Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

14/04/2016

Broken Frame: Capítulo 31 • Strong + Leiam as Notas Finais


muito obrigada pelo apoio 
vocês são as melhores leitoras do mundo!


NOVA IORQUE
ELLEN'S STARDUST DINER, 11:30 A.M

          Assim que Shane saiu do prédio da gravadora, recebeu um telefonema de Gigi e aceitou o convite dela para almoçar. Pegou um táxi, informou o endereço ao motorista e não demorou muito para chegar. Jelena estava sentada numa mesa distante das outras, estava de cabeça baixa e parecia concentrada no celular. Shane aproximou-se, tocou o ombro da jovem e sorriu. — Boa tarde. 
— Boa tarde, Shane. — Ela levantou-se rapidamente para cumprimenta-lo e em seguida, eles se sentaram um de frente para o outro. 

— Confesso que fiquei surpreso com seu convite, Gigi. Como você está?
— Estou bem. Ultimamente tenho trabalhado bastante e isso é bom, sabe? Não tenho tempo de pensar muito em tudo o que está acontecendo.
— Quer saber sobre ele, não é mesmo?
— Eu sei que poderia ligar, mas ainda tenho sentimentos por ele e minhas emoções não iriam colaborar. 

— Joseph está mal. — O garçom apareceu, saúdo-lhes e entregou o cardápio para cada um deles — Ele comentou vagamente sobre Demi ter ido lá hoje, mas não disse o motivo da visita dela.
— Eu estou bem confusa com tudo isso, mas espero que eles se acertem.
— É algo admirável vindo de você, sabia? 
— Você acha? — Gigi desviou o olhar do cardápio para ele. 

— Mesmo tendo sentimentos por ele e não sendo mais correspondida, você deseja que ele seja feliz.
— Joseph é um ser humano incrível. — Ela disse com a voz carregada de emoção. O garçom apareceu novamente, os dois pediram o prato principal e optaram por não beber. — Eu só tenho medo que ele se perca novamente, Shane. 
— Em que sentido?
— Ele está sozinho agora, sozinho com os medos dele e toda aquela insegurança. Eu sinceramente tenho medo que ele queira fugir novamente e dessa vez sem deixar rastros! — Shane analisou Gigi por um tempinho e arqueou uma das sobrancelhas. 

— Ele teria motivos para fugir?
— Joseph passou esses últimos meses na Suíça para recuperar-se de um grave acidente, Shane. Ele nunca mais foi o mesmo, escondeu isso de praticamente todo mundo! Até o bendito dia em que Demi descobriu tudo. — Gigi respirou fundo — Os dias foram se passando, muitas coisas aconteceram e ele só voltou aos holofotes por ter ido atrás de dela no aeroporto. 
— Sim, mas você acha que ele vai esconder isso?
— Ele está preocupado em provar algo para aquelas pessoas que só sabem sentar e julgar a performance de um artista. — Ela deu de ombros — Ele sabe que consegue, eu sei que sabe! O problema são as outras pessoas e dependendo do que elas falarem, ele vai se fechar no mundinho dele de novo. Não julgo Demetria por pedir um tempo, mas quantas coisas podem acontecer? Muitas, muitas coisas. Eu me preocupo pois vi ele no fundo do poço, desejando ter morrido e posso garantir que não foi nada fácil. — Shane segurou-lhe a mão para demostrar apoio.

— Gigi, ele não irá fazer isso. — Ela tentou esconder o rosto entre sua mão esquerda, estava chorando e apertava a mão dele. — Você o ajudou, esteve lá ao lado dele e tenho certeza de que Joseph aprendeu muitas coisas. 
— O que ele poderia aprender com alguém como eu?
— Você realmente não vê? — Os pratos chegaram, mas eles não quebraram o contato — Se hoje ele está de pé é por você, Jelena. Você foi o suporte vital dele! Realmente não percebe o tamanho da sua força? — Ele sorriu para ela. 

— Eu nunca pensei que fosse ouvir isso de você. 
— Não é a primeira vez que escuto isso hoje. 
— Obrigada. — Ela retribuiu o sorriso. 
— Você se preocupa com ele, mas não pode esquecer de si mesma. O.k? — Gigi assentiu — Disponha, eu fico feliz por ajuda-la de alguma forma. — Ele balançou a mão dela com certa delicadeza antes de solta-la. 

