem, eu nunca tive algo tão intenso durante uma relação. Isso faz de você o meu herói!  Bocejou.  Não se preocupe, agora durma.  Beijou seu peito.  Temos um dia cheio amanhã.
 Tudo bem, boa noite.  Sorriu.
 Boa noite, querido.

--

não sei se ficou bom, mas foi o melhor que eu consegui fazer, o.k? o.k.
gente, eu estou morrendo de vergonha! socorro o'_'o tudo bem com vcs? eu estou bem e feliz por este capítulo ter finalmente saído. sim, ninguém usou camisinha kkkkkkk eu acho que terá algo sobre isso no próximo capítulo. e ai, gostaram? espero que sim. respostas aqui | daqui para frente eles vão ficar bem atiradinhos e eu... ADOROOOO! por hoje é só, beijos e amo vocês


meu herói *-*

23/09/2014

Capítulo 22 ( mini )

me desculpem, o.k? 


          Depois de saírem da igreja, eles seguiram para a casa dos Jonas. Já era um velho costume almoçar na casa dos amigos e hoje era dia da família Jonas. Agora as mulheres finalizavam o almoço na cozinha, enquanto os homens falavam sobre o jogo de beisebol que seria exibido na parte da tarde, Sarah por sua vez assistia algum desenho que passava no Discovery Kids. Sentido-se um pouco sufocado com sua roupa social, Joseph subiu cautelosamente as escadas e se dirigiu até seu quarto.

          Demi terminou seus afazeres na cozinha e foi atrás do namorado. Quando ela abriu a porta do quarto dele... seu coração quase saiu pela boca! Ele estava semi nu, apenas com uma cueca preta.  Demetria, o que você esta fazendo aqui?  Joe perguntou envergonhado.
 Eu procurei você e me disseram que você estaria aqui, desculpe-me se estou incomodando você.  Ela reprimiu a vontade de rir e tentou parecer um pouco irritada, apenas para ver qual seria a reação dele.
 Desculpe-me, eu fui infantil.  Fez careta.  Fique e se possível me ajude a encontrar minha bermuda jeans. Estou com muito calor!  Demi encostou a porta e pensou em agarra-lo ali mesmo, mas ela havia acabado de vir da igreja. Droga! "Controle-se, controle-se"   repetiu para si mesma mentalmente.

 Quer dizer que eu não posso vê-lo nessas condições? -Ela disse depois de segundos em silencio.
 Isso pode parecer clichê, mas eu sinto vergonha.
 Já ouviu falar que "pessoas bonitas devem ser apreciadas"?
 Já, mas... não me considero bonito o suficiente para ser admirado.
 Você deveria parar de se subestimar, sabia? Você é tão lindo, Joseph. Acredito que se você não estivesse comigo... poderia ter qualquer mulher que quisesse, pois você é incrível!


 Esta falando sério?
 Você me tira do sério, sabia?  Dane-se, ela se aproximou dele e tocou seu peitoral.  Com essas tatuagens e esses brações em volta de mim, eu me sinto tão segura quando estou com você.  Joe sorriu e apoiou suas mãos nos quadris dela. Demi ficou na ponta dos pés e o beijou calmamente. Em questão de segundos, eles estavam agarrados e vagando pelo quarto. Esbarrando numa poltrona, Joseph "caiu" sentado e ofegante. Demi ficou parada olhando para ela e para sua surpresa ele lhe estendeu sua mão. Ela se sentou com uma perna de cada lado e eles voltaram a se beijar, mas agora de forma diferente. Demi o sentiu tão tranquilo com ela ali, as mãos dele ganhavam vida através de suas coxas!
 Tenho pensado muito em nós nos últimos dias, Demi.  Ele disse com a testa colada na dela.  Eu quero muito você, desculpe-me por faze-la esperar tanto, mas eu realmente precisava de um tempo. Você me passa confiança quando me toca e eu... não poderia ter outra pessoa com quem compartilhar algo tão especial. Eu te amo, tanto!
 Eu também te amo, querido.


 Meu pai planejou uma viagem e eu quero muito que você vá comigo, vamos nos hospedar em chales. É um lugar onde não pega sinal de internet e vamos poder aproveitar muito o nosso tempo juntos. O que me diz?
 Eu acho uma ótima ideia, quer que nossa primeira noite de amor seja lá?
 Meu Deus, como sou gay... Sim, eu quero!
 Isso é algo importante num relacionamento e eu fico feliz quando você expõe sua vontade, entende? Poucos homens fazem isso e... eu tenho certeza de que vai ser incrível.
 MAMÃE, O ALMOÇO ESTA PRONTO!  Sarah gritou do corredor e Demi saiu de cima de Joseph.
 Se ela nos pegar aqui de novo, eu não tenho como explicar.  Joe riu.

--

OLÁ POPULAÇÃO DO BRASIL, SENTIRAM MINHA FALTA? ~ gri, gri, gri ~
tudo bem com vocês? eu estou melhor  e resolvi postar esse aqui, pois tem informações e o local definido de onde será o hot... EITA, O FORNINHO CAIU! socorro, eu não acredito que esse momento esta chegando *O* estou tão ansiosa, alguém me socorre aqui! gostaram desse mini capítulo? espero que sim e prometo fazer o possível para o próximo sair grande. ah e vale contar que eu já tenho planos para a próxima fanfic. beijos e até o próximo. --> respostas aqui |