Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

18/12/2014

Capítulo 2

hey dilmer shipper, vcs não podem deixar de acompanhar a fic da dani 

image

Dia Seguinte
Casa da Demi, 09h00 da manhã

          Joseph parou em frente a casa de Demi e desligou o carro. Ele espremeu os lábios, observou a casa e em seguida desceu. Por algum motivo suas pernas tremiam, talvez ele estivesse nervoso... ele definitivamente estava nervoso! Ele sabia que a reação de ambos, Demi e Ariel, não seriam das mais animadoras. Subindo os degraus da varanda ele sentiu o cheiro familiar de bolo de canela e ele sorriu, era uma lembrança boa... mas havia ficado no passado. Joe encarrou a campainha e de imediato a porta se abriu, ele assustou-se! Kelly encarou o encarrou, também estava assustada. — O senhor deseja algo? — Ela não o conhecia.
— Oh sim, gostaria de falar com Demi.
— Só um momentinho, eu já volto. — Ela voltou para dentro apressada, desde que começara a trabalhar ali... aquele era o primeiro homem que chegava procurando por Demi! 

          Kelly subiu as escadas e foi até o quarto artístico da patroa. Ela pintava ao som de algum clássico, mas parou quando viu a mulher parada na porta. — Senhora, desculpe-me por interrompe-la.
— Tudo bem, aconteceu alguma coisa?
— Tem um homem lá em baixo e deseja falar com a senhora. — Demi franziu o cenho. — Me assustei e acabei nem perguntando o nome dele.
— Nossa, ele é tão feio assim? — Elas riram e Kelly corou.
— Não, mas... o que eu digo?
— Eu vou recebe-lo e você, por favor ligue para minha mãe e pergunte se eles chegaram bem. — Dianna e Eddie haviam passado para buscar o neto, eles iriam ao parque de diversões que estava na cidade.
— Como quiser. — Kelly assentiu e saiu.

          Demi largou os pinceis de lado juntamente com as tintas e saiu. Descendo as escadas ela viu o homem de costas, franziu o cenho, mas preferiu encarra-lo de frente antes de julgar quem era. Quando ele se virou, Demi quase caiu para trás! Ela levou umas das mãos na cabeça e de alguns passos para trás confusa, aquilo só podia ser um sonho... um sonho ruim! Joe tentou toca-la, mas ela recuou. — NÃO! — Gritou e em seguida respirou fundo tentando se controlar. — O que está fazendo aqui?!
— Eu preciso da sua ajuda, Demi. — Ela riu e balançou a cabeça.
— Minha ajuda? E você acha que tem o direito de receber minha ajuda?!
— Direito eu não tenho, mas você é a única que pode.
— VAI EMBORA, EU NÃO QUERO OUVI-LO!
— Por favor, Demi. — Joe suplicou, ele não estava brincando quando disse que apelaria.
— Vai ficar de joelhos, é? — Disse ironicamente e ele o fez, ficou de joelhos! Demi bufou irritada, tinha vontade de estrangula-lo! — Levante-se dai, isso é ridículo!
— Vai me ajudar? — Joe perguntou ainda ajoelhado.
— Entre. — Demi cedeu espaço para que ele entrasse, suas mãos estavam tremendo de nervoso.
— Obrigado. — Ele murmurou. — Desculpe-me por aparecer sem avisar. — Demi começou a caminhar em direção a cozinha e ele a seguiu. Novamente o cheiro de canela invadiu suas narinas, mas ele se proibiu de relembrar bons momentos! Precisava pensar por onde começaria, pois não queria deixa-la ainda mais estressada.

— Sente-se. — Disse encostada no balcão encarando os próprios pés. Joe obedeceu e esperou que ela dissesse mais alguma coisa. — O que você aprontou, hein? — Demi o encarrou. — Deixe-me adivinhar sua editora esta falindo?
— Eu não vim lhe pedir dinheiro, se é isso o que esta pensando. — Ela balançou a cabeça e forçou uma risada. — Meu pai esta disposto em me ajudar, mas... ele pensa que ainda estamos casados.
— Espere um pouco, você não contou para ele?
— Não e muito menos você. — Demi mordeu os lábios, era verdade.
— Ele ainda acredita que estamos juntos e é por isso que eu vim... — Ela o interrompeu.
— Minha resposta é não! Eu não vou bancar a esposa feliz e ainda colocar meu filho no meio disso, não depois de tudo o que você fez.
— Demi, eu estou lhe implorando!
— Pode me implorar o quanto quiser, minha responta ainda será não!
— Não faça isso por mim, faça por meu pai.
— Como alguém pode ser tão sínico assim? Você vem aqui, implora para que eu salve sua pele e ainda tem a audácia de dizer pra mim fazer isso por Elton?
— O sonho dele é conhecer o Ariel. — Ela congelou e não teve argumento para rebater Joseph. Demi sabia muito bem que era verdade, Elton lhe dissera isso uma vez. — Já passei muito tempo longe dele e não quero lhe dar este desgosto. Minha mãe me fez prometer que nunca mais lhe daria qualquer tipo de trabalho, você se lembra? — Demi assentiu e o viu suspirar. Para Joseph era difícil falar da mãe, ela morrera de uma grave doença, quando ele e Demi ainda namoravam. Depois disso ele mudou, parou com a bebedeira e as drogas— Sei que não cumpri a promessa como deveria e nem estou cumprindo pedindo que você entre nessa comigo... mas não vejo outra saída! 

