Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

07/09/2015

Capítulo 21

não tive tempo de revisar, sorry


          Joseph sentiu arrepios percorrerem todo seu corpo quando Demi partiu o abraço aos poucos e fitou os olhos dele. Ele sentiu uma vontade incontrolável de toma-la nos braços e beija-la!  Eles estão no seu apartamento?  A resposta demorou a vir, então ela tocou o rosto dele com sua mão fria. 
 Oh sim, eles estão lá!  Joe assentiu de forma nervosa. Ele ficou sem graça por ter... viajado demais?!  Vamos? 
 Segura minha mão?  Demi estendeu a mesma para ele e Joe segurou sorrindo para ela em seguida. 

          Assim que eles saíram, Camila e Michelle desceram para a sala e se jogaram no sofá.  Você viu aquilo?  Karla disse sorrindo  Eles quase se beijaram de novo!
 Meu pai ainda está inseguro e o problema é com ele! Acho que ele se esqueceu de como cortejar uma mulher ou de como... como... você sabe.  Michelle cruzou as pernas, apoiou as mãos no joelho e ficou um pouco sem graça. Camila arqueou uma das sobrancelhas e soltou uma risadinha maliciosa!  Camz... para com isso!  Jogou uma almofada nela. 
 Michelle, você é sem duvidas uma das garotas mais fofas que já conheci!
 Foco no nosso shipper, por favor.
 Bem que reparei! Quando as meninas falavam sobre essas coisas você ficava um pouco desconfortável, você tem algo para dizer?
 Eu não tenho nada para dizer! Camila, podemos voltar ao problema deles?  Karla jogou as mãos pra cima em sinal de rendição, não imaginou que ela fosse ficar tão irritada com uma simples brincadeira. 

 Tudo bem, não está mais aqui quem falou.
 Ótimo, estive pensando em algo para unirmos eles de vez!
 E o que seria?
 Eles vão voltar a rotina amanhã e isso vai dificultar muito um encontro fora daqui... então, pensei em organizar um jantar romântico para eles no apartamento do meu pai. Ela vai pensar que foi ele e ele que foi ela, nenhum dos dois vai ousar perguntar o motivo de tudo aquilo. As coisas vão fluir e quando menos esperarmos...
 Eles transam!
 O que deu em você hoje?!  Michelle riu histericamente dela. 
 Soou realista demais?
 Sim!
 Tudo bem, quando menos esperarmos eles... vão estar namorando?
 Exatamente.
 Não me importaria se eles se casassem logo!
 Nem eu, mas precisamos ser pacientes. Aliás, precisamos nos reunir com as meninas para organizar esse jantar!
 Algo me diz que precisaremos de mais uma pessoa, eu não faço nada muito fino na cozinha.
 Podemos chamar a Ally, que tal?
 Estava pensando na Vanessa, ela apoiou muito eles... mas é bem provável que ela não possa largar as gravações para vir até aqui cozinhar.
 Então está decidido, conversaremos com Ally amanhã mesmo.

Apartamento de Joseph, 01h15 da tarde

          Demi soltou a mão de Joe assim que eles entraram, ela queria evitar possíveis perguntas que poderiam surgir. Kane estava distraído observando a bela paisagem da cidade através das grandes janelas da sala que mal notou a presença de Demi! Joseph correu os olhos pela sala e não encontrou Abby, ela provavelmente estava na cozinha ou até mesmo no banheiro, pensou ele. Assim que Joe pigarreou, Marcus se virou e seus olhos escuros encontraram-se com os de Demi.  Vou deixar vocês conversarem, com licença.  Ela segurou no braço dele. 
 Fique, por favor.
 Eu vou preparar um chá, você não tem o que temer.  Joe sussurrou para ela, beijou-lhe a testa e foi liberado. 

 Matt disse que vocês apareceriam.  Demi se sentou e indicou o outro sofá para que ele se sentasse  Mas eu não coloquei muita fé nisso, quantos anos se passaram desde a última vez?
 Muitos anos.  Ele disse pensativo  Mas nós queremos concertar as coisas com você. 
 Já passou pela sua cabeça que pode ser tarde demais? Eu não sou mais uma garotinha manipulável de dezessete anos, Sr. Follman. Não pense que pode vir aqui, jogar meia duzia de palavras que eu vou correr pro seu colo e te chamar de papai!
 Eu sei que você não é mais a minha garotinha, mas isso não lhe dá o direito de me desrespeitar dessa forma!  Ela suspirou  Tenho consciência de que errei com você e não foi pouco, mas eu estou aqui para mudar isso. Durante o tempo que fiquei no hospital não teve um dia no qual eu não pensei em você e isso mexeu muito comigo! Durante anos eu me dediquei a algo completamente insignificante que tirou o melhor de mim e eu precisei perder tudo para saber o realmente significava viver. Comecei a ter tempo de sobra para fazer coisas que antes eu não fazia, mas não consegui ter você e isso me deixou muito triste, pois o único culpado nessa história todo sou eu!
 E ela também, não se esqueça.  Demi cruzou as pernas e apoiou as mãos sobre o joelho. 

