Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

09/10/2016

Broken Frame 2: Capítulo 2 • Our plans


vocês pensaram que eu não ia rebolar minha bunda hoje, né? sdjsdj


          Joseph estava concentrado na estrada enquanto isso Demi o observava, ele estava com a barba por fazer e tinha olhos pouco cansados. — Você está trabalhando até tarde? — Ela perguntou.
— Não muito, apenas o necessário. Eu sei que minha aparência deve estar assustadora, mas estive me dedicando bastante na cozinha! — Eles riram juntos.
— Na cozinha?
— Sim, eu mesmo estou preparando o café da manhã das crianças e algumas refeições também.
— Estou orgulhosa! — Demi beijou a bochecha dele.
— Obrigado. — Joe agradeceu um pouco envergonhado.

          O silencio estava se instalando novamente entre eles, mas Joseph resolveu quebra-lo e perguntou: — Você já estava no avião quando me ligou?
— Pensei que não fosse perguntar, sabia? — Joe fez uma careta engraçada e Demi lhe deu um tapinha. — Sim, estava no avião e você sabe como fico um pouco nervosa.
— Um pouco?
— Talvez muito, mas precisava ouvir sua voz. — Joe sentiu delicios arrepios percorrerem seu corpo e olhou para ela por alguns segundos.

— Estou feliz que tenha voltado.

— Eu vou passar mais tempo fora do que dentro de casa.
— É o que fazemos, querida. — Joe segurou uma das mãos dela e beijou-lhe cada um dos dedos. A mão de Demi estava quente!
— Fiquei algum tempo longe disso tudo e tem dias que parece ser estranho. Já se sentiu assim? Tudo está tão diferente!
— Isso não significa que você deve se igualar ao molde de superstar que todos querem. Seja você mesma e tudo ficara bem, nós ficaremos bem. — As palavras de Joseph reconfortaram o coração inquieto dela e ela quis parar o transito pra poder beija-lo.

— Obrigada por isso.
— O importante é que você está aqui, Demi. — Ambos sorriram.

CALIFÓRNIA, 04:05 P.M

          Depois de quinze minutos, Joseph estacionou o carro em frente ao portão e voltou-se para Demi. — Preciso buscar as crianças no Kevin.
— Achei que estivessem em casa.
— Almoçamos no meu irmão e fui buscar o John no aeroporto. — Demi riu com o tom brincalhão dele e assentiu.
— Me acompanhe até a porta, o.k? Depois eu te libero. — O sorriso encantador nos lábios dela fez Joseph aceitar de imediato o pedido.

          Lar doce lar! Demetria respirou fundo sentindo o ar da Califórnia em seus pulmões, ela esticou os braços enquanto andava e virou-se para olhar o marido. Joseph lhe jogou as chaves de casa, ela pegou prontamente e caminhou na frente subindo os degraus da varanda. Ela vestia uma camiseta branca sem muitos detalhes, um jeans apertado e calcava sandálias. Estava maravilhosa! Joseph sentia-se inebriado, subiu os degraus tão rapidamente que nem percebeu. Quando caiu em si, estava colocando a mala no canto da sala e virou-se para Demi. — Eu preciso ir agora. — Ela deu alguns passos na direção dele. Joe sentiu o coração bater ainda mais acelerado, os arrepios voltaram quando ela o tocou e ele logo puxou Demi para seus braços.
— Apenas alguns minutos, por favor. — Ela pediu na ponta dos pés, estava tentando alcançar os lábios dele.
— Eu não quero fazer nada rápido. — As costas de Demi encontraram a parede fria, mas ela não sentiu. Seu corpo estava quente! O corpo dele encostado ao dela não tornava aquilo fácil, os lábios de Joseph encostou lentamente aos dela e aquilo se tornou uma doce tortura. Quanto mais ela queria dele, menos ele dava... menos ele permitia!

          Aquele joguinho de provocação não durou muito tempo, o celular de Joe tocou obrigando-o a parar. Demi riu ao ver a boca dele suja de batom e limpou imediatamente enquanto ele falava com alguém. — Oh sim, já estou indo. Como você sabe? — Joe beijou as costas da mão dela e afastou-se — As pessoas hoje em dia não perdem tempo mesmo! — Ele riu — Sam e Sammy já sabem? Não conte nada ainda, vamos fazer uma surpresa! — Joseph disse animado — O.k, mando sim... Tchau.
— Quem era?
— Danielle. — Ele guardou o celular no bolso e sorriu — Ela já sabe que você está de volta, todos devem estar sabendo.

— Canal de fofoca?
— Acertou em cheio! — Ele fez um gesto qualquer com uma das mãos — "Joseph e Demetria protagonizaram uma cena romântica em aeroporto." — Eles riram juntos.
— Eu quero protagonizar uma cena nada romântica lá no nosso quarto. — Demetria piscou e sorriu travessa.

— Não me provoque assim. — Joe coçou a nuca e riu — Eu realmente preciso buscar as crianças, mas ainda teremos tempo essa noite. — Ele piscou, roubou um beijo dela e saiu.
— Ora seu... — Demi riu sozinha e o observou sair de carro outra vez.

          Demetria estava um pouco cansada pela viagem, então deixou as malas de canto mesmo e subiu para descansar em seu quarto. Ela retirou as sandálias, deitou-se na cama e fechou os olhos. Demi conseguiu cochilar por alguns minutos e acabou sendo despertada pelo próprio celular! Ela olhou o visor, piscou um pouco e conseguiu focalizar o nome da filha. — Alô. — Disse ainda sonolenta.
— MAMÃE, EU NÃO ACREDITO QUE VOCÊ VOLTOU E NEM ME DISSE NADA! — Sabrina falou alto, estava andando e o vento não facilitava.
— Boa tarde, anjo. — Demi bocejou e sorriu — Era para ser uma surpresa.

— Você e papai sabem ser discretos, sabia? — Ela brincou — Todos estão sabendo que você voltou pra casa, por aqui está uma loucura! Como você está?
— Eu estou bem. — Demi sentou-se na cama — E você, como está?
— Muito animada, hoje Bradley vem me ver!

— E a senhorita, quando pretende voltar para casa?
— Assim que cumprir meus compromissos, mamãe. Ainda não posso me dar o luxo de furar com entrevistadores e sair com meu namorado! — Elas riram. O relacionamento de Sabrina e Bradley só se fortaleceu com o passar do tempo, eles estavam felizes juntos. Demetria não se importava que eles ficassem sozinhos, mas como tudo estava ficando cada vez mais sério, ela se preocupava. — Mamãe, você está pensando naquilo— Ela sentiu as próprias bochechas arderem de vergonha! — Nós já falamos sobre isso e achei que tudo tinha ficado bem esclarecido.
— Eu me preocupo com você. — Demi desabafou — Sua carreira está indo bem, então não pode me culpar por ser tão super protetora!
— Não acho que seja ruim sua preocupação, mas não rolou nada ainda. O.k? Quando acontecer você ficara sabendo, ninguém falara isso por mim, serei eu mesma.
— O.k, querida.

— Ah mamãe, sinto muito sua falta.
— Eu também sinto sua falta, bebê. — O barulho vindo do andar debaixo despertou os sentidos de Demi e ela rapidamente ficou de pé.
— Papai chegou, não é mesmo?
— Sim, mas...

— Olha não quero atrapalhar, talvez eu te ligue mais tarde. 
— O.k. — Demi respondeu e suspirou pesadamente.
— Até mais tarde. 
— Até mais tarde, querida. Beijos! — Ela despediu-se da filha e desligou o celular.

          O barulho de passos apressados na escala foi alto, Demetria só teve tempo de se levantar e logo recebeu duas crianças animadas e pesadas em cima dela! Ela estava deitada novamente na cama enquanto os pequenos disputavam seu abraço. — Crianças, por favor... — Demi riu — Sem cocegas, parem! — Riu ainda mais alto. 
— Crianças, não sufoquem a mãe de vocês! — Joe interveio brincando. 

— Achei que era para ser uma surpresa.
— Eu sei que sim e peço desculpas, mas eles ouviram no rádio. — Demi dez uma careta e sentou-se abraçando suas crianças. 

— Sentimos sua falta. — Disseram juntos e ela sorriu. 
— Eu também senti muita saudade de vocês! — Beijou a testa de cada um — Como foi o primeiro dia de aula de vocês?
— Foi muito legal! — Samanta disse animada — Eu fiz muitos amigos e gostei dos meus professores.
— Samuel?
— Foi divertido! — A resposta do garoto fez o casal suspirar de forma aliviada — Fiz amigos também.

— Estou muito orgulhosa de vocês. — Demi sorriu e sentiu o estomago roncar — Ops! — Eles riram.
— Você não almoçou? — Joe perguntou.
— Eu comi uma barrinha de cereais e tomei um copo de suco.

— Hmmm... vou te preparar um almoço.
— Não precisa! — Demi deu um pulo da cama e se colocou na frente dele.
— Eu não vou colocar fogo na cozinha, Demi. — Ele gargalhou alto.

— Papai está preparando coisas deliciosas para comermos, mamãe. — Samanta disse levantando-se da cama — Confie nele. — Ela olhou para Samanta e logo depois para Joseph.
— Tudo bem, mas sem estripulias. — Joe sorriu, lhe deu um selinho e saiu do quarto rapidamente.

11:45 P.M

          Joseph não demorou muito na cozinha e logo serviu um prato delicioso para Demi. Ela deu algumas garfadas com receio, mas assim que sentiu o gosto bom, comeu a comida com muito gosto! A tarde passou num piscar de olhos, eles ficaram na sala assistindo e brincando com as crianças. Joseph não voltou para o trabalho, mas telefonou para Nicholas e Alycia. Ele desculpou-se por não voltar e ficou tranquilo por saber que tudo correu bem. — Você vem amanhã? — Ela perguntou.
— Provavelmente sim. — Joe caminhou até seu quarto e parou na porta — Algum problema?
— Nenhum, Joseph.

— Tem certeza? Você tem estado tão estranha comigo nos últimos dias, talvez esteja vendo coisas, mas...
— Não é nada, estou bem. 
— Mesmo?

— Preciso desligar agora, amanhã conversamos mais. O.k? 
— O.k, até amanhã. 
— Tenha uma boa noite. — Alycia respondeu e desligou.

          Agora ele tinha certeza de que algo estava errado! Adentrou no quarto, fechou a porta e voltou-se para Demi. Ela estava na cama com os filhos, Samuel dormia com a cabeça apoiada em seu ombro e Samanta em seu colo. Um livro de histórias estava no criado mudo. — Acho que preciso de uma mãozinha. — Demetria riu baixinho e sorriu . 
— Como conseguiu fazer isso tão facilmente? — Joe arqueou uma das sobrancelhas — Com tanto tempo livre, eles estavam impossíveis nos últimos dias! — Riu.

— Oh e você não me contou nada?
— Não achei necessário. — Ele deu de ombros — Talvez seja culpa minha por ter dado tanto açúcar para eles e também... 
— Você é muito corajoso de dizer que deu mais doces do que deveria! Quando eu me levantar, você não vai querer estar por perto. — Demi o intimidou com seu olhar de mãe super protetora.
— Relaxa, não passei dos limites. — Joe deu uma piscadinha e aproximou-se. 

— Eu não sinto meus braços. — Ela acabou rindo, estava formigando e isso lhe causava cocegas! 
— Shhh... vai acabar acordando as crianças, querida. — Joe pegou Samuel primeiro, levou o garotinho até o quarto dele e voltou para fazer o mesmo com Samanta. 

          Demi continuava sentada e sorriu brevemente quando ele voltou ao quarto. Joe riu, aproximou-se e sentou-se na cama. — Achei que fosse lidar com a sua fúria, sabia? — Brincou.
— Talvez depois, mas agora... — Demi o abraçou por trás — Eu quero um tempo só com você. — Ela depositou alguns beijinhos nas costas dele. Os arrepios fizeram cada pequena parte do corpo dele despertar! Joseph virou-se para ela devagar, os olhos dela revelavam o desejo ardente e os lábios trémulos sua ansiedade. Demetria não suportou aquela pequena distancia e o puxou para si com todas as suas forças.

***

          O coração ainda batia num ritmo frenético, subia e descia sem controle algum! Joe estava deitado ao seu lado na cama e partilhava da mesma sensação. Ele apanhou uma das mãos dela e beijou-a delicadamente. Demi olhou para ele, sorriu e deitou-se de bruços para observa-lo melhor. — O que foi? — Ele perguntou baixinho. 
— Seus cabelos estão grudados na testa. — Ela brincou com eles. 
— Não tive tempo de corta-los.
— Tem certeza de que não está trabalhando demais?
— Certeza absoluta, querida. — Joe puxou o cobertor para cobri-los e aproximou-se mais dela — Eu só tenho mais algumas responsabilidades. 
— Eu conheço bem essa frase. — Demi balançou a cabeça e piscou — Agora que estou de volta, vou me certificar disso. 

— Você precisa ir comigo qualquer dia desses.
— Eu vou adorar, querido. — Eles ficaram brevemente em silêncio.

— Oh sim, quase me esqueci! — Joe fez uma careta — Temos que planejar a festa de aniversário da Samanta.
— Temos quanto tempo?
— Uma semana.
— Uma semana?!
— Calma, Demi. — Ele riu — Combinamos de organizar uma festa pequena, apenas para familiares e amigos. Está lembrada?
— Mesmo assim, Joe. — Ela fez careta — Essas coisas dão trabalho!

— Iggy me ligou faz alguns dias, ela e seu squad já entraram em ação.
— Squad?
— Iggy, Dianna e Selena. — Demi riu.
— Elas sabiam que você surtaria com um prazo tão curto, então já começaram a correr atrás dos preparativos.
— E o que nós vamos fazer?
— Dar a última palavra em tudo, nós sabemos exatamente o que Samanta quer.
— Sabemos?
— Ser uma linda princesa. — Ela concordou com o marido — Pelo que elas me adiantaram, encontraram um lugar muito bom para alugarmos nossos trajes. 

— Trajes? — Demi riu e acomodou-se no peito dele.
— Vamos ter um verdadeiro baile, majestade. — Joe brincou e afagou-lhe os cabelos — Serei o seu rei e você será minha rainha. 
— Estou gostando da ideia e quero muito fazer isso com você. — Ela bocejou. 
— Eu também quero, amor. — Ele depositou um beijo no topo da cabeça dela. 

— Vamos falar mais sobre isso amanhã, o.k? Descanse um pouco. 
— O.k, boa noite. — Demi respondeu com a voz afetada pelo sono.
— Eu te amo. — Joseph sussurrou baixinho e fechou os olhos em seguida.
— Eu também te amo. — Ela respondeu no mesmo tom e adormeceu juntamente com ele.

--

boa tarde meninas, td bem com vocês? eu estou legal e aliviada por conseguir postar algo aqui. já vou logo dizendo que queria ter escrito mais, mas tive muitos problemas. ainda estou sem meu celular, tive problemas pessoais, mto estresse e bloqueio </3 
tinha muito o que colocar nesse capítulo, mas prometo compensar nos próximos. o.k? espero de coração que gostem desse, ficou simples, mas foi o melhor que consegui fazer. 
respostas no próximo, talvez...
volto assim que puder o/
bjs

 Resultado de imagem para lauren jauregui gifs Resultado de imagem para lauren jauregui gifs

12 comentários:

  1. eu falei que o capítulo ia ta maravilhoso, como sempre né jxjdj
    amei esse momento família que lindo, só faltou Sabrina.
    eu quero o aniversário da Samant ❤
    como eu queria participar desse squad
    eu achei que ia ter um ciuminho na parte da ligação da alycia.
    ai quero as treta logo, SO VEM
    amei, amei, amei. poste quando der, ok? bjs amore

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. yeeeeeh, fico feliz que tenha gostado!
      preciso escrever urgentemente sobre o squad, pq elas são muito divertidas juntas.
      ainda vamos ter o momento ciuminho, até pq demi e alycia vão se conhecer oficialmente MUIAHAHAHA! ~risada maligna~
      esta chegando, aguarde....
      postarei assim q puder <3 bjs

      Excluir
  2. oi amor
    td bem?
    só tenho uma coisa p falar desse capítulo..........
    q maravilhoso ♥
    esse capítulo foi tão amorzinho q eu n consigo parar de sorrir!
    Ainda quero saber como foi q chegaram ao ponto do prólogo, td tão fofo, ai ai
    tenho q confessar, adoro uma treta, mas capítulos assim me derretem todinha, amo ♥
    to doida p saber o q vai acontecer nessa festa sagadsjgfds
    só vem
    posta quando puder, ok?
    bjo bjo bjo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi chuchu, estou bem e você?
      fico feliz que tenha gostado <3
      a principio não sabia como eles chegariam lá, mas descobri e no próximo capítulo teremos a ponta do iceberg! sdjsdj
      as coisas vão continuar tranquilas por uns cinco capítulos, eu acho... ainda estrou pensando, mas quero deixar tudo fluir naturalmente.
      postarei assim que puder ^^
      bjssssss

      Excluir
  3. Primeiramente o melhor momento do capitulo foi esse mãe e filha, foi tão perfeito e fofo awn.
    Eu tenho a leve impressão que a Alycia ta afim do Joe.
    Meu cérebro ta tendo entender como tudo tão perfeito chegou ao ponto do prólogo.
    Estou ansiosíssima pra festa da Samanta.
    Amei o capitulo, estava perfeito, bjs e estou torcendo pra você conseguir postar logo😘❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que foi o que salvou esse capítulo, pq não sabia o que colocar nele... não sabia mesmo, estava desesperada! sdjsdj
      será? vamos ter que esperar um pouquinho para descobrir. hahaha
      o motivo eu deixei bem claro lá, mas nos próximos capítulos vamos ter um conjunto de pequenas coisas que vão resultar em uma grande treta! ~adoro~
      vai ser uma festa linda, linda mesmo *u*
      fico feliz que tenha gostado, bjssss.
      postarei assim q puder!

      Excluir
  4. Essa fic está me matando porque por enquanto tá tudo muito bom tá tudo muito bem mas a treta daqui a pouco começa e a ansiedade de querer que eles se resolvam tá me matando e acho que a treta toda vai rolar em cima das performances mais sexy,body say e o maldito photoshoot do prólogo em parte concordo com o joe a Demi deveria ter conversando com ele pra saber como ele se sentiria e concordava

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quando estava pensando nessa segunda temporada, pensei em começar logo com as tretas... mas se fizesse isso, não teria muito o que escrever. então, decidi escrever o antes primeiro e aos poucos soltando as tretas! sdjsdj vai ser interessante e vamos conhecer um lado da demi que até então ela não tinha relevado e tudo mais.
      você acertou em cheio! teremos tretas por causa de body say e a impressa não vai perdoar. spoiler? spoiler. hahaha
      postarei em breve <3

      Excluir
  5. Oh Jesus
    A cada capítulo essa fic me mata mais
    Tô preparando meu psicológico para os flashbacks, só vem
    Posta logooo
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se prepara pq está chegando, hein!
      adoro <3
      postarei assim que puder, bjsss.

      Excluir
  6. Jéss, vim aqui só te desejar feliz aniversário, muitos anos de vida e muitas, muitas realizações, amores, paz, saúde, criatividade, enfim... Tudo de bom, pq vc merece <3
    Bjoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ALGUÉM AQUI LEMBROU, MEU DEUS! sdjsdj
      obrigada anjo <3
      bjos

      Excluir