— Eu não sei, Joseph. — Ela disse após alguns segundos pensativa. 
— Demi, eu realmente preciso.
— Eu sei, mas eu precisei de você... seu filho precisou, implorei e adivinha? Você não me ajudou e não pense que estou falando de dinheiro! Vocês se viam e de repente... você não quis mais, sabe o que você causou com tudo isso? DOR! Nosso filho passa por uma psicologa toda semana, somos amigas e ela me deixa ciente de tudo o que se passa com ele. Joe, ele se sente abandonado e vazio! Vazio de um pai que nunca deu amor pra ele, atenção... UM PAI QUE NUNCA ESTEVE PRESENTE NUMA HOMENAGEM NO COLÉGIO! Eu sou a única mãe no meio de um monte de pais orgulhosos de seus filhos. Ele já passou por três escolas, pois as crianças zombavam dele por não ter um pai! Não esta fácil pra você, nem pra mim e muito menos para ele.
— Sinto muito.
— Isso não vai apagar nada!

— O que quer que eu faça?
— Se eu aceitar ajudar você, você também precisa me ajudar. Quero que você seja um pai pro seu filho! Não me interessa como vai fazer isso, mas você vai. Sei que ele te ama, apesar se todas as mancadas... posso ver isso nos olhos dele! E você vai ama-lo, está me entendendo? — Demi chorava de soluçar! — Mesmo que ele mereça alguém melhor do que você... Você é o único que pode reverter isso, o.k?! — Joe levantou-se e se aproximou dela com cuidado, Demi não aceitou seu abraço, mas não pode impedi-lo de segurar sua mão. 
— Eu aceito sua condição e prometo me esforçar. — Demi uniu forças para encarra-lo e pode ver a verdade estampada em seus olhos! Mas também havia medo. 
— Preciso de uns dias para pensar, o.k?
— Demi, eu viajei mais de oito horas e preciso de uma resposta agora.
— Então, dei-me uns minutos. Preciso falar com uma pessoa. — Ela murmurou e saiu deixando-o na cozinha. Kelly estava no pé da escada ouvindo tudo e assustou-se quando Demi tocou seu ombro. 

— Fez a ligação que eu pedi?
— Fiz sim, senhora. Eles chegaram bem e Ariel já estava até brincando em um dos brinquedos, mas insistiu em falar... disse para a senhora ir se divertir também.
— Acho que farei isso. — Demi sussurrou baixinho para si mesma. — Obrigado Kelly, pode voltar ao serviço. — Demi seguiu para o quarto e telefonou para Taylor. Ela desabou novamente ao telefone e Tay ficou super preocupada! 

— Eu não sei o motivo de ter dito aquilo pra ele, acho que estou chateada pelos encontros mal sucedidos .
— Demi, você deu o choque de realidade que ele precisava, o.k? Fique tranquila consigo mesma. Agora, responda-me: você vai ajuda-lo?
— Precisava pensar com cuidado, mas o desgraçado quer minha resposta agora! Eu não vejo saída, sabe? Se não fazer isso vou me arrepender por estragar o sonho de um avô. Por outro lado, se eu fizer pode ser uma oportunidade de Ariel conhecer o avô e ter uma chance de perdoar o pai, o que colocaria um fim em muitos problemas.
— Você está certa, mas prepare-se pros dois lados. Quero que esteja preparada para aguentar tudo o que vier, pois não vai ser fácil curar uma ferida de anos que esta naquele coraçãozinho... isso se você aceitar, claro.
— Obrigado Taylor, não sei o que faria sem você.
— Não precisa me agradecer, Demi. — Taylor sorriu. — Amigas são para essas coisas. — Demi despediu-se, desligou o telefone e desceu. Joe estava sentado comendo ferozmente um pedaço do bolo de canela que Kelly lhe servira. 

