07/09/2017

Broken Frame: Capítulo 39 • Beautiful Mess II


mil desculpas pela demora!
boa leitura p/ vcs


          Selena estava sentada em frente ao piano de calda que havia num dos espaçosos quartos do segundo andar da casa. Ao lado dela estava Samanta, os dedos esguios da menina dançavam pelas teclas numa sequencia de notas simples e perfeitamente tocadas. Quando a pequena terminou, Selena fez questão de aplaudir e sorrir para ela.  Muito bem, Sammy!
 Mesmo? Mamãe me ensinou o básico, mas não costumo praticar muito.  A garota riu baixinho.
 Você se saiu muito bem.  Selena elogiou  Também não sei muito, seu Tio Nicholas muitas vezes precisa pegar minha mãos e posicionar meus dedos nas teclas!  Elas riram.

 Tia, posso te fazer uma pergunta?
 Claro que pode.
 Você e Tio Nick já sabem quando vão ter um bebê?  Selena olhou para Samanta e sentiu o coração amolecer.
 Ainda não, Samanta. É uma questão.... como posso dizer? Acho que devemos esperar mais algum tempo, entende?
 Acho que um bebê traria muita alegria pra vocês.  Selena riu e assentiu concordando. Samanta tinha um jeito especial e bastante espontâneo de dizer as coisas, era algo realmente encantador!

 Posso te contar uma coisa?
 Qualquer coisa que quiser, Sammy.
 Minha mamãe estava grávida quando morreu.  Ela arregalou os olhos surpresa  Quando as irmãs do orfanato me acolheram, disseram que ele havia se tornado meu anjo e que estava no céu. Disseram que anjos nunca são demais na nossa vida, sabe? Acho que deve ser por causa dos problemas que temos e por isso precisamos tanto deles.  Selena sentiu os olhos arderem por causa das lágrimas, mas continuou olhando para Samanta.  Seu bebê deve ser um anjo bonito e feliz, sabe como sei?  Ela negou, as bochechas já estavam banhadas por lágrimas.  Você chorou pela perda dele, mas não deixou de ama-lo e nunca vai deixar. Sinto todo esse amor nos cuidados que tem comigo e com meus irmãos, acho isso tão lindo. É algo muito especial! Por isso você é minha tia favorita; não conta pra Tia Iggy.  Selena abraçou a sobrinha forte e chorou por alguns segundos no ombro da pequena. Ela sabia que crianças tinham esse jeitinho e que falavam coisas de forma não intencional, mas Samanta era diferente. Ela sempre parecia ter algo realmente significativo e sábio ao mesmo tempo para dizer! Era uma pequena guerreira.

 Você é um anjo, sabia?  Selena plantou um beijo na testa da garotinha e sorriu para ela, ainda chorava.
 Não queria faze-la chorar, me desculpa.
 Tudo bem. Tudo bem!  Ela secou as lágrimas e riu baixinho.  Eu só... fico realmente agradecida por me dizer isso, sabe? Espero um dia ter uma filha tão linda e esperta como você.  Samanta sorriu.
 Ela vai ser ainda mais bonita e esperta, ainda mais se tiver um coração tão grande quanto o seu!  Selena riu da forma entusiasmada como ela falou.

 Com licença...  Ambas olharam para trás e viram Samuel parado na porta.  Vim avisar que papai chegou e precisamos ir.  O garoto fez careta  Sammy, acho melhor ir procurar o Buddy.

 Eu vou, mas volto para me despedir.  Ela sorriu para Selena e saiu para procurar o cãozinho. Selena levantou-se, virou-se para Samuel e caminhou até ele.

 Acho melhor descermos e esperarmos Samanta junto com seu pai.  Samuel assentiu e encarrou a tia por alguns segundos.
 Tudo bem?
 Sim, nós só estávamos conversando.
 Vejo que foi uma conversa e tanto.  Sam sorriu para ela e cedeu espaço para que Selena caminhasse ao lado dele enquanto desciam.

 Você tem uma irmãzinha bastante especial, Samuel.
 Pelo menos uma, não é mesmo?
 Não diga isso, Sabrina também é especial.
 Sabrina passou dos limites e não tem como defender!  Selena tocou o ombro do sobrinho e ele parou de descer as escadas virando-se para ela.

