Eu nunca pensei que esse dia fosse chegar, mas ele chegou e sinto que preciso fazer isso. Não foi uma decisão fácil, fiquei tentando adiar o máximo possível, mas infelizmente não consegui. Começo pedindo desculpas por fazer isso sem aviso prévio, não era minha intenção, mas simplesmente não consigo! O bloqueio não vai embora e não é um bloqueio qualquer, estou passando por alguns problemas e estou em conflito comigo mesma. Sou uma garota de 19 anos e não faço ideia do que fazer da minha vida, nada acontece e por mais que eu tente, sempre acaba do mesmo jeito. No meio disso tudo surgem as cobranças das pessoas e por mais que elas tentem disfarçar, estão dizendo: "Garota, faça alguma coisa da sua vida!" Eu também me cobro, estou cansada de sentir como se estivesse fadada ao fracasso. Cansada de pensar na minha vida e sentir que tudo é uma grande conspiração para que eu quebre minha cara de novo e de novo. Cansada de decepcionar as pessoas! Eu não posso e nem quero decepcionar ninguém, por isso estou me afastando. Não quero que pensem que não me importo, eu me importo, mas não estou conseguindo escrever e eu amo fazer isso, amo mais do que qualquer outra coisa no mundo! Não quero fazer nada de qualquer jeito, nada menos do que perfeito, vocês merecem algo realmente bom. Quero que saibam que não é um hiatus permanente, vou tirar esse tempinho para estudar e correr atrás de algo para o futuro. Voltarei assim que for capaz de escrever algo novamente, quando sentir que esse fardo está menos pesado e... Acho que é isso, me desejem sorte! Amo muito vocês e arrisco dizer que já sinto saudade. Com amor, Jéssie.

06/01/2016

Broken Frame: Capítulo 1 • Trails

voltei a colocar título nos capítulos 


CALIFÓRNIA, 03:00 A.M

          Demetria nunca pensou que ficaria tão feliz ao acordar de um breve cochilo e ver sua casa se aproximar cada vez mais conforme o carro avançava. O ar da califórnia parecia ser realmente revigorante! Depois de uma turnê mundial promovendo seu terceiro álbum de estúdio, Demi só pensava em matar as saudades de seus filhos e descansar. Matthew parou no portão, abaixou o vidro, identificou-se no aparelho de interfone e esperou que abrissem o portão. Após abrirem, ele guiou o veiculo até as escadas que davam acesso direto a casa e esperou que um dos criados se aproximasse para abrir a porta do cara para Demi.  Tem certeza que não quer entrar? As crianças irão adorar revê-lo.  Ela sorriu. 
 Está muito tarde para visitas e você precisa descansar, Demi. Prometo que volto outro dia, basta você me ligar e acertamos tudo, o.k?
 Tudo bem, eu ligo.  Ele sorriu de volta e lhe abraçou.
 Obrigada novamente por ter me buscado, você é um amor.
 Não precisa me agradecer, basta depositar 50% do que arrecadou e estamos quites.  Riram juntos. Demi partiu o abraço assim que a porta ao seu lado foi aberta  Se cuide. 
 Você também, Matt.  Ela segurou na mão de Bob e desceu.

 Seja bem vinda, Srta. Lovato.  O rapaz sorriu e em seguida ofereceu-se para levar a bolsa que Demi carregava. 
 Obrigada.  Demi agradeceu com sinceridade  As coisas estiveram tranquilas enquanto estive fora?  Perguntou enquanto subia as escadas com ele. 
 Sim, sem qualquer problema com invasores.
 E as crianças?
 Cada um seguiu devidamente os horários programados.
 Receberam visitas?
 Avós maternos e paternos. Sr. Paul Carpenter voltou mais algumas vezes, mas queria muito falar...  Demi o interrompeu. 

 Comigo? Ele queria falar comigo?!
 Sim, ele me disse algo sobre uma casa no lago.
 Algum problema com ela?
 Sim e parece ser algo muito sério.  Demi balançou a cabeça. 
 Não me conte nada por enquanto, o.k? Algo me diz que vou me estressar muito com isso e não acho que este seja o momento apropriado.
 Como quiser.  Ele abriu a porta para que ela adentrasse na casa e em seguida fez o mesmo. 