— É melhor comermos antes que esfrie. — Gigi riu enquanto secava rapidamente as próprias lágrimas. 
— Eu agradeço o convite, não saio para almoçar fora faz muito tempo.
— Esse foi o primeiro de muitos, então vá se acostumando.
— Isso é o inicio de uma boa amizade?
— Eu acredito que sim e você? — Shane concordou sorrindo novamente, aquilo o fez se sentir bem e estranhamente feliz. 

TEXAS, 01:00 P.M

          Demetria chegou em casa e sentiu-se aliviada por estar sozinha. Não conseguia parar de pensar no que havia feito e parte dela queria ter ficado para ver qual seria a reação dele! Jogou-se no sofá retirando os sapatos de salto, olhou os próprios pés e suspirou. Eles latejavam e ela se perguntava como havia desacostumado tão rápido deles. Um barulho na cozinha fez com que ela sobressalta-se de susto, agarrou um velho taco de beisebol e respirou fundo. — Quem está ai? — Passos firmes fizeram barulho no piso de madeira — Quem diabos está ai?! — Ela perguntou novamente tentando não parecer assustada. 
— Sou eu. — O taco caiu e Demi deu alguns passos para trás. Como ele havia entrado? — Nicholas, como conseguiu entrar aqui? — A voz quase não saiu. Aquela repulsa ainda estava ali, não conseguia evitar aquilo. Sentia nojo dele e o estomago dela revirava só de lembrar o que eles haviam feito!
— Eu entrei pela janela.


— O que veio fazer aqui?

— Falar com você, eu não aguento mais isso.
— E VOCÊ ACHA QUE EU AGUENTO?!
— Eu sei o que tudo isso é muito confuso, mas...
— VOCÊ É UM MENTIROSO!
— Por favor, me ouça.


— NÃO CHEGA PERTO DE MIM! — Nick voltou três passos para trás e respirou fundo tentando não chorar na frente dela. 
— Não me olhe assim, Demi.
— Como eu poderia te olhar, Nick? — Ela disse com a voz embargada — Eu sei que não foi sua intenção, o.k? Mas eu preciso de um tempo para processar tudo isso. — Demi deixou que as lágrimas rolassem em silêncio — O destino parece estar brincando comigo, sabe? Eu quero ficar sozinha, colocar tudo no devido lugar, mas simplesmente não consigo. Sempre preciso resolver algo ou expulsar alguém dessa maldita casa!

— Eu já entendi. — Ele ergueu as duas mãos em sinal de rendição — Não é uma boa hora e eu me equivoquei, sinto muito. 
— Quando estiver melhor, eu prometo que vou ouvir cada palavra sua.
— O.k. — Foi tudo o que ele disse antes de virar-se de costas para ela. 
— Como sabia que eu estaria aqui?
— Eu te conheço bem, Demi. — Ele sorriu tristemente, olhou uma ultima vez para trás e foi embora. 

          Demetria sentiu as pernas cederem, seus joelhos bateram com força no chão e ela chorou. Tremia agarrada ao braço do sofá, batia de leve sua cabeça contra o mesmo e xingava Amanda baixinho. — Como essa vagabunda teve coragem isso comigo? — Fungou. O telefone em sua bolsa tocou, Demi não suportou o barulho e atendeu de forma grosseira. — O que você quer?
— Mamãe. — Droga!
— Sabrina, desculpe-me.
— Você está bem? Eu te liguei inúmeras vezes! Ficamos completamente desesperados, o que aconteceu? Por favor, fala comigo.
— Eu amo seu pai, Bi. — Ela disse tristemente. 
— E isso é tão ruim assim?
— Ele mentiu sobre coisas importantes, o.k? Isso é algo que infelizmente não posso deixar passar. — Sabrina suspirou — Nós ainda vamos conversar de forma civilizada, como dois adultos e iremos resolver tudo. 
— Mamãe, eu não...

— Eu sinto muito por ir embora tão de repente, mas não conseguiria se visse você ou o Sam. Como você está? Como seu irmão está? Por favor, fale.
— Estou bem e vim passar uns dias com Bradley. — Demi engoliu o choro, respirou fundo e pigarreou. 
— Ele está se comportando?
— Como um verdadeiro cavalheiro, eu juro. — Isso fez Demi rir baixinho. 

