15/02/2016

Broken Frame: Capítulo 15 • Angel

voltei amores, mas não tive tempo de revisar :c se tiver algum erro me desculpem 

(c) @lovatorey

          Joseph estava sentado na sala, ele vestia apenas sua calça de moletom do pijama. O banho morno não fez seu corpo relaxar, ele estava inquieto! Gigi dormia no andar de cima e sua consciência pesava. Cada arfar, gemido e suplica... ela estava lá, Demi estava lá! Ele precisou morder os próprios lábios com força para não dizer o nome dela. Agora, ele não parava de se perguntar: O que estava acontecendo com ele? Desde que ela havia chegado sua vida estava ainda mais bagunçada, sentia raiva de si mesmo por não conseguir domar os próprios pensamentos. Gigi não merecia! Ele suspirou, jogou a cabeça para trás e fechou os olhos.
Joe... Jose... Joseph! - ela gemeu ao pé de seu ouvido. 
          Ele abriu os olhos, bufou e caminhou até a cozinha para pegar um copo d' água. 
Só você sabe me amar, só você...
          Joe encostou-se na bancada da cozinha e começou a beber sua água. Ele passou uma das mãos pelo pescoço sentindo um certo desconforto naquela área, Gigi havia mordido com força e a marca no dia seguinte estaria visível! 
As unhas dela arranharam suas costas com força, seus lábios se abriram e ele gemeu o nome dela alto. - Demetria!
          Ele balançou a cabeça tentando afastar aquelas lembranças, colocou o copo no lugar de origem e voltou para a sala. Joe deitou-se no sofá, encarrou o teto e suspirou. Não queria tomar seus remédios pois sabia que deveria pensar. Precisava falar com ela sobre os últimos acontecimentos, sem perder o controle para não machuca-la? Era o que ele queria, mas agora isso parecia ter se esvaído. Gigi não havia se enganado, ele estava preocupado e não era pouco. Havia estado ao lado de Demi durante tantos anos, lutou ao lado dela em batalhas profissionais e principalmente, batalhas pessoais. Sabia que ela poderia recair se não mantivesse o foco e no fundo temia isso, não por ele, mas pelas crianças. Eles já haviam sofrido demais, não mereciam. Ele bocejou e fechou os olhos, talvez devesse descansar um pouco.

DIA SEGUINTE, 08:45 A.M

          Joe levantou-se bruscamente, estava soando e suas mãos estavam tremulas. Era um sonho ruim com o acidente, sempre o mesmo, maldito pesadelo! Ele olhou para a mesinha de centro e lá haviam três bilhetes.
Fomos comprar alguns alimentos que estão em falta, Selena veio conosco. Voltamos logo, o.k?
Mamãe e Papai

Bom dia, papai.
Eu resolvi dar uma caminhada aos arredores da casa e mostrar o lago pro Bradley, Sam veio conosco. Voltamos logo, beijo.
Sabrina

Boa dia, Joseph.
Queria ter me despedido dignamente, mas imaginei que tivesse tido problemas para dormir e preferi não acorda-lo. Vou tentar ligar mais tarde, mas não tenho certeza de que terei tempo. Cuide-se, o.k? Assim que surgir outra brecha por aqui, eu vou voando ver você. Eu te amo! Beijos xx Gigi
P.S: ontem foi incrível! 

          O barulho de passos na escada trouxe-o de volta, ele estava sozinho naquela casa com Demi! Ela desceu as escadas e caminhou esfregando seus olhos. Demi vestia um conjunto de pijama de moletom, seus cabelos soltos impediram-na de vê-lo. Joseph pigarreou, ela se virou para olha-lo e arregalou os olhos. — Meus Deus, você me assustou! 
— Desculpe-me. — O silencio reinou entre eles. Demi o analisou e mordeu discretamente seus lábios. Era a primeira vez que ela o via sem camisa, ele continuava forte. O abdômen estava bem definido como se ele não tivesse parado de treinar! O pescoço dele estava cheio de hematomas? Eram mordidas e se destacavam bastante.
— Onde está todo mundo? — Ela quebrou o silêncio.
— Meus pais e Selena foram fazer compras. Sabrina, Bradley e Sam foram caminhar. Gigi foi embora, então acho que somos só nós dois. — Demi deu de ombros e caminhou até a cozinha. Ela estava faminta! Sorriu de forma involuntária quando encontrou seu café da manhã prontinho. Havia um bilhete para ela. Joseph apareceu logo em seguida, ela estava tão distraída lendo que nem sentiu sua presença. 

