15/01/2017

Broken Frame: Capítulo 12 • Do not be afraid


💖 dedico o primeiro capítulo do ano para todas as leitores que fizeram ou fazem aniversário este mês. parabéns, meninas! 💖


          Nicholas estava empenhado em terminar de escrever algumas músicas e por isso tomava seu café da manhã na sala. Selena apareceu vestindo uma das camisetas dele, ela estava com os cabelos molhados e presos num coque. Devagar aproximou-se do marido e arregalou os olhos ao ver uma pequena bagunça formada ali em volta dele! — Parece que o dia começou cedo pra você. — Nick desviou os olhos do papel e voltou-se para ela. — Bom dia. 
— Bom dia, querida. — Ele sorriu e levantou-se para beija-la. — Como você está?
— Estaria melhor se tivesse acordado ao seu lado, mas parece que você tem outras prioridades. — Selena revirou os olhos e riu em seguida, estava brincando para ver a atenção dele. 

— Eu sinto muito, amor.
— Está tudo bem, só estava brincando. Sei que está empenhado em fazer um bom trabalho, o.k? Não se preocupe. — Piscou para ele. 
— Obrigado. — Nick sorriu e sentou-se novamente. 

— Já comeu alguma coisa? — Ele assentiu — Certo. Vou preparar algo para mim e já volto, o.k? 
— O.k. — Novamente ele assentiu e Selena caminhou até a cozinha. 

          Para sua surpresa, seu café já estava pronto e tudo estava posto na mesa onde eles costumavam comer juntos. Ela sorriu e sentou-se, mas antes que Selena pudesse comer o toque do telefone ecoou-se pela casa! Imediatamente ela levantou-se para atender, mas Nick foi mais rápido e acabou atendendo. — Bom dia. Sim, estou bem e você? Que bom! Oh, ela está sim. Muito engraçadinha você, Iggy! — Ele riu — Vou passar para ela. — Nicholas estendeu o telefone e deu de ombros — É sua querida amiga Amelia. 
— EU OUVI ISSO! — Ela gritou ao outro lado da linha e Selena riu pegando o aparelho. 

— Que honra receber um telefonema da organizadora de festas logo cedo! — Selena brincou — Tudo bem?
— Eu estou bem, mas...
— Mas? Sinto que o assunto é sério, estou errada?
— Não, você está certíssima!

— Céus! — Selena sussurrou. 

— Você se lembra daquela nossa conversa ontem?
— Aquela que tivemos o salão?
— Sim, essa mesma!
— Lembro, o que tem ela?
— Garbo bebeu um pouco ontem e acabou me contando algumas coisas que são do seu interesse. — Selena sentou-se imediatamente e começou a respirar num ritmo diferente, estava com medo do que ia ouvir. 
— Pode falar.

— Nicholas e Demi brigaram mesmo.
— Brigaram? Eles são melhores amigos, o que houve?
— Parece que ela está realmente empenhada no novo álbum, tanto que pediu ajuda do Nick, mas ele se recusou diante da condição imposta.
— E que condição foi essa?
— Joseph não poderia saber de nada, absolutamente... nada! — Selena deu uma mordida na torada.

— Não entendo. 
— Parece que ela não queria ser censurada.
— Joseph nunca faria isso!
— Eu sei que sim, mas por algum motivo, ela achou que ele ia fazer isso.
— Ela só pode ter enlouquecido! — Selena deu um gole no suco e passou uma das mãos pelo cabelo. — Isso não é nada bom. 

— Você acha que ele sabe?
— Sim, com certeza! Joseph conhece Demetria melhor do que ninguém, ela é uma péssima mentirosa para ele.

— Está preocupada?
— Não vou mentir, estou sim. — Ela suspirou — Eles passaram anos separados, você acompanhou e sabe bem o quanto isso rendeu de dor e sofrimento! 
— Mas é apenas trabalho, não acha isso exagerado demais?
— Iggy você também é uma artista, vai me dizer que sai por ai escondendo seu trabalho do Garbo.
— Não, eu não escondo nada. Ele me conhece bem, sabe que sou assim e acho que é...

