Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

06/03/2016

Broken Frame: Capítulo 22 • Promise


não tive tempo de revisar, me desculpem por qualquer erro. boa leitura xx


LAGO DE ZURIQUE, 03:00 A.M

          Joseph estava acordado, as palavras de Demi ainda se ecoavam em sua cabeça e seu coração parecia pesava mais. Sua cama pareceu grande demais e ele suspirou, imaginou que se Gigi estivesse ali... suspirou dessa vez pesadamente. Lembrou-se da ultima vez que ela estivera ali, lembrou-se de pensar em outra pessoa que não fosse ela e sentiu-se culpado. Ela era uma jovem encantadora, divertida e cheia de sonhos. Nunca imaginou que Gigi fosse se revelar tão forte, ela o reergueu do chão! Os meses que passou reaprendendo a andar foram mais tranquilos do que ele imaginava, ela esteve lá em todos eles e aplaudiu cada passo. Ela não merecia ter o coração quebrado, não merecia alguém tão falho... Gigi não merecia alguém como ele! Joe apoiou suas mãos na pia, abaixou a cabeça e engoliu o choro. Um pequeno barulho atrás dele fez com que seu corpo virasse automaticamente, Demetria estava lá e agora, parecia pensativa. Ela estava decidindo se adentrava ou se voltava para o quarto. — Assustei você?
— Não, está tudo bem. — Demi assentiu e caminhou até a geladeira. Ela estava morrendo de fome e não teve como ignorar o ronco do estomago!

— Você sabe me dizer se tem pão? — Joe caminhou até o armário, abriu uma das portas e entregou-lhe um saco com os pães. — Obrigada. — Ele apenas assentiu — Aceita um sanduíche? Estou morrendo de fome! — Joseph balançou a cabeça rindo baixo.
— Não, mas aceito um copo de leite. — Ela assentiu e retirou algumas coisas da geladeira. Demi serviu dois copos de leite e preparou seu sanduíche sob o olhar atento de Joe, ela pensava sobre o motivo dele estar ali.

— Problemas para dormir? — Ela perguntou lhe entregando um dos copos.
— Sim. — Ele respondeu sem olha-la dessa vez. Demetria estava encostada na bancada, ela comia o lanche e formulava mentalmente suas palavras.
— Não está mais tomando aqueles calmantes?
— Eu mencionei que tomo calmantes? — Demi bebericou o leite um pouco nervosa, ele não sabia que ela havia entrado lá antes para pegar esses calmantes. — Acho que sim, mas estou tentando parar. Dormir sob o efeito desses remédios faz com que eu me sinta mil vezes pior!

— Estava fugindo de alguma lembrança ruim? — Ele a encarrou — É só uma pergunta inofensiva, eu juro. Sei como pode ser ruim, então... — Demi deu de ombros.
— As lembranças do acidente me atormentavam bastante e era impossível ter paz. — Ele deu um longo gole em seu leite — Vi pessoas morrerem, elas gritavam por ajuda e eu não pude fazer nada por elas.
— Tenho certeza de que você não é o único que carrega essa dor, Joseph. — Demi se aproximou dele de forma cautelosa.
— Dinheiro não é capaz de preencher o vazio de um coração, Demi.
— Eu sei disso, mas você não teve culpa. Não pense em me contrariar, o.k? Saímos juntos em turnê diversas vezes e você sempre foi muito cuidadoso, não seria diferente com eles. Você prestou assistência as famílias e não vejo como pode ter errado, sério. — Ela tocou-lhe o ombro — Você tem um bom coração, não posso negar isso.

— É engraçado ouvir isso de você. — Demi lhe deu um tapinha no braço e riu. Ela estava tão linda!
— Eu estava tentando te ajudar e é assim que você me retribui?
— Desculpe, mas não pude evitar.
— Eu gosto desses momentos.
— Desses momentos?
— Esses momentos em que nada pesa entre nós. Não me olhe assim, eu não gosto de estar em pé de guerra com você. O.k? Eu adoraria ouvir você expressar sua opinião sobre isso, mas algo me diz que não vou gostar. — Demi suspirou — Temos mais um dia até o aniversario do Samuel e eu quero que estejamos bem. Depois que tudo passar, podemos nos atacar quando e onde você quiser! — A risadinha no final o matou. Demi já havia reconhecido algo de errado nele, afinal... ela estava se lembrando de tudo.