 Eu não culpo sua mãe, sabe? Não permiti em nenhum momento que ela opinasse.  Marcus suspirou, ele sabia que durante muito tempo ele havia sido um péssimo marido para Abby  Minhas vontades sempre foram um tipo de regra.  A última parte saiu um sussurro, Demi sustentou seu olhar e pode ver o quanto as lembranças do passado estavam machucando-o.
 Matt me disse que esteve doente, o que exatamente o senhor teve?
 Pneumonia, diga-se de passagem que na minha idade não se pode mais abusar de bebidas, cigarros e entre outras coisas também. Eu não fazia ideia de que esse tipo de coisa causaria tanto problema! Pensei que fosse morrer naquele hospital, foram dias extremamente difíceis! Mas sua mãe cuidou muito bem de mim, talvez até melhor do que eu realmente merecia.
 Vocês parecem estar se dando bem, sem mais brigas?
 Sem mais brigas.  Demi riu baixinho, imagina-los se amando incondicionalmente era engraçado. Eles eram um casal muito briguento!
 Isso é... bom.

 Abby, você vai descer ou eu vou te buscar?  Demi seguiu os olhos de seu pai que se voltaram para a escada. Abbigail desceu as escadas aos prantos e não sabia se abraçava o marido ou se ajoelhava aos pés de Demi para implorar seu perdão! Ela estava tão linda e crescida.  Abbigail...
 Nosso casamento também foi arranjado, Demi.  Ela disse assim que conseguiu recuperar o folego  Achei que estava fazendo o melhor para você na época, pois sabia que se continuasse conosco naquela mesma situação... seria impossível pagar seus cursos e aulas! Eu não queria ver você abandonando seus sonhos, mas depois percebi que foi um erro. Não só essas como outras atitudes também e... eu... não tive paz com minha consciência depois disso, muito menos com o meu coração!
 Mesmo depois do Sterling, você achou que conseguiria amar outro homem?  Demi disse com indignação e nesse momento Joseph trouxe o chá. Abby sentou-se ao lado de Marcus e suspirou preparando-se para responder a pergunta. Todos eles tinham uma xícara em mãos, Joe colocou a bandeja na mesa de centro e preparou-se para se retirar.

 Sente-se aqui.  A voz de Demi soou baixa era uma suplica e assim ele fez.
 Eu não via como aquele rapaz poderia te dar uma boa qualidade de vida.
 Nunca me importei com isso. Eu teria jogado tudo pro alto para ficar com ele e com minha filha, você sabia disso e por isso tiraram eles de mim. Não é mesmo?!  Uma lagrima escorreu.

**

          A porta abriu quebrando o silêncio que havia se instalado na sala, Demi queria acreditar que Camila não estivesse ali, mas ela estava! Ela e Michelle pareciam conversar animadamente até perceberam os quatro na sala.  Boa tarde.  As garotas disseram juntas.
 Boa tarde. -Todos eles responderam, menos Demi que estava de cabeça baixa.
Michelle perguntou sobre o que havia acontecido no elevador, Joe tentou ser breve, mas a garota não poupou as perguntas. Camila aproximou-se da mãe, viu suas lágrimas e só então parou para refletir!  Vamos subir, Camz?
 Agora não.  Ela cruzou os braços e olhos para os quatro sentados  Alguém pode me explicar o que significa isso tudo?
 Camila...
 Não lhe diz respeito, Joe!  Ele arregalou levemente os olhos e voltou-se para Demi  Mãe, você tem alguma coisa pra me dizer?

 Eles são meus pais, seus avos.  Demi limpou as lágrimas e olhou para as feições de Camila. Ela continuava parada no mesmo lugar e não chegou a piscar uma vez se quer!  Eu não gostaria que as coisas fossem assim, mas aconteceu. Sua vó você já conheceu, certo? Aquele é o seu avó, Marcus.
 Oh, meu Deus!  Abby exclamou com lágrimas nos olhos sem conseguir acreditar. Marcus só conseguia pensar no quanto ela era linda!
 Camila?
 Eu... eu... eu poderia dizer que estou feliz por conhece-los, mas estou confusa agora.  Ela sentou-se ao lado de Demi e lhe abraçou fortemente como uma criança assustada.