***

          Demi olhou em volta e respirou fundo, nada havia mudado. O silêncio foi a única coisa que lhe causou um certo incomodo e rapidamente ela olhou o relógio da sala, ele marcava 03:10 da manhã! Seus pequenos provavelmente estavam dormindo.  Estão dormindo, Srta. Lovato. 
 Eu supus que sim.  Ela virou-se olhar a empregada. 
 Seja bem vinda.
 Obrigado, Angela.  Demi sorriu  Desculpe-me se acordei você com algum barulho.
 Eu estava aguardando sua chegada. Gostaria de saber se precisara de mim para alguma coisa?
 Oh, não. Pode ir dormir, eu só vou dar uma olhadinha nas crianças e ir dormir também.

 Sua bolsa está no quarto, no lugar de sempre. Deixei o banho na temperatura ideal e sua cama arrumada, suponho que esteja cansada.  Bob disse enquanto descia as escadas.
 Ah sim, muito! Obrigada por cuidarem de tudo, mais uma vez, não sei o que seria da minha vida sem vocês.  Ambos sorriram de forma agradecida  Estão dispensados, vejo vocês amanhã. Tenham uma boa noite. 
 Igualmente, senhorita.  Responderam em uníssono e se retiraram. 

          Demetria dirigiu-se até o interruptor, desligou a luz e subiu as escadas. Ela retirou seus sapatos para não fazer muito barulho no corredor e caminhou até a primeira porta da esquerda. Estava apenas encostada, bastou apenas um empurrão e ela viu Sabrina dormindo tranquilamente com os fones de ouvido. Demi adentrou no quarto, plantou um beijo delicado na bochecha da garota e retirou os fones de seus ouvidos, não era um habito muito saudável. O segundo quarto ficava um pouco mais a frente ao lado direito, a porta estava aberta e Demi entrou, seu coração batia forte no peito. Samuel estava de costas, tão pequeno, mas já carregava os traços de Joe. Ela suspirou pesadamente aproximando-se do filho, o cheiro de perfume suave invadiu suas narinas e um sorriso involuntário nasceu em seus lábios. Demi ficou ali observando o filho por um tempinho até que seu corpo implorou fortemente por um banho! Ela beijou a testa do pequeno e saiu com cuidado para não acorda-lo. 

          No caminho para seu quarto, Demi já começou a se despir. Retirou sua jaqueta preta, a blusa e jogou em cima da cama. Por ultimo as calças e seguiu para seu banheiro, lá ela se desfez das peças intimas jogando-as em um cesto e entrou na banheira. A água quente contra seu corpo causou-lhe um pequeno choque e ela tremeu. Apos essa sensação pouco comoda, Demi encostou a cabeça num apoio que a banheira possuía e sentiu seu corpo relaxar. Com os olhos fechados ela refletiu os meses em turnê e sorriu satisfeita consigo mesma, havia feito um bom trabalho e sentia-se bem com isso Agora teria tempo suficiente para descansar antes de pensar em compor para seu quarto álbum. Faria algo com as crianças, precisava de um tempo sozinha com elas longe da cidade e principalmente dos holofotes. A casa do lago seria perfeita, mas teria que falar com Paul primeiro. Ela suspirou, abriu os olhos, agarrou sua esponja com a mão direita e o sabonete com a esquerda afim de terminar seu banho o mais rápido possível, a ideia de falar com o ex-sogro agravou ainda mais seu cansaço.

***

          A enorme e aconchegante cama de casal acolheu bem o pequeno corpo de Demetria. O edredom abraçou perfeitamente seu corpo, o travesseiro parecia mais macio e relaxava perfeitamente sua cabeça. Demi não demorou muito para pegar no sono e viajar em seus sonhos. Certa hora da madrugada, Samuel acordou um pouco inquieto e resolveu ir perambular pelo quarto da mãe. O pequeno custou a acreditar que era ela mesma que dormia ali, sorriu e correu até o quarto da irmã para avisa-la.  Bi, acorda.  Ele chacoalhou-a levemente  Sabrina!  Ela abriu os olhos devagar e acendeu o abajur para encarar o irmão. Os olhos claros dele brilhavam mais do que o comum e o enorme sorriso nos lábios deveria significar algo realmente bom!
 Sam, o que faz acordado?
 Mamãe chegou, eu vi ela dormindo.

 Sério?!  Ela disse sorrindo também.
 Vem, vamos lá.  Samuel segurou em sua mão e a puxou numa forma de incentivo  Vem, Bi!
 Tá bom, eu vou. Mas não vamos acorda-la, o.k? Foi uma longa turnê e você sabe que a ansiedade não permite que ela tenha noites tranquilas de sono.
 Eu sei.  O garotinho suspirou enquanto eles andavam pelo corredor até chegarem no quarto da mãe. 
 Vamos deitar com ela, sem muita movimentação. Entendeu?  O garotinho assentiu. Sabrina soltou-lhe a mão e deitou-se ao lado esquerdo. Samuel deitou-se ao lado direito ficando assim de frente com Demi. Ele não conteve outro sorriso, ela respirava calmamente e tinha um cheirinho doce de flores. O sono veio para as crianças novamente e elas se aconchegaram na mãe matando um pouquinho da saudade que haviam sentido dela. 

DIA SEGUINTE, 10:00 A.M

          Demi acordou assustada, tinha a terrível sensação de estar atrasada para algum compromisso! Ela tentou levantar, mas não conseguiu. Haviam quatro braços em volta de sua cintura, Sabrina de um lado e Samuel do outro.  Céus!  Exclamou com um sorriso bobo seguido de um longo suspiro. Havia sentido saudade de suas crianças, muita saudade! Principalmente de Samuel, Sabrina era uma mocinha e já estava mais acostumada com sua rotina corrida de pop star. Samuel por sua vez ficava um pouco deprimido, tornara-se ainda mais dependente dela depois do divorcio.
 Mamãe.  A voz afetada do garoto fez com que Demi voltasse a realidade.
 Sam.  Ela acariciou seu rostinho carinhosamente. Ele pulou em seu colo e começou a falar rapidamente sem fazer pausa!
 Eu senti tanto sua falta mamãe os dias pareciam não passar e ninguém mais nessa casa me aguentava eu te amo tanto desculpa estar falando assim mas é verdade e eu quero que você saiba que você é...  Demi colocou o dedo indicador nos lábios do pequeno e riu.
 Respire um pouco, criança!  O garotinho riu envergonhado  A melhor mãe do mundo, não é mesmo?  Ela completou a frase e ele assentiu prontamente confirmando tudo  Eu também senti muito sua falta, Samuel. Amo muito você!  Demi disse incapaz de prolongar muito o momento, estava chorando. Sabrina despertara de repente e agora estava envolvida no abraço também.

 Bom dia, mãe.  Sorriu para ela e beijou-lhe uma das bochechas sendo observada pelo irmão.
 Bom dia, meu amor.  Demi acariciou seu rosto  Senti saudades de você também.
 Amo você.
 Também te amo e quero te dar os parabéns pela turnê. Foi incrível, acompanhei tudo pela internet no meu tempo livre e espero que tenha aproveitado bastante. Não vou deixa-la sair dessa casa por um bom tempo!   Elas riram e Samuel fez um sinal positivo com o dedão da mão esquerda.
 Não pretendo sair por ai tão cedo, mas confesso que tenho planos para nós.  Arqueou uma das sobrancelhas fazendo com que as duas crianças ficassem extremamente curiosas  Não vou dizer nada até ter certeza de tudo, o.k?

 Ah, mamãe!  Disseram em uníssono fazendo careta.
 Sem essa de ah, mamãe Demi disse divertida  Vão se arrumar para tomarmos café quero saber sobre tudo o que aconteceu enquanto estive fora, vamos!
 Vai querer saber o que não aconteceu também?  Sabrina sussurrou a pergunta de forma baixa, como se fosse apenas para si mesma, mas Demi ouviu. Samuel saiu saltitante do quarto e Demi levantou-se a tempo de impedir a saída da garota.
 O que não aconteceu?
 O papai, mãe.  Ela suspirou  Já contou quanto tempo ele não aparece?
 Sinceramente, não.
 Ele nunca ficou sem falar comigo durante tanto tempo, estou preocupada.
 Sabrina, seu pai sabe se cuidar. Provavelmente está enfiado em um estúdio por ai gravando alguma coisa, o.k? Ele é bem chatinho quando se trata das musicas dele.  Demi fez careta  Principalmente o processo de composição das letras, como ele escreve a grande maioria, faz o que for preciso para que elas saiam perfeitas.

 Será?
 Relaxa, amor.  Ela beijou a testa da filha  Samuel perguntou dele?
 Uma vez, mas dei um jeito de mudar do assunto. Deve ter funcionado, ele não voltou a perguntar mais.
 Certo, agora vá se arrumar. O.k? Nos vemos lá em baixo.