— Uma questão de confiança, certo?
— Puta merda! Demi tem motivos para não confiar nele?
— É claro que não! Isso explica o motivo deles brigarem, não acredito que ele escondeu isso de mim.
— Selena se ele te contasse, Joseph também saberia. Nicholas fez isso pensando na família, o.k? Não brigue com ele.
— Eu não vou brigar, mas quero ouvir isso da boca dele.

— Agora?
— Agora.

— Era só isso o que eu tinha para dizer, mas depois me liga para dizer como foi a conversa de vocês. O.k?
— O.k, obrigada. 
— Não precisa me agradecer. — Iggy sorriu — Até mais tarde. 
— Até. — Selena desligou, tomou o restante do suco e levantou-se para ir ao encontro do marido. 

          Nicholas agora estava acompanhado de seu velho violão, ele tocava algumas notas e escrevia em seguida no papel. Vê-lo trabalhando era incrível! — Minha musa inspiradora. — Ele sorriu para ela após finalizar uma das músicas. — O que Iggy queria? Ela parecia apreensiva ao telefone. 
— Precisamos conversar. — Selena colocou o telefone de volta no carregador e sentou-se no tapete ficando de frente com ele. 
— Aconteceu alguma coisa?
— Eu estive reparando que você e Demi se distanciaram. — Nick endireitou sua postura e suspirou. — Ontem vocês se cumprimentaram e sua frieza para com ela ficou clara! O que aconteceu entre vocês?

— Foi por isso que Iggy ligou? — Ele arqueou uma das sobrancelhas. 
— Sim, Garbo contou para ela.

— Está chateada comigo?
— Eu odeio ter que saber o que acontece com meu marido pela boca dos outros, mas isso não vem ao caso. Quero que me conte, quero ouvir da sua boca! — Selena cruzou os braços e suspirou. Ela via o arrependimento estampado nos olhos dele, mas precisava ser dura para que aquilo não acontecesse outra vez. 

— Ela me contou o que tinha em mente fazer músicas mais maduras, apoiei, mas depois ela mudou um pouco o rumo da conversa. Disse que queria minha ajuda, mas que não deveria contar ao Joseph e achei tudo muito estranho! Claro que me recusei e acabamos brigando, disse que não arrumaria briga com meu irmão por causa dela.
— Você deve ter ficado arrasado!
— Demi é minha melhor amiga, claro que fiquei. — Nick riu baixinho. 

— Você poderia ter me contado. — Selena aproximou-se dele e Nicholas puxou-a para seu colo. 
— E te encher de preocupações desnecessárias? Não, não achei que isso fosse tão importante. — Ela o abraçou e afagou-lhe os cabelos. 
— Você sabe que ele já deve estar sabendo, não sabe?
— Provavelmente.

— Talvez devesse conversar com ele.
— Não acho que seja necessário.
— Claro que é! Por acaso está com medo? — Selena o encarrou séria. 
— E se ele não acreditar em mim?
— Ele é seu irmão!

— Ontem Joe queria me perguntar algo, talvez fosse sobre isso.
— Viu só? Ele não está chateado com você, mas deve estar querendo esclarecer isso.
— Obrigado por ser tão compreensiva. — Nicholas lhe deu um selinho e brincou com seus cabelos que agora estavam soltos. 
— Sim, mas não faça isso de novo. O.k? Não esconda nada de mim e não esconderei nada de você.
— Eu prometo que isso não vai mais acontecer. — Selena sorriu.

— Sua musa inspiradora agradece.
— Oh que bom que disse isso, quero te mostrar minhas composições! — Ele disse animado, Selena assentiu e logo eles estavam envolvidos em mais composições. 

TRÊS DIAS DEPOIS

          Joseph estava sentado na poltrona que ficava ao lado da janela do avião, ele assistia o espetáculo que era aquele céu da madrugada e aproveitava para relaxar um pouco. Não havia sido fácil deixar seu trabalho para trás, Alycia estava ausente e ele precisou de outra pessoa que desse conta de tudo até que ele voltasse! Demetria estava cochilando um pouco, mas ao contrario de Joseph, ela parecia ter levado o trabalho consigo. Antes de dormir havia verificado todas as redes sociais, sites influentes sobre celebridades e os charts também! Joe fingiu não ter visto, mas ele viu e suspirou profundamente. Os tempos eram outros e ele se perguntava se havia conseguido acompanhar tantas mudanças. Ele sentia saudade do tempo em que era jovem e via as pessoas fazendo música pelo simples prazer de fazer! Demetria era assim e foi um dos motivos pelos quais ele se apaixonou por ela. — Sr. Carpenter aqui está sua bebida. — Uma das aeromoças o despertou de seus pensamentos. 
— Obrigado! — Ele recebeu o suco de maracujá gelado e deu um longo gole. 