 Eu falei com ela ontem.
 Também falei e ela não me ouviu.
 Mas acredite, ela me ouviu e pareceu arrependida.
 Arrependida? Me desculpe, mas só acredito vendo.

 Samuel, não endureça seu coração.
 Sabrina e eu eramos unidos antes disso tudo, sabe? Quando ela agiu de forma imatura com a Sammy, senti como se uma desconhecida estivesse sob o mesmo teto que eu!  O garoto desabafou e suspirou.  Samanta já passou por muita coisa e nunca pensei que fosse precisar defende-la da Sabrina.
 Ela é adolescente e pensa de forma diferente, sente de outra forma também. Sei que nada disso justifica o comportamento dela, mas dê uma chance para ela se explicar. O.k? Tenho certeza de que vocês podem se resolver.  Selena sorriu e Samuel riu baixinho.
 A senhora falando dessa forma é de amolecer qualquer coração.  Selena riu e passou um dos braços pelos ombros dele enquanto desciam o restante dos degraus.

 ACHEI ELE!  Samanta gritou e apareceu com Buddy em seu colo.  Ele estava fazendo bagunça no jardim, mas consegui impedir que ele fizesse xixi nas suas rosas.  Ela explicou olhando para Nicholas e Joseph na porta, ambos riram.
 Você faz um bom trabalho cuidando desse cãozinho.  Nick acariciou o cãozinho e ganhou uma lambida na mão.
 Ele é muito bagunceiro e tem vezes que deixa Samuel louco! O senhor sabe como ele é organizado, né?  A garotinha fez uma careta.

 Retiro o que disse, ela também está do lado escuro da força.  Sam brincou, Selena riu e Samanta franziu o cenho.  É brincadeira, Sammy!

 Já se despediram, crianças? Precisamos ir, mamãe e Sabrina estão voltando para casa.
 Sabrina?
 É uma longa história.  Joe revirou os olhos e sorriu.  Obrigado mais uma vez por cuidarem deles.
 Sempre que precisar pode trazer eles!  Selena beijou a bochecha de cada um dos pequenos e sorriu para eles.
 E qualquer coisa que precisar é só ligar, o.k?  Nick olhou para Joe e eles se abraçaram brevemente já se despedindo.

 Quando vai pegar um novo par de óculos?  Selena perguntou ao despedir-se de Joe, ela se preocupava bastante com ele.
 Tenho um par extra, Selly.
 Acho bom! Cuide-se, o.k?
 Você também.  Joe beijou-lhe a testa e acenou.  Até mais!


***


          Demetria descobriu assim que pisou os pés no primeiro andar da cobertura que ela e Sabrina haviam chegado primeiro. Ela olhou em volta sentindo um certo friozinho na barriga e sentiu um delicioso cheiro de comida! Caminhou até a cozinha sendo seguida por Sabrina e seus passos silenciosos. Havia um bilhete em cima da bancada, Demi o pegou e leu rapidamente:


Imaginei que estivessem com fome e tomei a liberdade de preparar uma comidinha pra vocês! Sintam-se em casa aqui em Los Angeles.
Com amor, Angela. 


 Ela é um amor!  Demi comentou sorrindo e olhou para Sabrina, ela estava tensa e mexia as mãos de forma nervosa.  O.k, vamos subir e ter nossa conversa.
 Achei que... que fossemos almoçar.
 Vamos esperar, eles já estão chegando.  Ela seguiu caminhando e Sabrina foi atrás dela rapidamente.

          Demi sentia o coração bater acelerado no peito e ela tentava normalizar sua respiração! Havia cedido na delegacia, toda sua raiva pareceu desaparecer... Mas agora ela se lembrava perfeitamente de tudo e havia um outro lado nela que dizia que o melhor era se manter firme com a garota.  Acho que esse é o quarto em que vou ficar, minha mala está aqui.  Sabrina comentou e elas seguiram caminhando até que Demi parasse de caminhar e adentrasse com ela na suíte que dividiria com Joseph.
 Aqui estamos, sou toda ouvidos.  Demetria sentou-se na beirada da cama e olhou nos olhos da filha que ainda estava em pé perto da porta.