SALA DE REFEIÇÕES, 10:00 A.M

          Angela surpreendeu-se ao ver Demi de pé tão cedo. Para alguém que havia acabado de chegar de uma turnê mundial, ela precisava de um pouco mais de descanso! O cabelo dela estava preso num coque bagunçado, ela vestia roupas despojadas como: regata larga e calça de moletom.  Desculpe pela demora, não esperava vê-la de pé tão cedo.  A mulher explicou-se servindo o suco de laranja fresco que Demi tanto gostava.
 Eu acordei achando que estava atrasada para algum tipo de compromisso e encontrei dois intrusos na minha cama.  Sabrina e Samuel riram com a brincadeira  Não pude resistir, mas não se preocupe comigo. Estou bem e vou ter tempo de sobra para descansar, isso depois de curtir minhas crianças.  Angela sorriu com a resposta e retirou-se para terminar os waffles de Sabrina.

 Que tal me contarem o que eu perdi enquanto estive fora?
 Eu começo, eu começo!  Samuel disse com a boca cheia de sucrilhos e elas riram.
 Pode começar, Sam.
 Eu tive algumas sessões de fotos e muitas aulas divertidas na escola. A tia disse que estou indo bem e que minha mamãe devia sentir muito orgulho de mim.
 Eu sinto muito orgulho de você, bebê.  Demi disse entre mordidas numa torada  Quero ver suas fotos e todos os desenhos depois.

 Fiz um pro papai, você sabe quando ele vai nos visitar?  Ela balançou a cabeça.
 Não, mas vou verificar isso.  Demi limitou-se ao dizer  Quais são as novidades, Sabrina?
 Bem, eu gravei alguns episódios da série e fiz algumas apresentações.
 Só isso?  Angela trouxe os waffles e a garota começou a comer sem ao menos responder. Demi bebericou seu suco novamente e observou a filha, ela estava escondendo alguma coisa. Mas o que seria?

 Vovó Dianna e vovô Eddie estiveram aqui também, eles trouxeram alguns filmes antigos. Foram tantos que acabei pedindo para que eles deixassem os outros pra mim terminar de ver!  Sabrina sorriu  Podemos ver juntas depois?
 Podemos, mamãe?  Samuel disse animado.
 Sim, como quiserem.

SALA DE TELEVISÃO, 01:00 P.M

          Demetria abriu os olhos lentamente, piscou duas vezes e conseguiu focalizar Sabrina retirando um dos filmes do aparelho se DVD. Ela havia pegado no sono outra vez, droga! Samuel ria e comentava sobre alguma cena engraçada.  Esses filmes de faroeste são todos iguais, Sam.  A garota balançou a cabeça em negação e em seguida olhou para Demi  Gostou do filme, mãe?  Disse num tom brincalhão.
 Me desculpem, não foi intencional.  Demi fez uma careta.
 Tudo bem, mamãe.  Samuel se levantou e beijou-lhe bochecha  Vamos almoçar agora? Angela veio perguntar se queríamos comer.
 Sim, pode ir avisa-la que já vamos.  O garotinho saiu correndo e Demi voltou-se para a TV. Sabrina havia colocado no canal E! Estava passando o Fashion Police e eles falavam sobre os melhores looks de uma premiação, mas isso não foi o que chamou a atenção da garota e sim, o fato de Joe ser citado no programa.

Joseph Carpenter simplesmente brilha em todas as premiações que comparece e não me refiro só ao fato dele ser um homem talentoso e atraente. Ele tem um ótimo gosto para se vestir, olhem só! Uma pena ele não ter comparecido no VMAs este ano, senti muito a falta dele. Na verdade faz meses que não ouço falar dele e vocês? -  os outros apresentadores do programa concordaram com Nicole Scherzinger -  Alguém por favor traga esse homem de volta, sentimos muito a falta dele! 

          O sorriso no rosto da cantora demonstrava claramente algum tipo de afeto, Joe devia conhece-la. Demetria desligou a televisão com o controle remoto, aproximou-se da filha e tocou seu ombro.  Sabrina, vamos. Essas pessoas não sabem o que dizem!
 Como não sabem? Essa tal Nicole trabalhou com ele e diz que não sabe sobre ele faz meses! Mãe, meu pai desapareceu e você age como se fosse a coisa mais normal do mundo.  Sabrina afastou-se e passou uma das mãos pelo cabelo preocupada.
 Eu saberia se seu pai tivesse desaparecido.  Demi disse um pouco irritada. Não seria bom se Samuel ouvisse aquela conversa, ele provavelmente se desesperaria como Sabrina ou até mesmo pior!

 Vovó Denise não soube me dizer sobre ele ou não quis falar, tem alguma coisa muito estranha acontecendo! Você não acha?
 Eu acho que esse assunto é irrelevante agora, o.k? Vamos falar sobre isso depois, se quiser. Vou falar com Nick e você vai ver que não tem motivos para se preocupar.  Sabrina olhou para ela por breves segundos e assentiu engolindo a súbita vontade de chorar.
 Tudo bem.  Murmurou.

 Mamãe, mamãe!  Samuel voltou correndo com a boca suja de molho de tomate  O almoço está servido. Vamos comer agora?
 Sim, nós vamos.  Ela sorriu pro pequeno.
 Bi, você não vem?  Sabrina olhou para seu irmãozinho e não conseguiu dizer não pra ele. Apenas aceitou a mão dele e juntos caminharam até a sala de refeições sendo seguidos por Demi, pensativa.

***

          Demi esperou os filhos se distraírem com alguma coisa e retirou-se indo até a praia. Os dois seguranças a observavam e ela estava sentada na areia com seus trajes despojados, o celular em suas mãos um pouco tremulas. Ela discou o primeiro numero e aguardou, fora da área de cobertura.  Só pode ter se metido numa fria!  Demi praguejou na terceira tentativa de falar com o ex-marido. Por fim, ela acabou ligando para Nick de uma fez por todas. Chamou algumas vezes até ele finalmente atender!
 Não esperava que fosse me ligar tão cedo, achei que tivesse chegado ontem.
 Cheguei de madrugada, Nick.

 E como você está, pequena?
 Cansada e frustrada! Preciso de respostas.
 O que está acontecendo?
 Onde seu irmão se meteu? Sabrina está desesperada atrás dele e disse que nem sua mãe soube dizer para ela onde ele estava.
 Gostaria de ajuda-la, mas não posso. Eu não falo com Joe faz anos, Demi! Você sabe disso melhor do que eu, não se lembra? Mas nem é tanto por isso.

 O que é então?!
 Não quero assusta-la, mas deve ter algo sim acontecendo com ele.
 E o que te faz pensar nisso?
 Meus pais e até Kevin estão muito estranhos, como se estivessem escondendo um segredo de estado!  Nick bufou  Ninguém naquela casa fala sobre ele.

 Qual foi a ultima vez que ouviu falar dele?
 Um acidente envolvendo o ônibus da turnê, mas nada grave.  Demi sentiu o coração apertar, o que diabos estava acontecendo?  Ele não estava no ônibus, então a mídia não deu muita importância, pelo menos foi o que John me contou.
 Um acidente acontece e você me avisa agora?!
 E você faria alguma coisa, Demi? Você e Joseph não se suportam mais, não conseguem ficar no mesmo ambiente sem que uma grande briga aconteça. Pensei que não fosse relevante e que não quisesse saber nada sobre ele, você mesma me disse.
 Eu sei que disse que não queria saber nada nunca mais, mas agora eu preciso. É uma questão de necessidade, pelas crianças!

 Meu pai esteve na sua casa, não esteve?
 Sim, esteve e preciso falar com ele. Tem algum problema com a casa do lago e ele voltou aqui algumas vezes para falarmos sobre isso.
 É algo sobre uma reforma, aposto. Faça uma visita, leve as crianças e pergunte sobre Joseph, ele é o único que pode te dizer onde ele está.

 Obrigada, Nick.  Demi sorriu com sinceridade.
 Não me agradeça, Demetria.  Ele riu  Quero que venha me visitar, sinto saudades de você.  Nick suspirou e Demi sentiu sinceridade em suas palavras.
 Assim que resolver essa situação com Joseph, vou estar livre para fazer visitas e você será o primeiro da minha lista, aguarde.
 Eu estarei esperando, pode apostar que estarei.

 Até mais.
 Até mais, Demi. Cuide-se!
 Você também.  Riu e desligou.