          As crianças estavam sentadas na frente deles, Sabrina estava entre os dois irmãos mais novos e os três dormiam tranquilamente. Joe sorriu ao vê-los e voltou novamente sua atenção para o céu. Novamente perdeu-se em pensamentos, mas o toque dela em seu braço o fez despertar outra vez! Voltou-se devagar para a esposa e sorriu brevemente. — Ainda está acordado?
— Sim, não estou com sono.
— O que está te incomodando?
— Incomodando?
— Ontem você não dormiu bem, levantou várias vezes. — Demi comentou. 
— Não é nada, acho que só estou me preocupando demais com coisas desnecessárias.

— Trabalho?
— Talvez. — Ele balançou a cabeça e deu outro gole em seu suco. — Não é nada importante, Demi. 
— Se você está dizendo, não irei insistir. — Demi encostou sua cabeça no ombro dele, passou seu braço ao redor do braço dele e entrelaçou seus dedos aos de Joseph. — Mas podemos conversar sobre outra coisa. 

— Você sente falta dos velhos tempos? — Joe perguntou de repente. 
— Isso depende. — Demi sorriu — Do que você sente falta?

— Sinto falta da confiança. — Ele sussurrou baixinho. 

— O que disse? — Joe suspirou — Você está bem? — Uma das mãos dele estava tremendo e ele nem havia se dado conta disso. — Joseph. 
— Eu estou bem. — A respiração pesou e Joe levantou-se imediatamente. 
— O que foi?
— Preciso ir ao banheiro, com licença. — Demi estava confusa, mas cedeu espaço para que ele saísse. Joseph atravessou o corredor rapidamente, mas parou e encostou-se na porta respirando com dificuldade. Ela foi até ele, Joe adentrou no banheiro e Demi entrou junto mesmo com os protestos dele! 

— O que está fazendo?
— Eu é que te pergunto! Você está ansioso?
— Eu? Ansioso?
— Joe você parece estar tendo uma crise de ansiedade! — Demi umedeceu uma toalha e passou pelo rosto dele. 

— Uma crise? — Isso não estava acontecendo, estava? — Eu... eu não posso estar tendo uma crise! Estamos em um avião, eu... 
— Shhh... calma. — Ele olhou para ela — Vai ficar tudo bem, você só precisa ficar calmo. 

— Esse banheiro é muito apertado. — Demi novamente passou a toalha no rosto dele e Joe fechou os olhos. 
— Isso mesmo, respira fundo e tenta manter sua mente limpa de qualquer pensamento. — Ele assentiu e permaneceu de olhos fechados. — Importa-se se eu tirar sua camisa? — Joe apenas negou com a cabeça e ali sentado estendeu-lhe os braços. Ele abriu os olhos quando Demi tomou uma das mãos dele e agachou-se para olha-lo melhor. Joe ainda tremia, ela beijou cada dedo de sua mão e sorriu para ele. — Vai ficar tudo bem. — A voz dela aos poucos fez com que ele se acalmasse — Agora, respira pela nariz e solta o ar pela boca. — Joe fez o que ela pediu e novamente fechou os olhos. Demi tocou-lhe o peito por um momento, ela queria ter certeza de que ele estava respirando bem e permaneceu assim por alguns segundos. 

— Como está?
— Bem. — Os tremores aos poucos sessaram de vez e ele sentiu-se realmente melhor! 
— Mesmo?
— Obrigado. — A reação dela foi o mais surpreendente para ele! — Demi você está chorando? — Ele levantou-se ficando de frente com ela. Aquele banheiro era pequeno, Demi não tinha como simplesmente esconder e apenas ajudou ele com a camisa. — Demetria, fala comigo. 
— Shhh... sem estresse! — Ela o fez rir baixinho — Eu só fiquei assustada. 