— Eu não sei o que dizer. — Joe disse sem pensar.
— É melhor assim. — Ela colocou o copo vazio em cima da pia — Espero que consiga dormir. — Demi depositou um beijo rápido em sua bochecha, ela já estava de saída. Joseph segurou seu braço e só percebeu que fazia aquilo, quando ela tocou seu rosto com uma das mãos. — Joe, solta meu braço. — Ele queria dizer algo, os lábios dele se moveram como se pronunciasse algo, mas nenhuma palavra ou som saiu.
— Boa noite. — Joe soltou-lhe o braço e afastou-se dela. Demi o olhou por um tempo antes de sair, aquilo havia sido tão estranho. Novamente ela desejou poder beija-lo, mas saiu antes que perde-se o seu bom senso. Ele sabia sobre suas lembranças, sabia que ela estava perto de descobrir tudo e isso estava mexendo com seu coração. Joe ainda sentia algo por ela? A pergunta fez com que Demi parasse no meio do corredor para pensar.

          Vigésimo quinto aniversario e Demetria estava na clinica. Uma recaída boba lhe arrastava novamente ao inferno! Eles costumavam liberar os pacientes em datas especiais ou comemorativas, mas ela não estava sendo uma boa paciente. Seu comportamento agressivo de dependente não facilitou em nada, então os médicos acharam melhor que ela ficasse. Demi recebeu inúmeras visitas, estava calma e havia conseguiu se divertir com a família. Seus pais levaram Sabrina, então ela passou a tarde toda com sua pequena. Quando o horário de visitas ultrapassou o limite, eles foram embora e Demi voltou ao seu quarto. Nenhum telefonema ou recado, ele tinha se esquecido dela! O pensamento foi interrompido por uma das enfermeiras entrando em seu quarto, ela tinha em mãos uma pequena bandeja e lá estavam seus remédios. Demi os tomou rapidamente, bebeu água e murmurou um "obrigada". Quanto mais rápido dormisse, mais rápido se esqueceria dele. Era seu maldito dia e ela não queria ficar triste! Adormeceu, mas acordou algum tempo depois e tomou um baita susto. — Feliz aniversário, Demi. — Ela ascendeu o abajur e pode vê-lo sorrir. Joseph estava vestido com seu figurino de show, ele havia vindo direto apenas para vê-la!
— Meu Deus, você... — Ela sorriu, levantou-se com cuidado e o abraçou fortemente. — Você veio! — Joseph partiu o abraço para olha-la, ela estava feliz por vê-lo.

— Quem disse que eu não viria?
— Eu pensei que tivesse se esquecido. — Demi fez uma careta e sentou-se novamente na cama. Os remédios lhe deixavam meio mole— Fico feliz que esteja aqui.
— Trouxe flores, seus chocolates favoritos e um presente especial.
— Como conseguiu entrar aqui essa hora da noite? — Ela riu. Joe se aproximou, segurou delicadamente seu queixo e beijou seus lábios.
— Joseph Carpenter sempre consegue o que quer. — Novamente a risada de Demi se ecoou pelo comodo.
— Sempre é uma palavra muito forte.
— Não estrague minha frase de efeito, por favor. — Joe riu e beijou-lhe novamente — Eu tomei a liberdade de colocar as flores no vaso, espero que não se importe. — Ele piscou e afastou-se para retirar sua jaqueta dourada.

— Como você está?
— Estou bem, melhor com você aqui.
— Me refiro aos últimos dias.
— Os remédios tem um efeito muito estranho, mas não tenho o direito de reclamar. — Demi murmurou — Será que podemos falar sobre outra coisa que não seja meu estado?
— Como foi seu dia hoje? — Joseph colocou duas caixinhas no criado mudo e depois acomodou-se na cama. Demi sentou-se entre suas pernas, ela encostou suas costas no peito dele e a cabeça em seu ombro.
— Eu recebi alguns familiares e amigos, eles trouxeram bolo e essas coisas. Sabrina não me largou, conversamos e nos divertimos bastante!

— Sinto muito por não ter vindo antes, mas não pude cancelar o show de hoje.
— Você está aqui e é isso o que importa. — Demi sorriu, seus olhos piscaram e os braços de Joe lhe envolveram.
— Eu te amo, eu te amo, eu te amo... — Ele repetiu inúmeras vezes como se pudesse ler os questionamentos no mais profundo de sua mente. — Nunca duvide disso, Demi.
— Joseph, eu...

