22/12/2016

Broken Frame 2: Capítulo 10 • Beauty and the Beast


não tive tempo de revisar, mas espero que gostem. ah e esse capítulo tem continuação! xx


          O caminho de volta para casa foi silencioso, Joseph dormiu e Kevin não teve coragem de acorda-lo. Ela olhava para o irmão e lembrava-se de quando eram pequenos, ele sempre se machucava bastante com qualquer coisa que fosse! Agora não era muito diferente, mas Demetria era o ponto fraco dele. — Ei, chegamos. — Ele cutucou o irmão.
— Já? — Joe abriu um dos olhos e fez uma careta. — Ainda bem, só quero minha cama!
— Venha eu te acompanho.
— Não precisa, volte para sua casa. O.k? Sua mulher e filha devem estar esperando por você. — Joe desceu do carro e Kevin fez o mesmo.


— Não pense que vai fugir de mim assim, cara. Eu sei o que está acontecendo!
— Sinceramente, não quero falar sobre isso. — Joe suspirou — Já foi demais por hoje, não quero falar ou pensar em nada! Estou cansado. — Ele continuou subindo os degraus da escada. 
— Joseph, eu... 
— Kevin está tudo bem. — Ele olhou o irmão do topo da escada — Obrigado por me buscar, ninguém precisa saber o que aconteceu. O.k? Mais tarde eu dou um jeito de buscar as crianças, mas qualquer coisa, eu te aviso. 

— Eu busco elas pra você.
— Não precisa.
— Fala logo! — Ele suspirou. 
— Estão com Dianna.
— Certo. — Kevin fez um gesto com uma das mãos — Entre e descanse, quando estiver chegando eu te aviso. O.k?
— O.k, obrigado. — Joe sorriu fraco e adentrou na casa. 

          Tudo estava escuro por lá, mas ele não se importou. Subiu os degraus da escada sem pressa, caminhou até chegar em seu quarto e jogou-se na cama. Queria simplesmente dormir até que aquele pesadelo acabasse! Não queria pensar naquela situação, mas era impossível. O cheiro dela estava ali, logo tinha a lembrança dela acordando e sorrindo para ele. Não se deixe enganar, ela está mentindo! — Disse para si mesmo e viro-se de barriga para cima na cama. Perguntou-se até que ponto ela mentia, suspirou pesadamente e fechou os olhos. 

~ DIAS DEPOIS ~
CALIFÓRNIA, 02:00 P.M 

          Os dias se passaram rapidamente, assim como as semanas e logo o tão aguardado aniversário de Samanta chegou. Joseph estava se arrumando em casa com Samuel, Sammy havia saído com Iggy e Selena para um dia de princesa no salão de beleza. Demi ainda estava fora! Poucas foram as vezes em que eles se falaram por telefone, ela notou que o marido estava indiferente, estava ocupada demais viajando e gravando seus clipes. — Papai, como estou? — Samuel apareceu no quarto dele e sorriu. 
— Muito bonito! — Joe sorriu fraco, ele estava com uma maquiagem especial em seu rosto e precisava esperar secar completamente para sorrir. 
— O senhor está engraçado. — Sam riu.
— Vai achando que é fácil ser uma fera! — Brincou com o filho e ele riu. Samuel estava vestido de pequeno príncipe, ele gostava muito do livro e consequentemente do personagem também! 

— O senhor acha que ela vem? — O garotinho perguntou alguns segundos depois, ele estava com uma expressão séria em seu rosto. 
— Eu não sei, não nos falamos hoje. — Joe disse, mas depois de ver o filho entristecido acrescentou: — Mas ela não perderia a festa da Sammy, planejamos muito esse dia e as meninas se esforçaram bastante para garantir o melhor aniversário de todos! 
— O senhor tem razão. — Samuel sorriu. 
— Certo. — Joe encarrou seu reflexo no espelho. 

— Quanto tempo mais vamos ter que esperar?
— Não mais que 10 minutos, eu prometo.

***

          Samanta estava se divertindo na manicure com tantas cores e opções, ela acabou escolhendo um esmalte roxo e cheio de glitter! Selena e Iggy estavam com as cabeleireiras fazendo seus respectivos penteados. — Você sabe o que aconteceu entre Demi e Joe? — Selena perguntou.
— Sel faz tempo que não falo pessoalmente com ela. — Iggy suspirou — A ultima vez foi no dia em que fui gravar uma parceria com ela na gravadora e depois disso, apenas torpedos. Não estou cobrando que ela seja o tipo de amiga presente, sabe? Ela nunca foi assim, mas está diferente ultimamente. Nicholas já disse alguma coisa?
— Nick é suspeito em dizer algo sobre ela, sempre foi, mas ultimamente ele desvia do assunto ou simplesmente diz: "Ela está ocupada para mim." 