— Eu sinto muito.
— Não faça isso, não foi sua culpa! — Ela colocou uma das mãos onde destravava a porta, mas Joe impediu que ela fizesse isso. 
— Vem aqui. — Ao virar-se, Demi foi envolvida pelos braços dele num abraço reconfortante. — Eu sinto falta disso, sabia? Falta de como cuidávamos sempre um do outro. Acho que isso sempre me fazia acreditar que nada e nem ninguém poderia nós separar! 
— Você não acredita mais? — Joe afagou-lhe os cabelos e Demi piscou, ela ainda chorava. 

— Eu tenho tanto medo de perder você, tanto medo...
— Você não vai me perder, Joseph. — Ela abriu a porta e eles saíram. Joe ainda tinha muito o que dizer, mas acabou deixando para outro momento. 

          As pessoas e os comissários de bordo olharam para eles, provavelmente pensavam que os dois estivessem fazendo alguma besteira! Joe sentou-se, afivelou novamente seu cinto e encostou sua cabeça no encosto da poltrona. De repente sentia-se cansado, Demetria fez o mesmo e suspirou, sabia que depois disso não iria dormir. — Descanse. — Ela pediu olhando-o nos olhos. 
— Eu vou tentar. — Demi ofereceu seu ombro como encosto, ele aceitou e acabou adormecendo em poucos minutos. Ela continuava acordada e agora, estava com seu celular em mãos procurando pela entrevista de Joseph.

          Encontrou o ensaio fotográfico, os bastidores em vídeo e a entrevista por escrito. Colocou os fones, assistiu aos bastidores e riu baixinho ao assisti-lo fazendo algumas piadas. Joe era muito espontâneo, quando colocavam música para tocar durante os ensaios... ele dava um verdadeiro show de dança! Isso obviamente ia parar nos bastidores e também rendia boas fotos. Quando o vídeo acabou, Demi fez uma careta, mas logo viu as fotos e voltou a sorrir. Algumas fotos, apesar de serem em simples poses, lhe tirava o folego! Ele estava com os cabelos devidamente cortados, barbeado e vestia roupa social. "Lindo de morrer!" Ela pensou e desviou os olhos do celular para ele. Assim que viu a parte escrita, endireitou sua postura cuidadosamente e começou a ler.

  • Primeiramente gostaríamos de agradecer por ter aceitado estar conosco e conceder essa entrevista.
Eu que devo agradecer pela oportunidade! Estou muito feliz de estar aqui.

  • É o seu primeiro ensaio em quase um ano, como se sente?
Como disse anteriormente, muito feliz! Já estava começando a ficar entediado. (risos)

  • Como é seu trabalho na associação? Eu vi o site, li sobre o lugar e todos os tipos de assistência que oferecem lá. Achei incrível! Devo dizer que foi uma ideia genial.
Eu basicamente controlo grande parte de tudo o que acontece lá, recebo pessoas e inspeciono tudo de perto. Fico feliz que tenha conhecido um pouquinho daquele lugar! Quando eu acordo cedo para ir trabalhar, juro que acordo feliz. Quando piso meus pés naquele lugar... é como se estivesse cortando novamente aquela grande fita vermelha de inauguração! É um sonho que realizo todos os dias.

  • É muito emocionante ouvir isso! Mas esse trabalho, de alguma forma, atrapalha sua vida artística?
De forma alguma! As coisas mudaram e isso me deixou mais tranquilo. Ainda tenho os paparazzis no meu pé? Tenho, mas o assedio diminuiu um pouco. (ele sorriu) Estou orgulhoso dos meus fãs, no inicio sempre tinha bastante gente na porta e depois que conversei com eles, eles respeitaram isso.

  • Você tem o apoio de outros famosos?
Sim, eu tenho esse apoio. Na verdade, confesso que isso foi essencial pra mim após revelar minha condição! Nesse vai e vem que é a vida, uns se foram, outros ficaram, mas está tudo bem. Não guardo magoa de ninguém.

  • Sua família te apoia? Vejo diariamente posts da sua filha mais velha falando de forma amorosa sobre você.
Oh sim, eles são meu grande apoio! Eu me sinto muito abençoado por ter uma família grande e amorosa, eles são tudo para mim. Oh Sabrina... (risos) ela é minha maior fã.

