04/07/2018

Broken Frame: Capítulo 49 • Love is salvation




ALGUNS MESES DEPOIS
CHÁ DE LINGERIE DA IGGY
L.A, 04:00 P.M

          Demetria estava sentada no sofá do apartamento de Iggy, ela conversava com Selena e acariciava-lhe a barriguinha que já estava aparente no vestido. Falavam sobre trabalho e Demi lembrou-se com orgulho de sua mais recente turnê "Confident Tour" que acabara de se tornar sua turnê mais lucrativa e participativa já que todos os ingressos de todos os shows foram vendidos!

— Foi uma turnê realmente maravilhosa. Você se superou, sabia? Senti orgulho! — Ambas sorriram.
— Obrigada. — Demi agradeceu. — Eu só lamento não ter conseguido levar minha turnê para outros países, mas farei isso na próxima. Meus lovatics merecem! — Ela sorriu.
— Nem voltou e já quer nos abandonar outra vez? — Iggy jogou-se no sofá ao lado delas. Todo o apartamento estava decorado em tons de rosa e branco para o Chá de Lingerie dela! Começaria oficialmente em 20 minutos, mas a organizadora do casamento ainda andava de um lado para o outro verificando cada detalhe.
— É só daqui um tempo, não se preocupe.
— Mesmo assim, acho que você deve se aquietar um pouco. — Ela sabia sobre o probleminha que Demi havia descoberto um tempinho atrás, foi impossível esconder dela e desde então agia de forma protetora. — Curte um pouco essa folga, aproveita com sua família e suas amigas também!

— E tem também sua afilhada ou afilhado.
— Tudo bem, eu vou me aquietar. — Demi riu baixinho. — Vocês são boas para argumentar!

— Ainda não acredito que vamos ter que esperar nove meses para saber se é menino ou menina. — Iggy cruzou os braços e fez uma careta. — Você e Nick tinham que ser tão diferentes assim? — Ela brincou e Selena riu.
— A princípio ele queria saber, mas acabou concordando que deveria ser uma surpresa e assim vai ser.
— E como é que vamos comprar os presentes?
— Nós temos opção. — Demi consolou Amélia, elas riram juntas.
— Eu não vou muito em lojas infantis.

— Você e Garbo não pensam em ter filhos?
— Já estou muito feliz que ele me ame doida do jeito que sou! — Elas riram. — Eu amo crianças, realmente amo, mas não tenho certeza se ser mãe é algo para mim. Curto muito ser a tia que leva doces para comerem antes do almoço! — Ela sorriu.
— Então foi você? — Demi arqueou uma das sobrancelhas e Amélia se levantou dando de ombros.

— Amélia, suas convidadas chegaram.
— Salva pela organizadora! — Selena riu enquanto Iggy se afastava e Demi balançou a cabeça rindo.

          As convidadas foram chegando e logo havia pequenas pilhas de caixas de presente espalhadas pela grande sala do apartamento já que lá seria o local onde aconteceria algumas brincadeiras! Entre as convidadas estava Dianna e Sabrina que chegaram juntas, elas cumprimentaram Iggy e foram ao encontro de Demi. Ela estava na cozinha pegando algo para Selena comer quando recebeu um abraço da filha, Sabrina apertou Demi com força e ela respirou fundo.

— Filha, assim fica difícil respirar. — Ela afagou as costas da garota e sorriu aliviada quando os braços se afrouxaram em volta dela. Não podia culpar Sabrina, fazia pouquíssimo tempo que ela estava de volta e com a correria da prova do vestido para o casamento, não havia conseguido dar atenção direito para os filhos!
— Eu estou com saudade. — Demi beijou-lhe a testa e sorriu.
— Também estou com saudade. — O abraço foi partido e ela colocou uma mecha do cabelo da filha atrás da orelha. — Você está linda!
— Obrigada. A senhora também está! — Sabrina sorriu. — Sabe onde posso deixar os presentes?
— Ali na sala, querida.  —Demi indicou. A garota assentiu e caminhou até lá, ela estava uma mulher feita! — Crescem tão rápido. — Ela disse mais para si mesma, mas Dianna ouviu e sorriu.

