10/08/2016

Broken Frame: Capítulo 47 • Hurts


não tive tempo de revisar, então me desculpem por qualquer erro xx


          Depois que Joseph saiu, Demetria ocupou-se em fazer o almoço e chamou as crianças para ajuda-la. Samuel não parecia estar chateado e Sabrina só sabia falar sobre a volta do pai! Ela realmente estava feliz. — Mamãe, você não vai acreditar. — Demi desligou o fogão, tampou as panelas e foi rapidamente ao encontro da filha.
— O que foi?
— Papai esqueceu o celular.

— Esqueceu? — Ela aproximou-se da filha e pegou o aparelho em mãos — Isso é inusitado! — Riu. 
— Ele deve ter se distraído olhando pra você. — Sabrina sorriu — Vou ver o que Sam está aprontando lá em cima, o.k? — Demi apenas assentiu e a garota subiu. 

          O celular de Joseph era protegido por senha, mas Demi não teve dificuldade alguma em adivinha-la. Era a data do casamento deles! Ela sorriu e verificou o registro de ligações, havia muitas chamadas perdidas. No mesmo instante o aparelho tocou e foi atendido: — Alô. 
— Sr. Carpenter aqui é a Irmã Margo.
— Irmã Margo esse telefone pertence ao meu marido e ele não se encontra no momento. Gostaria de deixar algum recado?
— Sim, por favor. 
— Sou toda ouvidos. 
— Diga que liguei para me desculpar sobre ontem. Irmã Agnes me contou o que disse e não achei que ela escolheu bem suas palavras.

— Posso saber o que ela disse?
— É sobre nossa garotinha, ela disse que seu marido não deveria criar laços e fazer promessas que não pode cumprir.
— Entendo. — Demi ficou pensativa e suspirou. Aquilo explicava tudo!
— Não estava por perto, então lamento pelo que aconteceu. Eu o vi indo embora da janela e pelo modo como ele saiu, senti que algo de errado havia acontecido. Nós somos religiosas, devemos proteger os pobrezinhos e ter compaixão com os outros.

— Avisarei que a senhora ligou, Irmã Margo.
— Obrigada.

— Ah e mais uma coisa, pode me dizer quando funciona o horário de visitas? Eu gostaria de conhecer o lugar e conversar com Samanta também, se assim a senhora permitir. — A resposta veio imediatamente, Demi anotou mentalmente o dia e horário. Ela conheceria melhor a garotinha que Joe julgava ser tão especial! Desligou o celular, sentou-se e começou a pensar. O que estava fazendo? Aquilo era realmente necessário? Seus pensamentos voltaram a Joseph e ela não deixou de pensar nas intenções dele. Ele queria adotar Samanta? Joe era ótimo com crianças, não tinha duvidas disso.

          Sabrina corria pela casa, por onde passava deixava um rastro de água e uma mãe furiosa atrás dela! A garotinha tinha apenas quatro aninhos, mas estava aprontando como uma criança grande. — SABRINA, VOLTE JÁ AQUI! — Demi gritou impaciente, mas a pequena parecia estar se divertindo ainda mais com isso. Continuou correndo pelo corredor, desceu para o andar debaixo e só parou quando esbarrou no pai. Joseph arqueou uma das sobrancelhas ao ver Sabrina completamente despida e cheia de espuma, logo deduziu o ocorrido. — Segure ela, Joe! — Demi ofegou ainda no topo da escada — Ela fugiu do banho quando disse que teríamos que lavar os cabelos dela.
— Óou. — Sabrina fez uma careta e colocou as duas mãozinhas no rosto. 
— Não acredito que fez isso com sua mãe, mocinha. Isso não é nada legal! — Ele pegou uma das mãos dela — Você vai pedir desculpas e nós iremos lavar SIM esses cabelos! — Joe subiu as escadas com ela e parou ao ver Demi. Ela sorriu para ele, trocaram um beijo rápido e Joe voltou-se para Sabrina. 

— Des-cul-pa. — A garotinha pronunciou com certa dificuldade. Demi não resistiu ao olhar da filha e beijou-lhe a testa. 
— Está tudo bem, o.k? Só não faça isso novamente. — Ela assentiu. 

— Certo! Descanse um pouco, o.k? Eu assumo daqui em diante. — Joe sorriu e levou a pequena novamente até o banheiro. 