 Mamãe, eu sinto muito por tudo o que aconteceu e por todas as coisas que te disse, mas realmente esperava que me contassem a verdade!  Demi assentiu para que ela continuasse falando e cruzou as pernas.  Perez me ligou quando estávamos em Orlando, por isso já sabia do que se travava muito antes dele publicar o artigo.
 Ele te ligou?!  Ela arregalou os olhos surpresa pela revelação e Sabrina assentiu.  Ele te ligou e você não disse nada? Sabrina!  Demi repreendeu a garota.
 Ele me mostrou uma gravação que não incluiu no artigo e nós tivemos uma conversa. Conversa essa em que defendi vocês, disse que ele era um mentiroso, mas diante dos áudios... Perez foi bastante convincente! Fez você e papai parecerem os únicos errados da história toda.  Sabrina suspirou  E eu acreditei nele, acreditei pelo simples fato dele ter acertado no palpite que me deu sobre vocês. Disse que não me contariam e não contaram, fiquei bastante magoada com vocês. Ele disse também que eu não tinha garantia de que vocês não mentiram pra mim durante toda minha vida e quando li o artigo... acho que fiquei cega de tamanho ódio que senti! Me senti enganada por vocês.

 Eu não acredito que ele te ligou.  Demi disse baixinho, lágrimas de pura raiva e frustração escorrendo pelas bochechas.  Não acredito que ele ousou envenenar você dessa maneira!
 Bradley tentou abrir meus olhos, disse que eu mais do que ninguém conhecia minha própria família e que não deveria dar tanto crédito ao Perez. Eu não dei ouvidos! Ele só ficou ali me apoiando e acabou rolando nossa primeira vez, não quero que pense que fiz aquilo para provoca-la.  Sabrina corou ao mencionar sua primeira relação sexual. Demi mantinha os olhos fixos nela, ainda estava absorvendo as últimas palavras ditas sobre Perez.  Mãe, eu não queria dizer aquelas palavras...
 Não queria, mas você disse.  Demi levantou-se e sentiu o coração apertar dolorosamente no peito.  Disse com todas as letras, disse em alto e bom som! Sabrina você partiu meu coração.

 Eu estava com raiva!
 Também estava com raiva e por isso ergui minha mão para te repreender, nunca te bateria. Por mais que suas palavras tenham me magoado e partido meu coração, eu entendo você.... entendo como em algumas situações fazemos coisas que não queremos fazer, coisas das quais nos arrependemos.  Demi suspirou entre lágrimas, Sabrina também chorava.  E aquilo que você me disse, sobre eu ter batido no seu pai, eu... eu não fazia ideia de que tinha feito algo tão terrível! Estava bêbada, fiz e no dia seguinte não me lembrava, ele nunca me contou.

 Não fazia ideia, me desculpe.  Sabrina soluçou e tentou conter as próprias lágrimas.  A senhora me disse uma vez que nada do que eu fizesse te faria me amar menos, isso é verdade?
 Você se lembra disso? Era tão pequena...
 E como poderia não me lembrar?
 É claro que é verdade, filha.  Demi aproximou-se dela tocando-lhe o rosto e sorriu.

 Me desculpe, estou muito arrependida.
 Está desculpada, desde que não faça mais isso. O.k?
 Prometo que não farei, prometo que vou confiar em vocês de agora em diante.  Elas se abraçaram forte.

 Sem mentiras, sem segredos.  Demi beijou-lhe a testa  Isso é uma promessa, o.k? Não vamos permitir que nada e nem ninguém separe nossa família de novo.
 O.k, mamãe.  Sabrina sorriu para ela.

 Venha, vamos nos sentar. Quero saber de tudo!
 Eu também!  A garota riu baixo enquanto Demi segurava uma de suas mãos e sentava-se na cama.

 Foi muito difícil ficar longe de vocês. A senhora está bem? Depois de tudo o que aconteceu ontem e tudo mais...
 Estou bem melhor, filha. Seu pai tem sido minha fortaleza, não sei o que faria se ele não estivesse ali do meu lado para me apoiar.  Sabrina sorriu novamente ao ouvir aquilo  Eu me preocupei com ele, ele se preocupou comigo... acho que estamos em perfeito equilíbrio!
 Não sabe como fico aliviada por ouvir isso.
 Eu imagino que sim.  Demi suspirou  Nós brigamos feio e no seu lugar também duvidaria da autenticidade do meu casamento.

 Consegui sentir o peso de cada uma das palavras.
 Ah filha, nós adultos fazemos e falamos cada coisa.  Demetria riu baixinho, os olhos ainda ardiam por causa das lágrimas e ela piscava vez o outra para desembaçar suas vistas.  Se não nos amassemos tanto, acho que esse casamento não teria chegado até aqui.
 Vocês dois são o par perfeito!