— Com o tempo você se acostuma. —Demetria sorriu e cumprimentou a mãe. —Tudo bem, filha?
— Eu estou ótima! E a senhora?
— Estou bem. — Dianna sorriu. — Ainda estava em casa quando Joseph passou para deixar as crianças, ele parecia radiante e as crianças não souberam dizer o motivo.
— Vou te explicar, mas primeiro preciso levar esses salgadinhos para Selena.
— Oh, vamos até lá! Quero ver como ela está. — Dianna enlaçou seu braço ao da filha e as duas caminharam de volta para a sala.

         Selena continuava sentada no mesmo lugar e ao redor dela algumas conhecidas de Iggy que olhavam e tocavam sua barriga com admiração. Não paravam de dizer o quão linda ela estava! Demi lhe entregou o pratinho com salgadinhos, conseguiu um lugarzinho para Dianna ao lado dela e sorriu observando sua mãe conversar com ela.

— Tia Iggy disse que vamos ter uma brincadeira. — Sabrina disse ao aproximar-se de Demi e lhe entregar um pedaço de papel juntamente com uma caneta.
— Uma brincadeira? — Ela franziu o cenho e encarrou o papel em branco.
— Sim, a organizadora vai explicar. — Sabrina sorriu.
— Vai ser bom para dar uma animada aqui!
— Também acho. — A garota concordou.

— Como foram as gravações hoje mais cedo?
— Ótimas! Trabalhamos em três músicas e estou muito animada, até o fim do ano teremos o álbum pronto.
— Estou muito orgulhosa de você.
— Obrigada, mamãe. — Ambas sorriam. — Ah e estava quase me esquecendo... como foi a prova do vestido hoje?

— Nos divertimos muito! — Quem respondeu foi Iggy, ela tinha duas taças de suco em mãos e entregou uma para cada uma.
— Está escutando as conversas alheias?
— A organizadora está quase surtando e já estou ficando entediada com ela, não pode me julgar. — Iggy disse dramaticamente e levou uma das mãos ao peito.
— Eu quero saber de tudo. — Sabrina riu baixinho.
— Fecharam a loja exclusivamente para nós duas e fizemos uma verdadeira bagunça! Até sua mãe provou vestidos de casamento. — Sabrina olhou de Iggy para Demi com uma das sobrancelhas arqueadas.
— Eu admito que provei sim. E quem resistiria? São vestidos lindos!

          A loja havia sido fechada especialmente para Iggy e Demetria, a dona fez questão que as duas tivessem privacidade para explorar a loja e provar qualquer um dos vestidos sem que fossem incomodadas por outras pessoas. Ao lado de fora os paparazzis se aglomeravam e tentavam fotografar as duas lá dentro! Felizmente as cortinas foram fechadas e só essa possível ouvir o burburinho deles ao lado de foto.

— Está pronta? — Amélia perguntou de dentro do provador e Demi riu.
— Iggy, não temos o dia inteiro! Esqueceu? — Iggy saiu de dentro do provador e Demi abriu a boca surpresa. O vestido era branco, tinha mangas longas de renda e ia até a altura dos joelhos! Ela havia dito mesmo que não era longo, mas ainda sim o modelo era maravilhoso e destacava perfeitamente as curvas do corpo dela.
— O que achou, Demi?
— Você é a noiva mais linda que já vi. — Demetria disse com os olhos repletos de lágrimas e um belo sorriso nos lábios.
— Também não é para tanto. — Iggy brincou e deu uma voltinha.

— Falo sério. Estou muito feliz por você!
— Se continuar falando assim, vou chorar também. — Ela riu baixo e abraçou Demi apertado. — Obrigada por estar aqui comigo. — Iggy partiu o abraço e sorriu.
— Agora é a sua vez! As madrinhas vão usar vestidos na mesma cor e no mesmo tamanho, mas o modelo você pode escolher. — Iggy apontou para alguns modelos que estavam pendurados no provador. — Tomei a liberdade de separar alguns que combinam perfeitamente com você! Mas se não gostar, podemos escolher outros. O.k.?
— Sei que vou gostar deles. — Demi sorriu e adentrou no provador.

          Foram cinco modelos e Demetria gostou de todos eles! Demorou, mas ela escolheu o modelo de alças e Iggy aplaudiu satisfeita pela escolha da amiga.