  • Talvez algumas pessoas não sabiam, mas você tem uma filha adotiva. Certo? Samanta também é "especial", esse foi o motivo pelo qual adotaram ela?
Desde o momento em que coloquei meus olhos naquela garotinha, vi algo de diferente e especial nela. O fato dela ser "especial" assim como eu, não foi um motivo e sim uma coincidência! Demi viu nela o mesmo que eu e não pensamos duas vezes antes de adota-la.

  • Isso foi admirável da parte de vocês! Recentemente algumas fotos da visita que sua esposa fez na associação caíram na rede, muitas pessoas comentaram sobre o fato de ser a primeira em anos! O que tem a dizer? 
Demetria esteve bastante ocupada com seus trabalhos também, ela tem uma vida! Não é justo que as pessoas julguem sem saber o real motivo das coisas.

  • Concordo plenamente! Agora vamos falar sobre o tão aguardado festival que acontecerá em um mês. O que pode nos contar sobre isso?
O festival é uma iniciativa para arrecadar fundos para ajudar famílias carentes que atendemos em parceria com o hospital. Teremos muita música, dança e diversão! Em breve divulgaremos como os interessados poderão adquirir seus ingressos e também nossa agenda de shows. (ele sorriu)

  • Agenda de shows?
Sim, teremos shows durante todo o dia!

  • Você irá se apresentar? Seus fãs estão ansiosos por isso. 
Só saberão no dia. De qualquer forma, vocês não podem perder!

  • Olhando para trás, para toda sua trajetória... vejo que lutou e conquistou muitas coisas. Joseph Carpenter possui um legado! O que pode dizer para quem ainda está lutando para conquistar o próprio espaço?
Nunca desista! Vai ter dias em que você vai ficar exausto e frustrado, mas isso tudo faz parte. Se quer mesmo algo, lute incansavelmente por isso e digo com toda certeza que tenho no meu coração, você vai conseguir!

  • Obrigada novamente por conseguir um tempinho na sua agenda para nós, Sr. Carpenter. Foi uma enorme satisfação!
Eu que agradeço a oportunidade.


          Demetria terminou de ler e ficou encarrando a tela do celular por algum tempo, Joseph era incrível! Tantos anos ao lado dele e ainda era capaz de surpreender-se com sua simplicidade. — Demi. — Ela ouviu a voz dele bem baixinho e rapidamente tirou os fones, mas ele continuava dormindo. — Demi. — Novamente ele pronunciou o nome dela. Demi inclinou para trás sua poltrona juntamente com a dele e assim, pode vê-lo dormir mais confortavelmente. Estava um pouco mais calma desde aquele susto no banheiro, mas ainda sim parecia estar sem sono! 

          Estar grávida novamente já não era tão assustador, Demi estava preparada para lidar com aquela situação ou quase. Ela não conseguia achar uma posição para dormir! — O que está fazendo? — Joe estava rindo baixinho dela encostado na porta. Ela havia feito uma verdadeira bagunça na cama e agora estava emburrada. 
— Eu não consigo encontrar uma posição confortável para dormir. 
— Quer dizer que temos um problema! — Ele estava engraçado com seus óculos de leitura. 
— Sim, nós temos.

— Eu vou me deitar com você. — Joe se desfez dos chinelos e de suas roupas rapidamente. 
— Mas e Sabrina?
— Ela já dormiu, amor. — Ele respondeu enquanto vestia seu pijama. 

— Vou logo avisando, estou um verdadeiro desastre!
— Não diga isso. — Joe puxou os cobertores e deitou-se na cama. — Você está linda!
— O que tenho de lindeza, me falta de sono. — Ele retirou os óculos e aguardou o mesmo na gavetinha do criado mudo. 

— Talvez só precise de companhia. — Ele piscou para ela. Demi deitou-se de costas, Joe aproximou-se passando um dos braços em torno dela e tocou sua barriga. — Melhor assim?
— Sim. — O corpo dele encaixava-se perfeitamente ao dela. 
— Sabia! — Ele sussurrou. 
— Convencido. — Demi respondeu no mesmo tom e eles riram em seguida. 

— Certo, agora tente descansar.
— Você vai ficar ou vai esperar eu dormir?
— Ficarei, Demi. — Ela sorriu. 
— Joseph...

— Shhh! — Joe depositou um beijo em seu ombro — Durma bem, querida. 
— Você também. — Ela respondeu e fechou os olhos. Demorou um pouco, Demi revirou-se na cama vez ou outra, mas Joseph não se importou. Ele afagou-lhe os cabelos de forma carinhosa até que ela adormecesse em seus braços.