          Demi jogou a cabeça para trás no sofá e gargalhou com aquela lembrança. Ela era uma mãe nova e insegura! Se não fosse Joseph para salva-la de incontáveis situações, ela teria perdido o controle. — Mamãe, você está bem? — Sabrina franziu o cenho encarrando-a. 
— Estou ótima, querida.
— Está rindo ai sozinha! O que é assim tão engraçado?
— Você quando era criança, sabia? Estava aqui pensando e apenas me recordei disso e foi realmente muito engraçado!

— Conte, por favor.
— Primeiramente, nós vamos servir o almoço. O.k? Depois eu prometo contar tudo, vamos. — Demi levantou-se, abraçou Sabrina de lado e juntas elas foram até a cozinha. Samuel já esperava sentado na sala de refeições, ele estava com fome e já esperava impaciente pelo almoço!

***

          Joseph contou os minutos para finalmente chegar em casa e quando chegou, saltou do carro imediatamente! Sua tarde havia sido cheia de altos e baixos, mas ele não precisava mais lidar com isso sozinho. Assim que pisou os pés na sala, puxou Demi para um abraço apertado e ela riu. — Foram três ou quatro horas, Joseph. Isso tudo é saudade? — Ela afastou-se um pouco e olhou para ele. 
— Eu passei na cobertura para buscar meus remédios e algumas outras coisinhas, por isso demorei um pouco. — Joe encostou sua testa na dela — Senti muita saudade, você não faz ideia. — A voz rouca fez Demi sentir aqueles arrepios deliciosos e ela sorriu antes de beija-lo. 

— Faço sim e não pude deixar de acompanhar o twitter. Você teve algumas chateações, não é mesmo?
— Sim, mas não me importo. — Ele sorriu — As crianças estão lá em cima?
— Estão lá fora, na praia. — Demi respondeu o puxando pela mão — Bradley chegou faz um tempinho, ele e Sabrina estão brincando com Samuel. Esperei até você chegar para nos juntarmos com eles, o que acha?
— É uma ótima ideia! — Juntos eles subiram até o segundo andar. 

— Você esqueceu o celular.
— Eu só me dei conta disso quando cheguei lá, acredita? — Ele riu adentrando no quarto — Alguém ligou? — Demi pensou um pouco antes de responder e Joseph voltou-se para ela. 
— Irmã Margo.

— Oh e ela deixou algum recado?
— Um pedido de desculpas. — Demetria cruzou os braços e Joe sabia o que viria em seguida — O que aquela mulher disse?
— Não foi nada e você não precisa se preocupar com isso.
— Esta me dando ainda mais motivos para estar preocupada, Joe! — Ela disse alterada — É sobre nós? Sobre nossa família? Sobre o nosso modo de viver? Diga-me, por favor. 
— Ela disse que não deveria voltar e que preciso ficar longe da garota. Nossa relação de amizade poderia fazer com que ela criasse expectativas de ter uma família, o.k? Aquela velha ainda disse "família perfeita" como se nós não fossemos gente! — Joseph assustou-se com suas próprias palavras — Que Deus me perdoe por ter dito isso, mas ela conseguiu me tirar do sério. — Ele suspirou e tirou a camiseta que usava. 

— Você poderia ter me contado.
— Isso poderia ter afetado nossa conversa no carro e não quis arriscar. — Joe forçou um sorriso e olhou para ela através do ombro — Por favor, você não precisa se preocupar com isso. — Ele disse novamente e Demi concordou. Joseph estava confuso e isso era nítido! Samanta foi uma surpresa inesperada no caminho dele, ele foi gentil pelo fato dela ser sua pequena fã, mas agora Joe estava se afeiçoando. Bem lá no fundo, ela sabia que ele temia sua reação caso quisesse adotar aquela garotinha! Tudo estava muito recente e era compreensível esse pensamento. 

          O tempo passou devagar e foi bom para Joseph relaxar. Samuel sorriu quando o viu chegar, eles brincaram bastante e riram muito também! Sabrina aproveitou para descansar ao lado de Bradley e pegar um solzinho com Demi. — Ei, rapaz! Fique onde está, quero falar com você. — O garoto riu um pouco nervoso e aproximou-se do sogro. Ele apontou para uma parte da areia que estava coberta e então, eles se sentaram. 
— Eu fiz algo de errado?
— Não que eu saiba. — Joe arqueou uma sobrancelha — Você por acaso fez?
— Não, senhor. — Ele respondeu prontamente. 