— Os vestidos são lindos! — Demi comentou sentando-se ao lado de Amélia no sofá da loja, elas ainda usavam os vestidos e desfrutavam de um coquetel de frutas. — Como conseguiu escolher?
— Acredite se quiser, minha mãe me ajudou. — Demi não conseguiu esconder a expressão de surpresa. — Ela veio, tivemos uma conversa e resolvemos deixar o passado no passado. — Elas tinham uma relação difícil e Demi entendia perfeitamente, nenhuma família é de fato perfeita! — Ela disse que está feliz por mim e que com certeza me levará até o altar.
— Isso é muito bom. — Ambas sorriram.

— Esse casamento está sendo um divisor de águas na minha vida. — Iggy disse pensativa. — Antes eu achei que minha vida não pudesse mudar radicalmente, na verdade não estava aberta para mudanças, mas tudo mudou quando conheci o Greg. Como é possível alguém mudar nossa vida tão radicalmente?
— Nascemos seres incompletos, todos nós. Passamos a vida em busca de algo que nos preencha e cada um encontra exatamente aquilo que precisa. Acho que tudo muda no exato momento em que somos "preenchidas" até então não sabíamos como é ter essa sensação e é algo tão maravilhoso, algo... extraordinário! — Demi sorriu. — Transforma completamente nossa vida, muda nossa perspectiva e começamos a acreditar de fato em coisas grandiosas.

— Uau! — Iggy riu. — Acho que ninguém nunca me disse algo tão bonito.
— Não exagera. — Demi deu um tapinha no joelho dela e riu.
— Não estou exagerando! Você parece estar flutuando. O que está rolando?
— Hoje eu e Joseph trocamos nossos "vídeo diários." Eu mencionei com você, lembra-se?
— Sim, Kevin propôs isso. — Amélia lembrou-se e bebericou sua bebida. — E como é que foi?
— Não terminei de ver todos, mas vi o suficiente para perceber que ele me ama e não é pouco. — Demi colocou a taça de lado e riu. — O modo como ele falava sobre sentir minha falta, como estava apreensivo para me ver e que queria concertar as coisas... eu chorei muito! Os dias que passamos juntos durante a turnê foram maravilhosos e me fez perceber que não devo descuidar do meu casamento. Cada um de nós tem o dever de cuidar e zelar por essa relação, não devemos esperar que o outro faça nossa parte e achar que tudo está bem. Tudo funciona bem quando existe dialogo e foi algo que colocamos muito em prática, tanto que me lembro de passarmos horas no telefone! Cada um tem seu momento, claro, mas... foi tão bom falar com ele, antes não conseguia e agora nós falamos sobre tudo. — Demi riu. — Eu sinto que mudamos e mudamos para melhor! Quero muito terminar o restante dos vídeos, ele comentou quando entregou a câmera que daria boas risadas e estou ansiosa por essa parte.
— Eu fico muito feliz por vocês! E também já estava mais do que na hora das coisas entrarem nos trilhos, não é mesmo? Confesso que temia uma separação entre vocês.
— Já aconteceram coisas o suficiente conosco, não vamos vacilar outra vez. — Demi piscou e Iggy bateu palmas de forma bastante audível!

— Quero que você faça um discurso no meu casamento.
— Está falando sério?
— E eu brincaria com algo assim? Tenho quase certeza que Joseph vai discursar. — Iggy riu. — Acha mesmo que vou perder a chance de ter um casalzão da porra discursando no meu casamento? — Demi teve uma verdadeira crise de risos. — Espero que cada riso seu seja um "sim", querida.
— Sim, sim... é sim! — Demetria secou algumas lágrimas que escorreram por sua bochecha por causa das risadas.
— Eu vou cobrar, hein. — Iggy deu um tapinha na perna de Demi e levantou-se ajeitando o vestido.
— Você não vai precisar, Iggy. Será uma honra! — Demi também se levantou.

— É melhor chamarmos alguém para colocar os alfinetes no seu vestido.
— Sim é melhor mesmo. — Ela disse com o olhar fixo em um canto da loja e Amélia seguiu o olhar dela.
— Viu algo?
— Esses vestidos de casamento são tão lindos que da até vontade de casar outra vez. — Demi riu.

— Vá em frente, experimente um! — Iggy lhe deu um tapinha.
— Precisamos por alfinetes nesse primeiro.
— Chega de desculpinhas e vá logo provar o vestido! — Demi riu. — Eu vou chamar uma das atendentes, mas nem pense em não me mostrar como o vestido vai ficar em você.
— Prometo te chamar assim que vesti-lo. — Ela lhe deu uma piscadinha e correu para pegar o vestido.