— Eu aceito ajudar você, desde que o senhor cumpra com suas obrigações! — Ele respondeu um obrigado de boca cheia, pois estava morrendo de fome. 
— Partimos em dois dias, papai quer que comemoremos o natal juntos. — O que diria para sua mãe? — pensou Demi. — Tudo bem pra você?
— Sim, eu vou me programar. — Ela o observou comer, os mínimos detalhes e acabou viajando no tempo por um breve momento, tanto que nem percebeu Joe lhe perguntar sobre Ariel.

— Demetria? 
— O que disse? — Ela balançou a cabeça. 
— Eu perguntei como o garoto está?
— Bem. — Demi assentiu. — Ele acabou de me ligar pedindo que eu vá me divertir com ele no parque. — Joe aceitou isso como um "você precisa ir embora". 
— Oh, entendi. — Ele se levantou e bateu as mãos sobre seu casaco para eliminar os farelos de bolo, Demi não deixou de notar que ele não usava nenhuma aliança em seu dedo. — Sendo assim eu vou indo embora, não quero atrapalha-la. Ela apenas assentiu. — Quer uma carona? — Demi arregalou levemente os olhos. — Eu vi o tal parque quando estava vindo, posso te deixar lá.
— Tá bom, eu vou me vestir. — Ela murmurou e subiu novamente. Onde ela estava com a cabeça? Mas se bem que seria bom, tendo de fingir ser sua esposa, ela não poderia ficar tão tensa perto dele. Teria de ser espontânea e carinhosa! Ela balançou a cabeça e se enfiou no closet a procura de algo para vestir.

          Estava frio, ela se abraçou e logo agarrou seu casaco preto, em seguida sua blusa de mangas roxa, seu jeans e suas botas. Em menos de 15 minutos ela estava pronta, por fim apenas soltou os cabelos e deu uma ultima conferida em frente ao espelho. Ao sair do quarto despediu-se de Kelly e desceu, Joe estava lhe esperando na porta. Quando ela se aproximou, ele pensou em dizer algo, mas preferiu ficar quieto. — Podemos? — Ela perguntou.
— Sim. — Eles saíram, atravessaram a rua lado a lado e quando chegaram ao carro, Joe destravou o automóvel e eles entraram. O silencio se instalou ali até Joe arrancar com o carro e Demi agarrou o sinto. — Calma, eu não vou nos matar. — Riu. — Como você está?
— Como você acha que eu estou? Joseph, por favor pare! Não tem chance termos uma conversa normal, não agora.
— Só estava tentando ser gentil, não estou bem com essa situação.
— Você escolheu essa situação, o.k? Agora, aguente!
— Não fiz por querer. — Sussurrou para si mesmo, nas Demi ouviu. 
— O que disse?
— Nada, talvez quando tivermos uma conversa normal eu falo. — Demi abriu a boca para rebater, mas ele ligou o radio no mesmo momento e a voz de Kanye West ecoou pelo carro na canção Bound 2. 


Close your eyes and let the word paint a thousand pictures
One good girl is worth a thousand bitches


— Você é patético. — Demi resmungou e revirou os olhos voltando sua atenção para as estradas. Cerca de 20 minutos depois ele parou o carro na entrada do parque e logo Demi já foi descendo do carro. 
— Não ganho se quer um "obrigado"?
— Você se ofereceu, eu não pedi. Mas de qualquer forma, obrigado marido— Sorriu de forma forçada e desceu batendo a porta. Ela respirou fundo e se sentiu melhor em estar longe dele, Joe lhe causava um turbilhão de emoções/sentimentos e ela se sentia tragicamente confusa. Seus pensamentos foram interrompidos por Ariel que agarrou sua perna rindo e saltitando.

— Você veio, você veio! — Disse animadamente.
— Sim, eu vim! — Demi sorriu largamente e pegou o filho no colo. Ariel passou os braços em torno de seu pescoço e apoiou a cabeça em seu ombro. 
— É por isso que eu te amo. — Ele sussurrou em seu ouvido. 
— Eu também te amo, filho. — Demi deu alguns passos, mas o garoto protestou. 
— Espera, mamãe!
— O que foi?
— Quem é aquele homem olhando pra gente? — Demi rapidamente se virou, mas ele já havia partido. 
— Não era ninguém, pequeno... ninguém.


