02/01/2015

Capítulo 6

voltei! 




          O grande dia finalmente chegara, era Natal! A casa estava impecável e incrivelmente decorada com enfeites natalinos por toda a parte. Agora era noite e tudo estava arrumado para a grande festa de natal dos Jonas. Demi passara a tarde toda com sua família e alguns amigos, pois sabia que na parte da noite ficaria atarefada com seu papel de esposa. Isso de certa forma lhe deixara nervosa, pois teria de ficar o tempo todo com Joe! Teria de ser carinhosa e atenciosa com ele. Agora ela conferia seu look em frente ao espelho, vestia um vestido vermelho que vinha até um pouco acima dos joelhos e sandálias de salto alto preto. Joseph entrou no quarto vestindo roupa social preta, ele ficava sexy com essas roupas! — Trouxe algo para usar nesta noite. — Ele se aproximou e abriu uma caixinha de veludo preta. Era um lindo anel de brilhantes! 
— Eu não posso usa-lo, Joe.
— Não só pode, como deve! Foi da minha mãe e tem um valor sentimental muito grande, por favor. — Demi não respondeu, apenas lhe estendeu a mão. — Obrigado por aceitar, ela ficaria feliz de vê-la usando. 

— Elton quem pediu?
— Na verdade não. — Joe deu de ombros. — Mas ele me perguntou o motivo de você não estar usando já que somos... casados
— Oh sim, entendi perfeitamente.
— Onde esta Ariel?
— Arrumando-se, acho que ele ainda não conseguiu colocar a gravata. — Ela fez careta. — Você pode ir ver como ele esta?
— Claro. — Ele se dirigiu até a porta, mas se voltou novamente para ela. — A proposito, você esta linda. — Saiu, deixando-a paralisada ali. 

          Joseph caminhou até o quarto do filho e abriu a porta, seus olhos saltaram das orbitas e o desespero tomou conta dele! O garoto estava estirado no chão se debatendo, parecia estar com falta de ar. — Santo Deus, DEMETRIA! — Joe gritou desesperado já segurando o garotinho pelos ombros. — DEMETRIA, ME AJUDA AQUI! — Ela chegou e encarrou a situação normalmente, logo pôs-se a procurar algo em meio as roupas de Ariel. 
— O que esta havendo com ele?
— Uma crise de asma. — Demi finalmente achou a bombinha e caminhou até o garoto. Depois de dar-lhe o medicamento, ele amoleceu nos braços de Joe. 

— Bebê, tudo bem agora? — Ele apenas assentiu. 
— Você deveria ter me contado.
— Sim, eu deveria... mas esqueci. Fazia algum tempo que não acontecia, agora entende o motivo de tanta segurança? Isso aconteceu muito e em uma dessas vezes não estava por perto, por muito pouco ele não... — Demi suspirou. — Você entendeu? 
— Sim. — A voz dele estava embargada, mas Joe não deixou as lágrimas rolarem. 
— Tudo bem aqui em cima? — Elton disse ofegante na porta do quarto. — O que houve? — Demi se levantou e explicou o que havia acontecido. Enquanto isso, Joe olhava pro filho imaginando todas as vezes em que  isso lhe acontecera e ele não estava por perto para ajudar. 

— Você está engraçado com essa gravata. — Ariel disse e riu baixinho. Joe se levantou com ele no colo e o colocou na cama sentado. 
— Você esta bem?
— Eu quem deveria estar lhe perguntando isso, você esta branco como uma folha de papel. — Elton se aproximou deles. 
— Tudo bem, garotão?
— Sim, estou. Mas acho que vocês deveriam cuidar dele!
— Joe, você esta pálido! Tudo bem?
— Acho que entrei em pânico, foi apenas isso. — Se sentou ao lado do garoto na cama. 
— Vou trazer água para vocês. — Elton saiu apressado. 