— Veja só como ela ficou. — Iggy disse mostrando para Sabrina uma fato que havia tirado de Demi em seu celular.
— Ficou perfeito! — Sabrina sorriu para Demi e pegou o celular. — Eu quero essa foto. Me manda por whats app?
— Claro, anjo. — Amélia sorriu e logo enviou a foto.

— Não estou gostando nada dessa história! Nem pense em postar minha foto, mocinha.
— Não vou postar. — Ela revirou os olhos. — Não posso querer uma foto bonita da minha mãe no meu celular? — A garota arqueou uma das sobrancelhas e Demi riu assentindo.

— UM MINUTINHO DA ATENÇÃO DE VOCÊS! — A organizadora disse em alto e bom som para que todas ouvissem. — Está na hora de começarmos as brincadeiras. — Ouve um burburinho animado por parte das convidadas. — Todas tem papel e caneta em mãos? Vou explicar como vai funcionar.

CHÁ DE CUECA DO GARBO, 05:30 A.M

          A cobertura de Joseph estava repleta de homens, caixas de presente e bebida. O lugar só não estava bagunçado por causa do organizador que corria de um lado para o outro com sua equipe para manter tudo no devido lugar! Os convidados estavam espalhados, comendo bebendo e jogando vídeo game já que uma despedida de solteiro com dançarinas exóticas ficou fora de cogitação. Joe estava na varanda, o sol já estava indo embora e aquela era uma vista boa demais para se perder.

— O que está fazendo aqui sozinho? — Greg perguntou ao parar do lado dele.
— Apreciando. — Ele indicou o por do sol com a garrafa de cerveja que tinha em mãos e deu um gole. — E você, está se divertindo?
— Sim, muito! Obrigado por liberar sua cobertura pros rapazes, eu realmente não saberia onde enfiar tanta gente. — Eles riram.

— Relaxa! — Joe deu um tapinha no ombro dele. — É meu dever como padrinho te ajudar. Ainda mais agora que falta pouquíssimos dias para o seu casamento, imagino como deve estar ansioso.
— Já faz uns dois dias que não consigo dormir direito. — Greg comentou rindo baixo. — Eu só... não acredito que isso esteja acontecendo! — Foi a vez de Joe rir.
— Você achava que não merecia o amor, Greg.
— As pessoas achavam que não. — Ele riu e Joe acreditou que a risada era sincera. Garbo não teve sorte em seus relacionamentos anteriores, ele foi traído diversas vezes e depois disso acabou se envolvendo com uma mulher casada! Só Deus sabia o quanto Joe precisou insistir para que ele acabasse com tudo, antes que o marido acabasse descobrindo e viesse atrás dele.
— Você trilhou um caminho torto até encontrar alguém que endireitou tudo. — Joe riu ao lembrar-se de como Greg conheceu Amélia.

— Cara, ela me pegou de jeito!
— Eu e Demi vimos, vocês dois quase derrubaram um quiosque na praia. — Gargo riu e lhe deu uma cotovelada de leve.
— Não é disso que estou falando. — Ele sorriu. — Quis dizer que ela ganhou meu coração logo que nos conhecemos, foi algo que me assustou um pouco e até tentei evita-la no dia seguinte. Só que quando estávamos indo embora, eu senti uma inquietação dentro de mim e nem sei de onde tirei coragem, mas pedi o telefone dela. "Você vai mesmo me ligar?" Ela perguntou desconfiada. "Eu prometo que vou ligar. " Respondi. Só assim ela me deu o telefone dela! Não fui um cara muito fácil de lidar e mesmo assim ela me deu uma chance, acho que é um dos motivos pelos quais amo muito ela.

— Ama seu melhor lado e te ajuda a corrigir o pior.
— Exatamente! Cara, você sempre tem tudo isso na ponta da língua ou hoje é um dia especial?
— Acho que descobri um novo lado da minha esposa.
— Como assim?
— Lembra que estávamos tendo problemas e que Kevin nos propôs um desafio? — Garbo assentiu. — Nós chegamos ao fim e hoje trocamos nossos vídeos. — Joe deu um gole na cerveja e sorriu. — Ela se reinventa em tudo que faz! Sabe como foi difícil pra mim pensar em algo diferente para fazermos durante os encontros que tivemos? Demi simplesmente dizia "Estou planejando o encontro de hoje desse jeito e sei que ele vai gostar!" Nós nos divertimos juntos, com e sem as crianças de um jeito que não fazíamos antes, estávamos tão preocupados em lidar com tudo sozinhos e felizmente isso mudou. Estou orgulhoso dela, de mim... orgulhoso de nós! — Garbo sorriu e Joe olhou para ele. — Você pode achar que já viveu a maior aventura da sua vida, mas acredite em mim... ela ainda nem começou! Vai começar em algumas semanas em Vegas e pode ter certeza de que vai ser incrível.