— Demi está apostando tudo no novo álbum, talvez seja isso.
— Sabe algo sobre isso? 
— Apenas que ela quer focar numa música mais adulta.
— Entendo.
— Selena posso te fazer uma pergunta? — Iggy olhou para ela de canto, não podia mexer muita a cabeça para não atrapalhar o processo das tranças. 
— Claro! — Selena sorriu. 
— Mesmo depois de Demi desculpar-se na Suiça e tudo mais, vocês não voltaram a ser amigas como antes?
— Nossa relação é de amizade, mas não como antes. No tempo em que estivemos separadas, conheci Joseph melhor e ele se tornou um grande amigo! Ele é o meu socorro para todas as horas, nunca tivemos segredos e isso foi algo que sempre admirei muito nele.
— Acho que as coisas foram assim com Demi e Nicholas também. — Selena assentiu.

— Essa semana eu bem que tentei falar com Joe, mas ele não atendeu minhas ligações. — Ela suspirou — Ouvi Nicholas e Kevin ao telefone, não deu para entender muito bem, mas acho que tem alguma coisa rolando. 
— Droga! Depois vou ver se Garbo descobre o que está rolando.
— Curiosa! — Riram juntas.

          Logo elas finalmente tiveram seus penteados finalizados, Iggy fez tranças de Rapunzel e Selena o cabelo meio preso e iluminado da Cinderela. Ainda conversando, elas se direcionaram para onde as manicures estavam e Samanta logo acenou para elas! — Oi gatinha, você está se divertindo? — Iggy perguntou. 
— Estou sim, olha só! — Ela mostrou as unhas da mão e elas sorriram. — Você gostou? 
— Sim, ficaram lindas!

— Mamãe disse que princesas podem escolher suas cores favoritas e eu gosto muito dessa. — Samanta sorriu — Ela já ligou? Achei que fossemos fazer isso juntas. 
— Não, mas temos certeza de que ela chegará para sua festa. O.k? — A garotinha assentiu fazendo os cachos recém-feitos de seu cabelo balançarem. 
— Eu acredito em vocês. — Elas se entreolharam. Se Demetria não aparecesse, Samanta ficaria arrasada! Selena esperava que ela ao menos se esforçasse para isso, não suportaria carregar a culpa de mentir para uma criança. 

SALÃO DE FESTAS, 04:25 P.M

          O salão era grande e estava bem decorado em tons de rosa, azul e lilás, os detalhes em prata nas colunas dava um ar de sofisticação que deixou Iggy orgulhosa do resultado final! Ela estava recepcionando os convidados junto com Selena, elas ainda não haviam sido anunciadas. Só estavam esperando os profissionais responsáveis por esse trabalho chegarem, mas faziam isso com muito prazer. — Sejam bem vindos! — Iggy cumprimentou os pais de Demi e a irmã mais nova dela, Madison. 
— Uau, estão arrasando com essas fantasias! — Selena elogiou. 
— Obrigada meninas. — Dianna agradeceu e sorriu. 

— Vejo que todo trabalho duro está sendo compensado, não é mesmo? Esse lugar está incrível! — Eddie elogiou. 
— Você precisa ver lá dentro, entrem.

— Demi deu algum sinal de vida? Eu liguei várias vezes, mas não consegui falar com ela. — Dianna perguntou. 
— Nós não sabemos, mas talvez Joe saiba. — Selena deu de ombros — Assim que ele chegar nós te avisamos. — Ela assentiu e eles caminharam até as escadas, todo convidado era anunciado para os demais por um porta voz no topo da escada. 

          Os responsáveis pela recepção logo chegaram e assim, Selena pode entrar com Nick e Iggy com Garbo. Cinderela e Rampunzel com seus príncipes! As crianças que estavam no salão olharam para elas os os olhinhos brilhantes, era como estar em um verdadeiro conto de fadas. Aos poucos o salão foi enchendo, pessoas famosas e comuns dividiam o espaço e bebiam da mesma bebida. O clima era agradável e bastante familiar, mas algumas pessoas estavam apreensivas para a chegada dos principais anfitriões, Joseph e Demetria. Samanta também chegaria logo, ela tinha muito o que fazer! Nos dias que antecederam seu aniversario, ela ensaiou uma dança com alguns amiguinhos que tinha feito na associação e também aprendeu valsa com Joseph. — Senhoras e senhores, recebam a Princesa Aurora e seu príncipe. — Todos direcionaram sua atenção para as escadas. Bradley segurou uma das mãos de Sabrina e junto eles desceram os degraus da escada. Logo no final eles pararam, posaram para uma foto e caminharam na direção de alguns parentes. 
— Tio Nick! Tia Selena! — Ela cumprimentou os dois com um forte abraço e sorriu. 
— Sabrina, você está linda! — Nick elogiou. 
— Obrigada. — Sorriu novamente e cedeu espaço para que Bradley pudesse cumprimenta-los. 