— Você sabe o motivo dessa crise?
— Muitos fatores podem causar uma crise de asma, por exemplo: poeira, poluição, pelos de gato, fumaça de cigarro e muitos outros. — Demi o encarrou. — Mas arrisco que seja a mudança de tempo, esses dias estava calor... hoje esta frio. — Ela se sentou ao lado de Ariel e beijou sua testa.
— Você me deu um baita susto, sabia? — Joe apoiou os cotovelos nos joelhos e enterrou o rosto nas mãos respirando fundo. Teria de parar de fumar logo, não poderia colocar a vida do filho em perigo... teria de falar com Mickey, pois ele não poderia sair do pais novamente... não agora que estava se reaproximando do garoto. Elton adentrou no quarto com os dois copos d' agua e sorriu.
— Aqui esta, desculpe-me a demora. Seus primos chegaram, Joseph.
— Ótimo, estou louco para revê-los. — Ele se colocou de pé e bebeu sua água de uma vez.

— Tudo bem? — Olhou pros dois.
— Sim. — Demi respondeu. — Só preciso de uns minutos para arruma-lo. — Ele assentiu e saiu.
— Nunca o vi tão preocupado antes. — Elton coçou a cabeça.


**


          No andar debaixo já haviam muitas pessoas, talvez até mais do que Joe esperava! Assim que ele colocou o pé na sala, foi abraçado, beijado e quase esmagado por suas tias. Ele saiu cumprimentando todo mundo até finalmente encontrar seus primos! — Olly, Dinah... que bom vê-los novamente. — Sorriu largamente e abraçou cada um deles.
— Quanto tempo, Joseph. — Olly sorriu. — Céus, você está ótimo!
— Lindo! Você cresceu, Joseph. — Dinah bebericou a bebida e o mediu de cima a baixo, ele riu... ela era simplesmente louca por ele desde que eles eram crianças!
— Você também, priminha. Está incrivelmente maravilhosa!

— Aquela mulher de vermelho é sua mulher? — Olly demostrou mais interesse do que deveria e Joe ficou atento.
— É sim, sou um filho da mãe de sorte! — Riu. — E vocês, como vão a vida?
— Uma droga! — Dinah exclamou. — Só trabalho, trabalho e trabalho.
— Eu estou me divertindo muito nos últimos tempos, então não posso reclamar de absolutamente nada!
— Pensei que estivesse namorando.
— Isso foi antes de você viajar para aquele fim de mundo, sabe? Terminei com Brooklyn faz tempo.
— Oh sim, sim...

— Como esta em relação a sua vida pós-drogas?
— Estou bem, não penso mais nisso... demorou, mas eu exerci controle sobre mim mesmo.
— Fico feliz por você. — Dinah o abraçou de novo e foi nesse exato momento que Demi se aproximou deles. Já estava os observando fazia algum tempinho, mas desde que Olly fixara os olhos nela... ela se sentiu incomodada e resolveu arrastar-se para debaixo das "asas" do falso marido.

— Oi. — Joe sorriu.
— Finalmente apareceu, estávamos falando de você agora pouco.
— Bem, espero... Olá pessoal.
— Demetria esses são meus primos, Olly e Dinah. Primos, minha esposa Demetria. — Eles se cumprimentaram, Olly a abraçou de forma calorosa!
— És realmente muito linda.
— Obrigado.