— Te amo— A voz saiu num sussurro.
— Demetria? Demi, você está me ouvindo? — Ela piscou os olhos até conseguir focaliza-lo. Joseph estava com uma expressão difícil de ser decifrada, mas ele parecia assustado. Paul estava ao seu lado esquerdo e de repente Denise apareceu com um copo d' água em mãos.
— O que aconteceu? — Ela perguntou.
— Eu subi e você estava sentada no chão, depois que me aproximei e você começou a dizer algumas coisas, depois apagou.
— Acho que estou muito cansada. — Demi murmurou, segurou nas mãos do ex-sogro e levantou-se. — Obrigada. — Ela olhou rapidamente os três e aceitou o copo com água.

— Você deveria procurar um médico, querida. — Denise disse preocupada — Esses desmaios repentinos podem ser algo de força maior, não acha? — Ela arqueou uma das sobrancelhas.
— Eu não estou gravida. — Demi riu baixinho — Acredite, eu saberia se estivesse. — Ela devolveu o copo — Desculpem-me se assustei vocês, isso não vai acontecer novamente.
— Não pode ter tanta certeza. — Joe murmurou e ganhou uma cotovelada da mãe.
— Está tudo bem, Demi.
— É melhor que você descance.
— Eu irei, Paul. — Ela sorriu brevemente — Boa noite.

***

          Gigi chegou na Suíça e surpreendeu-se com o frio congelante daquela manhã. As pessoas estavam loucas com suas viagens em meio ao trabalho, mas ela não se importava! Estava tão perturbada com toda aquela história de Mandy e Shane que precisava conversar com Joe. O portão estava aberto quando ela chegou, Kevin e Paul levavam algumas coisas para o fundo da casa, ela buzinou para eles e estranhou o modo como seu cunhado olhou para ela. Denise estava na varanda com Danielle, ambas vieram ao seu encontro assim que ela estacionou o carro. Forçou seu melhor sorriso e desceu para cumprimenta-las. — Que surpresa!
— Íamos te ligar hoje mesmo. — Danielle comentou animada.

— Me ligar?
— Amanhã é aniversario do Samuel e estamos preparando uma surpresa para ele.
— Eu havia me esquecido completamente! Mais tarde vou comprar algo para ele. — Gigi passou uma das mãos pelos cabelos.
— Joseph está tentando encontrar algo no sótão, ele se enfiou lá e até agora não desceu.
— Eu vou chama-lo, com licença. — Ela saiu.

— Ela parece preocupada.
— Gigi não veio passear, ela está muito séria. — Denise suspirou — Isso não vai terminar bem, Dani.
— Não diga isso. — Ela tocou o ombro da sogra.
— Eu consigo sentir e isso é horrível!
— Vai ficar tudo bem, não se preocupe. — Danielle abraçou Denise tentando conforta-la.

          Jelena subiu os degraus da escada com cautela, parecia ter alguém na sala de refeições e ela não queria chamar atenção de ninguém, não agora. Ela caminhou sem pressa pelo corredor, parou diante da escada do sótão e subiu com cuidado. Joe não notou sua presença, ele parecia estar destraido com algo em suas mãos. Gigi o abraçou por trás, ele assustou-se e olhou para ela com os olhos arregalados! — Surpresa. — Ela disse num tom divertido e sorriu.
— Meu Deus, você... — Ele riu e foi impedido de falar pelos lábios dela que agora estavam colados aos dele.

— Eu ia te ligar.
— Sua mãe me falou, mas não é pelo aniversário do Samuel que eu vim.
— Não?
— Não, aconteceram algumas coisas e nós precisamos conversar.
— Que tipo de coisas? -Ele apertou algo que estava em suas mãos.
— É algo que envolve todos nós.

— Todos nós quem?
— É uma longa história. — Gigi segurou-lhe uma das mãos.
— Você está me assustando de novo. — Ela não disse nada, apenas envolveu Joe em um abraço breve.
— Só me prometa que nada entre nós vai mudar, você pode fazer isso?
— Nada entre nós vai mudar, eu prometo.