— Relaxe, garoto. — Joe colocou uma das mãos no ombro dele — Eu só quero saber se você e Sabrina já conversaram sobre os novos passos da carreira dela. 
— Eu apoio totalmente, senhor.
— Joseph, por favor.
— Como quiser.

— Só isso?
— Deveria ter mais?
— Bradley eu sei que gosta da minha filha, mas precisa se expressar melhor. Deve ser sincero e abrir o coração, o.k?
— E o que eu poderia dizer? Nem mesmo todo o medo que tenho de perde-la seria capaz de faze-la mudar de ideia! Entende? Não que ela deva mudar, Sabrina sempre me disse que este era realmente seu grande, mas....

— Acha que um relacionamento com tanta distancia não tem chances de dar certo?
— Exatamente! A distancia foi o motivo da separação dos meus pais e não quero acabar como eles. — Bradley fez uma pausa — É lamentável dizer isso e dói, mas não é o tipo de vida que quero pra mim ou para nós como um casal.
— Você não precisa ter medo, vocês podem fazer isso funcionar. Estar sempre perto dela não significa que o relacionamento de vocês estará seguro de problemas, o.k? A distancia não deve ser vista como um obstaculo e sim, como uma forma de fortalecer ainda mais o amor de vocês.

— E se não funcionar?
— Deve confiar e se esforçar para que dê certo! Bradley, você e Sabrina eram melhores amigos, certo? — O garoto assentiu — Deveria continuar considerando ela como sua amiga, sabia? Isso é muito importante num relacionamento.

— Eu não quero magoa-la.
— Você não iria e não irá.
— Como pode ter tanta certeza?
— Eu consigo ver um pouco de mim em você. — O garoto arregalou os olhos — Mas não deve omitir sua opinião, nunca! Isso não lhe fara bem, não está fazendo. 

— Ei, vocês dois! — Sabrina chamou alto da porta da sala — Mamãe está chamando pro lanche da tarde. 

— Pense bem no que conversamos e tome uma atitude, se quiser converse comigo antes.
— Obrigado. — Joseph sorriu e olhou Bradley nos olhos. Ele ficou surpreso ao ver os olhos do garoto marejados! — Com licença. — Levantou-se rapidamente e saiu. 

***

          Bradley foi embora tarde da noite e tinha conversado com Sabrina, ela não se lembrava de vê-lo tão nervoso antes! Ele tremia enquanto falava sobre o relacionamento deles. Quando ele mencionou ter conversado com Joseph, ela ficou de queixo caído e um pouco confusa. Seu namorado havia desabafado com seu pai? Falaria com ele imediatamente para saber o que tanto atormentava seu amado.

          Joseph estava em um beco sem saída! Demi estava sentada em seu colo, ela segurava-lhe o rosto e perguntava: — O que está havendo com você? — O telefonema de Margo, aquela conversa sobre Samanta... ele estava atormentado! Trancou-se no banheiro e tomou banho sozinho, Demi havia acabado de subir e insistia em saber o que estava acontecendo com ele. — Não se sente bem? São os remédios? Sinceramente, achei que fossemos ser sinceros um com o outro. Me chateia saber que está escondendo coisas de mim! — Ela cruzou os braços. 
— Você não está sendo justa comigo.
— Ah e você está?! — Ela perguntou irônica. 

— Shhh... por favor, não vamos brigar logo no segundo dia da nossa reconciliação.
— Você não colabora! — Demi armou a maior das carrancas e virou o rosto para ele. 
— Não faz assim. — Ele beijou o ombro dela três vezes e pode ouvi-la suspirar.

— Pai! O que houve entre você e Bradley? — Ambos assustaram-se com a entrada da filha — O que ele te disse? Nós tivemos a conversa mais estranha de todas! — Demi olhou novamente para Joseph e arqueou uma das sobrancelhas. 
— Eu posso explicar. — Ela saiu do colo dele, sentou-se na cama e Sabrina aproximou-se deles. 
— Explique.

— Perguntei se vocês já tinham conversado sobre sua carreira como cantora e ele respondeu de forma afirmativa. Apenas com "ela tem meu total apoio" isso pra mim soou muito vazio e perguntei sobre o resto da conversa. Quando ele me disse que havia sido apenas aquilo, soube que algo estava errado e conversamos um pouco. O que ele te disse?
— Que tinha medo de me perder. — Ela suspirou e sentou-se ao lado da mãe. Demi passou um dos braços pelos ombros da filha e beijou-lhe a testa. — Disse também que não queria acabar como os pais dele. Foi tão estranho!
— Ele tem medo que a distancia possa atrapalhar o relacionamento de vocês, mas esclareci tudo para ele. 

— Esclareceu? — Demi perguntou. 
— Disse que eles podiam fazer isso funcionar e que pode ser uma forma de fortalecer esse amor. — Joe deu de ombros e Demi sorriu para ele. — O que foi?
— Ótimas palavras. — Ela elogiou. 

— Ele foi embora tão estranho, fiquei preocupada. 

— Bradley não queria dizer isso, sabia? Tive que insistir muito para que ele fosse sincero, mas não o condene por isso. Ele só estava com medo de chateá-la e entendo o lado dele, filha. Você entende?
— Entendo. — Sabrina assentiu — Só não entendo o motivo dele ter se aberto tão facilmente com você, não entra na minha cabeça. 

— O divorcio dos pais dele ainda dói, Sabrina. É uma ferida que esta cicatrizando lentamente! Você precisa cuidar disso.
— Eu sei, mas...
— Por um breve momento, achei que ele fosse chorar. — Joe suspirou — Não me parece que o pai dele é presente ou tem algum interesse em saber sobre o relacionamento do filho. Eu não sou a personificação de pai perfeito, mas fiquei preocupado e resolvi saber o que estava havendo.

— Obrigada. — Ela levantou-se e o abraçou forte — Nunca pensei que fosse ser assim, mas você nunca deixa de surpreender. Eu te amo!
— Também te amo. — Joe respondeu no mesmo tom de voz e sorriu para ela. 

— Ligue pra ele. — Demi disse levantando-se da cama, ela retirou a colcha da mesma e colocou os travesseiros no lugar novamente. 
— Eu farei isso! Obrigada, mamãe. — Ela abraçou a mãe brevemente e saiu. 

— Você não me disse que conversou com o garoto. — Demi arqueou uma das sobrancelhas.
— Eu estava com muitas coisas na cabeça, desculpe-me.
— Está tudo bem. — Ela sorriu — Fiquei orgulhosa do que você disse, sabia? Não sei se teria a mesma sabedoria. 
— É claro que teria! — Joe levantou-se sorrindo e abraçou a esposa por trás.

— Não pense que eu me esqueci da nossa conversa, Joseph. 
— Eu não tenho certeza sobre algo e não quero envolve-la, o.k? Não por enquanto. — Era sobre Samanta, ele mesmo havia confirmado! — Diga que me entende, por favor.
— Entendo você, mas não por você ter me pedido. 

— Obrigado.
— Não me agradeça ainda, querido. Não posso prometer que ficarei de bracos cruzados, enquanto você sofre por antecipação! 

--

boa tarde meninas, td bem com vocês?
estou bem e feliz por finalmente postar mais um capítulo. sinto que faltou algo no finalzinho, mas prometo compensar no próximo. o.k? se não me engano disse que seria lindo e realmente foi, mas tem algo melhor vindo ai. vocês pediram e vai ter nelena! já podem glorificar de pé. espero que tenham gostado do capítulo.
no próximo responderei os comentários, então não desistam de mim.
por hoje é só, até o próximo. bjs***

 

quem sou sou? onde estou? misericórdia, camila!


30 comentários:

  1. AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH.Eles vão adotar a Sammy AHhhhhhhhhhhhhh... E vai ter capítulo especial de nelena... Ahhhhhhhhhhhh. E só pra constar nos registros por aí que o capítulo foi fofo amei o flashback e a conversa do Joe com o Bradley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muita calma nessa hora, ainda não temos confirmação sdjsdj
      eu tentei, juro que tentei, ainda estou tentando. o.k?
      fico feliz que tenha gostado <3

      Excluir
  2. Comecei a ler tu fic a pouco tempo mais me apaixonei♡ continua logo por favor e nelena simmm yep!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. seja bem vinda!
      fico feliz que esteja gostando <3
      estou tentando, tentei, mas vamos ser se ficou bom.