— Quando vocês chegaram?
— Na madrugada de ontem, acabei ficando na casa do Bradley e viemos hoje. — Ela explicou — Nem passei em casa, mas pelo que Samuel me falou, eles já estavam vindo. Sabem se minha mãe já chegou?
— Não. — Nick respondeu — Ninguém sabe dela, Sabrina. 
— Mas não se preocupe, ela irá chegar logo. — Selena disse para que Sabrina ficasse mais tranquila e mais uma vez, ela estava mentindo. Mataria Demetria!

— Vou buscar algo para beber, você quer alguma coisa? — Bradley perguntou baixinho e Sabrina assentiu. 
— Com licença, nós já voltamos. — Ela voltou-se para o namorado e juntos eles caminharam até onde estavam servindo diversas bebidas. 

— É mentira. — Sabrina suspirou ao bebericar o que parecia ser um suco misto de frustas tropicais. — Nenhum deles sabe dela!
— Sua mãe não perderia isso por nada.
— Você estava lá quando mamãe me ligou dias atrás, ela estava na Suíça filmando um clipe. Se ela tiver perdido o avião ou algo assim, não tem como ela chegar!
— Mas ela vai chegar. 

— Como pode ter tanta certeza?
— Família sempre vem em primeiro lugar, Sabrina. Isso foi o que eu aprendi nesses dois anos de convívio diário com a sua família! — Ele fez com que Sabrina sorrisse sem qualquer esforço e só então ela pode ter esperança de que sua mãe apareceria. 

           Logo mais convidados chegaram, os amiguinhos de Samanta já estavam lá e aguardavam ansiosos sua chegada. Joseph chegou com Samuel e logo na entrada encontrou com Alycia e seu filho Edward. — Uau, o que temos aqui? — Ele sorriu. 
— Sininho e Peter Pan, papai. — Samuel riu. 
— Você estão incríveis! — Ele elogiou.
— Obrigada. — Alycia sorriu — Você também está, acho que sua fantasia é a mais elaborada de todas! 
— Não diga uma coisa dessas! As mulheres devem ter tido muito mais trabalho do que eu, não quero que me joguem um tamanco. — Ele brincou e ela riu. 

— Certo. Vou indo agora, nos falamos depois?
— Sim. — Joe assentiu e Alycia saiu com Edward. 

           Joseph ficou uma hora na entrada do salão esperando por algum sinal da esposa, mas ela não apareceu. Samuel já havia entrado relutante e como foi anunciado para os convidados, não poderia sair novamente para ficar com Joe! Ele suspirou pesadamente, encarrou o celular e entrou de volta no salão. Não podia mais esperar por ela, tudo estava programado e não podia ultrapassar o tempo limite, tudo viraria uma completa bagunça e ele seria o culpado! — Pode me anunciar. — Joe pediu ao porta voz. 
— Desculpe minha intromissão, mas não vai esperar por sua companheira.
— Eu já esperei durante uma hora, rapaz. — Joe suspirou. 

— Então é melhor entrarmos logo. — A voz dela vindo por detrás fez cada pedacinho dele estremecer! Joe virou-se devagar para encara-la, ambos sorriram automaticamente e abraçaram-se. — Sinto muito por ter demorado, amor. Eu precisei passar em casa para vestir o vestido e... — Ele silenciou a esposa com um dos polegares. 
— Está tudo bem.
— Eu fiz você esperar durante uma hora! — Joe riu e inclinou-se para beija-la. Foi um beijo casto, ele não podia estragar a maquiagem dela. 

— Você está linda.
— Obrigada. — Demi agradeceu sorrindo — Você também está muito lindo, querido. — Joe riu baixinho e posicionou-se com ela no topo da escada. 
— Agora sim, pode nos anunciar. — O rapaz sorriu para eles. 

— Senhoras e senhoras, recebam os anfitriões da noite... A bela e a fera!

          Os convidados que estavam sentados ficaram imediatamente de pé para recebe-los, a reação deles era algo indescritível! Demi correu os olhos pelas pessoas no salão e sorriu ao ver Sabrina com Bradley em uma das mesas. Joseph sentia um friozinho no estômago, eles paparam em um dos últimos degraus e posaram para foto. — Será que minha fera poderia ao menos dar um sorriso? — Demi virou-se para ele. 
— Oh sim, me desculpe. — Ele sorriu um pouco sem graça. Os dois piscaram após os flashes estourarem na direção deles! — Tamanha é sua beleza que acabo me distraindo! — Eles desceram o ultimo degrau e Joe segurou uma das mãos dela novamente, Demi riu de forma espontânea e balançou a cabeça.
— Já estivemos numa situação parecida antes, só gostaria de ter estado tão feliz quanto estou agora. — Eles se olharam por alguns segundos. No fundo dos olhos dele, Demi via algo brilhante e quente como fogo! Joe tinha uma expressão diferente, ele estava feliz, mas não como normalmente estaria. Ele não havia ligado para ela nos dias anteriores, nem mesmo havia tentado! Apesar de estar ocupada e focada no trabalho, ela sentiu falta das ligações dele. Os lábios dele foram de encontro as costas de sua mão que estavam cobertas por luvas na cor do vestido, Demi sorriu para ele e teve sua mão solta com delicadeza. 