— Agora que eu me lembrei, você tem um filho... onde ele esta?
— Com Elton. — Demi respondeu. — Daqui a pouco eles vão tocar juntos, Ariel esta animado. — Eles começaram a conversar sobre Ariel e depois animadamente sobre assuntos aleatórios. Quando chegou o momento de Elton e Ariel tocarem, eles se dirigiram até a sala com os outros convidados. Joe sacou o celular para tirar uma foto e notou um desconhecido em meio ao seus parentes. Era um homem alto, cabelos escuros... vestia roupa social como a maioria dos homens ali presentes e segurava uma taça de champanhe nas mãos. Parecia estar nervoso com alguma coisa... Joe franziu o cenho e Demi logo o questionou. — O que foi?
— Tem um cara aqui que eu não conheço e estou achando isso estranho. — Ela analisou a expressão dele e pode ver que ele realmente estava incomodado.
— Chavier esta com a lista de convidados, depois que eles tocarem você pergunta... relaxa ai. — Joe riu baixinho. Elton e Ariel tocaram uma linda canção chamada Your Song, era uma das favoritas de Joe... na verdade era a musica favorita de muitas pessoas! Os que sabiam a letra cantaram junto e logo havia um lindo coral ali. Ao termino aplausos encheram a sala e Ariel abraçou o avô. Demi deixou algumas lágrimas escaparem e Joe passou um dos braços em torno dela, ela pareceu não se importar.

          Depois que os convidados se dividiram entre comer, dançar e conversar, Joe saiu a procura de Chavier. O rapaz estava na entrada da casa junto com outros dois rapazes que eram seguranças.
— Chavier.
— Sr. Jonas, como posso lhe ajudar?
— Eu preciso que identifique uma pessoa para mim. — O rapaz assentiu e acompanhou Joe até os fundos da casa onde estava a pista de dança. O "homem misterioso" estava sentado numa das cadeiras de descanso ao lado de Elton, pareciam ter uma conversa séria. — Aquele homem, quem é ele?
— Daniel, ele não esta na lista. — Fez careta. — Mas apareceu aqui ainda pouco dizendo que precisava falar com seu pai, chamei o Sr. Elton e ele não pareceu ficar contente com a presença dele aqui.

— Eu lhe pedi um tempo, não pedi?!
— Elton, você não me deu escolha! Estou cansado de ter de viver essa vida com você as escondidas, se não quer mais se casar comigo? Diz logo!
— Você sabe que eu quero, caso contrário não teria lhe dito sim. — Suspirou. — Mas não criei coragem para contar ao Joseph, na verdade tenho medo do que ele possa fazer... não quero que ele se afaste de mim novamente! O.k? E não quero que ele volte para as drogas.
— Como assim drogas?
— É uma longa e dolorosa história, mas quando nos conhecemos recebi um e-mail dele dizendo que estava se recuperando em algum lugar... não me lembro o nome agora, mas quando ele voltou estava diferente. Entretanto, teve recaídas e não sei ao certo o motivo. Não contei antes, pois era doloroso... eu o amo demais e não suportaria vê-lo naquele estado deplorável novamente!
— Oh, Elton... agora eu me sinto culpado por ter vindo. Ele pode desconfiar de algo, não? Eu vou embora.
— Não, agora você fica... eu quero que fique! Vamos beber e nos divertir como heteros— Eles riram.
— Não sei, teve um cara que ficou me encarrando quando você estava tocando... acho que ele esta desconfiado. Ele esta bem ali do outro lado com Chavier. — Elton olhou discretamente e suspirou.
— Este é meu filho e se bem o conheço vai me perguntar quem você é e de onde nos conhecemos, então podemos antecipar isso... certo? Vou dizer que somos amigos e que nos conhecemos em um dos festivais de música, tudo bem pra você? — Ele assentiu, Elton fez um sinal para Joseph e ele logo se aproximou.

— Oi. — Sorriu sem graça.
— Esta perdido aqui fora?
— Vim fumar um cigarro. — Justificou-se, Elton sabia que era mentira. — Quem é o seu amigo?
— Daniel, Daniel este é meu filho Joseph. — Eles trocaram um aperto de mãos.
— É um prazer. — Disseram em uníssono.
— Você não me disse que traria amigos, pai.
— Foi de ultima hora, ele passaria o natal sozinho e eu não pude deixar, não é mesmo?
— Sim.