      Excluir
  3. MEU CORAÇAAAAAAAAAAAAO.
    JOE ESTÁ PENSANDO EM ADOTAR A SAMANTA *---*. Fala sério né, aquela garotinha é muito perfeita ( aliás que criança da s suas fics não são perfeitas. Fala sério em Jessie) meu crush (Sam maravilhoso. Obs:ainda vou ter um filho como ele) e Samanta são as crianças mais perfeitas sério. Só você pra me salvar Jessie. São 5:57 e eu sem sono nenhum morrendo de tédio e para minha felicidade tem um capítulo novo seu.
    Não dei o que dizer desse capítulo eu só sei sentir. Estou sem palavras.
    Confesso que fiquei com um pouco de medo na hora que a Demi pegou o celular do Joe pensando que ela iria achar alguma merda ali e fazer a maior treta com ele, por mais que elea estejam bem ainda tem uma pulginha atrás da minha orelha achando que em algum momento vai dar muita merda. Espero que eu estava muito errada sobre isso kkkkk.
    Enfim Jessie, posta logo.
    Beijooooos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso me fez lembrar uma música e uns falsetes aqui, socorro!
      é quase impossível pra mim não colocar crianças nas fanfics, sério. todas as ideias que tenha para fanfic tem uma criança no meio, não sei lidar com isso sdjsdj
      eu sei bem como é isso e é foda não tem o que ler essas horas! o pessoal que posta no spirit é cruel, sabia? posta três capítulos por mês e olhe lá </3 sofro pakas.

      Excluir
    2. nem tinha pensado nisso, sabia? socorro! sdjsdj acho que é pq já sabia exatamente o que iria escrever. ui, estava focada ;) até o momento não ideia se o clima de paz vai continuar, mas acho que sim. estamos quase em reta final, então... não tenho muito o que "detonar". nossa! rsrsrsrs
      postarei assim que puder <3
      beijos

      Excluir
  4. Nossa, feliz demais com a fic, amodoro eles dois nesse amor todo.
    Achei demais o papo do Joe com a Bradley, afinal ele já passou por isso. Achei fofo demais
    Tô louca pra ver a Demi passando um tempo com a Sam, tenho certeza que como o Joe ela irá se apaixonar.
    Por isso posta logo, sou curiosa demais, haha
    Um beijo pra ti e até o próximo
    Mila :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. yep, fico feliz que esteja gostando! <3
      esse momento não estava planejado e acabou que fluiu bem, achei legal.
      isso está perto de acontecer e vai ser demais <3
      tbm sou, sabia? isso mesmo, por incrível que pareça eu sou sdjsdj
      postarei assim que puder, bjs **

      Excluir
  5. Perfeito, tô louca pra ver a Sam, me apaixonei por ela, quero só ver oq acontecerá.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado <3
      teremos samanta em breve aqui, arrasando! sdjsdj
      beijos

      Excluir
  6. Amo a fic, parabéns ����

    ResponderExcluir
  7. Aí meu Deus, aí meu deus, aí meu deus
    Já quero muito esse encontro da Demi com a Sam. Achei demais o Joe dando conselhos, eles estão como uma família de verdade, estou amando isso.
    Nossa quero muito o próximo logo, então por favor não demore, nunca te pedi nada, kkkkkkkk
    Bj bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tá chegando, hein!
      já estava mais do que na hora, né? lindos!
      eu juro que tento não demorar, mais acontece mil e uma coisas...
      ~não tá fácil sdj~
      beijos *

      Excluir
  8. Posta posta posta

    ResponderExcluir
  9. Acho que você deveria postar hoje, afinal é dia dos pais, e apesar de não sermos pais, temos pais, e eles gostariam muito de nos ver feliz pq você postou mais um capítulo. Só acho, kkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com vc! Nós merecemos!!!

      Excluir
    2. O MELHOR COMENTÁRIO DE TODOS OS TEMPOS! <3
      achei realmente muito criativo, sabia? eu ri muito! sdjsdj
      foi um dia muito corrido pra mim, por ser dia dos pais e tudo mais, então não deu para postar :( mas postarei em breve, prometo.

      Excluir
  10. Amando,essa fic dá de dez a zero em muitas novelas hein, parabéns pela história, continua!Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. GLOBO ME CHAMA QUE EU VOU! o/ sdjsdj
      fico feliz que esteja gostando <3
      obrigada, amor. beijos *

      Excluir