— Cumprimente as crianças, elas devem estar loucas para rever você. Eu vou estar cumprimentando os convidados começando por aqueles ali, o.k? Quando terminar pode vir comigo ou se preferir pode iniciar os cumprimentos da outra fileira.
— O.k, querido. — Ela assentiu e cada um foi para um lado. 

          Demetria caminhou de forma apressada até chegar ao encontro de seus filhos, Samuel correu e foi pego no colo por ela. O garotinho sorriu e sussurrava no ouvido da mãe o quanto sentiu saudade dela: — Eu pensei que não fosse chegar, estou tão feliz. Obrigado por ter vindo, mamãe! Eu te amo muito, muito mesmo. Não faça mais isso conosco, o.k? Duas semanas foi o meu limite. 
— Eu sinto muito por ter demorado mais, pequeno. — Demi afagou as costas dele — Irei cumprir meus prazos da próxima vez. O.k? Também te amo e senti muita saudade. — Ela colocou o garotinho de pé no chão e sorriu. 

— Você está muito linda! — Sabrina disse antes de abraça-la e por muito pouco ela não chorou no ombro da mãe. 
— Você também, filha. Senti tanta saudade! — Elas conversaram brevemente ali abraçadas e separaram-se rindo.

          Demi acabou por não juntar-se ao marido nos cumprimentos. Depois de matar a saudade dos filhos, ela acabou esbarrando com sua mãe e dê lá foi rever seus outros familiares. Estava feliz por alguns outros membros da família ter aparecido! Caminhou distraidamente cumprimentando alguns convidados, quando avistou a mesa onde seus amigos estavam sentados e aproximou-se deles. — Finalmente, Bela. Achei que teria que te gritar! — Iggy brincou e levantou-se para abraça-la.
— Iggy você está me apertando. — Demi riu baixinho. 
— Eu achei que não fosse aparecer, sabia? Nós estávamos loucas atrás de você!
— Não perderia o aniversário da minha filha. — Selana sorriu e aproximou-se dela. — Ai meu Deus! Selena você está muito linda. 

— Obrigado pela parte que me toca. — Iggy revirou os olhos. 
— Iggy! — Selena repreendeu a amiga rindo.
— Eu não disse que você estava linda, pelo simples fato de você ser convencida o suficiente para saber disso. O.k? — Ela encarrou Demi por alguns segundos e riu em seguida. 
— Minha Demi está de volta! — Iggy sentou-se novamente. 

— Seu vestido também me parece familiar. — Selena brincou e elas se abraçaram. — Fico feliz que esteja aqui! Eu te mataria se não estivesse, o.k? Garanti para as crianças que você chegaria. 
— Obrigada. — Demi sorriu assim que se separaram e Selena apenas assentiu. 

— Como Samanta está?
— Uma verdadeira princesa.
— Eu queria muito ter voltado antes para ficar com ela no salão. — Ela suspirou — Vocês se divertiram?
— Sim.
— Certo. — Demi assentiu um pouco pensativa. 

— Não fica assim, você está aqui e é isso o que importa. Ela vai ficar feliz ao vê-la! — As palavras de Selena fizeram Demi sorrir novamente. 
— Obrigada.

          Garbo cumprimentou Demi com um beijo na bochecha e um abraço. Nicholas fez o mesmo, mas a frieza em seus movimentos não passou despercebida pelas pessoas presentes na mesa! Selena e Iggy trocaram olhares assim que Demi saiu. Alguns minutos se passaram, o suficiente para que todos os convidados tivessem sido devidamente cumprimentados. Demetria e Joseph encontraram-se em frente ao palco onde os músicos preparavam-se para tocar. — Todos vieram! — Joe disse animado. 
— É o evento do ano! — Demi brincou — Você viu o tanto de gente que está ao lado de fora?
— Não, mas me avisaram. Quando Samanta chegar vou recebe-la lá fora, apenas para garantir que ninguém ultrapassara os limites! — Um dos garçons ofereceu bebidas para eles, ambos aceitaram.
— Certo. — Demi bebericou o suco e sorriu.

— Como você está? — Ela o encarrou — Não tive tempo de perguntar antes, então... — Demi deu de ombros.
— Estou bem. — Os olhos dele brilharam, brincalhões e agora... frios? — Foram dias corridos, trabalhei bastante, mas eu e as crianças tivemos tempo para diversão! — Joe sorriu ao lembrar-se dos dias em que os filhos foram com ele pro trabalho. Eles se juntaram com as demais crianças e saíram correndo, brincando pelos corredores! — Levei Samuel e Samanta comigo alguns dias, depois da escola. Eles bagunçaram bastante, eu precisei sair da sala para tentar colocar ordem e foi... muito engraçado! — Eles riram juntos. — Eu fiquei bravo, mas depois...
— Depois?
— Eu me senti vivo... vivo de uma forma tão extraordinária que acabei deixando eles serem crianças e fazerem suas coisas! Voltei ao escritório e fiz minhas próprias coisas.

— Entendo o que quer dizer. — Demi tocou um dos ombros dele e sorriu. — Imagino o quanto tenha sido divertido, mas... você não esperava que eu fosse demorar tanto, certo?
— Sim, não esperava. — Ele bebeu o conteúdo da taça em um único gole e sorriu. — Mas trabalho é trabalho já passamos por isso, não se preocupe com isso. O.k?
— Eu sinto muito. — Demi sussurrou.
— Não é necessário.

— Com licença, Sr. Carpenter. — Um dos responsáveis pela segurança do local interrompeu os dois — Sua filha acaba de chegar.
— Oh certo, vamos lá. — Ele assentiu e voltou-se para Demi. — Continuamos essa conversa depois?
— Sim. — Ela sorriu e Joe seguiu o rapaz.

          A entrada do local estava tomado por paparazzis, Joe cerrou os punhos e revirou os olhos antes de sair. Nem mesmo naquele dia poderia ter uma folga deles! Caminhou apressadamente até a carruagem e ao abrir a porta ficou de queixo caído. Samanta estava sentada, suas mãos estavam graciosamente apoiadas no colo e ela sorria. — Oi papai! — Joe sorriu.
— Oi princesa. — Samanta sorriu e com a ajuda dele desceu os dois degraus até chegar ao chão. — Você está linda!
— Obrigada. — Ela respondeu com entusiasmo — Quem são eles papai? — Sammy apontou para os paparazzis de plantão.
— São fotógrafos. — A garotinha sorriu e acenou para eles — Olha lá papai, estão cantando parabéns pra mim! — Joe riu enquanto eles cantavam — Obrigada, obrigada! — Ela agradeceu sorridente antes de entrar no salão.

          O falatório era perceptível e ao fundo a música preenchia o ambiente num volume moderado. Joe acenou para o pessoal da música, eles seriam responsáveis por introduzir Samanta. A garotinha ficou na ponta dos pés olhando todas aquelas pessoas e em seguida, voltou-se para o pai. — Tem tanta gente aqui. — Ela comentou, ele percebeu o temor na voz dela.
— São amigos da nossa família e suas pessoas favoritas no mundo estão aqui também.
— Todas elas?
— Sim. — Joe sorriu.

— Eu vou ter mesmo que entrar sozinha?
— Achei que Tia Selly já tinha falado com você sobre isso.
— Estou com medo, papai. E se eu cair? Essa escada é enorme!
— Está tudo bem, amor. — Joe agachou-se e beijou-lhe a testa. — Você não vai cair, papai está aqui para te ajudar. O.k? — Ela assentiu e o abraçou repentinamente.

— Eu te amo. Você é a fera mais bonita que já vi, papai! — Joe riu e afagou-lhe as costas.
— Obrigado. — Ele sorriu — Eu também te amo minha princesa e espero que hoje seja um dia inesquecível pra você! Feliz aniversário.
— O senhor já me disse isso. — Samanta riu baixinho.
— É para garantir que você não se esqueça.
— Eu nunca vou esquecer tudo o que fez por mim. — Os olhinhos dela brilharam — Obrigada!

— Se chorar vai acabar borrando sua linda maquiagem. — Joe riu baixinho.
— Eu devo guardar elas pra depois, né? Sei que vou chorar, mas não me importo, estou feliz!

          A entrada de Samanta foi anunciada pelo toque de trombetas, era um som real e antigo. Assim que ela surgiu no topo da escada, todos ficaram de pé para recebe-la. — Senhoras e senhoras, a Princesa Samanta. — Era o segundo ano consecutivo que ela celebrava seu aniversário com festa, sua antiga família nunca havia feito aquilo, eles eram muito pobres. Joseph apareceu ao lado dela e estendeu-lhe uma das mãos.
— Pronta? — Ela apenas assentiu e juntos eles desceram. Os convidados já assoviavam e batiam palmas para ela! Joe beijou-lhe a testa no penúltimo degrau e saiu de cena para que sua princesa pudesse brilhar sozinha por alguns instantes. Assim como havia ensaiado Samanta acenou para os convidados e posou para algumas fotos. quando o fotografo saiu do campo de visão da garotinha, Demi surgiu sorridente e com ela, Sabrina! Sammy correu na direção delas, os cachos balançavam, o vestido coberto de brilho esvoaçava e ela ria de tamanha felicidade.

— Meu amor! — Demi foi a primeira a ser abraçada, ela pegou a garotinha no colo, mas não conseguiu segura-la por muito tempo. O vestido deixava a garotinha pesada! — Senti tanta saudade, como você está? Mamãe sente muito por não ter chegado antes, mas prometo que ainda teremos uma tarde de garotas só nossa! Você me desculpa?
— Está tudo bem, mamãe. — Ela agachou-se ficando da altura da garotinha e beijou-lhe a bochecha de leve, tomando cuidado para não marca-la com seu batom. — Fico feliz que tenha vindo!
— Eu não perderia isso por nada. — Demi sorriu — Feliz aniversário! — Novamente elas se abraçaram.

— Desse jeito eu vou sobrar, mamãe! — Sabrina brincou.
— Certo, certo! — Demetria sorriu e piscou algumas vezes para não chorar. — Já volto, o.k? — Samanta assentiu para Demi e observou ela por alguns segundos.

— Ei, princesa! — Sabrina abraçou a irmã e sorriu. — Você está muito linda, sabia? — Samanta sorriu — Mas deixe-me te contar um segredinho, princesas usam joias e percebi que não está usando nenhum colar.
— Esqueci! — Os olhinhos que brilhavam se arregalaram.
— Vejo que está usando brincos de prata, então acho que meu presente vai combinar. — Sabrina riu baixinho.

— Presente?
— Tecnicamente você deveria receber depois, mas eu adoro quebrar regras! — Samanta riu.
— É um colar? — Ela arqueou uma das sobrancelhas.
— Sim, mas não é qualquer colar. É um presente muito especial de irmã para irmã! — Os olhinhos encarraram Sabrina de uma forma ainda mais curiosa. — Quando eu tinha a sua idade, ganhei algo que foi da minha mãe. Ela me deu e agora quero que seja seu, você aceita? — A garotinha assentiu — Vire-se. — Samanta obedeceu prontamente e riu baixinho assim que o colar deslizou por seu pescoço. — Prontinho! — Ela virou-se de cabeça baixa, estava tentando ler o que tinha gravado naquele pingente em forma de coroa.

— O que está escrito?
— "Sonhar"— Sabrina sorriu — Mamãe me dizia quando era pequena que sonhar é importante e que nosso futuro é construído através dos sonhos. Você tem apenas sete anos, estamos juntas faz dois anos e sinto que posso te ensinar muitas coisas. A partir de hoje uma nova fase começa, desde já quero que deseje e sonhe muito, mais muito alto mesmo! Desejos de princesa sempre se realizam.
— Obrigada. — Samanta abraçou a irmã — Eu amei o meu presente, Lynn. Amei de verdade!
— Foi algo que mudou minha vida, Sammy. Nunca duvide da sua capacidade de realizar algo, nunca mesmo! — Sabrina beijou-lhe a testa e secou algumas lágrimas.

— Você está chorando?
— Não se preocupe comigo, isso aqui são lágrimas de felicidade! — Ambas sorriram.
— Todos estão olhando. — A garotinha comentou baixinho com a irmã e elas riram. — Acho que estou tomando muito do seu tempo, Samanta. Vamos atrás da Iggy, ela deve saber o que você vai fazer agora. Certo?
— Certo. — Samanta segurou na mão de Sabrina e juntas elas atravessaram o salão esbanjando simpatia.

          A festa transcorria de forma agradável e bem divertida! As crianças já corriam pelo salão brincando de pega pega, os adultos conversavam enquanto desfrutavam do delicioso buffet contratado pela organizadora da festa. — Se meu próximo álbum flopar, esquecerei a carreira de rapper no churrasco e irei me tornar organizadora de festas infantis! — Iggy concluiu sua frase fazendo um gesto com as mãos, como se estivesse vendo algo promissor no horizonte. Joseph engasgou com sua bebida de tanto que riu e Demi precisou dar uns tapinhas nas costas dele!
— Você está bem, querido? — O toque dela mesmo que por cima do tecido de sua camisa lhe causou arrepios.
— Sim, sim estou bem. — Ele sorriu para ela.

— Iggy você está exagerando! — Selena riu e bebericou um coquetel.
— Você é uma das melhores rappers da atualidade, está indo bem nas paradas e seus fãs te amam! Como poderia fazer algo assim? — Nick perguntou curioso.
— Vocês são mesmo um bando de velhos que não sabem brincar! — Ao lado de Iggy estava Garbo e depois dele: Selena, Nicholas, Joseph e Demetria.

— Estou enaltecendo você e é assim que me agradece? — Nick brincou.
— Só quis dizer que descobri um novo talento. — Iggy deu de ombros — E vocês, o que fariam?
— Eu daria aulas de música. — Garbo deu de ombros — Gosto de instrumentos e não teria problema algum em ensinar outras pessoa a tocar.
— Ensinar sua namorada que é bom nada, né? Próximo! — Ela riu.

— Hmmm... eu não havia parado para pensar nisso, mas provavelmente seria atriz. — Selena sorriu.
— Já vejo seu nome na calçada da fama! — Iggy fez um toque de mãos com Selena e Demi ficou um pouco enciumada, Joseph percebeu na forma como ela revirou e piscou os olhos. — Nicholas?
— Seria compositor, não me vejo fazendo nenhuma outra coisa que não seja música. — Joe deu duas batidinhas no ombro do irmão e sorriu numa forma de concordância.

— Não vale repetir a resposta do seu irmão, Josézinho! — Eles riram.
— Voltaria pro Texas e seria um fazendeiro.
— Subestimei seu senso de humor, Carpenter! — Iggy riu.
— É sério, eu faria isso. — Joe sorriu — Uma grande fazenda com animais, principalmente cavalos. Muitos afazeres, mas seria uma vida tranquila e sem holofotes! Seria um bom lugar para criar as crianças.

— Você foi o mais humilde até agora. — Eles riram.
— Você disse que não podia copiar, então... — Joe deu de ombros.

— Por último, mas não menos importante... Demetria.
— Eu provavelmente estaria ao lado do meu marido tendo uma vida tranquila no campo, não me imagino fazendo nada que não seja ao lado dele. — Demi sorriu e olhou para Joseph, ele também sorria.
 Irônico. — Nick disse baixinho, para si mesmo, mas Selena ouviu. Ela reparou na expressão dele enquanto Demi e Joe trocavam alguns amassos! Algo estava errado.
— Não façam isso aqui. — Iggy jogou uma azeitona neles e todos riram. — As crianças estão bem ali, pelo amor de Deus! Eles riram e continuaram conversando entre si.

           Depois de muito comerem e beberem, Joseph levantou-se e tirou Samanta para dançar. Eles haviam ensaiado bastante juntos nos últimos dias, Sammy estava um pouco nervosa, mas logo passou e ela pode aproveitar aquele momento com o pai. Alycia observava os dois cada vez mais encantada com aquele momento, ela estava na mesa com alguns amigos do trabalho e bebia o que parecia ser cidra de maçã. Seus olhos passaram de Joseph para Demetria e para sua surpresa ela estava sendo encarrada por ela! O olhar dela era carregado e ameaçador ao mesmo tempo, Alycia bebericou sua bebida e desviou o olhar novamente para Joe e Samanta. Não conseguia parar de pensar nas palavras de Joseph naquele dia e preocupava-se com o que ele poderia fazer, mas por hora tudo parecia estar bem. Ela respirou fundo e pediu ao garçom mais uma bebida enquanto servisse de alguns aperitivos.

          A música acabou e o salão foi preenchido por aplausos calorosos! Joe beijou as costas da mão de Samanta e retirou-se deixando a filha no centro da pista de dança. Logo uma música mais animada e eletrônica começou a tocar, as outras crianças correram ao encontro dela e juntas elas dançaram. A coreografia havia sido criada por um profissional que trabalhava na associação, ele acompanhava tudo de onde estava sentado e sorria orgulhoso! Quando acabou, todos aplaudiram novamente de pé e Samanta agradeceu curvando-se juntamente com as outras crianças.
— Anfitriões ao centro, por favor. — A voz do músico preencheu os ouvidos de Demi e ela levantou de seu lugar um pouco confusa. O que faria agora? Caminhou até o centro da pista e logo encontrou com Joseph. — Antes de liberarmos a pista de dança aos demais convidados, preparamos algo especial pra vocês. Espero que gostem! — Quando os primeiros acordes surgiram, Demi sentiu as pernas ficarem bambas. Joseph riu baixo, estendeu-lhe uma das mãos e puxou-a para si com delicadeza.
— O que vamos fazer agora?
— Dançar. — Ele respondeu. O tom de voz dele estava como o de costume, mas havia uma animação que no inicio não tinha! Ela posicionou-se juntamente com ele e logo começaram a dançar. Joseph parecia estar radiante fazendo aquilo, ela sabia o quanto ele gostava e acabou sorrindo com algumas lembranças!

— Tudo bem?
— Eu não acredito que estamos fazendo isso. — Demi estava sendo contagiada pela animação dele e não conseguia parar de sorrir! — Estou enferrujada, sinto como se estivesse dançando valsa feito como um robô. Não acha?
— Você está se saindo bem, não diga isso. — Ele riu — Eu e Samanta ensaiamos bastante, então pude praticar mais um pouco.

— Oh merda, desculpa! — Ela havia pisado no pé dele sem querer e Joe riu.
— Demi você precisa ficar calma, respira. — Joe estava rindo.
— Você está rindo de mim? Joseph! — Ela o repreendeu.
— Shhh... desse jeito vão achar que estamos brigando. — Joseph sorriu de forma divertida — Quando acabarmos, podemos conversar, mas agora.... deixe-me guia-la e vamos terminar essa dança sem qualquer tropeço! O.k? — Demi olhou nos olhos dele e assentiu. A mão dele estava quente, o aperto dele firme... Joe passava uma grande confiança enquanto dançava e ela acabou por se soltar mais. Todos assistiam encantados aquele momento deles, os convidados comentavam entre ai e Alycia observava os dois completamente perdida em pensamentos.