--

completamente sem tempo, mas consegui deixar o capítulo grande! :)

 

mil desculpas pela demora, os preparativos pra natal aqui em casa está uma loucura só... mas, eu estou eufórica com esse capítulo, foi emocionante... teve treta e o ariel viu ele, mas não reconheceu! estou tipo: AHHHHH! respostas aqui | aqui  estou mto feliz pelos comentários, vcs são uns amores AMO MTO VCS. espero que tenham gostado, bjos' 

23 comentários:

  1. EU SOU A PRIMEIRAAAA, DANÇINHA KKKKK,amei o capitulo se eu fosse Demi não aceitava e deixava o Joe se ferra,mas pro outro lado tem o avo do Ariel que ta doido para conhecer ele. Então eu só posso dizer:VAI SER MUITO FODAA o terceiro capitulo.Posta Logoooo flor love you *---*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se ela deixasse o joe se ferrar não teria continuação a fic kkkk
      o coitado do elton merece conhecer essa fofura que é o ariel!
      bota foda nisso, mulher... #postei'

      Excluir
  2. WARIIORRRRRRR
    MEU DEUUSSSS,I GONNA KILL YOU
    COMO ASSIM??? QUE PORRA EH ESSA???
    MEU DEUS
    MELHOR CAPITULO EVEEERRRRR
    TRETA TRETA TRETA,JUBSSSS OLHA AIII
    CASOS DE FAMILIA
    NESSE EPISODIO TEMOS UM IDIOTA QUE ABANDONOU O FILHO E A MULHER E AGR PRECISA DA AJUDA DELES PARA GANHAR MONEY DO PAPAI E COMO ACABARA ESSA HISTORIA? SO VEREMOS NO PROXIMO CAPITULO QUE SE VC TIVER AMOR A VIDA SAIRA LOGO
    BEM DPS DESSE MEU PEQUENO SURTO
    EU ME DESPEÇO COM UM
    BEIJO
    TE AMOOOOOO
    POSTE LOGO <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. le dancinha com um braço só, pq o outro ainda dói... céus!
      vai ter mais treta, vc ainda não viu nada O/
      eu gosto mais de caso encerrado, acho que é esse o nome..
      dou tanta risada, isso quando eu assisto pq ultimamente nem pra isso eu tenho tempo :(
      tbm te amo <3
      postado'

      Excluir
  3. Que capítulo maravilhoso, bicha a senhora é destruidora mesmo ein...
    Ariel, tão lindo... carinhoso.
    Tomara que ele se de bem com o Joe, se eles se derem bem já é um caminho pra Demi e o Joe voltarem o mimimi ne?
    Adorei o cap, n demore a postar pfvr bjs je

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. thank you
      gente, eu amo esse menino...
      só posso dizer que vai ter altos e baixos, segredos, revelações e coisas impactantes... chego de arrepiar, socorro!
      postado e já estou editando o 4 para postar O/

      Excluir
  4. Oê moça Jéssie =) Primeiramente obrigada por aceitar a parceria, voltei por blog recentemente e estou bem perdidinha HAUAHUA =p
    Mas, falando sobre o capítulo, tenho somente elogios. Ainda não consegui gostar do Joseph, esse homem merece sofrer muito mesmo! E as tretas da vida amo/sou, adoro uma treta, vivo uma treta, sou sempre a primeira a puxar o "briga, briga" ou a colocar fogo na fogueira com um " se fosse eu não deixava!" quando tem alguém brigando na escola HAUHAUA' estou amando muito, poste rápido! E, ah, um feliz natal =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. de nada, amor... EU AMEI SEU BLOG!
      com o tempo você vai se sentir em casa, vc vai ver :)
      acho que quase ninguém aqui gosta dele, mas isso vai mudar aos poucos... ele vai ser bonzinho. tbm sou assim, socorro! vai ter muita treta aqui kkkk vc vai amar, tenho certeza. obg, pra vc tbm <3

      Excluir
  5. COMO VOCÊ TEM A DECÊNCIA DE PARAR AI? Quer me matar, mulher? A senhora está me destruindo, acabando comigo.
    Eu to eufórica, eu não me aguento de tanta curiosidade.. Você não pode fazer isso comigo, não pode me deixar desse jeito..
    O Joe tem que sofrer mesmo, cretino, merece ansnajs
    Ai, o Ariel é tão, tão fofo <3
    Já é muito perceptível a forte atração entre a Demi e o Joe, não sei mais quanto tempo vão aguentar!
    Jéssie, pode divulgar, por favor? -> http://www.jemiendlessly.blogspot.com
    Obrigada <3
    Posta logo, beijos sz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu sou do mal 3:) por isso, hehehe
      vai ser um bate volta, bate volta...
      pq havera momentos em que eles simplesmente esqueceram dessa mentira, mas outros que eles vão se lembrar que tudo não se passa de uma encenação e ai vai voltar todo aquele ressentimento, magoa... ai já viu né? TRETA! kkkk o joe vai comer o pão que o diabo amassou, mulher kkk na verdade já esta comendo, né?
      TBM NÃO, ESTOU LOUCA PARA ELES SE PEGAREM ESCONDIDO AI! o/ posso sim, amor. de nada' pode deixar, posto sim.