— O que diz ai? — Ela arqueou uma das sobrancelhas e riu baixinho. 
— Imaginamos que estaria faminta, então deixamos seu café da manhã pronto. Esperamos que goste! Com amor, Sabrina e Samuel. — Demi olhou para ele — Isso foi muito fofo!
— Eu pude ver. — Ele comentou sorrindo brevemente e pegou uma xícara no escorredor de louças. 
— O que está fazendo?
— Vou preparar meu café. — Ele deu de ombros. 
— Podemos dividir, eu não vou conseguir comer tudo sozinha. — Demi pegou a grande bandeja e levou para a sala de refeições. Joseph seguiu-a novamente e sentou-se de frente com ela. Ambos serviram-se em silencio, Demi encarava suas bolachas para não sustentar o olhar de Joe. Ela sentia que ele estava olhando para ela e de certa forma era desconfortável!

— Quer falar sobre ontem? — Demi foi obrigada a encara-lo e assim fez — Você não me disse o que estava fazendo no meu quarto ontem.
— Eu só queria saber o que Mandy tanto queria fazer aqui, mas já sei de tudo e você não precisa me explicar. Sinto muito por ela, sério.
— Você começou a passar muito mal e eu pensei... — Demi o interrompeu.
— É tudo culpa minha, estava onde não deveria estar e isso é tudo. — Joseph suspirou, ela não falaria e ele achou melhor não insistir — Como foi o jantar ontem?
— Foi bom, eu fiz o que você me pediu.
— Obrigada.
— Isso não significa que foi a mesma coisa sem você. — Demi mordeu os lábios para conter o sorriso que queria esboçar — Fiquei surpreso, você aceitou o garoto numa boa. O que te fez mudar de ideia?
— Eu não estava em condições de discutir com ninguém e ele parece ser um bom garoto. Acho que é melhor tê-los por perto, sabe? Assim podemos orienta-los e repreende-los quando for preciso. — Joe assentiu concordando com ela — Agora é sua vez. 
— Eu quis fazer diferente dos meus pais, eles não aceitaram nosso namoro na época e tudo foi bem conturbado, então quis algo diferente para nossa filha. Ela é jovem, os dois são e pensei exatamente como você! É melhor tê-los por perto. — Demi deu um gole em seu suco e sorriu. 
— Sentiu ciumes dela? — Ele arqueou uma das sobrancelhas — Ontem você estava com olhos de águia sobre ela. 
— Admito que sim, eu senti uma pontadinha de ciumes. — Ele riu e levou uma bolacha até os lábios — Mas ela parecia tão feliz e radiante, não quis estragar o momento. — Demi concordou e o assunto não rendeu mais. Joseph estava incomodado e um pouco sufocado! Tinha tantas perguntas para fazer, mas ela parecia não estar disposta a responder nenhuma delas. 

— Obrigada.
— Você já me agradeceu, Demi.
— Não é pelo jantar, Joseph. — Ela suspirou — Eu realmente não sei o que houve comigo. — Demi desabafou. 
— Você ouviu demais sobre coisas que desconhecia ou ainda desconhece, não sei. — Joe deu de ombros — Selena me falou que você começou a dizer que estava ouvindo vozes.
— Eu ouvi uma voz feminina, Joe. Foi muito estranho! Você acha que estou ficando louca? — Ele olhou apoiou os cotovelos na mesa, sustentou o rosto com suas mãos e olhou diretamente nos olhos dela. Ela estava vulnerável e com medo, Joe pensou em todos os problemas que ela já havia enfrentado e suspirou.