 Falando em par perfeito..
 Mamãe...
 O que exatamente estava pensando quando disse que queria saber de tudo? É claro que estava falando sobre o que aconteceu entre você e Bradley! Pela amor de Deus, quase tive um ataque do coração quando Brenda me ligou.  Sabrina riu e as bochechas dela ficaram vermelhas por causa da vergonha que sentia.
 Quando ela entrou naquela quarto, foi o momento mais constrangedor da minha vida!  Demi riu.

 E antes dela entrar?
 Mamãe, você sabe exatamente como essas coisas acontecem...
 Ele foi gentil com você?
 Sim, um perfeito cavalheiro. Foi um momento... mágico Ela riu  Está rindo de mim? Mamãe!

 É tão bonitinho quando vocês jovens falam dessa forma tão apaixonada.  Demi sorriu boba.
 E papai, como ele reagiu?
 Seu pai reagiu de forma mais tranquila do que pensava que ele reagiria, sabe? Na verdade foi ele que me acalmou!  Demi riu e Sabrina arregalou os olhos surpresa.

 Você achou que eu fosse aparecer grávida?
 Sim, minha cabeça estava um verdadeiro turbilhão e não sabia o que pensar.
 Não se preocupe, não terá um neto tão cedo.  Demi balançou a cabeça sorrindo e Sabrina também sorriu para ela.

 Você está crescendo e se tornando uma mulher, não sei se vou saber lidar com isso.
 É claro que vai! A senhora ainda tem dois bebês praticamente, Samanta tem apenas sete anos e Samuel oito.
 Ele completa nove esse ano, precisava mesmo me lembrar?  Sabrina riu baixinho.

 Sam deve estar uma fera comigo.
 Seu irmão tem um bom coração, vai te perdoar.
 Acho que não, nós discutimos e disse coisas para ele.... coisas sobre Samanta também, acho que parte foi raiva e ciumes.
 Ciumes?  Demi arqueou uma das sobrancelhas.
 Eu ouvi ele dizendo que Samanta é a melhor amiga dele.

 Sabrina eles são crianças, tem apenas dois anos de diferença e é normal que eles tenham essa relação. Não sinta ciumes, seu irmão te ama e o fato de Samanta ser a melhor amiga dele não muda nada. O.k? Você tem a impressão de que mudou por causa dessa briga, mas hoje tudo volta ao normal.  Demi beijou a testa da garota e sorriu. Um barulho veio do andar de baixo, passos e conversa animada!  Acho que essa é a sua oportunidade de ir falar com eles.
 Agora?

 Você tem algo melhor para fazer?
 Ficar com você.  Sabrina lhe abraçou pela cintura e elas riram juntas.
 Vamos ter tempo o suficiente depois, o.k? Vá até lá e fale com eles.  A garota assentiu e se levantou caminhando até a porta.

 Obrigada por tudo, mamãe.  Demi sorriu, Sabrina fez o mesmo e saiu.

          Demetria respirou fundo e levantou-se caminhando até o canto do quarto onde as malas estavam. Ela reconheceu seu nome numa delas, puxou-a pela alça e colocou em cima da cama. Demi pensava na conversa com Sabrina, estava feliz por finalmente estarem resolvidas, mas saber que Perez provocou sua filha lhe irritava profundamente! As lágrimas voltaram devagar e logo já corriam livremente pela bochecha dela.  Desgraçado!  Ela empurrou a mala fazendo-a cair no chão e chutou com força descontando toda sua raiva. Dois chutes, três e as roupas se espalharam pelo chão!
 Demi? Ei, Demetria! O que está fazendo?  Joe lhe agarrou pelos ombros e virou-a para si rapidamente.  O que aconteceu para te enfurecer tanto?
 Perez... aquele desgraçado!
 Amor, fica calma.
 Ele falou com Sabrina, ele... ele quem envenenou ela!

 Demi, não adianta surtar agora. O.k? Aconteceu e não podemos mudar isso.  Ela tentou se desvencilhar dele, mas Joe manteve suas mãos firmes enquanto lhe segurava.  Shhh.... tudo bem, vem cá.  Demi cedeu, o abraçou pela cintura e ele afagou-lhe os cabelos.  Vocês se resolveram?
 Sim.
 Viu só? É isso o que importa, amor.  Ela partiu o abraço. Lágrimas ainda banhavam suas bochechas, elas saiam sem controle algum e Demetria suspirou.