--

quase que não posto esse capítulo hoje, mas consegui terminar... eu acho :c
aquele bloqueio ainda não me largou, mas estou aqui lutando contra ele! xô xô xô
o flashback da demi vai ter continuação e eu irei relevar o tal presente especial. perceberam que o joe estava segurando algo, mas não disse o que era? isso vai ser motivo de treta entre ele e o nick ~spoiler~ palpites? que os jogos comecem! hahaha
responderei todos os capítulos depois, vou correr e escrever o 23 antes que minhas ideias resolvam ir embora. o.k? espero que tenham gostado.
beijos

 

vendo você beijar outras bocas

22 comentários:

  1. EU TAVA ATUALIZANDO Q NEM UMA LOUCA, AI TO MUITO FELIZ agr vou ler sz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Q CAPÍTULO FOI ESSE, SOS
      amei amei amei
      amei até mais q o ultimo, sério
      esse momento entre eles dois foi 10/10
      as vezes eh bom alguém p te orientar quando tu n sabe o q fazer ou está tudo uma confusão por dentro! isso foi lindo ♥
      e declarar um momentinho de paz tb eh ótimo shdjasdg
      TO SENTINDO Q AS COISAS VÃO COMEÇAR A ESQUENTAR, amo
      sei lá, eu meio q to simpatizando com a gigi dsagasdjgfd faz parte, né. ela n eh uma verdadeira ameaça agr (eu acho) dps de tudo q o shane contou p ela. só espero q ela n seja a substituta da vaca mór dps q todo mundo se lembrar do q tem q se lembrar........,,,,,,,
      to doida p ver a reação do joe... saber se ele vai acreditar ou querer falar com o shane, né dsvsad pq se ele acha q a mandy eh uma anjinha, vai ser complicado...
      ele vai ficar putão quando descobrir, certeza sadjfsd
      e essa memória??????????////// a senhorita quer me matar?
      to jogada, q coisa mais fofa <3 declarações e presentinhos, aniversário, q romântico sz
      pena q a cada memória ela desmaia dasjvdjs preocupa a casa toda.
      eu acho mt amorzinho a denise e o paul n massacrarem ela por conta de todo o rolo. acho q no fundo eles "entendem" q nem ela, nem o nick estavam em si. e se ficassem de birra com ela, iam ficar de birra tb com o próprio filho, então n sei to loka dsjhgsad
      ta incrível, eu to amando ♥



      enfimmmmmm, posta logo <3
      tenho certeza q logo logo esse bloqueio vai p longe, bem longe de vc ♥
      se precisar de qualquer coisa, to aqui, ta?
      bjsssssssssssss sz
      té mais ♥





      ps: essa header... WORK WORK WORK WORK WORK dsajhgsadfds sz

      Excluir
    2. ESQUECI DE FALAR DA COISA Q O JOE TA SEGURANDO tenho meus palpites... mentira, n tenho, to curiosa agr asdhjgdsajd <3

      Excluir
    3. eu estava tão perdida aqui que nem me lembrava de ter postado esse capítulo, mas deixa quieto. acho que esqueci de tomar meus remedinhos hoje hahaha
      esse momento foi realmente lindo, pensa numa pessoa toda tremula escrevendo... não tenho mais estruturas! <3 ele segurando o braço dela foi tipo "VAMU SE BJA." esse momento de paz vai ser lindo, precioso, vou até guardar num potinho... pq vai durar pouco! muahahahaha ~nossa jéssica que maldade, mas é verdade~
      eu tenho raiva da gigi por ela ter terminado do joe (na vida real) e ter saido falando um monte de merda dele, sabe? ele tinha dito numa entrevista que queria que ela fosse a mãe dos filhos dele, isso eu nunca vou superar! sdhvbsjvbsd enfim, mas aqui na fanfic ela não fez nada de mal... não serei cruel com ela, prometo.
      no próximo capítulo vamos saber como ele irá reagir, gigi vai pra suiça contar tudo! ~como vou postar hoje não tem nada de mal em contar, certo? haha~
      vou fazer com que as memorias sejam menos trágicas, coitada. sim é muito amorziho, o samuel faz uma grande diferença ali... acho que se não tivesse ele, as coisas seriam bem mais complicadas. não tá loka, não sdjsdj
      postarei hoje mesmo, para nossa alegria! o/
      estou fazendo o possível, mas não tá fácil </3
      obrigada pelo apoio, anjo
      beijos, até mais *u*
      WORK WORK WORK WORK esse povo adora mandar a gente trabalhar! kdvbsdkv sz