— Onde se conheceram?
— Num dos festivais de música.
— Você toca, Daniel?
— Sou produtor.
— Oh... não me lembro de ter o visto antes.
— Nos conhecemos quando você estava viajando, filho. Então, creio que essa é a primeira vez que vocês se vêem.
— Oh. — Algo no fundo da cabeça de Joe lhe dizia que tinha algo mais ali... eles estavam lhe escondendo algo, a questão era: O que? — Vou ver como esta Ariel, aproveite a festa Daniel. — Sorriu fraco e saiu.


**


          Joseph sentiu um arrepio estranho na espinha, mas ignorou e continuou andando a procura do filho. O garoto estava sentado no banco do piano sendo mimado por uma das tias de Joe, ele parecia estar se divertindo, mas onde será que Demi havia se metido? Ele foi em direção a pista de dança e finalmente a encontrou! Demi estava na pista com Olly, eles dançavam juntos e conversavam animadamente. Ele se sentou num dos degraus da escada e ficou apenas observando, não entendia o motivo de sentir ciumes! Quando ele resolver procurar Demi para lhe pedir ajuda, tinha certeza de não sentir nada por ela... de certa forma ele tinha se conformado com o fato de que ela o odiava! Ele havia falhado com ela e com seu filho e consequentemente pagou o preço de seus erros. O garçom que servia as bebidas parou ao seu lado e lhe ofereceu uma bebida, ele pensou em seu estado e por fim recusou! Mas pediu que ele lhe trouxesse um copo de suco de maracujá. Joe sabia que se bebesse estando nervoso... não conseguiria parar e acabaria estragando a festa. Ele fechou os olhos, respirou fundo... paz interior, alto controle! Joe soltou o ar e abriu os olhos, o suco chegou, ele bebeu imediatamente entregando o copo pro garçom. — Ei, o que esta fazendo aqui sozinho? — Dinah se sentou ao lado dele sorrindo.
— Pensando.
— Péssima ocasião para fazer isso.
— Ah, Dinah!

— Vocês não estão bem, não é mesmo?
— Bingo!
— Você precisa dar a volta por cima cara, vem dançar. — Ela o puxou.
— Não, não... Dinah! — Disse nervoso.
— Cara, relaxa e aproveita a festa! — Joe acabou cedendo e eles caminharam para o meio da pista. Do Want U Want tocava e Dinah dançava sensualmente procurando chamar a atenção de Joe. Não muito longe, Demi observou a cena e se sentiu... estranha. Talvez essa mentirada estivesse mexendo demais com sua cabeça, será? Sentia uma vontade incontrolável de voar em Dinah, mas não sabia o motivo. Ela desviou os olhos deles e se voltou para Olly. — Vocês não estão bem, não é mesmo?
— Acho que nunca estivemos bem, me sinto tão mal com isso tudo.
— Não fique assim, baby. Dinah é só a prima dele, você não tem com o que se preocupar. — Juntos eles observaram os dois e Olly arregalou os olhos. Dinah estava quase esfregando os peitos na cara dele! — Pensando bem...

— Quer saber, vamos sair daqui... isso é patético! — Ele assentiu, segurou sua mão e saiu junto com ela.
— Onde eles vão?
— Devem estar se pegando por ai! — Riu, ela estava levemente alterada.
— Dinah, você esta alterada... melhor você ir descansar, seu quarto esta pronto.
— Então, me leva... me leva! — Se jogou nos braços dele, Joe não teve escolha e pegou-a no colo. Ele subiu as escadas rapidamente e viu duas pessoas entrarem num quarto... QUEM DIABOS ERA? Joe colocou sua prima na cama e voltou para o corredor. O quarto era em frente ao de Dinah, ele se agachou e espiou pelo buraco da porta. Queria poder apagar aquela cena de sua cabeça... inúmeras vezes ele havia imaginado Demi com outro homem, mas imaginar era uma coisa e ver era outra completamente diferente e dolorosa. Eles se beijavam calorosamente e ele nem queria imaginar o que viria a seguir. Joe realmente estava pagando todos os seus pecados!