 Você parece tão tranquilo.
 Amanhã tudo isso acaba.  Ele lhe deu um selinho  Temporariamente, mas acaba!  Joe riu baixinho e beijou cada uma das bochechas dela.  E eu quero que você mantenha o foco na sua turnê, o.k? Me prometa que vai focar no seu trabalho e não vai deixar ninguém te colocar para baixo.
 Você tem razão.
 Eu sempre tenho.

 Convencido!  Ela lhe deu um tapinha no braço e Joe riu.
 Minha Demi está de volta!

 Me desculpe por isso, foi só um dos meus momentos.
 Você precisa relaxar.
 Eu sei...  Demi suspirou e olhou para as roupas espalhadas no chão.  Melhor eu arrumar essa bagunça.
 Eu te ajudo.  Joe sorriu para ela e os dois recolheram as roupas espalhadas pelo chão.  Prontinho! O que acha de almoçarmos?

 Você viu que Angela preparou nosso almoço? Me lembre de mandar uma nota de agradecimento.
 Vi sim! As crianças já devem estar comendo, principalmente Samuel.  Joe riu.
 Então é melhor descermos.

          Sabrina estava sentada com os pequenos e sua expressão não era das melhores, Samuel não havia lhe dito uma única palavra. Ele ignorou completamente o que ela disse ou melhor, tudo o que ela tentou dizer! Depois disso, ela achou melhor não se aproximar de Samanta também. Estava de braços cruzados, o prato de comida remexido! Não estava mais com tanta fome.  Eita que essa comida deve estar boa mesmo, hein! Nem esperaram por nós.  Joe riu e puxou Demi pela mão indo até o outro lado do balcão para se servirem.
 Quantas casas temos?  Samanta perguntou servindo-se de um copo de suco que estava em cima da mesa.  Não me lembro de ter conhecido essa. Quando comprou, papai?
 Temos nossa casa na Califórnia e a casa do lago na Suíça, não é como se tivéssemos muitas casas por ai.  Joe terminou de se servir e colocou o prato na mesa.

 Acho um desperdício ter várias propriedades se não temos tempo o suficiente para cuidar delas.  Demi comentou.
 Eu morei aqui sozinho durante algum tempo.  Joe sentou-se e olhou para Samanta enquanto falava.
 Me parece um pouco solitário.  A garotinha fez uma careta e ele riu baixo.
 Sim e de fato foi um pouco, mas o importante é que todos estamos aqui!  Joseph sorriu.

 Isso é verdade.  Demi sentou-se, colocou o prato na mesa e pegou os talheres.  Esse lugar é incrível! Prova que você tem um bom gosto para decoração, amor.
 Mesmo? Obrigado.  Eles riram de forma cúmplice, enquanto isso as crianças observavam os dois. Após aquele momento, Demi notou Sabrina emburrada, Samuel parecia pensativo e Samanta era a única que agia normalmente.

 O.k, qual é o problema de vocês dois?  Joe ergueu o olhar e observou os filhos.
 Sinto que estou perdendo alguma coisa.
 Eu tentei me desculpar e ele me ignorou completamente.  Sabrina cruzou os braços e encarrou o irmão.
 Samuel?  Demi olhou o pequeno e ele revirou os olhos.

 Ignorei sim! Você achou mesmo que seria fácil? Achou mesmo que viria com meias palavras e eu te desculparia? O que você fez doeu, sabia?
 Está me dizendo isso por causa da Samanta!
 Também é por causa dela, mas você virou as costas para nós... virou as costas para mim! Fez isso quando mais precisávamos de você e onde você estava? Como pode me garantir que não vai fazer isso de novo?

 Eu estou arrependida! Você não faz ideia do que passei hoje e de como me senti horrível por isso.  Sabrina disse com a voz embargada  Bradley arrumou briga no pier para me defender de um garoto que achava que tinha algum direito sobre mim ou sobre qualquer garota bonitinha. O modo como as pessoas viram aquela briga me deixou muito triste, principalmente os comentários sobre nossa família. Disseram que levamos um rastro de confusão por onde passamos e fiquei arrasada! Mesmo que aquilo não fosse minha culpa, não deixei de me sentir culpada.  Ela suspirou  E no caminho do DP, fiquei pensando em como as pessoas dizem coisas absurdas... pensando em como julgam sem se quer nos conhecer ou saber da nossa história! Percebi que não estava sendo justa com vocês, nenhum de vocês... ainda mais por serem minha família. Sei que não somos só confusão, nós temos nossa essência única como família e acho que ninguém de fora será capaz de compreender o modo como nos amamos.