— Eles formam um belo casal, não acha? — Um de seus colegas de trabalho comentou.
— Sim os dois são realmente um belo casal. — Era nisso que ela pensava. Joseph e Demetria eram diferentes, mas complementavam-se muito bem. Era nítido o quanto eles se amavam, estava bem ali nos olhares e sorrisos! Mas logo eles estariam em crise, sabia disso e tinha certeza de que aconteceria. Eles já tinham ido longe de mais da ultima vez, perguntava-se até onde eles iriam agora! Quem seria o primeiro a ceder? Demi era orgulhosa e Joseph não parecia estar disposto a ceder. Suspirou pesadamente e procurou Edward com os olhos. O garotinho estava junto com Samanta e Samuel, ele viu a mãe e acenou para ela enquanto sorria.

--

boa noite meninas, td bem com vocês?
estou seguindo da melhor forma que posso, mas responderei todas assim que puder, o.k? 
obrigado pelos comentários no capítulo anterior, li todos eles e é o que está me mantendo animada para continuar escrevendo essa fanfic. é realmente muito importante pra mim! 
amo vocês <3 

Resultado de imagem para ines brasil gifs Resultado de imagem para ines brasil gifs

como me senti depois de escrever esse capítulo

10 comentários:

  1. Ai Meu Deus, Chama o SAMU, o corpo de bombeiros, ai Meu Deus Jessie, assim não dá eu não aguento tô jogada na farofa, no fubá,Jessie você me mata eu não quero morrer jovem só tenho 19 anos não posso ter um heart attack ou infarto não, não tô conseguindo lidar com isso eu tô hiperventilando aqui cadê o calmante meu Deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu sou um caso sério, pq surto altas horas da madrugada com esses acontecimentos e depois preciso reler mais de uma vez pra ter certeza se o babado está dignk! sdjsdj só tenho 18 anos e já sinto o drama ~ñ vou mentir, adoro~
      fico feliz que tenha gostado <3

      Excluir
  2. esse capítulo foi lindo, foi maravilhoso, eu amei com todas as minhas forças e mal posso esperar para continuação.
    por alguma fração de segundos achei que Demi não apareceria mas depois pensei "ela não seria capaz" kjasafkj
    essa alycia parece estar nutrindo sentimentos pelo joe, já quero ela cantando "eu me apaixonei pela pessoa errada, ninguém sabe o quanto eu estou sofrendo" kjasfnj BERRO.
    a frieza que o nick tratou a demi doeu em mim.
    demi e joe fazem um casal tão lindo, esse momento da dança... chorei!
    é uma pena ver que tudo está perto a ser destruído mas confesso
    ESTOU LOUCA PARA AS TRETAS
    SÓ VEM!
    você vai trazer a indicação do grammy pra fanfic? quero muito!
    mona está tudo perfeito como sempre, você sabe que arrasa.
    quero a continuação desse capítulo na minha mesa PRA ONTEM!
    poste assim que puder, ok? vou estar aqui aguardando ansiosamente.
    bjs <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu confesso que pensei na possibilidade dela não aparecer, mas isso seria muita maldade! sdjsdj
      BERRANDO COM ESSE HINO, cantei essa música enquanto lia seu comentário, pagode da bad! ainda estou trabalhando nas emoções da alycia, então não tenho nada definido... mas quem sabe, né? uma treta nnunca é demais! ~adoro~
      pois é eles vão estar mais juntinhos do que tuso quando as tretas FINALMENTE rolarem soltas e quando isso acontecer... vão sentir saudade deles juntinhos <\3
      vou pensar no grammy com muito carinho, obrigada pela sugestão.
      o capítulo já está prontinho, estou louca para postar!!!
      bjs*

      Excluir
  3. MEU DEUS
    EU TO TODA ME TREMENDO
    Se tem um lugar aonde eu to agora, esse lugar é o chão
    Socorro
    Quando ela apareceu do nada me deu uns coiso aqui wbgaaigsoqn
    Quero maisss as
    Alycia mal conheço e já odeio, essa mulher vai ser a nojenta da história, certeza
    Posta logooo
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. socorro todas nós estamos!
      eu escrevendo essa parte foi tipo... "deixa eu dar uma pausa *respirei* CHEGOU A DONA DA PORRA TODA" ai tive vários surtos, tudo isso de madrugada e... devem achar que sou louca por aqui. ~i don't care, i love it~
      tadinha da bichinha sdjsdj já foi detonada! vamos aguardar os próximos acontecimentos e quem sabe até lá eu defino ela nessa história.
      fico feliz que tenha gostado <3
      postarei assim que puder, bjs.

      Excluir
  4. Sei que para elaborar um capítulo é difícil, mas não demore de postar por favor��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. juro que tento, mais é tanta coisa acontecendo... tem dias que não tenho tempo de parar e pensar direito na fanfic, maaaaas o próximo capítulo já está prontinho! postarei logo, prometo <3

      Excluir
  5. Olá!
    Estou aqui avisando que acabou o tempo para votar na votação As Melhores de 2016, onde estava nomeada. Os votos estão a ser contados e dentro de alguns minutos, ou uma hora talvez, estará postado.
    Link: http://criticasdefanfics.blogspot.pt/

    Boa sorte!

    ResponderExcluir