      Excluir
  6. Caracaaa ta aflita por esse capitulo... Ameii e acho que a demi tem que pisar bastante no joe! Aeee 🎉🎉

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu to aflita escrevendo.
      ela vai, as coisas vão ser bem dificeis pra ele...
      em todos os sentidos!

      Excluir
  7. Ameiii
    Joe tem que provar do proprio veneno
    Agora a cobra vai fumar kk
    Ela aceitouuu
    E o Ariel tadinho dele o bixim, preciso de flashbacks com ele pra ontem obg de nada
    Posta logooo
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NINGUÉM SAI! kkkk
      só de pensar nas coisas que ele vai sofrer...
      já estou até com dó, mas fazer o que né? no momento ele merece!
      estou tentando, mas tá dificil... vou fazer o possivel e o impossivel, o.k?
      quem sabe flash back dele com o joe? OOOOH o/
      posto sim, pode deixar <3

      Excluir
  8. Vou te denunciar por fazer esse tipo de coisa com o Ariel, ele é pequeno, não pode viver esse tipo coisa não. Você está para lá dessas escritoras que maltratam os personagens, não faça isso. Coloque o Ariel em um mundo feliz.
    Amo treta, capitulo que tem treta me conquista. Adoro uns barracos assim e o Joseph........ Pode fazer um acidente com ele, ele merece. Adorei o capitulo, trate de postar logo ou ate mesmo ano que vem.
    xoxo, Bonnie (http://gyllenswift.blogspot.com.br/)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. as coisas vão melhorar pra ele, eu prometo.
      minha intenção não é essa, mas no momento está todo mundo sofrendo e brigando kkk mas logo esse drama todo vai estar em torno do joe e da demi, vc vai entender melhor nos próximos capítulos.
      acidente? hm... nada a declarar sobre isso OoO
      pode deixar, vou postar sim.

      Excluir
  9. Divulga por favor ? http://perfeitos-perfects.blogspot.com.br
    Eu amo suas histórias!!
    Beijo!
    Poste logo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. divulgo sim, amor.
      fico feliz que esteja gostando de tudo <3
      posto sim, pode deixar.

      Excluir
  10. Sou apaixonada pelo Ariel *--*
    cara, a Demi vai fazer o Joe comer na mão dela, isso com certeza. Quero ver como vai ser esse encontro com o Elton eles dois fingindo estarem ainda juntos ahavaudhahs Joe tem que ser mais presente na vida do Ariel. O pequeno não deve nem saber como é o pai direito.
    Posta mais dessa perfeição de fic Jess ♡♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ESSE GAROTO É VIDA!
      vai sim, você vai ver... quando ela encarnar a esposa de mentirinha tu vai ver, vai ser demais! ME SEGUREM, TÔ EUFÓRICA AQUI.
      ele vai ter muito tempo para descobrir e que descoberta... só de pensar nesses dois se conhecendo melhor... socorro, vou chorar aqui :")
      pode deixar, vou postar sim.

      Excluir
  11. AAAAAAAHHH QUE FIC PERFEITAAAAA
    Desculpa por ter sumido, desculpa mesmo! Enfim, o que importa é que tem fic nova na parada e estou amando!!! *-*
    Tadinho do Ariel, ele vai ficar tão confuso no meio disso tudo... Mas to feliz porque pelo menos o Joe vai ter uma chance melhor de se reaproximar dele :)
    E que pode rolar um clima romântico entre o Joe e a Demi de novooooooooooooo kkkkkkkkkkk
    Estou amando
    Posta Logo!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que esteja gostando <3
      entendo perfeitamente, esse final de ano é loucura pra todo mundo!
      vai mesmo, mas logo as coisas vão melhorar para ele...
      quando eles começarem a se dar bem... vc vai ver, vai ser muito fofo *u* a demi que vai ficar mexida com tudo! NÃO VEJO A HORA De CHEGAR NESSA PARTE... VAI SER ESTOURO! principalmente nas festas de fim de ano que eles vão participar O/

      Excluir
  12. Oi to adorando sua fic ela está incrivelmente incrível !!!!!!! Estou simplesmente viciada nela...... <3

    ResponderExcluir