 Eu não estou brava com você.  Samanta rompeu o silêncio que se instalou entre eles e sorriu.  Acho que todos temos nossos momentos de raiva, não é mesmo?  Ela deu uma cotovelada de leve no braço do irmão  Façam logo as pazes, ninguém mais aguenta essa bira de vocês.  Samuel suspirou, mas foi Joseph que se levantou e foi até Sabrina. Ela também levantou esperando que o pai fizesse exatamente o que ela pensava que ele faria! Quando ele abriu os braços para abraça-la, Sabrina o agarrou pela cintura com tanta força que Joe riu.

 Fico feliz que tenha compreendido isso, Sabrina.  Ele afagou os cabelos da garota.
 Me desculpe...
 Está tudo bem, querida.
 Não vai acontecer de novo.
 Eu sei que não vai, você aprendeu com seu erro.  Sabrina assentiu.

 Samuel?  O garoto ergueu os olhos para Sabrina e suspirou, ela estava mesmo arrependida. Ele se levantou enquanto Joe beijava a testa da garota e voltava para seu lugar.
 Eu realmente espero que isso não aconteça, Bi.  Sam suspirou  Somos unidos de uma forma que irmãos por ai não costumam ser e gosto muito disso, você sabe. Não quero sentir como se não te conhecesse, foi terrível!
 Eu sei...  Sabrina sussurrou baixinho, mas mesmo assim ele ouviu.
 Está desculpada.  Ela o abraçou forte também e Samanta riu da careta que Samuel fez, ele sentiu dificuldade em respirar por causa do aperto!  Sabrina... eu não... consigo... respirar!

 Ah, eu te amo!  Ela encheu as bochechas do menino de beijos, marcas de batom enfeitaram o rosto dele.
 MAMÃE, OLHA ELA!  O garoto choramingou manhoso e Demetria sorriu, estava feliz por vê-los unidos novamente.
 Sabrina deixe seu irmão respirar.  Ela o soltou o Samuel voltou ao seu lugar na mesa ficando emburrado

 Não fique assim, Samuel.  Joe limpou as marcas com um guardanapo  Você se acostuma!  Riu.
 Nunca, papai... nunca!

 Isso até ele arrumar uma namoradinha.
 Acho que voltarei atrás em um certo "está desculpada" que andei dizendo para alguém.  Sam olhou para Sabrina e arqueou uma das sobrancelhas de forma desafiadora.
 Menino chantagista!  Sabrina resmungou em tão brincalhão; Samanta apenas ria deles.  É por isso que precisamos de mais um menino na família.  Os olhares se voltaram para Demi, ela praticamente engasgou com o próprio suco e Buddy apareceu latindo perto dela.

 Aqui está nosso segundo menino!  Ela disse após tossir e ficar terrivelmente vermelha. As crianças nunca haviam insistido tanto na ideia de ter um irmãozinho e depois da conversa que tivera com Joe mais cedo, ela estava realmente considerando aquele pedido.
 Vocês querem mesmo um irmão?  Joe serviu-se de suco e sorriu ao se deparar os três pares de olhos brilhando.  Uau, acho que isso é um sim!
 Acho que estamos desviando o foco da nossa conversa.  Demi riu baixo.

 Estávamos falando sobre família, não desviamos o foco.  Sabrina respondeu arqueando uma das sobrancelhas.

 Está mais do que na cara que papai também quer isso.  Joe riu, o sorriso bobo dele o entregava.
 Vocês são terríveis!

 Não quero que pensem que não quero, mas tudo deve acontecer num momento mais apropriado. Eu cometi muito erros exatamente por não pensar e agora, faço questão de pensar em tudo!  Ela sorriu  Sabrina você veio num momento muito conturbado da minha vida, eu era jovem e tinha uma agenda cheia de trabalhos para cumprir, não foi fácil e passei por muito estresse. Se vocês querem um irmão ou irmã, peço que sejam pacientes. O.k? Pensarei com carinho em atender o pedido de vocês depois da turnê.
 São cinco meses, mamãe.  Sam resmungou.
 Todos aqui esperaram pacientemente nove meses para nascer, não esperaram?  Demi perguntou em tom brincalhão e eles assentiram.  Ótimo! Estamos conversados.


***


          A tarde despediu-se com um lindo por do sol que foi contemplado pela Família Carpenter na área de lazer da cobertura. Demi assistiu ao espetáculo de cores no céu sendo abraçada pelo marido e pela primeira vez naquele dia, sentia-se de fato tranquila. Havia sido uma tarde agradável e divertida, principalmente por causa das crianças. Ver os filhos unidos novamente aquecia seu coração de forma que nenhuma insegurança sobre o dia seguindo pudesse abala-la! Agora o céu estava azul escuro e limpo de nuvens, estrelas prateadas enfeitavam perfeitamente aquela noite.  Demi?  Joseph chamou e ela virou-se para encarra-lo. Joe já vestia o pijama que consistia apenas numa calça de pano fino verde escuro, ele estava descalço.  As crianças acabaram dormindo com Sabrina e achei melhor não acorda-las.
 Fez bem, amor.  Demi sorriu.

 Está confortável?  Ele apontou de modo que indicasse o quarto espaçoso e bem decorado.
 Esse quarto é incrível!  Ela se jogou na cama de braços abertos e Joe riu encostando a porta.  Me lembre de nunca mais questionar seu bom gosto.
 Lembrarei com todo prazer.  Joseph riu apagando as luzes e caminhou até estar na beirada da cama. Ele sentou-se e enquanto retirava a prótese da perna, sentiu os braços de Demi envolverem sua cintura e os lábios quentes tocarem sua pele fria.

 Está ansioso para amanhã?
 Eu.... eu realmente não consigo pensar com você me provocando desse jeito.  Ele virou-se para ela sorrindo  É brincadeira, amor.  Demi riu lhe dando um tapinha no braço e deitou-se.  Confesso que estou um pouco ansioso sim e você?  Joe deitou-se ao lado dela, ambos encaravam o teto.
 Também.  Demi suspirou  É algo que não se pode evitar, não é mesmo? Farei o possível para manter o controle, mas se eu o perder, não entre de forma alguma no meio para me defender.

 Como assim?
 Caso eu bata boca com alguém, não quero que me defenda.
 Farei o possível para evitar, mas você sabe que não posso garantir.

 Joseph...  Ela virou-se para encarra-lo.
 Demetria...  Ele fez o mesmo e ambos suspiraram.
 Sem chance de você ceder?
 Nunca!

 Você é detestável Joseph Carpenter!  Demetria riu.
 Vou entender isso como um "eu te amo".  Joe fechou olhos ao bocejar e Demi riu baixo.

 Você entende perfeitamente minhas palavras! É por isso que te amo tanto, Joe.
 E com isso espera que eu deixe você bater boca?  Ele arqueou uma das sobrancelhas.
 Não é bem isso...
 Não se preocupe, vou deixar você mata-los com bondade.


 Obrigada.  Ela lhe deu um selinho e Joe fez questão de retribuir fazendo com que se transformasse num beijo.  Boa noite, querido.
 Boa noite, amor.  Demi aninhou-se ao peito dele e puxou as cobertas para cobri-los.

--

aaaaaa esse capítulo saiu em nome de sabrina, samuel e samanta!
eu queria ter escrito um final melhorzinho, mas vamos deixar o lacre todo para o próximo. 
gostaram? espero que sim <3
responderei os comentários no próximo, não desistam de mim por isso sdkbsdkb
beijos

Imagem relacionada Imagem relacionada

nunca vou superar essa série

12 comentários:

  1. oie
    td bem?????
    olha só quem ta comentando dps de milenios hmmmmmmm
    finalmente apareci por aqui né gssdfd
    achei muito amor a conversa da demi com a sabrina <3
    finalmente a sabrina pediu desculpas, eu já tava ficando nervosa aqui com essas atitudes dela
    essa conversa q elas tiveram foi bem legal pras duas entenderem a visão da outra diante dessa situação, né? pq vamos combinar, sabrina errou muito com essas ações dela, mas tanto a demi quanto o joe erraram por n terem contado nada antes.
    elas conversando sobre a 1a vez da sabrina aaaaaaaaa
    samuel emburradinho, q vontade de apertar as bochechas <3
    foi lindo o q sabrina disse pra familia na mesa tb <3
    gente, mais um filho???? pode vir, q eu to aqui no aguardo já sz
    deixei p falar da rainha da fic toda por ultimo
    SAMANTA EU ESCOLHI TE AMAR
    essa conversa q ela teve com a selena, chorei
    de vdd, as lágrimas vieram, q coisa linda
    nem parece q tem 7 anos, senhor <3
    ela dizendo q entendeu a sabrina, q ela n estava brava pq todos temos os nossos momentos aaaaaaaaaa SAMANTA EU VOU TE APERTAR
    enfim, estou ansiosa para o próximo!
    posta logo <3
    bjs
    amo vc sz

    ps. BLAIR WALDORF EU TE AMO vc n faz ideia do tamanho do meu sorriso quando eu vi esse gif aaaaaaa ♥♥♥♥♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AAAAAA, A RAINHA DOS COMENTÁRIOS ESTILO CARTA ESTÁ AQUI!
      Oi anjo, estou bem e você?
      Confesso que "penei" para escrever essa conversa delas, mas finalmente saiu e me senti aliviada sjfsbdjkf
      Pretendo escrever mais momentos assim, tanto da Demi conversando com as crianças quanto o Joe tbm... essas conversas são muito amorzinho, meu coração não aguenta! <3
      Sinto uma ENORME necessidade de escrever algo sobre o Samuel, acho que sinto saudade de quando ele tinha certo destaque na primeira temporada.... já tenho algo em mente e espero escrever isso o mais rápido possível, socorro!
      Samanta é o anjo na vida dessa família, essa menina ainda vai reinar muito por aqui... o musical da escola está chegando e vou escrever um momento muito lindo dela, não posso dar spoiler... VOU FICAR LOKA! ~sou a drama queen das fics~
      Postarei assim que puder.
      Bjs
      Também te amo, Bru sz

      ESSE GIF É DE UM DOS MEUS MOMENTOS FAVS DELA NA SÉRIE

      Excluir
  2. 😍😍😍😍😍 que capítulo mais amorzinho 😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado! <3

      Excluir
  3. EU CHEGUEI UM CAPITULO ATRASADA E JÁ LI TUDO.
    Os capítulos estão ficando mais calmos para Jemi e isso é uma gloria.
    Sobre a Sabrina: dois pesos, duas medidas. Os pais não foram sinceros e é compreensível isso apesar de muitas vezes ela pegar pesado com os pais. E é tão bom ve-los lidando melhor com tudo isso com uma família, perdoando uns aos outros. EU AMO ESSA FAMÍLIA DEMAIS BICHO.
    Estou ansiosa para os próximos capítulos. Posta logo.
    Beijos, Métis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não acredito que toda essa treta está acabando, minha cabeça ainda está uma pilha de tanto que minhas ideias me deixaram louca! dvbsjvjb
      Já estava na hora deles se unirem, vai ter mais momentos deles e só de pensar tenho um ataque de fofura <3
      Postarei assim que puder!
      Beijos.

      Excluir
  4. Samanta é a rainha da fic!
    Ansiosa para o próximo... quero ver a resposta Jemi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ESSA FOI A MAIOR VERDADE JÁ LIDA POR MIM HOJE!
      Também estou ansiosa, espero que tenha ficado bom esse capítulo... estou com um pé atrás nele vhdfksdfks

      Excluir
  5. ESSAS CRIANÇAS SÃO PRECIOSAS DEMAIS!!
    Desculpa o sumiço, eu estou sem celular/tablet, mas sempre que dava eu tava me atualizando, só não dava para comentar sempre.
    ESTOU AMANDO! A história fica cada vez melhor.
    A relação de Jemi depois das merdas jogadas no ventilado melhorou 100% um casalzão desses!
    POSTA LOGO
    Xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VOU SOFRER QUANDO ESSA FIC ACABAR, SOU MUITO APEGADA COM ELAS!
      Não precisa se desculpar, entendo perfeitamente como é. Lembro que uma vez fiquei sem celular e só pude usar o tablet, mas era terrível escrever por ele bdksdjhbf
      Fico feliz que esteja gostando <3
      AMÉM, NÉ NON? Já estava mais do que na hora, não aguentava mais o otp separado...
      Postarei assim que puder!
      Xoxo

      Excluir