— Você já se livrou dos seus demônios, Demi. Nós cuidamos bem disso! Você não está ficando louca.
— Nós cuidamos?
— Vivemos algo juntos, não tem como negarmos isso. Ninguém aqui está tentando reviver um passado, Demi! Você está se cuidando? Diga-me.
— Esta falando sobre as consultas regulares?
— Demetria!
— Eu não tive tempo, Joe! — Ela se defendeu — Estamos falando de uma turnê mundial, shows, entrevistas e inúmeros fãs para atender. 

— Seus pais, o que eles disseram?
— Não nos falamos desde que eu cheguei aqui, mas antes de vir estava me sentindo estranhamente angustiada e culpada! — Ele engoliu em seco — Minha mãe disse para procurar meu psiquiatra ou coisa do tipo. Disse que tentaria, não me lembro direito, mas não tive tempo. 
— Talvez devesse conversar com Kevin, tudo bem? Ele vira me visitar em breve, só não sei quando.
— E essa preocupação de repente?
— Eu sou justo, Demi. — Ela franziu o cenho confusa — Não vou deixar que nada passe dos limites, entende? Conheço você, então sei o quanto pode ou não aguentar. Talvez esteja equivocado, mas de qualquer forma... — Joe suspirou — Sou incapaz de ver uma mulher chorando, o.k? Até mesmo você! — Ele voltou a postura de origem, esticou o braço sob a mesa e tocou a mão de Demi com a sua. O toque gentil, confortável e acolhedor. Ela sentiu a área esquentar, a mão tremer de leve e o coração saltar desesperadamente no peito. Sentiu-se estranhamente tranquila, relaxada, como se aquilo fosse um sinal de paz?

         O barulho de passos anunciava que eles não estavam mais sozinhos, Demi soltou-lhe a mão devagar e sorriu brevemente numa forma silenciosa de agradecimento. A mão dele continuou no mesmo lugar, ele pareceu entrar em transe ali olhando para ela! Samuel apareceu correndo na cozinha chamando a atenção de Demi, ela abraçou a filho e o colocou em seu colo.
Venha vê-lo, Joe. - ela disse com um sorriso angelical em seus lábios - É o nosso pequeno Samuel. -ele respirou fundo. cada passo foi pesado, doloroso e receoso. E se não fosse seu filho, o que faria? As mãos tremeram de medo e nervoso. Joe olhou aquele pequeno bebê, os cabelinhos ralos, os olhos pequenos e escuros, como os seus. Tinha duvidas, duvidas que não seriam esclarecidas tão cedo! Mas aquele pequeno anjo não tinha culpa. Ele acariciou de forma delicada a bochecha do bebê e sentiu o coração amolecer quando ele segurou seu dedo com as mãozinhas. Os pequenos olhos brilharam e Joe sentiu vontade de chorar, como nunca antes. -Ele se parece com você. - A voz de Demi o chamou a atenção, por muito pouco não conseguia olha-la. - Diz alguma coisa, por favor. Você está me assustando. 

— Papai. -Samuel tocou sua mão.
Eu nunca vou deixar que falte nada para ele, Demi. Principalmente amor, o meu amor! - Joe beijou-lhe a testa e em seguida tomou o garotinho nos braços. 
— Papai, você ouviu o que eu disse? — Joe balançou a cabeça. 
— Desculpe-me, estava destra ido. O que disse?
— Perguntei se estava tudo bem.
— Eu estou ótimo. — Ele sorriu e viu o garotinho franzir o cenho — Como foi a caminhada com Sabrina?
— Ela ficou brava comigo por correr, mas eu só estava brincando. — Samuel riu.
— Onde ela está?
— Lá fora com Bradley. — O garotinho fez uma careta. 