— Ei, vocês dois! — Nicholas chamou apoiado no batente da porta, ele estava com as bochechas coradas e Joe imaginou que ele tinha bebido o suficiente para estar um pouco alterado. — A batalha de Karaokê já vai começar e o noivo deve escolher o castigo do time perdedor.
— Mesmo que o time perdedor seja o meu?
— Você entendeu muito bem, Garbo. — Nick riu. — Vamos! — Ele desapareceu em meio aos convidados que estavam aglomerados perto da churrasqueira.
— Não se preocupe, estou no seu time e posso garantir que sou bom em Karaokê.

CALIFORNIA, 09:45 P.M

          Joseph estacionou o carro na garagem e sentiu seu coração bater um pouco mais acelerado ao ver que o carro de Demetria já estava estacionado na garagem. Ele desceu do carro, ajeitou o boné na cabeça, travou o veículo e caminhou até os degraus que davam acesso a entrada da casa. Ao ouvir passos atrás dele, Joe parou e rapidamente virou-se para trás para ver quem era, Bradley sorriu e levantou as mãos em rendição.

— Sou eu, Sr. Carpenter. — Ele aproximou-se e os dois trocaram um aperto de mãos.
— Olá rapaz, tudo bem? — Perguntou enquanto subiam juntos.
— Estou bem e o senhor?
— Acredito que um pouco encrencado.

— Aconteceu alguma coisa? — Bradley perguntou preocupado e Joe riu baixo.
— Digamos que... — Ele retirou o boné e mostrou parte do seu cabelo descolorido!
— MEU DEUS! — O garoto exclamou alto sem conseguir conter a risada que veio logo depois. — Me desculpe, mas... — Bradley riu mais um pouco e Joe colocou o boné de volta quando estavam próximos a porta de entrada. — Ficou engraçado.
— Por enquanto é o nosso segredinho.
— Entendi e posso garantir que não contarei nada para Sabrina.

— Falando nisso veio vê-la, certo?
— Na verdade vim busca-la para passar o final de semana na casa dos meus avós.
— Ah sim, ela comentou comigo e veja só... me esqueci completamente que era hoje. — Joe riu e abriu a porta.
— Deve ser efeito colateral dessa coisa na sua cabeça. — Bradley disse baixinho enquanto adentravam na casa e Joe riu.

          As coisas de Sabrina estavam ao pé da escada, era possível ouvir as vozes vindo do andar de cima e ela parecia estar tendo uma conversa engraçada com Demi. Joseph pendurou sua jaqueta, retirou os sapatos e caminhou até a cozinha para guardar as chaves. Quando voltou, Sabrina estava descendo as escadas e Demi logo apareceu atrás dela, assim que seus olhares se encontraram foi impossível conter o sorriso.

— Oi, papai! — Ele quebrou o contato visual para olhar Sabrina e riu assim que ela o abraçou forte.
— Podia jurar que fosse dizer: "Tchau, papai." — Os dois riram.
— Também não é assim. — Ela disse ainda abraçada com ele.
— Se divertiu muito hoje? — Joe percebeu o olhar curioso de Demi sobre si e ouviu a risada baixa de Bradley.
— Sim e você? Aposto que as mulheres souberam aproveitar mais que os homens.
— Eu não tenho tanta certeza, mas mamãe vai adorar te contar todos os detalhes! — Sabrina sorriu.

— Quando vocês voltam?
— Voltamos na segunda bem cedinho. — Bradley respondeu prontamente.
— Cuide bem da nossa menininha. — Demi sorriu despedindo-se do rapaz.
— Mamãe!
— Ligue quando chegar lá. — Joe beijou o topo da cabeça da filha e ela sorriu.
— Pode deixar, ligo sim. — Eles se despediram e depois Sabrina despediu-se de Demi com mais um de seus abraços de urso!
— Cuidado na estrada. — Demetria alertou os dois.
— Pode ficar tranquila, meus pais estão esperando por nós lá fora. — Bradley disse pegando as coisas de Sabrina e saindo.
— Boa noite. Amo vocês! — Ela sorriu e acenou para os dois antes de sair.
— Nós também te amamos! — Os dois responderam em uníssono e observaram o jovem casal sair juntos da casa.