          Joseph foi acordado pelo balançar do avião, eles haviam acabado de passar por uma turbulência! Demi que estava quase cochilando, abriu os olhos e voltou-se para ele. — O que aconteceu?
— Turbulência. — Ele bocejou. 
— Oh droga! Estava quase dormindo. — Joe segurou uma das mãos dela. 
— Tudo bem, vamos dormir novamente. — Ela sorriu brevemente e ele depositou um beijo nas costas da mão dela. — Feche os olhos. 

— Joseph...
— Durma bem, amor. — Demi só fechou os olhos depois de vê-lo pronunciar aquelas palavras, o rosto dele estava tão sereno! — Ainda temos uma longa viagem pela frente. 
— Você também. — Ela respondeu e abriu um dos olhos, Joe estava sorrindo de olhos fechados. Ele ainda segurava sua mão lhe transmitindo calor, paz e segurança. Muitos momentos passaram como que um filme, momentos bons e logo Demi estava totalmente entregue ao sono. Sonhando alto!

--

não achei que fosse aparecer aqui tão cedo, mas voltei!
e ai, como vocês estão? estou bem e feliz por finalmente ter escrito esse capítulo. 
vocês gostaram? espero muito que sim, não foi fácil escrever e temos bastante informação nela. TÁ CHEGANDO AQUELA TRETA DO PRÓLOGO, não se esqueçam dela... releiam aqui se for preciso para não ficarem confusos depois. o.k? todos esses capítulos são "passado" ou seja "meses antes da treta principal". 
enfim, respostas aqui | 💕
por hoje é só :( mas prometo voltar assim que o próximo estiver pronto. o.k?
amo muito vocês, beijos!

 

10 comentários:

  1. preciso dizer que eu amei?
    pois bem, eu amei!
    esse capítulo ta um verdadeiro amorzinho, o jeito que a demi apoiou Joe quando ele estava tendo uma crise de ansiedade...
    eles são tão fofos, é uma pena que tudo isso esteja perto de acabar.
    #choremos!
    eu admiro muito o jeito que você faz Joe ser tão simples, ele é tão sábio, tão maravilhoso... tô até suspirando.
    eu não vejo a hora da treta do prólogo chegar, tava até me esquecendo dela mas quando você me lembrou fiquei ainda mais ansiosa.
    enfim, está maravilhoso e eu estou ansiosa para ler mais...
    ah ia quase me esquecendo: acho que quando as tretas começarem demo vai estar sozinha porque tipo, Nick já brigou com a demi, o Nick é o melhor amigo dela e parece que não concorda com ela, ja tô imaginando o sofrimento...
    aiai enfim, é isso!
    bjs amor, poste assim que puder, ok? ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado <3
      aqui já percebemos que eles tiveram vários altos e baixos, mais tem muita coisa pra acontecer... por exemplo, as tretas! #SÓVEM
      eu vejo isso nele, nos mínimos detalhes é muito amor sdjsdj
      no início não achava que "meses atrás" seria algo tão longo e acabou que está sendo, talvez isso seja bom ^^
      vamos ter um momento nemi muito em breve, isso vai envolver outra treta e consequentemente, mais um drama na fanfic.
      beijos *

      Excluir
  2. Nem preciso dizer que amei, né?
    Eu estou adorando o Joe nessa história, ele é bem base da família e isso é lindo, e me chateia a Demi não confiar nele sobre o álbum e tal. Estou ansiosa para os proximos!
    Sam, xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. precisa sim, eu gosto de ler isso <3
      eu também acho ^^ de todos os "joe's" esse com certeza está sendo o meu favorito!
      logo descobriremos a reação dele com o lançamento do álbum e será uma surpresa.
      xoxo *

      Excluir
  3. Posta maaais! Ta incrível! Faz maratona

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. postarei assim que puder :)
      fico feliz que tenha gostado.
      eu adoraria fazer uma maratona, mais não tenho capítulos adiantados aqui </3

      Excluir
  4. Heeey Jessie
    Preciso muito falar contigo.
    Coisa séria kkkk
    Me manda teu número no facebook ou me chama no whatsaap quando tiver um tempo. (085 98148182)

    Gabi..

    ResponderExcluir