      Excluir
  2. To desde o dia tres entrando aqui pra ver se atualizava logo, desculpa nao ter comentado nos dois ultimos capitulos, é correria de faculdade e essas coisas, mas a fic ta muuuito perfeita, fico apaixonada pela sua escrita, nao achamos fanfics tao boas quanto as que voce escreve hoje em dia não, eeee por favor poste logo, sei que voce tem seus empecilhos maaaas é impossivel nao querer saber mais dessa historia, bjs. E to louca pra ver oque vai rolar no aniversario do Sam!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. está tudo bem, eu compreendo
      fico feliz que esteja gostando <3
      obrigada pelo carinho, anjo
      postarei hoje mesmo, consegui terminar de escrever o capítulo a tempo! o/
      não estou permitindo que esse bloqueio me domine, pq se eu deixar... vai longe
      vou começar a escrever esse capítulo hoje mesmo, yep!!!
      beijos *u*

      Excluir
  3. Aaaaaah
    Posta mais, xooo bloqueio
    Ta muito perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. postarei hoje mesmo, fico feliz que tenha gostado <3

      Excluir
  4. Tá beautiful, really eu amei, naquela hora que ele puxou ela pelo braço pensei que fosse rolar pegação "fui iludida" kk. Eu preciso de mais capítulos logo, urgente. Eu já sou ansiosa aí vc escreve esse cap fabuloso, aí já sabe eu como de mais não durmo direito e não penso em outra coisa, é um desastre. Posta logo. Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu pensei seriamente em escrever uma pegação, mas deixei para outro capítulo... prometo que não está longe, o.k? e vai ser A PEGAÇÃO! o/
      postarei hoje mesmo e já vou começar a escrever o próximo capítulo!
      durma em paz, mulher sdjsdj beijos *u*

      Excluir
  5. Não vai mudar um cacete gigi! Vai sim piranha, CE vai embora daí quicando!
    Demi e Joe tão lindos... Demi podia se lembrar de tudo e Joe ficar com remorso pq foi tão mau com ela né? Correr um pouquinho atrás dela pra compensar a maratona que ela correu atrás dele! Kkkkkkkkk continua viu linda? Tá perfeito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu sabia que isso ia gerar confusão, mas o coitado nem sabe o que está jurando... sério! hahaha
      isso vai acontecer em breve, então "shhhh..." vamos aguardar as tretas rolarem soltas
      postarei hoje mesmo, fico feliz que tenha gostado *u*

      Excluir
  6. to jogada com esse flashback serio, eu amei.
    as coisas vão esquentar e quero só ver essa conversa da Gigi com Joe, só to com medo dele não acreditar na Gigi.
    Quando Joe segurou o braço da Demi achei que eles iam se beijar e dar o maior amasso, mais uma vez sendo trouxa, fiz pós graduação em ser trouxiane..
    MORTA QUE VAI TER TRETA JOE E NICK, ai amo tretas.. eu não faço ideia do que Joe esta segurando.
    posta logo, bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pensa na continuação, vai ser muito amor! <3
      ele vai estar tão djvbsdjlv que vai acreditar sim
      somos todas trouxas! hahaha vai rolar pegação sim e será em breve ~dessa vez você não será trouxa~
      treta joick bdhvclsd será revelado hoje ~suspense~
      beijos *u*

      Excluir
  7. eita !! To mega ansiosa para saber mais !!
    Tá maravilhoso,sem palavras...
    só posta logo
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. chama a ludmilla que é hoje! <3
      fico feliz que tenha gostado
      beijos

      Excluir
  8. ameeei demais, muito ansiosa, please posta mais. bjs

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda não comecei a ler e já estou com medo dos tiros que vou levar.
    Juro por Deus que pensei que o Joe ia beijar ela, foi quase na trave kk.
    Eles eram o casal fofura em pessoal Mds ❤❤
    A Gigi vai contar sobre o Shane ?
    Eu quero so ver quando o Nick chegar kk.
    Ai eu to tão ansiosa pra essa treta ❤
    Bjs, amei o capitulo, posta logo anjo, fuii ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu pensei em escrever uma cena de beijo, mas como eles se encarrariam no dia seguinte? o clima seria tenso, então deixei para depois... mas não um depois distante, apenas um distante breve <3
      imagine a continuação desse flash back, nós sofreremos largadas! haha
      É HOJEEEEEEEEEEEE!
      fico feliz que tenha gostado, beijos *u*

      Excluir
  10. No que será que essa conversa do Joe e da Gigi vai dar espero que não afete a Demi,tá chegando o Niver do príncipe mais fofo, esse momento Jemi OMG,funde arrancar suspiros,Jessie por isso eu te amo acredite estou equilibrando meu tempo entre livros e as suas fics...Jessie você é a melhor desculpa não ter comentado ontem...Bjs

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir