Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

25/01/2015

Capítulo 15 + Charlie nas Notas Finais

o corretor ortográfico do blog não está funcionando, então usei um online.
se tiver algum erro me desculpem. o.k? boa leitura e não esqueçam de conferir a prévia da nova fic que será postada em breve, aqui




      Joseph desejou feliz ano novo a todos e depois saiu apressado indo em direção ao carro. Da porta Demi o viu, mas não ousou perguntar onde ele iria... só sabia que a culpa era sua! Inicialmente nem Joe sabia para onde estava indo, ele só queria esfriar a cabeça. Demi caminhou até seus parentes e abraçou a todos, quando abraçou sua mãe não conseguiu largar.
— O que houve, filha? — Demi partiu o abraço, seus olhos estavam brilhando por causa das lágrimas.
— Nada, não aconteceu. Onde estão as bebidas?

          Joe rodou de carro pelo bairro numa tentativa frustrada de esfriar a cabeça, mas nada disso adiantou. Ele sentiu uma vontade incontrolável de fumar, mas não o fez! Procurou por uma farmácia e quando encontrou, comprou pastilhas para ver se aliviava. De volta ao carro ele saiu do estacionamento da farmácia e voltou a rua, o local estava praticamente deserto. O celular tocou e ele pensou ser ela, mas ao encarrar o visor franziu o cenho vendo o nome de Mickey brilhar na tela. — Fala Mickey.
— Feliz ano novo, Joe! — Disse animadamente.
— Pra você também, cara. — Joe tentou ser otimista.
— Porra, eu tenho uma ótima noticia para dar.
— Pois diga logo, eu estou precisando de um motivo para sorrir.
— Seu pai liberou a grana!

— O que?!
— Foi até mais do que precisávamos, cara. Dá para pagar nossas dividas, pagar o salário que atrasamos e ainda sobra para inovarmos nas novas edições! Esse ano vamos arregaçar nas vendas, estou tão feliz e você tem motivos para se alegrar também. Vai poder voltar para NY e não vai precisar ter uma mulher pegando no seu pé.
— Mickey, eu estou feliz por isso... mas não vou voltar tão cedo e tenho muita coisa pra resolver.
— Sério, cara?
— Sério, você não imagina o quanto!

— Não vai me dizer que está interessado na Demi?
— Em algum momento eu deixei de estar?
— Pensei que ela te odiasse.
— Não odeia, não sei ao certo. Eu só sei que desde que botei os olhos nela de novo... não penso em mais nada que não seja nós! Tem vezes que acho que vou ficar louco, pois ela me abraça forte e eu tenho vontade de toma-la ali... céus, não esta sendo fácil. Eu acabei se beija-la e a coisa começou a esquentar, mas ela me empurrou... droga! Você acha que eu agi de forma errada?
— Cara, você já contou tudo para ela?
— Não.
— Você só vai conseguir te-la depois de contar tudo, no inicio ela vai sentir um pouco de raiva, mas vai entender.
— Você acha mesmo?
— Demi não deixou que avançasse o sinal, pois da ultima vez ela deixou e você foi embora. Lembra?
— Sim, mas não lembrava de ter lhe contato.
— Você estava louco demais para conseguir lembrar de algo no dia seguinte. — Joe encarrou a estrada e suspirou.

— E como esta indo com o garoto?
— Bem, estamos ótimos.
— Ele pode lhe ajudar também, sabe? Crianças são bem convincentes quando querem.
— Eu não usar meu filho. — Joe riu baixinho e balançou a cabeça.
— Faça o que achar melhor, mas conte tudo pra ela!
— Pode deixar, eu vou fazer isso.
— Ótimo, agora eu vou indo. Se cuida, viu?
— Cuide-se também, até mais.
— Até. — Mikey desligou e Joe jogou o celular no banco do passageiro.

          Ele rodou e rodou de carro novamente até decidir voltar para casa. Quando estacionou o carro, não tinha mais ninguém do lado de fora. Ele caminhou até a entrada, pegou uma das pastilhas e colocou na boca, abrindo a porta o silencio chegou a assusta-lo! Em cidades pequenas era normal deixar a porta aberta, mas por via das duvidas ele a trancou e caminhou em direção as escadas. No andar de cima ele se aproximou da porta do quarto de Demi e suspirou antes de entrar, ela não estava na cama... um barulho vindo do banheiro lhe chamou a atenção e ele adentrou de uma vez no quarto encostando a porta. Demi estava passando muito mal e não conseguia nem se apoiar direito para segurar a bendita tampa do vaso. Ela não tinha costume de beber, mas estava tão perturbada e confusa que acabou enchendo a cara! Santo Deus, ainda bem que Ariel não estava acordado para vê-la naquele estado. — Oh meu Deus, Demi! — Joe se ajoelhou ao seu lado e segurou seus cabelos. — Você está bem?
— Eu só... bebi, mas foi bem pouquinho. — Ela disse apos erguer o rosto para encarra-lo e ainda por cima fez um gesto com a mão.
— Sério, quantos dedos tem aqui? — Ele fez dois com seus dedos.
— Quatro!

— Parece que você passou dos limites. — Ela riu.
— Eu não, mas você sim. Não é mesmo, bonitão? — Joe se segurou para não rir, ela estava completamente chapada!
— Você precisa de um banho e de uma boa chicara de café forte. Eu vou ajuda-la, o.k?
— Esta querendo me dar banho só pra me ver nua... SAFADO! — Ele colocou o dedo sobre os próprios lábios e Demi fez o mesmo, droga até assim ela ficava sexy!
— Quero ajudar você, Demi. Se você for uma boa garota, eu prometo lhe dar o que quiser.
— O que eu quiser?
— Exatamente. — Ele se levantou e lhe estendeu as mãos. — Você aceita?
— Aceito. — Ela segurou em suas mãos e Joe lhe ajudou a ficar de pé. Sem os sapatos de salto ela era baixinha e chegava a ser engraçado o modo como ela estava o olhando!

— O que foi, baby? — Ele perguntou sorrindo.
— Você é muito alto.
— Nem tanto, mas sua visão não está das melhores... então, eu entendo seu pânico. — Riu baixinho. — O que acha de lavar sua boca, enquanto pego umas toalhas no guarda-roupas?
— Vou fazer isso.
— Já ia quase me esquecendo. — Ele passou por ela e abriu as torneiras da banheira. — Volto já. — Saiu. Demi fez o que ele lhe pediu e depois sentou-se no vaso com a cabeça baixa, sua visão estava realmente ruim e sua cabeça chegava a doer! Sem mencionar o estomago que parecia queimar dentro dela. Joe voltou com as toalhas e as colocou penduradas num suporte, ele se aproximou de Demi e lhe acariciou os cabelos. Quando ela ergueu a cabeça para encarra-lo, teve a visão gloriosa do corpo esculpido dele... céus, esse homem era um Deus!

— Eu estou sonhando? — Disse de queixo caído e Joe riu, ela o olhou de cima a baixo e depois encarrou sua boxer.
— Acredito que não, Demi.
— Você parece ser o homem dos meus sonhos!
— Hm... eu posso ser se quiser. — Demi riu histericamente e alto demais! Joe precisou tapar sua boca.
— Shhh... vamos acordar as crianças, Demi. — Ela assentiu e Joe retirou sua boca da mão dela.
— Foi mal. — Disse fazendo beicinho, parecia até uma criança! — Você vai me dar banho de cueca, homem dos meus sonhos? — Joe riu.
— Vou, seria um desrespeito com você. — Brincou.
— Mas você vai me ver nua. — Ela se abraçou.
— Vou ver pouca coisa, mas se quiser eu viro de costas agora. — Demi pareceu estudar sua resposta e em seguida assentiu. Joseph se virou de costas e encarrou o espelho a sua frente. Um pequeno passo que ele deu para a esquerda, pode vê-la de costas nua! Ele respirou fundo e tentou conter seus ânimos. Ela caminhou em direção a banheira, entrou um pouco tremula e em seguida sentou-se a esquerda.

— Já pode vir. — Ele entrou e Demi o observou atentamente. Frente a frente, ela sorriu para ele e abraçou a si mesma. — Não vai fazer nada?
— Oh, desculpe-me. — Disse um pouco envergonhado pegando a esponja e o sabonete. Ela foi até ele e se virou de costas, essa proximidade o fez arrepiar!
— Pode começar pelas minhas costas. — Ele murmurou algo e começou a ensaboa-la. Demi fechou os olhos e inalou profundamente.
— Você está zangado comigo? — Disse manhosa, inclinando-se para trás apoiando-se em seu peitoral!
— Eu... eu... não, não tenho motivos. — Demi pegou sua mão que estava com a esponja e colocou um pouco abaixo de seus seios. Ele começou a tremer, Demi o encarrava! Aquele olhar inocente e ao mesmo tempo indecente, o lado benada falava mais alto ali e ele sabia que deveria ter cuidado, mas como lidar com ela? Joe lutava contra si mesmo, enquanto ensaboava sua barriga.

— Foi bom.
— O que?
— Nosso beijo. — O nosso quase fez seu coração parar por um breve momento!
— Mas você me empurrou, menina má! — Ele fingiu lhe dar uma bronca e ela riu.
— Hm... você estava com suas mãos na zona de perigo e se eu não agisse cometeria outra besteira.
— Outra?
— A ultima vez que fomos pra cama... você me deixou. — Ela disse e suspirou, Joe olhou em seus olhos para ter certeza de que ela estava realmente bêbada. Sim, ela estava... mas estava desabafando!
— Sinto muito por isso. — Ele disse e suspirou também. — Você pensou que eu ia embora?
— Acho que sim, da ultima vez que... fizemos amor, foi como se você estivesse se despedindo de mim. — Ele congelou. — Pode até ser coisa da minha cabeça ou sei lá, mas acredito que fiquei traumatizada. — Demi fez uma careta. — Ao mesmo tempo que era uma lembrança capaz de aquecer-me nas noites solitárias, era dolorosa, pois você não estava lá para fazer tudo ser mágico outra vez.

          Joseph não conseguiu dizer nada, ele tinha um nó na garganta e se abrisse a boca... choraria na frente dela! Ele terminou de ensaboa-la e depois lavou os cabelos dela. Um breve momento de sobriedade lhe abateu e ela quase recuou para fora dos braços de Joe quando estavam saindo! — O que foi? — Perguntou suavemente.
— Nada, eu... nada. — Joe a enrolou numa toalha e depois levou-a para o quarto. Ele lhe colocaria no banho e voltaria para tomar o seu sozinho, Joe queria que Demi descansasse.
— O que a donzela vai vestir? — Brincou abrindo a mala dela.
— Pijama. — Disse manhosa.
— E a calcinha? — Demi sentiu as bochechas queimarem e negativou com a cabeça. — Hm... depois o safado seu eu! — Brincou e lhe entregou o pijama, regata e shorts. — Prontinho, agora vou tomar o meu banho rapidinho. O.k? Ou, você quer que eu pegue seu café?
— Sem café.
— Tudo bem, amanhã você toma uma aspirina enorme e bebe café. — Ela assentiu. — Vista-se e descanse, boa noite. — Beijou-lhe a testa e Demi suspirou. — Volto já.

          Cerca de 15 minutos depois, ele estava deitando ao seu lado na cama. Demi já havia pegado no sono "leve" e ele ouviu sua respiração. Ele não conseguiu e conter e passou um de seus braços em torno dela lhe abraçando! Demi se aconchegou nele e Joseph se sentiu inteiro outra vez.


Dia Seguinte, 11h35 da manhã


           Demi abriu os olhos e olhou o quarto em volta, ela se sentou na cama e encarrou uma aspirina juntamente com um copo d' água que estava no criado mudo. Ela tomou o remédio e bebeu a água em seguida pôs-se a lembrar do que acontecera noite passada. Joe entrou no quarto com seu café da manhã e só então, ela se lembrou! Eles conversaram e... o que mais aconteceu? Banheiro, o que eles haviam feito lá? — Bom dia, como esta se sentindo?
— Bom dia, eu estou um pouco melhor. — Forçou-se a se lembrar do resto, mas nada. — O que eu fiz exatamente noite passada? — Demi perguntou coçando a cabeça, Joe colocou a bandeja na cama e se sentou numa poltrona.
— Bem, eu cheguei da farmácia e você estava passando muito mal. Pelo que conversamos, você estava bêbada! Tive de dar banho em você e até batemos um papo legal. — Ele riu se lembrando dela dizer "você é o homem dos meus sonhos".

— Você saiu daqui para ir na farmácia? — Ela franziu o cenho.
— Fui comprar pastilhas, elas são boas e surtem um certo efeito, tem me ajudado muito.
— Ah bom, voltando... você disse que me deu banho, certo?
— Sim, eu dei. — Demi olhou de um modo desconfiado para ele e foi o suficiente para ele saltar da cadeira já zangado! — Meu Deus, o que diabos você pensa?! Eu ajudei você e foi apenas isso! Você acha que eu teria a coragem de fazer alguma coisa com você? — Ele estava indignado, completamente indignado! — Você é tão inacreditável... como quer manter uma amizade comigo se não existe confiança?!
— Você provou pra mim ontem que não quer só amizade comigo! Como se acha no direito de me dizer merda, hein?! — Joe esmurrou a parede para não fazer isso consigo mesmo! Esse negocio de esperar pelo momento certo para abrir o jogo com ela, estava deixando-o completamente louco!
— Olha pra mim, olha bem no fundo dos meus olhos e diz que não sentiu nada... diz que não gostou da forma como eu beijei você! Só faça isso e eu desisto de você. — Demi paralisou com sua proximidade! Joe segurava seu rosto e tinha os olhos fixos nos dela. Ela começou a tremer e não sabia o que fazer, se ela abrisse a boca... sairia tudo, menos o que ele havia pedido.

— O que esta havendo... — Ariel parou de falar no exato momento em que viu Joe se afastar de Demi, ele parecia irado! — Eu sinto muito, eu vou voltar depois.
— Não, fica! — Demi quase que implorou.
— Preste bem atenção no que vou dizer, pois não vou repetir... eu não vou desistir de você, o.k? A menos que você diga que não quer. — Sussurrou no ouvido dela e se afastou de vez. Ariel sentiu medo do pai, mas Joe lhe pegou no colo e beijou sua bochecha carinhosamente.
— Vocês estão bem?
— Sim e você?
— Eu estou bem. — Ele coçou atrás da nuca igualzinho ao pai.
— Quer descer e tomar café?
— Quero, mas posso falar com a mamãe primeiro? — Joe assentiu e o colocou de volta chão.
— Estarei te esperando lá em baixo. — O garotinho assentiu e Joe saiu fechando a porta.

          Ariel caminhou até Demi e ficou de frente com ela, não demorou muito para que ela desabasse! Ele colocou a bandeja de lado, sentou-se na cama e fez com que ela se deita-se com a cabeça em seu colo. Ariel lhe afagou os cabelos e beijou sua testa até que ela se acalmasse. — Pode contar o que houve?
— Não em detalhes, mas eu fui muito idiota. Meu Deus, como fui!
— Rolou alguma coisa, não é mesmo?
— Como você sabe?
— Bem, você parece ser a única que o deixa assim com os nervos a flor da pele! Mas como sou um gênio, arrisco que foi um beijo.
— Droga, eu que disse que te odeio?
— Não e mesmo que dissesse, todos sabemos que é dá boca para fora. Eu sou seu filho, seu amigo nas horas vagas e sua... babá! Não é fácil lidar com tudo o que você faz. — Brincou. — Mas eu posso te ajudar a resolver isso se quiser, o.k?

— Diga sua opinião.
— Vocês se gostam!
— Mais um pra minha lista.
— Se todos estão dizendo isso... diabos, admita também que gosta dele!
— Ariel, não é tão simples assim.
— Comigo também não era, você se lembra?
— Eu sei, eu sei... mas comigo as coisas são diferentes.
— Diferentes como?
— Eu nunca amei ninguém antes, como amei ele! Isso me marcou de uma forma que eu não consigo explicar e também tenho você que sempre manteve viva as lembranças dele comigo, sabe? Eu nunca o esqueci, mas havia esquecido como era bom estar com ele. Eu me sinto bem, apesar de ser algo que eu não deveria sentir.

— Você não deve ou esta se recusando a sentir?
— Ariel, por favor.
— Não estou aqui para alisar a sua cabeça e apoiar essa sua atitude errada!
— Como posso estar errada?!
— Pela primeira vez em anos, eu vi vocês e senti por um breve momento que eramos uma família novamente. Eu sei que cresci com vocês meio que separados, mas vocês sempre estavam juntos fazendo as coisas darem certo. Será que você não pode se esforçar um pouquinho para sermos como antes? Isso não é pedir demais, eu sei que não é. — A voz de Ariel estava embargada.
— As vezes penso que ele não deveria ter aparecido novamente na minha vida.

— Como é? — Demi parou e pensou no que disse... droga, mil vezes droga!
— Filho, eu não quis dizer isso... eu estou confusa. — Tarde demais, ele já chorava longe de seu alcance! Antes de fechar a porta, ele se virou e disse:
— Você é louca e eu estou cansado de você e suas contradições!
— Ariel, não fale assim com sua mãe! — Dianna repreendeu o garoto, mas ele nem olhou para ela.... saiu correndo escada abaixo.

          Ele procurou por Joe em todo lugar, mas não achou! Nos fundos ele conversava com Eddie e alguns tios de Demi, quando viu o garoto correndo em sua direção só pode abaixar e pega-lo nos braços. Ariel só chorava, chorava e chorava! Joe supos que Demi lhe dissera algo, ele tinha quase certeza. Ele pediu licença e caminhou até debaixo da arvore. — Shhh... tudo bem, rapaz. Esta tudo bem, o.k? Eu estou aqui com você e nada, nem ninguém, vai me separar de você.
— Nem mesmo a mamãe? — Ele tiraria essa historia a limpo com Demi depois.
— Nem ela. — Sussurrou.

— Demi, o que houve?
— Meu ano já começou um completo desastre, só isso! — Disse com lagrimas em seus olhos.
— Filha, por favor.
— Eu preciso de um tempo sozinha, pode ser?
— Pode, mas se precisa de mim é só chamar. — Dianna deu um beijo na testa da filha e saiu.



--


ESTA ENORME, ai meu core! c:
ficou incrível, pelo menos na minha opinião. 
o que acharam? espero que tenham gostado, preciso ir nessa... está tarde. 
respostas aqui | é isso, aguardem o próximo... vai ser muito bom! beijos xx


 

olha só essa carinha *u* eu desisto de viver, me aparem! 

25 comentários:

  1. COMO VOCÊ TEM CORAGEM DE PARAR,AI VC TA LOUCA MULHER DE DEUS.esse episódio me fez chorar, e por que eu tava escutando uma musica linda,pelo o meu ponto de vista, mais vamos esquecer a musica.ESSE EPISÓDIO FOI FADA DE MAS \o/ O Joe tem que massacra a Demi mesmo, com ela tem coragem de falar uma coisa dessa,para o próprio filho? BOM POSTA LOGOOOOOOO *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se eu não parasse bem ai, não já estaria com o 16 quase pronto... quase. sério, eu acho que esse é o maior capítulo que postei até agora de SAME LOVE o/ estou tão feliz! que musica? estou precisando de musicas novas para baixar, slá enjoei das minhas :( eu ouço todo santo dia, ai fica dificil... tem de estar atualizando a playlist a cada semana kkkkk sou um caso perdido. vai massacrar tanto, mais tanto... QUE ELA NÃO VAI SE AGUENTAR MAIS! ela está meio bruta, mas vai melhorar... prometo. pode deixar, posto sim.

      Excluir
  2. Eu to jogada na br amdmdd
    SOCORRO MUIÉ
    TO EH MORTA!
    DEMI BEBADA EH TAO SJDJDKD ♥♥
    precisamos de mais partes assim
    Toda vez q o Ariel aparece me da vontade de comer chocolate amsndk
    Joe ta revivendo os sentimentos dele, q lindu
    Demi tem q cair na real e ver q eles se pertencem e td mais amsmdk ♡♡
    Ta prft, amor
    n vou comentar mais pq hj to cm preguiça ajdjd
    TU VEU QUEM DEU SINAL DE VIDA? SAMS, TO URRANDO
    posta logo ♥
    Bjs, amo vc ♡♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado'
      eu tbm, eternamente jogada!
      foi a melhor parte, pensa numa pessoa rachando de madrugada? EU!
      homem dos meus sonhos <3 foi a melhor parte ever! e o joe tbm falando que não vai desistir dela... rolando avenida a baixo, ME SEGUREM.
      xi, no próximo capítulo ele vai se lambuzar de chocolate kkk #spoiler
      muito, muito mais! estou louca para escrever outro momento deles.
      NINGUÉM SAI, EU ESTOU TÃO FELIZ! ELA PRECISA VOLTAR... TIPO O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL <3 sinto tanto falta dela.
      pode deixar, posto sim.
      tbm te amo *-*

      Excluir
  3. Nossaaaa que capitulo foda jessie que porra achei que ia ter a declaracao de a amor da demi mas isso basta
    Tadinho do Ariel </3 eu sei como e crescer cm pais separados…
    Pq demorou postar ? Tava quase enlouquecendo aqui e vindo de 5 em 5 minutos pra ver se vc postou
    Posta logo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado!
      foi uma mistura total de emoções e minha nossa...
      estou tentando me recompor até agora! realmente gostei desse capítulo.
      bem, minha internet fez o favor de parar de pegar e eu tive de me virar nos 30! aconteceu duas vezes e adivinha, nessas duas vezes eu estava editando o capítulo... minha sorte foi que salvou tudo o que havia escrito e editado, caso contrario estaria me matando para escrever tudo de novo. uffa' pode deixar, vou tentar postar rápido dessa vez. <3

      Excluir
  4. Socorro
    tadinho do Ariel
    tadinha da Demi..
    To com pena de todo mundo
    kkkkk quero logo esses dois juntos
    Posta logooo
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tbm estou, mas as coisas vão melhorar
      #PROMETO <3
      eu tbm quero e te garanto que esta chegando! o/
      pode deixar, posto sim.

      Excluir
  5. Acho que nem preciso dizer que, como sempre, eu to jogada na sarjeta. Ficou incrível, maravilhoso, explêndido, translumbrante....?, ajsbsjbssj, enfim, ficou perfeito, eu amei. E adorei o fato de o Ariel mostrar pra Demi que ela ta sendo uma pé no saco, porque, meu Deus, ôh mulher difícil.
    Eu quero que o Joe esclareça tudo pra ela logo, que eles transem muito, muito mesmo ajsnan, ela engravide, se casem e fiquem todos felizes logo ajdbsj, personagens felizes, leitores felizes.. Ai meu Deus, o que eu to dizendo..
    Enfim, tu destruiu minha casa, como sempre. Posta logo <3
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai meu Deus kkkkk
      fico muito feliz que tenha gostado <3
      ela já esta começando a me irritar, mas logo ela vai se tornar um amor.
      ai, ai, ai... eu já não aguento essa enrolação deles, mas fazer o que? isso já estava nos meus planos, só não pensei que fosse dar tão certo. pode deixar, vou postar sim O/

      Excluir
  6. Alguém da na cara da Demi por favor? O Joe ta lá de braços e coração aberto por ela e ela ainda faz esse doce... uma dose de insulina no cu dela também não faria mal! -desculpe a liguagem-
    Agora... ela bêbada conseguiu ser menos pior que eu! -emoji de choro-
    Acho que ninguém consegue ser mais chato que eu bêbado. A Demi até que foi uma boa bêbada deu pouco trabalho. -emoji da lua- E
    Enfim, a Demi é mt eu absbsbvsbsvdb
    cheia de drama e pretextos para fugir do amor!
    Bemmm, espero que a Demi crie vergonha na cara pq isso não é animal silvestre, pode criar! absbsbvsbsvdb
    Beijosssss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inclusive, poderia disponibilizar os vídeos do seu canal para assistir em celular? Obrigada...

      Excluir
    2. gente, eu tô jogada com a sua linguagem! kkkkk
      já disse que aqui os palavrões são liberados? sim, eu disse! :) fique a vontade para se expressar, céus... eu tô rindo!
      ela bêbada foi um amor! adorei ela elogiando o joe e soltando que gostou do beijo dele <3 oh jovem, vamos largar essa vida de encher a cara rsrs
      ela vai melhorar, prometo.
      eu consegui abrir o vídeo pelo celular, não sei o que está havendo com o youtube :(

      Excluir
  7. ai meu core também, amei esse capitulo, cheio de emoções dbfhahv posta logo ´please

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado
      pode deixar, posto sim *-*

      Excluir
  8. Que perfeito....e isso ai joe não desista da demi. Ariel chorando e de partir o coração 💔 se eu estivesse no lugar da Demi eu faria a mesma coisa que ela kkkkk...enfim, eu espero que eles se resolvam.
    Posta logooo amore ❤️
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu preciso de um homem assim, ai meu Deus... vou chorar! rsrs
      deu vontade de dar uns tapas na demetria! essa mulher está bruta.
      eles vão se resolver em breve.
      pode deixar, posto sim :)

      Excluir
  9. Ai mds está ficando cada vez mais perfeita essa fic shdiajsidhaks ♡
    Gostei da atitude do Joe, agora só falta a Demi se entregar logo e eu espero que ela não cometa o erro de mentir para ele. O Joe foi tão carinhoso e respeitoso dando banho e cuidandod dela e ela o trata como um aproveitador. Isso esta machucando o Ariel eu acho, e muito, ele quer que os pais fiquem juntos pq ele sabe que eles dois ainda se amam... bom, só falta Dona Demetria se entregar de vez...
    quero logo o hot Jessie sjdbdjhajs
    Beijoos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigado, fico feliz que esteja gostando.
      essa mulher é dificil, viu? mas não vai conseguir manter a pose de durona! kkkkkk vai ser muito legal quando ela ceder e quando eles se acertarem, ai Jesus! só de pensar que está quase acabando... dá até vontade de chorar. é o que ele mais deseja, você vai ver como ele vai ficar daqui para frente... TBM QUERO, ESTOU ESCREVENDO ELE! <3 que vergonha meu Deus, que vergonha! rsrsrs

      Excluir
  10. Caraaaaa para tudoo! Esta perfeito esse capitulo! Mano a Demo precisa mudar isso, ta me doendo ja esse maltrato! Ele ta arrependido aiiiiiiiii! Manooa conversa do banheiro foi a melhor s duvida! E essa manha foi a mais dolorida de toda essa fic! Caraaaa to é morta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado <3
      eu amei escrever a cena do banheiro, marcou minha vida! rsrsrs
      ela disse tudo e mais um pouco, foi incrível *-*
      eles vão se acertar logo, eu prometo!

      Excluir
  11. Jess to mortaaaaaaaaaa. Como assim Joe da banho na demi no capitulo anterior e se beijam? *o* e agora ela vem e quer acusar o coitado? Peninha do Joe ele resistiu e muito
    E o meu Ariel que está com medo que perder oJoe por causa de Demi.
    Demetria , Demetria você tem que concertar logo isso e Joe você tem que contar logo o que precisa ser contado pra demi porque eu estou curiosa pra saber o que é
    Kkkkkk
    Jess ta tudo lindo e eu amei esse capítulo enorme
    Beijos e ate o próximo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. deu dó dele mesmo, mas quando disse no começo da fic que ele ia comer o pão que o diabo amassou... não estava brincando. infelizmente ele sofreu as consequencias de uma decisão que ele fez, sendo ela boa ou não. agora ele está com medo, pois sabe que como a demi pode ser imprevissivel.
      quando eles colocarem as cartas na mesa... vai ser de chorar! eu já estou largada aqui kkkk
      preciso fazer mais desses <3

      Excluir
  12. Nova aqui , mais adoro suas fanfics , posta logo to super curiosa . Até o próximo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. seja bem vinda, meu amor.
      fico feliz que tenha gostado <3
      vou postar logo, logo. até'

      Excluir