— BONITÃO! — Dinah o puxou para dentro do quarto e acidentalmente ele caiu no chão. — Desculpe-me. — Ela se rastejou para cima dele, enquanto Joe parecia se lamentar e praguejar. — Você é tão sexy de roupa preta, priminho. — Ela lhe deu um selinho, seguido de outro e outro. Joe pensou, mas se alto repreendeu e por fim decidiu que não se importaria... Demi também não parecia estar se importando com nada, então ele faria o mesmo!


**


— Eu não posso! — Demi o empurrou e suspirou frustrada consigo mesma, o que ela estava fazendo?

— Não posso, desculpe-me.
— Como não, Joe?
— Isso foi um erro, estou alterado e completamente nervoso. Desculpe-me, Dinah. — Ambos foram expulsos dos quartos e acabaram dando de cara um com outro! Eles se encarram por um breve momento, não conseguiam entender o motivo de se sentirem culpados. Joe balançou a cabeça, coçou a cabeça e saiu caminhando em direção as escadas.

— Não vai dizer nada?
— O que espera ouvir de mim?! — Disse nervoso. — Isso tudo é patético, você me fez passar por um corno na frente de todo mundo dançando com ele daquele jeito!
— Daquele jeito?! Você estava quase transando com sua prima na pista de dança e quem se passou por corno foi você?!  Me poupe disso, Joe.
— Demi, você quem pediu para ouvir algo de mim e eu disse. O que você estava esperando? Um pedido de desculpas?!
— Nada, Joseph... iludida estaria se esperasse um pedido de desculpas seus, não é do seu feitio pedir desculpas! — Ele se virou para Demi, os olhos repletos de fúria! Não tinha argumento para rebater e então se refugiou no andar debaixo. Ele estava indo em direção ao bar, mas Ariel apareceu em na frente o impedindo.

— Vovô estava te procurando, disse que quer você no comando das picapes... esse DJ está deixando todos com sono.
— O.k, obrigado por me informar. — Joe bagunçou os cabelos do garotinho.
— De nada.
— Quer vir comigo? Vai ser divertido. — Ariel pensou um pouco, mas acabou indo. Joe o colocou sentado perto das picapes e lhe deu um dos fones de ouvido. Ele fez uma breve explicação de como tudo funcionava e em seguida soltou o som. Ariel riu, pois sentiu a mesa em  que estava sentado tremer! Summer do Calvin Harris tocava e Joe deu um efeito mais agitado a música. Os convidados foram contagiados por um ritmo completamente novo e foram todos dançar! Até mesmo Dinah e Olly saíram de seus quartos para aproveitar o momento, podia-se dizer que era a melhor parte de toda a festa. Demi estranhou não encontrar ninguém dentro da casa quando desceu, então se dirigiu pros fundos da casa e arregalou os olhos. A energia ali estava forte e positiva e pela primeira vez ela viu Ariel se divertindo ao lado de Joe e apesar de estar zangada com ele... sorriu. Ariel lhe avistou e fez um sinal a chamando para se juntar a eles lá em cima. Ela ficou indecisa, mas foi devido a insistência de sinais! Joseph não demonstrou qualquer tipo de reação e não exitou em tirar seu casaco e a camisa com ela ali. Ele suava! Ele tinha uma das mãos levantadas agitando o pessoal, Ariel se remexia em cima da mesa e cantarolava.

— Ei, aperte este botão. — Joe pediu ao garoto e ele o fez, a musica mudou de repente como se ouvessem pulado uma parte indo diretamente pro refrão! She Wolf começou a tocar e todos juntos cantaram o refrão antes de pularem descontrolamente agitados pela música. — I'm falling pieces, falling pieces!


--


uffa, CHEGUEI!
olá meus anjos, tudo bem com vcs? eu estou completamente eufórica, pois esse é o primeiro post dese ano. YEAH! vamos ao que interessa, eu acredito que esse foi um dos melhores capítulos que escrevi (dessa fanfic) mas existem alguns detalhes nele que precisam de uma explicação básica, mas nada que eu possa esclarecer nos comentários ou ao decorrer da fic, então se algo ficou confuso me perguntem ai, blz? respondi os comentários dos capítulos aqui | aqui & aqui  . não me lembro se respondi todos os comentários... se faltou me avisem, o.k? espero que tenham gostado do capítulo. bjos e bom começo de 2015 a todos o/


esse cara me representa!

23 comentários:

  1. Odeio a Demi, amo o Joe... simples!
    Não faz o Joe ficar muito nervoso com o Elton, e faz a Demi sofrer um pouco pfvr kkkkkk ela é mt chata, até dms....
    Enfim, melhorou do braço? Feliz ano novo que esse ano Deus continue te iluminando e te tornando essa menina maravilhosa, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já previa que isso ia acontecer, mas aguardem... tem muita agua para rolar debaixo dessa ponte, oh glória!
      não posso garantir q ele não vai ficar puto... pq ele vai, o.k? mas... ai, eu não posso contar kkkkk mas vai ficar tudo bem ❤
      um pouco, estou usando uma pomada boa :)
      obg, pra vc tbm.

      Excluir
  2. Respostas
    1. yeah! fico feliz que tenha gostado ❤

      Excluir
  3. Eu achei tudo incrível kkkk...esses dois ainda vai dar o que falar kkk
    Eita...papai do joe é gay...ansiosa para saber a reação do joe com tudo isso...enfim...❤️
    Posta logooo amore
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vão sim e muito!
      sim, ele é... menina, o pau vai comer no próximo capítulo. UoU estou louca para posta-lo logo.

      Excluir
  4. Gente como é que a Demi teve coragem de tentar ir para a cama com o primo do Joe??? Em plena festa de família e ainda com Joe estando lá? Por mais que eles não sejam realmente casados ela tinha que fingir e pegar o primo dele não é uma opção legal jshahshahsj gostei do Joe dando o troco ficando com a Dinah, ainda bem que nem ele nem a Demi passaram dos beijos.
    Agora deixa eu falar do desespero do Joe com o Ariel... finalmente ele está fazendo um papel de pai e pelo menos se preocupa com o menino, agora ele tem que tentar conquistar o Ariel ainda mais.
    O Joe com certeza já sabe sobre o Elton, ele só não quer admitir...
    bom esta otimo e eu quero mais!!!! Beijooos ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nem me pergunte, essa mulher está completamente descontrolada, mas ela não sabe o motivo... mas logo irá descobrir! MUAHAHA, sim... eu tbm gostei, coitado... ela não sabe pelo o que ele passou. ainda bem, eles só podem passar dos beijos se forem juntos.
      ele vai, aguarde *O*
      ele está meio lerdo kkkkkkk
      fico feliz que esteja gostando <3

      Excluir
  5. Uma petição QUERO VER JOE E DEMI SE PEGANDO e depois ela toda arrependida e quero ela gravida tambem quando tem criança a vista a fic fica mais massa kk'
    Prevendo o Joe surtando quando o Elton contar
    Enfim quero travessuras do Ariel e...
    POSTA LOGOOO não demorar please posta todo dia aproveita essas férias menina e faz nossa alegria
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tbm quero, mas precisamos ter paciência...
      no momento o foco está no elton kkkkk
      ele vai surtar mesmo, menina... vou postar esse capítulo agora!
      estou tentando adiantar capítulos <3

      Excluir
  6. Jéssie, você destruiu mais uma vez, mulher!
    Eu amei essa treta com o Olly e com a Dinah, mas por Deus, eu já to louco só por imaginar a Demi e o Joe se pegando loucamente. Está perfeito, moça!
    Eu não to aguentando, posta logo, por favor!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quando isso acontecer...
      A COZINHA VAI ABAIXO! kkkkk
      pode deixar, vou postar sim.

      Excluir
  7. Ja tava imaginando quando seria a procima briga... Amei o capitulo, so fiquei confusa no começo quando vv disse que a demi passou o natal de manha com a familia, mas eles nao estao em Miami? Hahahahha mas amei o capitulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vai ser de leve, mas depois vai ficar bem violenta kkk
      ahhh, sabia que não tinha explicado isso...
      pois bem, ela foi de carro pra casa e passou a manhã com seus pais, pois na parte da noite teria a festa da familia do joe. desculpa a falta de explicação, prometo que não vai acontecer de novo ;)

      Excluir
    2. Que isso foca de boa! O capitulo ficou ótimo hahaha

      Excluir
  8. AMEI o capítulo, gata!
    Desculpe n ter comentado no capítulo anterior, eu fui deixando pro outro dia até q esqueci e só lembrei quando tu postou esse! Mas ele ta perfeito tb, to amando essa história!
    Eu juro que eu pensei q o Joe ia deixar rolar com a Dinah e dps se arrepender feio dsagfdsg
    Mas tb, a pessoa q tem uns primos desses nem precisa de inimigo, né? pq olha %%%
    o ariel sfds socorro, imaginei o sufoco!
    acho q quando eu passei mal de desmaiar minha mãe ficou assim, igual o Joe.
    Mas claro, o garoto tava praticamente tendo uma convulsão ali, quem n ficaria assim? A Demi se manteve firme, mas devia estar mole por dentro, de tão nervosa!
    Eu acho que o joe já sabe que o elton ta namorando um cara... Ta muito na cara, só não vê quem n quer sdafds
    eu tb acho q ele vai dar um chilique quando for contado a ele e ele cair na real... a demi vai aceitar de boa, assim como o ariel, mas o joe...
    agora quero pegação jemi, pfvr
    to carente de pegação jemi, nossa
    mas fiquei agr, ngm postou nada e...
    ai ai, ta perfeito, maravilhoso, tudo de bom!
    posta logo, ok?
    bjs de luz
    amo vc, gatosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esta tudo bem e eu fico feliz q esteja gostando <3
      está doendo na alma saber que essa história não vai ser longa como eu pensei, mas... fazer o que? le suspiro.
      tbm pensei, mas ele esta mudando MUAHAHHA para melhor, claro.
      não precisa mesmo, esses dois endiabrados ai! kkk
      já passei mal de desmaiar umas 5 vezes e quase matei a minha do coração... ela pensou que eu tinha morrido, até eu pensei que tinha morrido! sabe o que acordar toda mole e pensar "eu morri?" pois comigo foi assim.
      acredito que ela não teve outra opção, ela já se desesperou outras vezes e acabou por ficar mais forte quanto a isso...
      ta na cara, mas ele é lerdo demais para captar as coisas kkkkkkk
      estou trabalhando na pegação jemi... tbm estou carente disso, MEU DEUS :)
      posto sim, pode deixar
      tbm te amo ' o/

      Excluir
  9. SCOOR EU LARGADA NO CHAO O PAI DELE É VIADO SCOOR
    Awn eles com ciumem huuummmm..... se agarrem logo mds,e essa briga hein
    e esses dois o Olly e a Dinah olha a fofoca
    Awn o Joe todo preocupado com o Ariel,tava vendo a hora dele ter um troço ali
    Ta perfeito
    desculpa ter ficado todo esse tempo sem comentar :(
    Posta Logo
    Xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o pittbull é lesse... MUAHAHAHAHA!
      quando eles se pegarem... acho que a cozinha vai abaixo! scrr :D
      isso serviu para ele refletir, isso deu um impacto nele... um dos grandes!
      não tem problema, eu entendo perfeitamente.
      posto sim, pode deixar O/

      Excluir
  10. Respostas
    1. se eu tivesse capítulos adiantados...
      eu fazia, mas não tenho :( sorry

      Excluir