— Bom dia. — Denise disse sorridente carregando algumas sacolas. 
— Bom dia. — Demi e Joe responderam em uníssono. Denise beijou a bochecha do filho e passou um dos dedos pela marca em seu pescoço. Imediatamente ele se levantou e sorriu um pouco sem graça. 
— Vou vestir uma camisa e desço já para ajudar com as compras. — Ele saiu rapidamente e Denise olhou para Demi com uma de suas sobrancelhas arqueadas. 
— Eu não fiz aquilo, se é o que quer saber. — Demi riu — Sua atual nora tem um espirito de animal selvagem, não sei como nunca percebeu isso. — Denise riu, balançou a cabeça e saiu com as sacolas indo em direção a cozinha. 

***

          Joseph guardava os mantimentos junto com Selena quando o barulho do interfone se ecoou pelo comodo, Demi apareceu na cozinha com algumas louças e acabou por atender.— Kevin Carpenter. — Joe levantou-se rapidamente, pegou o controle do portão e liberou a entrada do irmão mais velho.
— Eu te disse que ele viria! — Ele sorriu e correu em direção a entrada da casa.
— Ei, Joe! — Selena o chamou em vão e Demi riu.
— Parece que você precisara de um novo ajudante. Samuel! — O garotinho apareceu na cozinha — Ajude sua tia Selena, o.k?
— O.k. — Ele sorriu.
— Obrigada. — Selena agradeceu.

          Demetria lavou rapidamente as louças, colocou no escorredor e caminhou até a sala. Pela janela ela pode ver Joe recepcionar o irmão e a cunhada. Ele sorria, mas ainda sim parecia um pouco perturbado. Aqueles últimos instantes na cozinha haviam sido tão estranhos, ele parecia estar se lembrando de algo? Demi balançou a cabeça e resolveu trocar de roupa, não parecia estar vestida adequadamente e então subiu. Sabrina e Bradley se beijavam no corredor, Joe surtaria de ciumes se visse a cena! Ela riu com o pensamento. — Tá bom, chega. — Demi afastou os dois em meio a uma gargalhada divertida — Nada de beijos no corredor, o.k? Joseph parecia muito amigável ontem, mas não abusaria da sorte se fosse você. — Ela bagunçou os cabelos de Bradley.
— Desculpe-me, mamãe. — Sabrina disse um pouco envergonhada.
— Não seja boba, está tudo bem. — Os dois suspiraram aliviados — Temos visitas, acabaram de chegar. Desçam e sejam bons anfitriões, desço já. O.k? — Ela sorriu e adentrou no quarto.

***

          Kevin achou Joseph diferente, ele parecia estar melhor desde a ultima vez que estivera lá. As crianças tinham méritos por este progresso, mas ele sabia que não era apenas por elas. Eles se sentaram na sala, engajaram uma conversa animada e divertida, isso até Demi aparecer. Ela estava linda, mas era perceptível que algo estava incomodando-a bastante! — Kevin.
— Demetria. — Eles se cumprimentaram com um breve abraço — É muito bom vê-la! — Kevin sorriu.
— Igualmente. — Ela retribuiu o sorriso e cumprimentou Danielle — Você está linda!
— Você também, Demi. Quem não te conhece, não diz que já é mãe de dois filhos, você esta realmente ótima!
— Eu diria que sou uma filha da mãe de muita sorte. — Eles riram.

          Logo todos conversavam e riam. O clima permaneceu animado por um longo tempo, mas Demi percebeu quando Kevin cochichou algo com Joe e os dois saíram discretamente. Kevin havia inventado uma desculpa qualquer para tirar o irmão caçula de dentro da casa, Joseph sabia muito bem disso e logo parou de caminhar quando já estavam longe o suficiente para ninguém ouvi-los. — O que quer saber?
— Tudo. — Ele cruzou os braços — Nicholas me visitou ontem, ele estava muito preocupado com você. É verdade que você bateu nele?
— Eu perdi a cabeça.
— Era disso que eu tinha medo, Joe. Já parou para pensar que poderia ser qualquer outra pessoa? Quando ele me contou que Demi estava aqui, eu admito que pensei em muitas coisas. Não me diga que você seria incapaz de fazer algo, eu sei que você seria!

— Não aponte o dedo pra mim como se fosse meu pai, Kevin!
— Eu tenho o direito de fazer isso, sou seu irmão mais velho e um dia tirei uma arma da sua mão! Esqueceu-se disso? — Joe permaneceu em silencio — Meu Deus, me diz que esta tomando aqueles remédios. Você está?
— Você sabe o que penso sobre isso, não sabe? Eu estou bem, me sinto bem e muito tranquilo.
— Não é o que eu vejo, você está me escondendo alguma coisa. O que aconteceu entre você e Demi?
— Nós tivemos algumas briguinhas aqui e ali, mas isso já é algo comum.

— Não é o que parece, Joe. Tem mais, muito mais! Conte-me.
— Ela está se recordando de algumas coisas, mas ainda não é tão nítido. Eu desejei que isso acontecesse e que ela sentisse toda a maldita dor, mas não estou tão certo agora. — Joe cruzou os braços e olhou para Kevin — Eu estive com ela hoje de manhã e ela desabafou comigo.
— O que ela disse?
— Disse que estava ouvindo vozes e que estava com medo. Eu segurei a mão dela para conforta-la e foi... algo... não sei te descrever o quanto foi... bom. — Ele suspirou após se atrapalhar todo com suas palavras — Me lembrei de quando Samuel nasceu e fiquei um pouco perturbado com tudo.

— Você ainda tem suas duvidas?
— Sim, eu tenho. — Kevin suspirou.
— Infelizmente não podemos evitar que ela se machuque com as lembranças, Joseph. Você desejando ou não, ela vai se lembrar de tudo. — Joe assentiu — Agora, sobre o Samuel... você sabe o que deve saber, não sabe?
— Kevin, eu já te disse...
— Você se tortura com isso pois tem medo, medo do resultado.

— É fácil pra você falar, Kevin. O que você faria no meu lugar?!
— Eu faria logo o maldito exame! Se eu fosse você faria de tudo para ter paz na minha alma e principalmente no meu coração. — Joe o encarrou — A verdade é sempre mais digna, Joe. Não importa a gravidade da situação! — Ele suspirou — Bem, eu não quero que você fique se torturando. O.k? Faça o que você tiver de fazer quando se sentir confortável, mas não espere muito.
— O que quer dizer com isso?
— Já passou pela sua cabeça que Demi pode tomar essa iniciativa assim que se lembrar de tudo? Se você quer evitar que ela se machuque demais nessa historia toda, não espere que ela tome a iniciativa.

--

finalmente voltei, socorro. estava no desespero, mas deu tudo certo! 
esse capítulo tem continuação e devo dizer que vem coisa por ai, viu?
escrevi um jemi moment que até agora não superei haha
respostas aqui | espero que tenham gostado
prometo postar logo, o.k?
beijos e até o próximo
amo vcs

 

demi no grammy hoje e eu só sei sentir! sdjsdjsdj

22 comentários:

  1. K7
    Samuel tem q ser filho do Joe pelo amor de Deus!
    Tem que ser do Joe!! Tem que ser do Joe!!
    Ta incrivel!!! Mal cheguei e já tomei esses tiros de perfeição :3
    VC também é libriana? <3 <3 <3
    Continua logo amor!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. demorei um pouco para entender o k7, mas td bem! haha sou lerda mesmo
      hm... será? ~suspense~ isso logo será revelado
      fico feliz que tenha gostado :)
      sou sim, 13 de outubro **
      vou postar assim que puder

      Excluir
  2. Estou esperando ansiosamente por mais mais mais...
    Pode postar...
    Sera que pode vim maratona por aqui? *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o próximo capítulo vai ser um dos melhores, na minha opinião <3
      o 16 já foi postado, estou preparando o próximo o/
      vou tentar adiantar alguns capítulos, prometo *u*

      Excluir
  3. você já está juntando dinheiro para pagar as consultas médicas? meu coração não aguenta, em todo capitulo é um tombo, amando demais essa fic, poosta logo, beeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. estou pensando em vender umas miçangas para complementar o dinheiro haha
      fico feliz que esteja gostando <3
      postarei em breve, beijos **

      Excluir
  4. Oi leitora nova!Essa fic tá viciante, já li outras fics de seu blog e amei, mal posso esperar pelo próximo capítulo!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. seja bem vinda, anjo
      fico feliz que esteja gostando <3
      postarei logo, beijos **

      Excluir
  5. AI MEU DEUS. ESTOU CHOCADA E DE BOCA ABERTA COM ESSA CAPÍTULO. JA ACABOU COM O LACRE JÉSSICA?
    Momento Jemi *---* amei demais. Quando o Joe segurou a mão de Demi e ela sentiu a mão esquentar e tudo mais e quando ele disse que foi bom tocar na mão dela *---* vomitei litros de arco íris com isso sério mesmo.
    Prevejo treta no próximo capítulo e algo me diz que Demi vai se lembrar do passado logo logo e ela vai surtar com isso. E acho que o Kevin ainda vai estar por lá quando tudo isso acontecer. Joe faça logo esse dna e descobre que o Sam é seu filho. ( eu nunca vou superar essa criança. Sério. Ele é muito fofo. Como todas as crianças que voce coloca nas fics. Todas são perfeitas ). Prevejo treta quando a gigi nojenta voltar de novo e Denise safada pensando que rolou seco selvagem enquanto ela esteve fora kkkkk.
    Bom Jessie poderia ficar anos aqui comentando o capítulo mas vou deixar pea escrever mais no próximo kkkkk
    Então posta logo e não me deixe mais doida do que eu já estou, se não eu vou ter que me consultar com o Kevin também kkkkkk
    Beijooooos mulher lacradora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ainda não acabou, hein ~dando pulinhos~
      se você já vomitou arco iris com eles assim, imagine quando eu postar o próximo capítulo (17)... esse cai ser "bomba"! haha <3 vai acontecer tantas coisas quando ela finalmente se lembrar de tudo... vai ser intenso, apenas digo. o samuel vai surpreender ainda mais quando tudo acontecer, ele vai se mostrar bem maduro para uma criança. (eu também nunca vou supera-lo, sério. acho que quando essa fanfic acabar vou ter sérios problemas... não vou querer que ela se vá) vai ser uma das maiores e melhores tretas. até lá vamos ter muitas coisas com as quais lidar e uma delas é a mandy ~spoiler~ denise é uma das melhores pessoas, socorro! hahaha
      vou postar logo estou muito ansiosa com aquele capítulo, socorro! <3
      beijos **

      Excluir
  6. Respostas
    1. postei e logo, logo estarei postando o 17 <3

      Excluir
  7. Posta o proximo looogo pfvr!!

    ResponderExcluir
  8. Cara que capítulo! O momento Jemi, eu cai dura no chão, socrr jkhfkSF... Denise achando que foi Demi que deixou as marcas em Joe MORTA KKKKKKKK bem que podia ser :( Quero beijo Jemi logo, muié... O Sam TEM que ser filho do Joe, pelo amor de Deus, eu não aguentaria o sofrimento do meu bebê se o Sam não for filho dele :( tiros vão rolar se você não postar logo u_u só pra deixar claro, bjssss mozaum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. yep, fico feliz que tenha gostado <3
      esse momento deles foi apenas um aperitivo do que esta vindo, hein
      será em breve, quem sabe kjvdbli ~jéssica está aqui na torcida~
      vai acontecer, seja paciente.
      as mãos tremem aqui, socorro! vou preparar um capítulo bem dramático para está revelação ~i'm queen do drama~ olha a violência, moça u.u haha
      beijos amore **