— O que seu pai disse?
— Três dias e amanhã estarei indo ficar com Samuel.
— O.k, onde ele está?
— Com vovó Dianna, ele está bem. — Demi suspirou aliviada — Mas devo lhe dizer que não foi fácil, ele ficou muito triste e queria ficar com papai. Tio Kevin foi o único que conseguiu convence-lo, sabe? Até hoje não sei o que ele fez para conseguir essa proeza. 

— Odeio que tenha que ser assim, mas eu estou me esforçando para não recair. — A voz carregada de emoção denunciou o choro. 
— Mamãe, não precisa ser assim. — Ela começou a chorar novamente. 
— Precisa sim, eu não posso... não posso deixar que... você e seu irmão... se machuquem.
— Eu te amo, então por favor não sinta como se precisasse carregar o fardo sozinha. 
— Eu também te amo, se cuide.
— Não desliga agora, por favor.
— Eu preciso ir.
— Mãe!
— Eu vou te ligar, prometo. — Demi desligou, apertou o celular com força em suas mãos e jogou o aparelho num canto qualquer. Abraçou as próprias pernas, encostou a cabeça nos joelhos e soluçou.

          Joseph vestiu o casaco, verificou o relógio e deu uma última olhada no espelho. Ele partiria naquela madrugada para uma nova turnê, não gostava de despedir-se de Demetria, mas precisava fazer isso. Demi estava vestindo um robe de seda, os cabelos haviam sido domados e ela forçava seu melhor sorriso. — Venha aqui, você não é a única que odeia isso. — Eles se abraçaram fortemente. Joe sentiu seu próprio perfume misturado ao dela, sentiu a respiração pesada contra seu ouvido e afagou imediatamente as costas dela. — Não chore, amor. — Ele riu baixinho e beijou-lhe a testa de forma demorada. Demi fechou os olhos, respirou fundo e olhou para ele. 
— Você sabe como não lido bem com despedidas, Joe.  — Ela sorriu como se quisesse desculpar-se — E quando se trata de você é mil vezes pior!

— Apenas alguns meses, não foi o que você me disse? — Demi assentiu — Então, não precisa se preocupar com nada também. — Ele encostou sua testa na dela e sorriu — Prometo que vou tentar dar uma escapada, o.k? Pode ser que eu apareça antes de ir para N.Y. 
— Estarei esperando. — O beijo de despedida foi selado. 
— Eu te amo e não importa se já te disse isso mil vezes na cama hoje, não se esqueça disso. — Ela riu baixinho. 
— Eu também te amo, Joseph.

LOS ANGELES, 10:45 P.M

          O resto do dia para Joseph passou lentamente, cada minuto era uma tortura e ele sentia que não seria capaz de suportar aquilo sozinho! Tirou novas medidas para sua prótese, sentiu-se incomodado com o modo como foi olhado pelos profissionais, mas não tinha força para dizer alguma coisa. Conheceu o novo personal que o auxiliaria com sua forma física, movimentos no palco e até mesmo suas coreografias. Aquele mesmo olhar maldito! Chegou na cobertura e felizmente os ajustes do banheiro estavam prontos, então ele pode tomar banho tranquilamente. Desceu até o andar debaixo apertando o cordão da calça de moletom, ele sentia fome e ainda precisava revisar o resto das perguntas que seriam feitas na entrevista. Joseph preparou um lanche, pegou uma cerveja e sentou-se com os papéis ao seu lado.


  • Seu afastamento tem algo haver com acidente do ônibus que aconteceu cinco meses atrás?
  • Estava refugiado na Suíça, certo? Onde exatamente você estava e o que fez durante todo esse tempo?
  • Correm boatos sobre o seu termino com Gigi Hadid, não conseguimos falar com ela, mas pode nos confirmar ou desmentir essa história?
  • O que aconteceu entre você e Demetria Lovato no aeroporto?
  • Como foi voltar para Los Angeles depois de tanto tempo?
  • O que podemos esperar com sua volta?