***

          Sabrina esperava pela mãe sentada na soleira da porta, ela abraçava as pernas e apoiava sua cabeça nos joelhos. Assim que Demi surgiu caminhando em sua direção, ela levantou-se e deu um passo a frente.  O que ele disse?
 Vamos fazer uma visita ao seus avós paternos amanhã, vou tentar arrancar alguma coisa deles.
 Tio Nick não sabe de nada?  Demi pensou rapidamente e concluiu que não seria bom comentar sobre o pequeno acidente com o ônibus da turnê.
 Não, ele e seu pai não se falam desde que nos separamos.  Deu de ombros.

 O que você acha que aconteceu com ele?
 Ele pode ter tirado um tempo para descansar e ter um pouco de privacidade.
 Papai me prometeu que sempre estaríamos juntos e agora, ele sumiu sem ao menos se importar em me dizer aonde ia!  Algumas lágrimas escaparam e Demi abraçou Sabrina carinhosamente.
 Filha, nada disso mudou. Ele deve ter os motivos dele, assim como eu tive os meus um dia, então não podemos julga-lo.  A garota riu baixinho e Demi franziu o cenho  O que foi?
 Essa é a primeira vez em tempos que você o defende e não pude me conter, foi engraçado.  Ela partiu o abraço para encarrar a mãe e Demi balançou a cabeça de forma negativa rindo  Isso me fez lembrar de quando eramos...  Sabrina deixou a frase morrer assim que Samuel agarrou sua perna.

 Te achei, agora é a sua vez de procurar!  Disse eufórico  Quer brincar também, mamãe?
 Claro, vamos nos esconder.  Demi olhou uma ultima vez para Sabrina e saiu para se esconder com Samuel.

 Uma família de verdade.  Ela completou com um sussurro e suspirou.

--

alô, alô. vocês sabem quem sou eu?
olá manas, olha só quem voltou com um capítulo grande pela primeira vez em tempos O/
estou feliz e espero que todos os capítulos sejam assim, grandes, vamos orar rsrsrs
revisei rápido, então se tiver algum erro me desculpem
respondo os comentários dps, agora preciso ir :c
espero que gostem 
amo vcs

 

socorro, achei minha irmã perdida!

11 comentários:

  1. Eita que já peguei crush nessa fic tadinha da sabrina quer noticias do pai e ninguem sabe sobre o joe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vai ter mil tretas até descobrirem o paradeiro do joe e a sabrina vai surpreender muita gente, aguarde ;)

      Excluir
  2. OMG
    A fic mal começou e eu já considero pacas... Já criei um amor por ela
    Então pode postar capítulos longos e rápido pleaseeee
    Posta logooo
    PS: não to comentando ultimamente porque leio pelo celular e ele só envia o comentário quando quer...
    Enfim Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu prefiro não comentar que estou escrevendo bastante e que estou tendo muitas ideias, mas é isso. haha <3 de fato os capítulos estão longos e bateu até uma emoção.
      vou postar amanhã, sem falta :)
      ah, tudo bem.. eu compreendo perfeitamente, meu antigo celular era assim. bjz

      Excluir
  3. Mds o que dizer dessa fic que mak conheço e ja considero pakas??? Ameeeei serio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico muito feliz que esteja gostando... muito mesmo <3
      vou postar amanhã ^-^

      Excluir
  4. eita...acho que o Joe está aprontando kkkk...
    tá tudo maravilhoso ❤️❤️
    ansiosa para mais kkkk, não demora !!
    beijosss amora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tem muita gente aprontando, estou ansiosa para começar a escrever as tretas! *-*
      fico feliz que esteja gostando, não vou demorar. o segundo capítulo vai sair amanhã <3 bjz

      Excluir
  5. cara eles tão escondendo delas que ele sofreu o acidente que horror!!!!
    estou impactada com isso, cara parabéns pelo capitulo ta muito maravilhoso, a parte da sabrina falando sobre quando eles eram uma familia de verdade chorei
    posta logo que eu to ansiosa
    They call you cry baby, cry baby, but you don't fucking care!!!
    melanie meu amor
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. tem algo por trás do acidente e promete surpreender muita gente. vai ser algo diferente, um novo conceito, posdo assim dizer ;)
      estou escutando músicas da "bad" para escrever esses momentos e posso dizer que está só começando. vou postar amanhã, a mão chega a tremer aqui haha o.<
      mais uma ídola pra minha vida, não tá facil <3 bjz

      Excluir
  6. To ficando mais curiosa pra saber o que acontece e porque esconderam o acidente da Demi.

    ResponderExcluir