      Excluir
  9. aloooooooooooooooo
    ts bem, xuxu? eu to bem, graças a deus
    primeiramente desculpa n ter vindo antes ajsmdjd eu to MUITO perdida com horario ainda. hj fui p escola achando q era de manhã e q quando eu voltasse ia ter varias coisas p fazer, olha só. ai no meio tempo fiquei em off de td ajskdjd
    mas o q importa eh q eu to aqui agr szsz
    Q CAPITULO MARA, 10/10
    to roendo as unhas, doida p que a demi se lembre de td sjdndm vc n ta entendo, a ansiedade eh real..........
    achei q ia rolar treta com esses dois sozinhos, mas parece q n, n eh mexmo?
    o problema de td eh q aparentemente a demi tava loucona, dopada e n tinha nem consciencia do q tava fazendo, e o joe eh cabeça dura d+++++. uma coisa eh uma traiçao onde todo mundo lembra q aconteceu. a bichinha n merece todo esse odio! claro q ficar irritado acontece, bravo tb. mas remoer esse sentimento n eh legal e principalmente querer se "vingar".
    mas enfimmmmmmmmm, ele ta começando a enxergar e eh isso q vale.
    só tem uma coisa q me pega.......... demi tava dopada, mas e o nick?!?!?!?!?!????!!!!!!??
    hmmmmmmmmmm
    to no aguardo!
    sam como sempre, rei da fic toda, um amor ♥






    posta logo, viuuuuuu?
    bj no kokoro
    ate a proxima sz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. alo alo graças a deus o/
      estou bem sim e inteira para escrever mais, graças ao bom senhor
      está tudo bem, compreendo perfeitamente ^^
      demi vai se lembrar de tudo em um dia muito "cheio". poupei forças para escrever uma das maiores e melhores tretas, pq tudo vai girar em torno dessas lembranças.
      a demi está sofrendo, vai sofrer, mas o joseph vai se ferrar também. pq ele acha que vai se sentir melhor com tudo isso, mas não... a casa vai cair em cima da cabeça dela, apenas aguarde. ~eu aqui soltando os spoilers como quem não quer nada, haha~
      eu vou esclarecer os detalhes de tudo isso, prometo
      ele ainda vai continuar reinando jjbçfoiv <3
      vou postar assim que puder ;)
      beijos xuxu, até o próximo capítulo

      Excluir
  10. Capítulo mara!!! Tenho certeza que o Sam é filho do Joe!!! Torcendo pra o Kevin ajuda-la a lembrar o que aconteceu e a desmascarar aquela bruxa que eu acho que armou tudooo!!! O Joe já esta amolecendo, espero que os momentos lindos Jemi continuem com mais frequência e cada vez melhores..... amando essa fic.... tenho certeza que já te disse, mas não custa repetir, vc é uma excelente escritora, essa fic é digna de um livro!!! Leio muito, mas muito mesmo, e sua fic supera muitos livros de escritoras brasileiras qud já li!!! Parabéns pelo seu talento!!! Não desista nunca, vc tem tudo pra estar entre os melhores!!! Bjo grande!!! Continua logo pelo amor de Deus!!! Também gostaria de saber se tem alguma chance de ter maratona!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que tenha gostado <3
      isso será revelado em breve ~eu particularmente já não estou me aguentando, sério~
      vamos ter um squad que irá descobrir essa armação e as coisas ficaram bem interessantes. ele é bem cabeça dura, então não se surpreenda se ele voltar a ser aquele joe "frio" de antes. o próximo momento deles vai ser destruidor, prepare-se! <3 muito obrigada pelo carinho, fico até sem saber o que dizer aqui ~socorro~
      eu não vou desistir nunca. beijos, amore **
      postarei logo e prometo tentar adiantar capítulos para fazer uma maratona o/

      Excluir
  11. Eu realmente espero que o Sam seja filho do Joe.
    Espero que o Kevin ajude ela lembrar das coisa, mas eu acho que o Joe esta sendo precipitado em querer que ela sofra.
    Amei o capitulo tava perfeito, bjs e fuii ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso será revelado em breve, estou tão ansiosa para escrever essa parte! <3
      ele irá ajudar de uma forma bem sutil...
      sim, ele está. joseph está se enganando e quando ela realmente se lembrar de tudo, ele vai se sentir mal com isso. mil tretas! ~aquele spoiler que sai sem eu querer, mas tudo bem~ haha
      fico feliz que esteja gostando, beijos **

      Excluir