          Joseph fechou a porta e virou-se para Demi que havia acabado de se sentar num dos sofás esticando suas pernas. Joe aproximou-se sentou-se aos pés do sofá e olhou para ela por alguns instantes. Os dois ficaram em silêncio até Demi soltar um suspiro e rir sem conseguir conter sua alegria!

— O que foi? — Joe perguntou sorrindo.
— Se eu soubesse que se tornaria um cozinheiro tão bom, teria deixado você se meter na minha cozinha faz tempo! — Ela havia terminado de ver os vídeos de Joseph e se divertiu vendo o empenho dele em preparar um de seus pratos favoritos.
— Fiquei tão bom assim?
— Um verdadeiro chef. — Demi riu. — Você falando sobre a receita e registrando cada etapa no vídeo diário, foi muito engraçado! Ainda mais quando Buddy roubou suas tirinhas de bacon.
— É o tipo de coisa que acontece nas melhores famílias. — Ele respondeu sorrindo e deu um tapinha no joelho dele.

— Não vai dizer nada sobre mim? — Demi perguntou colocando uma mecha de cabelo atrás da orelha e olhando para ele um pouco apreensiva.
— Sobre você? Eu estou sem palavras para descrever você, amor. — Ela riu. — É sério! Você tinha tanto para fazer na sua turnê, mas escolheu exatamente o que iriamos fazer de maneira tão confiante. Eu estou muito ansioso pela nossa próxima aventura, o que vamos fazer? Saltar de paraquedas? Surfar no Havaí? Topo qualquer parada!
— Você gostou mesmo? — Ela aproximou-se o suficiente para tocar o rosto dele e Joe sorriu.
—Eu amei! Você sempre me surpreende de um jeito maravilhoso e esse é um dos motivos pelos quais eu te amo. —Joe retribuiu o carinho igualmente no rosto dela. —Acho que se não fosse por você, não teria tido coragem de me arriscar e não teria conquistado metade das coisas que tenho hoje.

— Não acha que está me dando muito crédito? — Ela riu baixinho.
— Não, eu não acho. É como dizem: "Por trás de todo homem existe uma grande mulher." Demetria você não faz ideia de como sou feliz por você ser minha grande mulher! — Demi soltou mais uma risada baixa, mas essa veio acompanhada de lágrimas. Ela abraçou Joseph forte e apertado, exatamente como quando ela voltou para casa depois da turnê! Foi um abraço demorado, repleto lágrimas e muito carinho.
— Eu acho que faço ideia sim. — Demi disse partindo o abraço e segurando uma das mãos de Joseph. —Você me fez muito feliz nesses últimos meses e não imagina como sou grata por ter me apoiado tanto. Sinto que é um novo começo e estar aqui agora com você só me faz ter certeza de que ainda temos muitos para viver juntos! Obrigada por tudo. — E agora quem tinha lágrimas nos olhos era ele, mas ainda sim Joseph sorriu e inclinou-se para beija-la.

--

era pra mim ter postado antes, mas aqui está... se eu contar que o próximo já é o último vocês acreditam? GENTE EU TÔ SURTADA! 
até o próximo capítulo
beijos

5 comentários:

  1. OMG que capítulo lindo, que clima maravilhoso, Joe casa com a Demi denovo vocês merecem

    ResponderExcluir
  2. Como assim o próximo já é o último? NÃO NÃO NÃO
    EU NÃO ACEITO DEIXA ESSA FANFIC
    Mano do céu eu não sei nem o que dizer nem vou pedir pra posta logo pq eu tô deitada no chão em posição fatal

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Esse capítulo foi tao gostoso. Quero saber a reação da Demi quando ver que o Joe descoloriu o cabelo

    ResponderExcluir
  5. Oi eu acompanho a fic tem uns 2 anos acho só nunca comentei e é uma pena q ta no fim. Só queria saber se vc nao teria interesse de continuar a fic na narração da sabrina contando a vida dela e tals

    ResponderExcluir