 Demi, nós...
 Eu sei que vocês sentem muito, admiro o fato de terem vindo aqui.... Falo sério, mas tudo isso vai depender dela! Não posso permitir que retornem pra minha vida se isso afetar a Karla.
 Nunca faríamos nada...
 Tarde demais, vocês já fizeram.  Demi afagou os cabelos de Camila. Marcus sentiu-se esgotado! Já não sabia mais o que dizer, ele olhou para Abby e balançou a cabeça.
 Vamos pra casa.  Foi tudo o que ele disse ao se levantar  A ultima coisa que quero aqui é causar ainda mais confusão!
 Kane, por favor... nós...
 Nós já tentamos, acho que posso conviver com isso. Espero você lá fora! Foi bom te ver, Demi... você tem uma bela garota.  Ele saiu caminhando em direção a porta. Camila olhou de canto para Abby e viu que ela chorava. O coração de Demi estava acelerado, ela estava preocupada, mas o medo de confiar novamente na mãe estava impedindo-a de fazer alguma coisa!

 Espera!  Karla disse de pé novamente e Marcus virou-se para trás  Vocês não podem ir embora, pois ela precisa de vocês mais do que eu preciso dela. Faz pouco tempo que estou aqui, mas conheço minha mãe muito bem! Ela esta escondendo seus sentimentos numa manga e espera desesperadamente que vocês fiquem, pois só assim seremos uma família novamente. Numa família é normal que aconteça brigas, desentendimentos, mas é pra isso que existe o perdão, não é mesmo? Vocês vieram pedi-lo e eu dou isso... eu perdôo vocês por tudo.  Camila estendeu a mão para Demi que segurou e se levantou ficando ao lado dela. Marcus aproximou-se devagar, Karla segurou a mão dele sorrindo e entregou-lhe para Demi!

**

          Abraça-lo foi algo incrivelmente bom e reconfortante, ele lhe disse tantas coisas enquanto chorava com ela. Eu te amo, eu te amo, eu te amo muito! Era o que eles sussurravam um para o outro. Camila sentou-se ao lado de Abby, segurou sua mão e disse que estava tudo bem. Joseph e Michelle recolheram as xícaras e se retiraram para a cozinhas um pouco emocionados com tudo.
Na vez de Abby, Demi precisou sentar-se ao lado dela... ela estava muito fragilizada! O abraço apertado e as palavras dela... tudo agora parecia estar no seu devido lugar. O toque, o cheiro dela... era como se finalmente ela estivesse em casa!

--

preferi deixar uma possível continuação para o próximo capítulo pq já estava agoniada de não postar aqui pra vcs, mil desculpas pela demora. final de bimestre é sempre um inferno, chove trabalhos :( espero que tenham gostado do capítulo. respostas aqui | aqui 
bjos até o próximo, amo vcs 

 

me abraça, homem


6 comentários:

  1. Que capítulo mais lindoooooo ❤️
    Arrasou amoré ❤️❤️❤️❤️
    Jemi....ansiosa para saber mais do que as meninas vão aprontar nesse jantar para eles..
    Ainda bem que eles fizeram as passes ❤️❤️
    O momento lindo esse da demo com os pais ❤️ Posta quando puder amora...entendo também estou cheia de trabalhos da escola :/
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado
      elas vão arrasar, apenas <3
      eu já não aguentava esses dois "brigados"
      a tendencia é só piorar kkkkk que droga!
      vou postar, já :)

      Excluir
  2. Capitulo maravilhoooooso <3
    Cada dia que passa me apaixono mais por essa fic, está fazendo um ótimo trabalho. Estou ansiosa pra eles ficarem juntos.
    Ansiosa para o proximo, bjss <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado, amor
      obrigado pelo carinho, estou feliz com essa fanfic também... é algo maravilhoso! <3
      eles vão, está perto de acontecer... estou muito ansiosa *-*

      Excluir
  3. Esse capítulo
    ME SOCORRE, QUE EU TO JOGADA AQUI NESSE CHÃO
    Como você para logo aí?!
    Sério mano
    Posta logoooo
    Essa fic ta muito boa <3
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. espere até o próximo
      #VAMOSNOSJOGARNABR! <3
      não foi justo, eu sei... mas estava sem tempo e sem ideias para continuar, mas o próximo com certeza vai fazer valer a pena ;)
      fico feliz que esteja gostando o/

      Excluir