          Eram perguntas simples, mas precisava estar preparado para qualquer imprevisto. O mal de alguns entrevistadores era se aproveitar do momento para perguntar questões muito pessoais! Quase sempre faziam isso e adoravam perguntar sobre Demi. O celular tocou em cima da mesa, ele rapidamente atendeu e sentiu o coração acelerar ao ouvir a voz do outro lado da linha: — Papai?
— Samuel. — Ele pronunciou o nome do garoto com a voz carregada de emoção — É bom ouvir sua voz, filho.
— Mas nos falamos ontem. — Sam riu — Como você está?
— Estou com saudade e você?
— Também, mas quero saber sobre sua vida em Los Angeles.
— Está tudo bem, eu tive um dia cheio hoje. — Joe fechou os olhos, inspirou e espirou o ar — E você, está bem com seus avós?
— Sim, estamos bem. Vovô tem me divertido muito, sabe? Acho que ele tenta suprir essa saudade que tenho de você.
— Fico feliz por saber que estão bem. Ah, ele só está tentando ser legal! — Eles riram juntos.

— Tio Kevin conversou comigo no dia que você foi embora e ele me disse que não deveria ficar triste.
— Isso é bom.
— Você parece estar sem palavras.
— Eu estou me sentindo estranho. — Joe riu por estar desabafando com seu filho, ele tinha apenas seis anos!
— Estranho?
— Como se pudesse chorar agora, eu sou um desastre! — Ele disse baixinho.
— É um daqueles momentos que você se sente um péssimo pai? — Sam não esperou por uma resposta — Não fique triste, por favor. Você sempre foi muito bom comigo e com a Sabrina também, o.k? Até aceitou o namoro dela.

— Algum dia eu te decepcionei? Seja sincero comigo, filho. — Joe perguntou encostando-se na pia.

— Quando você foi embora e eu era pequeno, mas nunca deixei de esperar por você. Sabia, papai? — O misto de felicidade e emoção estava presente na voz do garotinho — Então, encontramos você e tudo foi como deveria ter sido. Eu sei que você está tentando voltar aos poucos e que pode estar sendo difícil, mas não desista.
— Você é tudo, Sam.
— Eu te amo.
— Eu também te amo muito, muito, muito!
— Não chore.
— Eu estou bem, não se preocupe.

— Preciso desligar, vovô disse que está tarde e que já deveria estar dormindo. — Riu.

— Prometo que nos veremos em breve.
— O.k, papai.
— Bom descanso, campeão.
— Boa noite. — Ele desligou.

          Joseph bebeu o restante da cerveja, largou os papeis jogados na mesa e subiu. Depois de conversar com Samuel, ele se sentia um pouco melhor, mas sinda sim culpado. O que ele havia deixado passar de forma despercebida? Demi usou um tom de voz que transparecia decepção. Ela nunca pareceu tão misteriosa! Sentou-se na cama, abaixou a cabeça e fechou os olhos respirando fundo.

          Abriu lentamente os olhos, sentindo os dedos de Demetria percorrerem seus cabelos e ergueu a cabeça para vê-la melhor. — Por quanto tempo eu apaguei? — Ele perguntou sentindo as próprias bochechas esquentarem. Havia pegado no sono após fazer amor com ela e isso era tão vergonhoso!
— Dez minutos, querido. — Demi disse de forma carinhosa acariciando-lhe os cabelos novamente.
— Desculpe-me.
— Está tudo bem, eu sei o quanto está cansado. — Joe ergueu-se na cama e deitou-se ao lado da esposa. Sua testa estava encostada na dela, suspirou e lhe deu um bejinho de esquimó.

— Não quero ir.

— Você disse que não falaríamos sobre isso, Joseph.
— Você acabou de voltar e agora, eu estou saindo. Mal conseguimos passar um tempo juntos!
— Nós sabíamos que seria assim desde o inicio, amor. O que está acontecendo com você?
— Só não quero ir dessa vez, quero ficar com você.

— É algum tipo de pressentimento?
— Eu não sei, talvez, mas é tão estranho.
— Ficaremos bem, eu e Sabrina podemos nos virar alguns meses sem você. Só não deixe de manter contato, o.k? Assim você se sentira mais confortável. — Demi o beijou apaixonadamente e aos poucos pode senti-lo mais calmo — Tenho certeza de que vai ser uma boa turnê, então aproveite bastante.
— Eu vou tentar. — Disse sorrindo após Demi acariciar seus cabelos novamente.

          Compreendia o motivo dela ter ficado tão decepcionada, ele havia se esquecido sobre aquela noite. Sentia-se culpado por não ouvir seu coração, ele estava sentindo que algo aconteceria e aconteceu. Tentou não pensar muito naquilo, mas foi em vão! Enquanto virava de um lado para o outro na cama, pensava que tudo teria sido diferente. Ah, se não tivesse partido... Demi ainda estaria com ele, sua família não estaria dividida e aquele maldito acidente não teria lhe tirado parte da perna! Suspirou pesadamente, olhou através das janelas e sentou-se novamente na cama. — Você tem sua parcela de culpa. — Ele disse para si mesmo — Não adianta ficar se torturando, não adianta! — Joe passou uma das mãos pelos cabelos — Encarre os fatos, você não pode mudar o passado. Concentre-se no futuro, apenas nele. — Seu tom de voz ficou baixo e ele respirou fundo — Esse sim, você pode e vai mudar.

--

ALÔ ALÔ GRAÇAS A DEUS!
bom dia meninas, como vocês estão? eu estou um pouco melhor e finalmente pude escrever algo digno de ser postado. eu odeio que meus problemas pessoais me afetem tanto, mas infelizmente é algo que foge do controle. agradeço por serem compreensivas e por me apoiarem, vocês são maravilhosas! amo muito vocês, viu?
agora, vamos lá: esse capítulo foi escrito e reescrito umas dez vezes, mas consegui termina-lo. não tenho muito o que falar sobre ele, apenas que os telefonemas foram demais pra mim aguentar sozinha e por isso compartilhei aqui ~hahaha~ o que vocês acharam? contem pra mim nos comentários
respostas aqui & aqui
prometo que vou tentar voltar a postar normalmente, o.k?
até o próximo capítulo, beijos.

 


19 comentários:

  1. menina passei a semana sofrendo esperando por capitulos, você ta bem? qualquer coisa nois ta aqui pra te apoiar, não precisa passar por isso sozinha.
    gigi e shane sera??? gente nunca imaginei, Gigi merece um bom final
    a demi me representou atendendo o celular quando alguem me liga de manha hsksbsjs
    esses flashbacks acabam comigo, eles eram tao lindos juntos.
    espero que não demore pra eles voltarem.
    a amizade do nick e da demi abalada <\3 a demi vai pedir desculpa pra Selena?? ela disse quando se lembrasse pediria desculpa dignamente
    já to imaginando as duas, ai meu core.
    quero ver só essa entrevista...
    posta logo, bjsss linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu sinto muito pela demora, mas as coisas não estão nada fáceis...
      até que estou melhor. eu sei que não preciso, mas problemas de família são sempre complicados demais <3
      vai ter todo aquele drama, demi não vai facilitar as coisas, mas a forma como ela irá se redimir... já me deixa bem animada! o/
      sim, ela vai ~já até escrevi e espero que tenha ficado digno~
      joseph vai reinar ^^
      postarei assim que puder
      beijos, amor *

      Excluir
  2. Você tá bem? Parabens pelo capitulo, dms!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estou melhor
      obrigada, anjo <3
      fico feliz que tenha gostado

      Excluir
  3. Primeiro,Jessie eu sei o que você está passando,sei que é difícil.Tem dias que todos os meus problemas veem como uma avalanche e caem encima de mim todos de uma vez,nesses dias eu não quero sair da cama e nem ver ninguém pq eles não fazem ideia dos meus problemas e de como eu me sinto, mas eu levanto e enfrento aquele dia com toda a força e coragem que eu tenho.Você é incrível,um dia eu ainda vou ter um livro seu e autografado,Deus nos ama e cuida de nós, ele nunca vai nos deixar cair e nunca vai nós fazer passar pelo que não aguentamos,quando estiver assim faça uma oração ele vai te escutar e Stay Strong, Fique Bem.
    Segundo,que capítulo foi esse a Gigi tem que ficar com o Shane já shipo eles,eles ficam lindos juntos,a Demi tátão mau que me deu agonia,acaba com o sofrimento deles logo Jessie.A Demi e o Nick tem que conversar e se perdoar logo,eles tão sofrendo tanto acaba com isso Jessie.E o Joe caramba ele está na pior,Jessie não aguento mais ver eles sofrerem,e essa lembrança acabou comigo tão linda,e a conversa da Bi com a Demi ,e do Sam com o Joe me deixou no chão essas crianças parecem adultas meu Deus.amei o capítulo beijos e fique bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada pelas palavras, anjo <3
      é incrível ler algo assim e saber que alguém acredita em mim, nas minhas histórias e que posso fazer disso meu futuro.
      sinceramente estou em duvida sobre os dois, não sei se faço deles um casal ou se ficam só na amizade ~preciso pensar~ mas vou fazer algo legal, prometo.
      não está fácil para nenhum deles, nos próximos capítulos isso vai ficar nítido, mas prometo que as coisas vão melhorar logo. o modo como isso vai acontecer já me deixa mais animada para escrever! o/
      fico feliz que tenha gostado <3
      eu estou melhorando. beijos *

      Excluir
  4. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA MEU AMOR POR ESSA HISTORIA SO CRESCE! Aue capitulo maravilhoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. yep, fico feliz que esteja gostando <3

      Excluir
  5. Ah que bom que vc voltou espero que tudo se resolva em sua vida. Eu amei o cap, sentir um clima de gigi e shane será que sai um romance dessa amizade? Já falei que esses flash back partem meu coração? Acho que sim. A fic tá perto de acabar né? Vou ficar com um buruco negro na minha vida kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada, amor.
      fico feliz que tenha gostado do capítulo <3
      ainda estou pensando, mas quem sabe ç suspense ç
      vou até fazer mais deles aqui! hahaha
      não sei, evito de pensar nisso, pq tenho medo de ficar desesperada... SOCORRO
      confesso que tbm ficarei assim :(

      Excluir
  6. EU TO ATE AGORA PASSANDO MAL
    JESUS ESSE CAPITULO FOI MARAVILHOSO
    ESSES FLASHBACKS ME DESTRUIRAM
    DEMI CHORANDO NO CHÃO, AS LIGAÇÕES
    SOCORRO NÃO TO SABENDO LIDAR
    E SIM EU TO GRITANDO
    POSTA LOGOOOOO RAPIDO PLEASEEE
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. com essa crise não posso mais comprar remédios, então faça um chá de camomila e respire fundo. o.k? hahaha
      fico feliz que tenha gostado do cap <3
      vou fazer mais... fiquei até animada agora, socorro!
      eu rolei livremente no chão, nadei nas lágrimas e voltei aqui, pq não foi fácil de lidar tbm ~perdoe o drama~
      o bloqueio está de palhaçada comigo, mas prometo me esforçar :)
      beijos!

      Excluir
  7. Ta perfeito e me desculpe pela demora de comentar! Eu adorei! Tava com saudades! :(
    Continua tá? Parabéns pelo capítulo maravilhoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. está tudo bem, não precisa se desculpar.
      fico feliz que tenha gostado <3 tbm estava, fiquei tanto tempo sem postar...
      postarei assim que puder o/

      Excluir
  8. Estou adorando a sua história. Se você tiver um tempo depois da uma olhadinha no meu blog, começei agora e lá tmb postarei historias de jemi e quem quiser pode entrar também obrigado, bjs!!! http://fanficsjemilove.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado <3
      passarei por lá assim que puder, o.k?
      vou divulgar no próximo capítulo para que todos saibam.
      beijos!

      Excluir
    2. Obrigada lindona, beijos!

      Excluir
  9. Eu to começando a gostar da GiGi, meu to começando a shippar ela e o Shane.
    Gente ver o Nick assim quebrou meu coração, e o flashback Jemi foi uma bela facada nos meus sentimentos.
    Eu sinceramente amo os momentos pai e filho são tão fofos.
    E esse último flashback sou incapaz de opinar.
    Amei o capitilo, bjs e posta logo ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. escrever sobre eles foi algo que fluiu naturalmente e eu gostei disso <3 preciso pensar no que vou fazer com esses dois, mds! rsrs
      dps de close eu fiquei bem bad, mas nemi vai se acertar logo :)
      eu vou fazer mais flash backs, pq adoro um bom drama.
      fico feliz que tenha gostado ^^ beijos!

      Excluir